Há novos dados sobre a Xbox Série X, incluindo o seu controlador de SSD

Uma fuga de informação sobre a nova Xbox série X mostra-nos os pormenores e conectividade da consola. Outra fuga mostra que a consola usará um controlador SSD da Phison!

A caixa da consola e a conectividade.

Aparentemente o filho de um funcionário da Microsoft resolveu pegar na consola a que o pai tinha acesso, tirar umas fotos e meter na internet. E ao mesmo tempo, sem o saber, metendo o pai em grandes sarilhos.

Eis as fotos:



As fotos permitem ver a conectividade da consola, com uma porta USB na frente, e mais duas adicionais na traseira. Existe ainda uma saida SPDIF para audio digital, uma porta de rede, e uma porta HDMI  (a segunda porta HDMI com passthrough desaparece). Existe ainda uma porta com finalidade desconhecida que se diz ser uma porta de manutenção.

Isto é o que as fotos permitem ver… para além do número de série da consola. Uma situação que, nesta fase, vai permitir saber de quem é a consola, e culpar o responsável pela fuga de informação. Uma situação que vai certamente trazer problemas ao funcionário que teve acesso à mesma.

E para piorar a situação, o miúdo refere que inscreveu o serial no site da Microsoft, sendo o mesmo aceite.

Esta será uma fuga que certamente não se voltará a repetir… e este menino terá um bom castigo pela frente.

Outra informação sobre o hardware da consola diz respeito ao currículo de um funcionário da Phison, e que poderá igualmente vir a enfrentar algum tipo de retaliações por fuga de informação sobre actualmente protegida por um Non Disclosure Agreement (NDA).



Eis o currículo em causa:

Como vemos, o funcionário diz ter participado na construção do controlador da Phison que tem vindo a ser tão falado. O super rápido PS5016-E16! Mas essa nem é a questão! É que este refere ter trabalhado igualmente numa versão mais económica do controlador, o PS5019-E19, indicando que este será o controlador que estará presente nas Xbox Scarlett.

Mais um que terá problemas? Provavelmente!

Mas se esta informação é engraçada, a mais relevante é o podermos ter uma ideia do que será o SSD da Xbox série X. Basta vermos as especificações deste controlador!



Este controlador tem uma capacidade máxima de 2 Terabytes. Ou seja, esse será o tamanho máximo de discos que a consola pode suportar.

È capaz de leituras de pico a 3.6 GB/s e gravação a 2.2 GB/s.

Curiosamente, apesar de uma performance de leitura bastante boa, as leituras aleatórias revelam-se mais lentas que as escritas aleatórias, o que pode limitar bastante a obtenção dos valores de pico, particularmente após o armazenamento começar a ficar fragmentado.



Há no entanto aqui uma questão que fica no ar, e relativa às performances!

O modelo da foto de cima é o PS5019-E19T, ao passo que o referido para a Xbox é o PS5019-E19 (sem o T). Se olharmos para a foto de cima, vemos que essas designações existem igualmente no PS500-E8, com um modelo E8 e outro E8T, sendo o modelo com o T semelhante em performances, mas com leituras aleatórias mais lentas.

Daí que o controlador da Xbox, ao não ser o T, pode na realidade não ser tão fraco na questão das leituras aleatórias após fragmentação. Diga-se no entanto que após pesquisa exaustiva no site da Phison não encontramos qualquer referência a uma versão E19 sem T, pelo que na realidade a ausência do T deve ser uma falsa questão, sendo o controlador o mesmo.

No entanto há um outro dado que, sem esclarecimento, nos deixa completamente na dúvida quanto às reais performances. A indicação no currículo de que o controlador será DRAM-less, ou seja não contém a memória DRAM que serve de indexação aos conteúdos.

Por norma as versões sem DRAM são mais lentas e com maior latência, apesar de terem igualmente vantagens, nomeadamente na menor complexidade do circuito, um controlador flash mais pequeno e simples, menores consumos energéticos e menor custo.



Daí que para sabermos do que estamos a falar precisamos de saber se este controlador conta por defeito com DRAM, ou não. E uma pesquisa no website da Phison mostra-nos a ficha técnica deste controlador, aqui.

O que podemos ver é que este controlador, mesmo na versão T é DRAM less… Ou seja, não e por aí que podemos esperar menores performances.

Resumindo, as questões sobre a real performance do SSD da Xbox parecem ficar dissipadas com as nossas pesquisas.

E diríamos que estamos perante um SSD com velocidade acima do oferecido atualmente, com 3.6 GB/s de pico máximo de leitura e 2.2 GB/s de escrita. Questiono é se perante os valores da leitura aleatórias poderemos considerar mais de 2 GB/s como velocidade garantidamente obtida a 100% dos acessos.



7 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rui
Rui
8 meses atrás

A traseira da consola em formato de “sketch” ja nao tinha aparecido por ai? Não é um super leak, e a porta hdmi colada a porta de energia ligar e desligar os cabos nao deve ser agradável.

Nao estou dentro do assunto dos ssd mas a ser verdade este leak qual é o ssd mais rápido? O da ps5 xbox sx ou pc?

Danilo Marciel
Danilo Marciel
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

Olha confesso que vai ser legal demais praticamente não ter loading nos games. Apesar que eles já não são eternos como era antigamente mais instantaneo é bem melhor.

Carlos
Carlos
Responder a  Danilo Marciel
8 meses atrás

Q? Os loadings nos jogos atuais são enormes, starwars battlefront II por ex demora quase 2 minutos para carregar de uma fase a outra, forza horizon tbm demora cerca de 2 minutos é horrível. Muitos jogos demoram minutos de uma fase a outra.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
8 meses atrás

???O que e o que psn+ premium?

error: Conteúdo protegido