Em teoria pode uma consola com menos tflops superar outra com mais?

A resposta nem sequer é teórica, e é um claro sim. Mas quando a arquitectura é a mesma, a teoria tem mesmo de ser metida ao barulho.

O CASO GERAL

Ao longo dos tempos todos já vimos placas com um suposto poder de cálculo inferior, a bater outras com mais performance. Um excelente exemplo foi dado durante anos entre a Nvidia e a AMD, onde os GPUs Nvidia, apesar de possuírem menos Tflops, possuíam menores performances.

E isto é factual!

Mas aqui há algo que separa essa realidade de outras. A diferença de arquitectura.

Como sempre foi explicado desde 2013, uma comparação entre flops apenas pode ser feita entre Hardware com arquitecturas semelhantes. E isto porque há um outro factor que entra em jogo… a eficiência.



1 flop é 1 flop, e isto não muda nunca. Trata-se de uma operação de virgula flutuante (floating point), e a capacidade de um GPU define-se pela capacidade das ALUs disponíveis nas suas unidades de processamento.

Mas se os flops são algo fixo, há algo que muda, a eficiência do processamento, ou seja a facilidade com que um GPU chega, ou não, a situações em que consegue utilizar a sua capacidade de cálculo disponível.

Durante o seu funcionamento, há perdas de ciclos de relógio que acabam por reduzir a capacidade de processamento teoricamente possível pelas ALUs. Isto é algo que é inerente ao funcionamento do GPU, mas algo não contabilizado no cálculo da performance de cálculo em virgula flutuante (os flops). As unidades de cálculo matemático, as ALUs, continuam disponíveis para cálculo, mas infelizmente nem em todos os ciclos lhe chegam dados para processar.

Alterar a eficiência interna de um GPU, com uma mudança ou revisão de arquitectura, pode reduzir o número de ciclos perdidos, e dessa forma aumentar a capacidade de cálculo. E isto a um ponto em que um GPU com menos Tflops, devido à sua eficiência, pode mesmo passar outro com mais.

Comparativamente, numa figura de estilo, é como um automóvel com mais cavalos, que se prende pelos pneus que o impedem de expor a sua potência obrigando-o a travar. Melhorando a arquitectura do carro, melhorando a aderência dos pneus permite que os mesmos cavalos possam expor melhor a sua potência.

Ou seja, com uma arquitectura igual, e consequentemente rendimento igual, um GPU com menos flops nunca poderá bater em performance um outro com mais (aceitando código igualmente optimizado)!

AS CONSOLAS

Ora perante o exposto em cima, fica então claro que, sendo a nova Xbox e a PS5 consolas com arquitecturas que se presumem serem iguais (RDNA), a que possuir mais Tflops será a mais potente.

Certo?

Não… Errado!

Na realidade o que está em cima é certo… mas a premissa é que está errada. na realidade as consolas poderão não ter necessariamente arquitecturas iguais!

Mas como assim, se ambas usam a arquitectura RDNA da AMD?

Bem, na realidade, usar usam… mas as consolas são peças de hardware personalizado. Acrescentam muitas tecnologias que não existem ainda sequer no mercado, e muitas delas propriedade dos detentores das plataformas (Sony e Microsoft) e não da AMD. Um aparente exemplo é dado pela Microsoft quando fala de tecnologia patenteada de Variable Shader Rate, algo que a Sony também terá, mas que não será idêntico, criando assim uma disparidade de performances entre os sistemas.



Se tivermos em conta que um VRS pode trazer ganhos de performance até aos 50%, um VRS 10% mais eficaz que outro pode permitir que um sistema 10% menos capaz alcance um 10% mais rápido. Isto em Teraflops implicaria que uma consola com VRS 10% melhor com 12 Tflops, poderia igualar-se a outra com 13.2 Tflops ao usar esta tecnologia.

Naturalmente isto é especulativo, não sabemos se algum dos VRS será melhor que o outro, e nem sequer sabemos se a existir diferença ela poderá chegar aos 10%, e para que lado cairá a vantagem, mas o certo é que é um caso que nos serve de exemplo ao termos uma marca que refere que usará na sua consola uma tecnologia patenteada.



Outro ponto onde a arquitectura pode variar é no Ray Tracing. Apesar de relatos iniciais que davam o Ray Tracing da Microsoft como mais capaz, os mais recentes apontam no sentido contrário. Ora aqui não nos interessa agora saber qual dos dois tem o RT melhor, interessa isso sim, tirar a ideia de que as soluções serão diferentes, e sendo o RT algo que será standard na próxima geração, e no qual muita performance de cálculo será gasta, ter um sistema mais eficiente poderá trazer vantagens adicionais.

