Intel pode revolucionar o mundo dos PCs

Por muito rápidos que os SSD sejam , eles não chegam à velocidade da memória RAM. A ideia da Intel é um produto que aproxima o SSD da RAM!

A Intel, em parceria com a Micron Technology tem estado a trabalhar num novo tipo de memória para computador. O objectivo é criar algo bem mais rápido que um SSD e mais próximo da velocidade da RAM.

Basicamente os PCs tem atualmente dois tipos de armazenamento. O volátil e o não volátil. O não volátil é aquele tipo de armazenamento que que mantêm quando desligamos a máquina, ou seja, o que fica no disco rígido. Já o volátil são os cálculos e dados contidos na RAM, e que se perdem quando se desliga o sistema.

Basicamente há vantagens para os dois lados, capacidade de manutenção de dados para os não voláteis, e velocidade para os voláteis. Sem um disco não temos como manter dados no PC, mas sem a RAM, não temos velocidade suficiente para processar de forma eficaz.

A tecnologia 3D XPoint (pronuncia-se cross-point), tem como objectivo aproximar os dois tipos de armazenamento, sendo que o Intel Optane SSD DC P4800X é o primeiro produto comercial do género. É caríssimo, (mais de $1500 por 375GB), mas mesmo assim pode valer a pena para muitos. E pode ser usado tanto como RAM ou como disco. Naturalmente as vantagens deste sistema estão mais do lado do armazenamento não volátil do que do volátil, uma vez que a velocidade acaba comprometida face a uma RAM tradicional, mas no que toca a algo híbrido, este sistema é o que de melhor se pode ter actualmente.



E para servidores que pesquisam bases de dados, este compromisso é algo de muito, mas mesmo muito interessante.

A tecnologia tem tudo para melhorar e para descer de preço, e quem sabe um dia, ela não será tão comum como a RAM nos dias de hoje!



Posts Relacionados