Imaginem por exemplo que uma das soluções, neste caso a da menos potente, passa por um co-processador externo ao GPU para o RT. Tal anularia toda e qualquer comparação dos Tflops.

CONCLUSÕES

O importante reter-se deste artigo é que nesta geração vamos ter consolas com hardware muito personalizado. Tão personalizado que os Tflops podem não dizer muito. Por exemplo, no caso de uma das soluções RT ser externa ao APU, o que teremos é que a diferença em Tflops até pode chegar a ser grande e na prática a performance ser até melhor.

Este artigo, que estava na forja, acabou por ser adiantado devido aos rumores que publicamos nos últimos dias, para que se perceba que a métrica de performance que tão bem nos serviu nesta geração, apenas foi válida pelo facto de as consolas usarem hardware muito standard e já conhecido do mundo PC. Mas caso as personalizações sejam elevadas, e nesse campo a Sony pode muito bem recorrer mais facilmente a soluções externas ao APU, e até mais exóticas, uma vez que não tem de se preocupar em colocar os seus jogos no PC (pelo menos não com a mesma qualidade), os Flops serão apenas mais uma das medidas a tomar em conta, mas não a única e, eventualmente, até não a mais importante.

Basicamente, na falta de especificações finais, há que se aguardar para ver, e não se tirar conclusões face a rumores, que mesmo que verdadeiros, podem não dizer a verdade toda. O que estamos a viver não é o mesmo que sucedeu em 2013, onde um hack expôs as especificações de ambas as consolas, permitindo a comparação. Aqui na realidade ainda não se sabe nada, o que se sabe são rumores, e muitos deles baseados em informação antiga e questionável.

Enquanto os rumores seguiram uma determinada lógica, os mesmos pareciam coerentes, e eventualmente possíveis. Mas quando de repente tudo muda, e baseado em dados que, como vimos no artigo de ontem, não pode ser tomada como literal ou actualizada, convém fazer-se algumas explicações adicionais que dêem a entender que mesmo com a informação dos Tflops, sem o conhecimento da totalidade das especificações, não saberemos dizer qual a consola mais capaz.



newest oldest
Notify of
bruno
Visitante
bruno

Off-topic:

Aproveitando o tema, se eu mantiver a frequência ou clock e colocar as unidades do GPU em dobro, o consumo duplica?

By-mission
Visitante
By-mission

Não é algo assim linear na verdade podes ver por si mesmo no YouTube onde comparam GPU Sli e Crossfire…
Mesmo se for no mesmo chip fica dependente de mais fatores, como na PS4 e Xbox One, o jaguar na realidade são dois processadores de 4 núcleos cada mas o consumo não dobra.

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Jaguar_(microarchitecture)

Rui
Visitante
Rui

Eu percebo a teoria, mas sou da opinião que as consolas nao serao assim tao diferentes, essa personalização e diferenciação parou na ps3 e x360. Podem ser diferentes mas é tudo a mesma familia e tecnologia.

Danilo Marciel
Visitante
Danilo Marciel

Na boa Pessoal… isso pra mim não passa de controle de dano…

Qual é…se é a mesma arquitetura quem ticer mais Flops é sim mais potente parem de sofrer por antecipação vocês tem os melhores exclusivos esquece negócio de poder.

By-mission
Visitante
By-mission

A questão em si é ninguém sabe onde anda isso e como ninguém sabe até lá tudo pode ser verdade.. A Xbox com 12,2 tflops e a PS5 9.2 tflops ou a Xbox 12,2 tflops e a PS5 13,8 ou ninguém passa de 9 teraflops e tá todo mundo querendo demais kkkk

AlexandreR
Visitante
AlexandreR

Percebo onde o Mário quer chegar, mas não concordo na totalidade…
Não acredito em especializações ou em hardware muito especializado. Uma das coisas mais importantes do lado da Sony é criar um hardware acessível e fácil de produzir jogos! A Sony até veio a público referir que na ps5 é altamente fácil para desenvolver.
Com isto, existindo especializações é necessário aprender ou desenvolver conhecimentos da matéria. Sendo fácil de desenvolver para a ps5, acredito que não irá sair muito do que temos visto ultimamente.
Iremos ter a inclusão do SSD em ambas as consolas, que efetivamente sendo diferentes podem alterar a performance global de ambas, a solução de Ram se for diferente entre ambas também poderá alterar a performance e o equilíbrio das máquinas.
Mas relativamente a material específico, só me lembro do Mark Cerny ter referido na evolução do som, na PlayStation 5.
De resto não estou a ver, mas também nunca construí ou desenvolvi para uma consola ahah

José Galvão
Visitante
José Galvão

Alexandre, ter hardware altamente costumizado e especializado não é sinonimo de exotico, prova disso é o ssd, algo potenciado mas ao mesmo tempo familiar.

By-mission
Visitante
By-mission

Ainda conta com o fato de que a console escolhida como base de desenvolvimento tem a vantagem de ser otimizada ao máximo mesmo com as peculiaridades próprias. Ex a PS4 foi o standard da geração e tudo que se conseguiu ali era métrica para todas as outras. Assim sendo o GpGPU de fato só foi explorado ao máximo na PS4 sendo na Xbox One, X e PS4Pro adaptações que não chegam ao nível do que foi feito na PS4.

Shin
Visitante
Shin

Um PC com RX5500XT corre Forza Horizon 4 a 4K 30fps possuindo apenas 5.1TF e muito menor largura de banda.

No Xbox One X em relação ao Ultra PC tem AF 8X a Geometria é mais popup e as texturas piores.

Vega 64 Liquid 13.6TF roda Forza Motosport 7 a 40-50fps 8K.
https://youtu.be/TPg1PquV4UM

Então essa coisa de otimização é mito. Todas as plataformas hoje estão apoiadas em linguagens de abstração bare-metal. O mantle nasceu da API dos consoles que está como parte do PSSL do PS4 e o XSAPI do Xbox One, eo DX12 dos PCs se adapta ao Vulkan. O DX11.3 é o mesmo DX12, só muda o nome ou seja, a única diferença real em termos de otimização não é mais as multi camada do OS mas sim a interpretação generalizada. Nos PCs desenvolvedores estão olhando famílias de GPUs, Pascal, Turing etc, são famílias, AMD o GFX determina as famílias Radeon, nos consoles eles estão olhando para a máquina. Quando você olha uma família geralmente o patriarca da família recebe a otimização dedicada e os demais os ajustes. É o cenário hoje, Vega64 é o patriarca de GFX9, Navi10 o patriarca de GFX10. E por isso que as fabricantes estão se dedicandl um modelo base desligando recursos e vendendo o mesmo modelo em segmentos que não canibalize o modelo principal.

José Galvão
Membro

Mário onde é que arranjas-te aquela cabeça onde tens o VR e quanto é que custou?
Estou farto de procurar e é sempre muito caro.

José Galvão
Membro

Em terra de cegos quem tem olho é rei, obrigado pela dica amigo.

Shin
Visitante
Shin

1flop é 1 flop quando falamos de 1 núcleos, quando falamos de 2560 núcleos com 32 ordenadores e 64 caminhos de rasterização a coisa muda é por isso que uma arquitetura tem desempenho diferente de outra arquitetura. É por isso que SLI/Crossfire tem desempenho diferente de single Chip. Seria bom uma técnica que permitisse um programa aproveitar bilhões de núcleos da mesma forma. Essa é uma problemática inclusive dos super computadores, se você olhar esse cenário vai ver que a medida que os supercomputadores se tornam mais supercomputadores é necessário mais ainda computação pra fazer algo maior.

Uma vez que as GPUs ultrapassaram os 1024 ULAs você precisa de 2048 pra fazer a metade e 4096 para fazer a metade da metade. É por isso que não vimos ninguém fazendo 8192 em um único chip, não vale apena, não até Turing e RDNA. Nessas novas arquiteturas é possível criar linhas de comandos simultaneas dinamicamente. Então se existe ineficiência com 4096 ULAs, 2048 ULAs por Kernel é mais eficiente. A AMD divide sua GPU em 32/64 grupos de instrução com 4 Kernels de controle, isso permite que uma GPU de 4096 trabalhe como um quadcore. Nvidia e AMD investem em registros de 32 grupos e isso permite que cada grupo tenha um subgrupo, portanto, é como um CPU SMT 4 Core com 8 Threads e por isso em Turing e RDNA elas podem explorar 8192 ULAs com metade do rendimento.

É por isso que por exemplo Fury X boladona.., 4096 ULAs, 8.6TF e tal, hoje em dia perde por 3x da RX5700XT com 2560 ULAs.
https://youtu.be/VsJzgNjsFKc

Uma RDNA de 4096 ULAs será 4x mais rápida no mesmo clock e como ela vai está provavelmente em um clock superior excederá ainda mais.

Por isso contar Float não faz sentido.

Para 64ROPs são necessários apenas 2048 ULAs ou 32 flops = 4bytes, 4 bytes = 2×2 blocos por RBE, que atende a mesma unidade de cache associada. As 512 ULAs adicionais são para computação.
https://file1.hkepc.net/2019/07/source/11165555551808942856.jpg

É por isso que faz pouco sentido aumentar o número de ULAs. Se você vai rodar jogos com mais FPS ou mais Resolução, faz mais sentido aumentar clock base. Você quer 8K 60 por exemplo? Envie a geometria para seus RBs e os pinte na sua escala de orçamento. Você não está limitado pelo seu fragment shader mas sim pelo desempenho dos texels que a AMD fez o favor de dobrar em relação a Vega. Por isso tem um desempenho de 305Gtexels que permite cobrir as necessidades dos 64ROPs.

Navi21 ele não traz realmente um benefício para gráficos contemporâneos mas sim para o Ray-Tracing. Agora que as TMUs terão sua unidade de interseção parte delas ou a totalidade junto a seus respectivos DCU serão usados para luz.

Se aparecer alguma 8192 ULAs não será para gráficos apenas é como Quadro 8000 ou RTX Titan, é para computação ou aceleração RT para estações de trabalho onde você pode construir um servidor RT como os DXG da Nvidia.

Uma coisa que ninguém está mesurando é o fato nessa geração, os computer shaders foram explorados para diminuir o impacto do render sobre a largura de banda. Uncharted 4 por exemplo usa seu AA e sombras via Assinchronous Shader, Gears 5 ou Forza, post processamento via computer shader. Você poderá fazer esses recursos via Fragment Shader ou por Filtragem Raster e Texel em RDNA, pois você não tem os mesmos problema. É por isso que programar para a próxima geração é muito mais simples e o desempenho muito melhor distribuído.

Pense em RDNA como um Big Tegra X1, digo isso pois as soluções que a AMD embute em RDNA a Nvidia começou a embutir em Maxwell. O Tegra X1 comparado ao PS3 ou 360 é como a nova geração frente aos sistemas atuais.

Mesmo se Oberon tivesse os mesmos 1,87TF do PS4, a mesma largura de banda, o mesmo clock base de 1.6GHz pra CPU e 800MHz pra GPU ele estaria entregando muito mais ao ponto de se colocar equivalente ao PS4pro.

Um ponto da gente ver isso e o fato de uma R9 280x GCN 1.1 4TF roda Elemental Demo a 1080p
https://youtu.be/vVa3lWduORY

E Infiltrator 1080p
https://youtu.be/cw_Exp9VvZ8

Hoje ela está na escala de desempenho da GTX1050ti de 2TF
https://youtu.be/J4xKhGvbHqA

PS4 rodou o demo Elemental sem a iluminação VXGI enquanto Tegra X1 rodou como o PS4 mas com menor resolução e pixel format 16 bits.
https://youtu.be/nPtLOEh6h80

A RX5500 de 5.1TF, o mesmo flop da R9 280x não disputa mais com a GTX1050Ti mas sim com a GTX 1070 de 6TF. A eficiência dos flops da AMD saiu de perder por 65% para ganhar por 15 a 20% dos flops da Nvidia em Pascal.

Então não são os flops a decidir sobre a nova gen mas sim as features associadas a cada arquitetura.

Rui
Visitante
Rui

Ja voltei a ler hoje que os 12.2 tf na X e 9.2 na ps5 serao uma realidade, eu nao me custa nada acreditar nisto resta saber é a que preços..

Ja estamos a menos de um ano do lançamento para quando certezas?

A ser verdade e mesmo que o diferencial de preço seja 100 euros que é muito dinheiro diga se de passagem.. a xbox ira ser a máquina definitiva para a maioria dos jogos.

AlexandreR
Visitante
AlexandreR

Estás a dizer que se a ps5 for a 399€ com 9,2 tflops e a xbox série x a 499€ com 12,2 tflops, a maioria das pessoas vai para a Xbox ?
Convém expores os factos que te baseias

Rui
Visitante
Rui

Percebeu mal.

Eu disse que a ser verdade é a máquina definitiva para jogar a maioria dos jogos, nao disse que a maioria a ira comprar ate porque 100 euros sao 100 euros e cada um compra o que quiser e puder.

AlexandreR
Visitante
AlexandreR

Mário, supondo este cenário que me parece ser o mais próximo da realidade, qual a sua opinião?
Xbox série x a 499€ a 12 tflops e Ps5 a 399€ a 9,2 tflops, com a rendibilidade dos sistemas serem muito parecidas.
Um dos líderes da Sony queria uma mudança rápida para a nova geração, por isso é que me baseei num valor reduzido comparado a Xbox.
O que acharia depois destas informações?

João Magalhães
Visitante
João Magalhães

Mesmo assim a verdade chega breve! E a melhor de todas são os jogos multiplataforma rodando lado a lado nós dois sistemas…Aí podemos ter uma base se o que está no papel se torna realidade com ou sem molhos secretos.

Thiago
Visitante
Thiago

O insider tidux foi perguntado sobre o ps5 ter 9.2 tflops,ele respondeu no Twitter dizendo nope.Agora eu não lembro se o histórico recente de previsões dele é positivo ou não.

Brunoab
Visitante
Brunoab

Duas notícias

“Phill Spencer fala que SSD pode ser usado com memória extra”

PS5 vai ter mais memória RAM.

“PS5 vai ser o PlayStation mais fácil de programar, Youshida”

Essa eu não sei.. PS5 com dual GPU q seria senso comum de ser difícil de programar? E a Sony já adiantando que no PS5 e fácil?

Livio
Visitante
Livio

Uma dúvida, ultimamente estou vendo sites e rumores que dizem que o Series X será RDNA1, até mesmo um site super fanboy do Xbox(não é a mil grau)(e erra nas previsões das notícias) tinha uma notícia veiculada no Google Notícias ao qual dizia que o Series X teria suporte ao RDNA2.

A dúvida é, a AMD não tinha veiculado em uma conferência que os consoles seriam RDNA2?

Livio
Visitante
Livio

Só um exemplo do site fanboy, fui atrás de ver essa notícia do suporte ao RDNA2 para o Series X e hoje já tinha uma nova notícia dizendo que PS5 é RDNA1 e que teria somente 8G DDR6, “por coincidência” essa da memória saiu logo depois de novos rumores falarem dos 12G no Series X(rumores estipulam que o PS5 teria no mínimo 16G).

PS5 com o mesmo total de memória que o PS4 base? Nem sonhando que isso vai acontecer e ainda tem iludido nos comentários dizendo que se for acima dos 8G o console irá custar mais que U$500,00.

nETTo
Visitante
nETTo

windowsclub kkk

Marcos
Visitante
Marcos

Essa é a memória dedicada a jogos.
PS5 12gb e 8 dedicado a jogos
XBOSX 16GB e 12 dedicados a jogos (sempre foi colocado assim)

Shin
Visitante
Shin

Consoles serão RDNA1 por ser 7nm
GPUs PCs serão RDNA2 por ser 7nm+

Todavia consoles terão features gráficas RDNA2, o que não terá é a compatibilidade da SIMD. É por isso que rola essa confusão. Xbox Series X com VRS e RT via hardware mas não é RDNA2. O PS5 não foi confirmado ter essas features mas com certeza terão.

Voltemos no passado e lembremos do que Mark Cerny falou sobre o PS4pro? “Podemos selecionar partes especifica da tecnologia e escolher o que queremos.”

A compatibilidade SIMD do PS4pro e Xbox One X é equivalente ao GFX7 que representa o GCN1.1 mas ambos os consoles tem features GCN 1.2 à 1.4 como Delta Compress Color, double packed FP16, aceleração de discarte de primitivo entre outras.

Eu aposto que do mesmo modo que Vega, os consoles terão instruções de baixa precisão ligadas, algo que RX5700XT não tem.

bruno
Visitante
bruno

A Vega passou dos 12 nm para os 7 nm. Porque haveria problema em passar zen2 e RDNA1 para 7 nm+?

Vitor PG
Visitante
Vitor PG

Mário, as specs já foram confirmadas? Mesmo q o PS5 tenha um hardware menos potente, ele terá os melhores gráficos, só ver q o xone x nunca IGUALOU o gráfico de Uncharted 4 do PS4 base

Carlos
Visitante
Carlos

kkkkkkk Eu tive os dois, pro e xonex, uc4 NUNCA teve gráficos melhores que Gears 5, NUNCA.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Se não me engano, hoje pode ser que tenha mais notícias, embora a chance seja pequena na CES.
Tem mais força que o PS5 será apresentado em fevereiro, sei lá.
Tomara que falem algo hoje, a curiosidade já está corroendo, a MS já mostrou ao menos um pouquinho.

Livio
Visitante
Livio

Pelo que lembro é amanhã, dia 07

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

22 horas horário de Brasília do dia 6 foi o que soube.

Livio
Visitante
Livio

A eurogamer só colocou o dia 07 que refere-se a Portugal, ela chegou a colocar o horário de brasília mas não fez a correção do dia, por isso que pensei que fosse dia 07

Livio
Visitante
Livio

O evento terá transmissão, se não tiver então não vai ter muita coisa sobre PS5

bruno
Visitante
bruno

Espero bem que nao… A solucao nVidia perde face a solucao PowerVr. Tera trocado de empresa?..

By-mission
Visitante
By-mission

Ah pah que raios a a apresentação da AMD foi falar só dá Xbox e nada da PS???
Algo errado diz que não está certo!

https://www.eurogamer.pt/articles/2020-01-06-amd-mostra-a-traseira-e-comando-da-xbox-series-x

https://www.google.com/amp/s/wccftech.com/watch-amd-ces-2020-keynote-live-stream-here/amp/

Brunoab
Visitante
Brunoab

esse cara trabalhou na Sucker Punch, do Infamous e Ghots of Tsushima.

acho que é so coincidência

linkedin dele:

https://www.linkedin.com/in/matthijsdesmedt

mas em um mês ele estava no playstation e no mês seguinte:

“Assisting game developers with game engine performance and features. Collaborating with architecture group on future hardware.”

Marcos
Visitante
Marcos

Na verdade o melhor gráfico da geração ainda é Ryse para mim.

Vitor PG
Visitante
Vitor PG

Gráfico de Ryse é inferior ao de Killzone Shadown fall

Brunoab
Visitante
Brunoab

E o pior que o sujeito deve estar comparando as Cutscenes do Ryse que SÃO CGs… o “verdadeiro FILME” que fanboy do xbox tanto expele pela boca na internet.

Brunoab
Visitante
Brunoab

e o Pior que vc ainda deve estar comparando as Cut Scenes que SÃO CGs pré gravadas.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Pra mim é Horizon Zero Dawn e God Of War. Além de Death Stranding que tem um grafismo que me parece bem sofisticado.
Uncharted 4 certamente é um dos melhores junto ao Gears 5 que vi pouco mas pareceu muito bom.

Vitor PG
Visitante
Vitor PG

Off-topic esse nome xbox series x é uma valente porcaria, a ms não aprendeu com o one, achei series x um nome ainda pior q one

nETTo
Visitante
nETTo

“https://wccftech.com/xbox-scarlett-apu-die-shot-analysis-die-size-estimated/”

Phill postou um print do chip do Series X, o site wccftech análisou as medidas e o comparou com o chip do One X, a aposta do Site é que o novo console da Microsoft e somente por esta análise com base nas imagens terá muito provávelmente 9tf rdna, apesar deles não descartarem os 12tf ditos pelo rumor.

bruno
Visitante
bruno

Na realidade, a foto parece descartar os 9 Tflops.. segundo o Wccftech, o novo chip anda a volta dos 400 mm2. Muito maior que a 5700xt mais Zen 2 de 8 nucleos.

Pelas minhas contas, e se for zen 2, podemos estar a olhar para 52-56 CUs.

Parece confirmar os 12 Tflops.

By-mission
Visitante
By-mission
João Magalhães
Visitante
João Magalhães

E porque raios a Sony colocaria duas GPUs??

Isso me lembra o desespero da Sega quando descobriu sobre o projeto 3D do Paystation e colocou duas CPUs para diminuir a vantagem.

Até concordo em um HW separado para RT,agora duas GPUs acho bizarro.!

Brunoab
Visitante
Brunoab

o Futuro é multi GPU, igual o Ryzen com vários CCX.

Infinity Fabric iniciou em CPUs mais vai ser aplicado para GPUs também.

a proxima geração da Nvidia depois do Ampere vai ser multi GPU… que talvez seja apenas a Ampere refinada para multi gpu.

RDNA2 pode ser o tal “navi foi criada pela AMD para a Sony” pode ser apenas o RDNA1 multi gpu… Enquanto a MS vai de RDNA1 12tf a Sony vai de dual 36cu 2ghz… algo perto de 16TF?

Do mesmo jeito que tem rumor que a MS vai entregar um console com ~30% mais GPU q a Sony, pq não pode ter um rumor que a Sony vai entregar um console com ~30% mais GPU que a MS?

o que deixa mais louco os rumores são os fanboys do xbox sempre com birutisse para sustentar a narrativa que eles inventaram que “a MS sempre lança o console com mais poder” e por isso hoje emplacaram o rumor de 9TF do PS5, mesmo até dentro do rumor tento o que anaconda e lockhart vão ter o mesmo poder…

eu digo que o alvo da Sony é 10x o PS4, ~14TF RDNA = 18TF GCN.

o meu chute tem base do PS4 ser muito fraco para a epoca e a sony precisa empurrar um salto maior até que entre o PS2 e PS3, já que proporcionalmente o PS4 é muito mais fraco para a epoca que o PS2.

Cerny disse que apenas para levar jogos de PS4 para 4k Nativos precisa de 8TF.

agora vc faz a conta, pega 8TF GCN adiciona ~30% de melhoria do RDNA frente ao GCC e mais ~2TF… para chegar em ~10TF no PS5… Vc tem um salto de o que? 60%?

bruno
Visitante
bruno

Sabes uma coisa BrunoAb?

Eu nao acredito que a PS5 tenha apenas 36 CUs (pelo menos nao somente), mas acredito que o chip de 36 CUs ou Oberon (que ainda nao entendi se e GPU ou APU, mas penso que seja apenas GPU) seja aquele presente no DevKit.

E acredito que o DEVKIT tenha nao um, mas dois GPUs oberon a funcionar e dai o design tao esquisito e com a aquela sistema de ventilacao tao optimizado.

Contudo, acredito tb que o hardware final da PS5 tenha nao dois, mas um unico chip, mas que esse chip se equivale aos dois oberon a funcionar em paralelo.

E quais sao as bases desta minha crenca?

Primeiro, como disse antes, os valores de performance do oberon sao muito interessantes. Sao exactamente 9,216 Tflops (e isto obtido com rumores que sucessivos do Komachi, primeiro os clocks depois as CUs). Isso multiplicado por dois da 18,432 Tflops – exactamente 10 vezes mais que o valor de Tflops da PS4 base. A Sony conseguindo esse valor da uma excelente manobra de marketing.

Segundo, um rumor antigo a demo, que sabemos ser real, de GT Sport a rodar a 8K 120 fps numa feira no japao que foi descoberta ha quase uma ano atras. Ora curiosamente esses valores – 8K 120 fps – tem sido repetidos por ambas as empresas em entrevistas/enventos mais recentes sob a proxima geracao. Ora esta demo, supostamente estava a rodar em 4 PS4 Pro a correr em paralelo. Curiosamente, Phil Spencer apontou o ganho no CPU como 4x o da ONE X. E do GPU nao sabemos. Mas nao deixa de ser curioso que o mesmo aumento de performance surga outra vez por boca da outra empresa.

Ora 2 oberon a 2000 Ghz e pouco mais que 4x a Ps4 Pro (2x 36 CUs e 2x 911 MHz)… Coincidencia? – sobretudo considerando as primeiras informacoes do Komachi que o Chip comecou nos 1800 GHZ (o que da exactamente 4x PS4 Pro)?

(Eu aqui nao vou entrar nos ganhos de arquitetura – como disse antes a analise da DF e treta, porque foi medida em PCs, as maquinas mais mal optimizadas do planeta – os ganhos a exisitirem serao menores nas consolas devido a optimizacao e ao uso do GPGPU que no PC e praticamente inexistente – pior, a arquitetura, exceptuando paleio de PR, nunca contribuiu para ganhos de performance nas analises feitas as anteriores geracoes).

Terceiro, eu acredito que havera uma PS5 com 36 CUs a 2000 GHz. Sera o modelo base a 1080p (e nao tenho ilusoes que efectivamente nao ira haver nenhum – porque ira – economicamente faz todo o sentido e nada ha que impeca a Sony de fazer o mesmo – apenas nao ouvimos nada sobre isso ate agora). Porque me baseio nisto? Devido a entrevista do responsavel PS a gameinformer que isse claramente isto: “A PS5 resultou do que foi aprendido com a Pro.”

Ha quem acredite unicamente que isso se refere ao mercado. Mas tendo em conta a pessoa que disse a frase, acredito que isso va mais fundo e va ao design do chip em si. Ora como foi feita a Pro? Colando dois GPUs ps4 lado a lado tao simplesmente.

E assim se ve como tudo faz sentido… O Oberon – equivalente a 5700xt (um gpu 7 nm ja ultrapassado e que sabemos nao leva o nodo ao limite). Os documentos datam de abril de 2019, pouco antes da apresentacao ao mundo da rx 5700 e dai os dev kits estarem prontos – provavelmente um ryzen de 8 nucleos mais duas rx 5700 xt a funcionarem em paralelo. Dai o V no design. Tem dois WGP desactivados, corre a 2000 ghz (curiosamente, perto do valor da RX 5700XT em modo boost) e tem 36 CUs. Essa placa sera a base para 1080p. Para maiores resolucoes ativa-se o segundo.

Quarto, porque acredito nisto tudo? Porque ha noticias mais recentes que validam a minha perspetiva e elas vieram da unica fonte que ate agora tem provado ser confiavel, apesar de ter alguns erros e discrepancias. E essa fonte e o WccfTech.

Este site corretamente noticiou que a primeira versao da Navi teria 40 Cus (e teve) apesar de ter erroneamente identificado essa versao como Navi 12 (e Navi 10). E disse outra coisa, que havia uma big navi (mais recentemente conhecida como nVidia killer) que estaria presente nas consolas de nova geracao. Este foi tb o mesmo site que noticiou que a Navi foi feita para a Sony.

Ora dessa big navi soube-se recentamente, em rumor, que tera 80 Cus, 505 mm2 de area – precisamente 2x a a 5700xt por esse mesmo site. E este o chip que acho que estara presente na PS5, mas nao na sua forma de 505 mm2…

Agora a grande questao e que estes valores ao demasiados… a area e demasiado grande para o numero de CUs. A atual Navi 5700 xt ocupa 251 mm2. Multiplicado por dois da 502 mm2. Mas pior, pelo raio-x sabemos que quase metade desses 251 mm2 sao gastos em I/O para memoria… Logo, mesmo adicionando mais uma camada di I/O… a area deveria ser inferior aos 505 mm2… Como se explica isto?

Bem curiosamente, essa navi tera supostamente o nome de codigo Navi 21 e ja se sabe de uma Navi 21 lite (lite e a definicao para gpu integrado). sera que os 505 mm2 sao a area de uma APU e nao do GPU discreto?

Quinto a Xbox series X! O formato desta consola quebrou com todas as regras. O crosair one i160 tem o mesmo formato e contem um core i9 e uma GTX 2080 Ti (800 mm2). Com isto quero so dizer que efectivamente com esse tipo de formato (e ja ha rumores que a PS5 ira ser o mesmo genero) efectivamente pode ser e um chip muito maior que o atual.

Sexto o chip da ONEx que apresenta uns monstruosos 400 mm2 (de acordo com estimativas). Algo que muita gente dizia ser impossivel nas atuais consolas e a Ms ja provou toda a gente errada.

So por curiosidade… considerando um ganho de 15% em aumento de densidade nos 7 nm+, temos para a big navi algo na ordem dos 429.25 mm2.

Setimo – o inifinity fabric e optimo, mas os GPUs requerem velcoidades de ligacao altissimas. Poder ser que estejas certo… mas nao sei se a performance sera suficiente para serem dois GPUs.

Alem disso… sobre os processadores da nova Xbox, quem sabe quantos teremos na consola?

Sao como tudo, especulacoes, e posso definitivamente estar errado, mas nao sao especulacoes tiradas do nada, mas baseadas nestes 3 fatores:

– Ambas as empresas estao a apostar em poder para ter um bom arranque inicial – a Sony precisa de motivar a sua base instalada a mudar, a MS esta disposta a tudo para conquistar quota de mercado.

– Ambas querem matar o Stadia.

– Ambas parecem dispotas a dispender mais no desenvolvimento do hardware apos a reaccao positiva do mercado a atual geracao (muito diferente a anterior geracao).

Brunoab
Visitante
Brunoab

Vou fazer um comentário que me ocorreu agora…

Cerny falou que para levar os jogos de PS4 para 4k nativos, precisa de 8TF.

Supondo que no PS5 o alvo é 4k nativos.

9TF RDNA + 40% de melhoria no RDNA => 9TF RDNA = ~12TF GCN

~ PS5 equivaleria a 12TF GCN.

12TF – 8TF para 4k nativo = 4tf, que são 50% a mais.

um salto de geração que descontando o aumento de resolução entrega gráficos 50% melhores?

pega um jogo de PS4, bota em 4k nativos e melhora 50% os gráficos… é isso que o pessoal supoe que o PS5 vai entregar?

isso já descarta o rumor, ainda mais com a Sony confirmando que não vai abandonar a mudança de geração e a MS dizendo que “acabou as gerações”

mais fácil a MS entregar 9TF RDNA e a Sony entregar ~14TF RDNA do que o contrário

afinal é so pegar um jogo de xbox one S, botar em 4k nativos e aumentar 50% os gráficos e já fica barbada fazer um jogo de xbox one S rodar no Series X…