Jedi: Fallen Order será um novo Franchise da EA

Após anos e anos a dizer que os jogos de jogador único estavam mortos, o sucesso de Jedi: Fallen Order fez a EA mudar de ideias. E agora quer passar o jogo a Franchising.

Na sua conferência financeira trimestral, destinada a analistas e investidores, Andrew Wilson da EA fez um comentário sobre o último jogo da saga Star Wars criado por este empresa, o Jedi: Fallen Order.

Após anos e anos a se ouvir a EA a referir que os jogos de jogador único estavam mortos, a EA foi apanhada de surpresa pelo sucesso deste jogo, que conta actualmente, segundo números oficiais da empresa, com 10 milhões de jogadores em todo o mundo.

E agora, perante este sucesso, a EA quer tornar este título num novo franchise da empresa.

Esta notícia é relevante pois basicamente desde 2010 que esta lenga lenga de que os jogos de jogador único estavam mortos eram repetidos pelos produtores, sendo que, alguma imprensa, naquilo que só podemos considerar como subserviência a interesses, apoiavam e confirmavam a situação.



Esta foi uma visão que nunca partilhamos. E nunca partilhamos porque o que era possível ver-se não batia certo com o que nos tentavam impingir. E nesse aspecto escrevemos nesta geração vários artigos sobre o assunto, como este, com a parte 1 aqui, e a parte 2 aqui.

A única empresa que se mostrou publicamente contra essa ideia, foi a Sony, com várias declarações como esta e esta, onde reafirmavam o seu suporte aos jogos de jogador único. No entanto refira-se que, apesar da Nintendo nunca se ter pronunciado abertamente sobre o assunto, este nunca teve outra postura que não fosse igualmente a continuidade do suporte do single player. Já a Microsoft apostou sériamente no multi e no online, não tendo basicamente criado grandes experiências de jogador único na passada geração.

O resultado foi o que se viu. A Sony não só teve extremo sucesso, como os seus jogos venderam como poucos. E as experiências de terceiros, como a EA na área, apesar de tímidas, revelaram a mesma coisa, que os jogos Single Player vendem e vendem bem. A Microsoft, ela mesma agora já defende que está altamente comprometida com o single player e o ofline.

É incrível como as coisas mudam… e é incrível como sempre que aparecem estas tretas que nos tentam impingir, aqui na PCManias sempre conseguimos desmascara-las com antecedência.

 



11 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
AlexandreR
AlexandreR
22 dias atrás

Sinceramente estou interessado no Star wars Battlefront 3! Joguei o primeiro e independentemente das críticas era super divertido. Só não arranjei o Battlefront 2 devido às microtransações.
Mas futuramente, talvez compre.

bruno
bruno
22 dias atrás

É impressionante como as coisas são…

Quantos e quantos apareceram aqui, sempre a repetir a lenga lenga, sobretudo Xbots que tentavam vender a ideia de que jogo que não tivesse multijogador era um retrocesso e está atrasado. Isto para “provar” a superioridade da Xbox que foi a grande pioneira do multijogador nas consolas. Estamos em 2020 e o que mais tem chegado ao mercado são jogos de jogador único sem multi! E, surpresa das surpresas, estão a ser tremendos sucessos comerciais.

Impressionante que sempre que há esquemas claros de sacar dinheiro ao cliente, tens Xbots na linha da frente a defender a prática.

E impressionante, Tb, que todos puxam pela sardinha até a Sony seguir a prática. Depois a coisa morre. Foi o multijogador no início da geração e na transição, depois o cross play… e agora vê-se que quem tinha razão eram as vozes contrárias a isso. O multijogador deixou de ser obrigatório em tudo qto é título, e o crossplay deixou de ser crossplay. E ninguém se está a queixar dos direitos dos jogadores.

E depois venham-me dizer que não há agentes pagos para escreverem artigos e espalharem FUD em fóruns para forçar uma opinião.

Este jogo é muito bom. Comprei ontem porque sei que não há expansões nem DLCs programados e está na Amazon a 40€.

A EA tem imensos franchises no seu reportório. Espero que isto represente um início com este e com outros.

Alexandre Oliveira
Alexandre Oliveira
Responder a  bruno
22 dias atrás

@Bruno Sempre fui contra crossplay…não faz sentido sistemas com capacidades diferentes jogarem juntos…

Deto
Deto
Responder a  bruno
21 dias atrás

no BR, xbots gostavam de chamar jogo SP de “descartável”

depois de vários jogos MP flopados, que hoje não serve para nada pq ninguém joga ON LINE, pararam de repetir essa falácia

hoje em dia se eles falam essa groselha, basta perguntar como está o MP infinito do Titafall, Crackdown, Bleeding Edge, todos esses jogos ai viraram peso de papel pq MP é descartável depois que a moda passa e o on line fica deserto.

até no super AAA da MS, gears 5, o MP está flopado.

Enquanto isso eu ainda posso jogar Heavenly Sword, jogo do lançamento do PS3

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
21 dias atrás

Acho que querias dizer “online”😉

Já jogaste em modo crushing?

A parte do cemitério dos navios, para o final do jogo é quase impossível.

bruno
bruno
Responder a  Deto
21 dias atrás

Adorei esse jogo! Foi dos primeiros que joguei na PS3. Foi dos primeiros a mostrar as capacidades do sistema.

Alexandre Oliveira
Alexandre Oliveira
22 dias atrás

Parece que vencemos essa batalha!
Parabéns a nós consumidores!!

Fernando Molina
Fernando Molina
22 dias atrás

Tem que se dar os parabéns à Sony, ela carregou essa bandeira praticamente sozinha, e quem dita o ritmo do mercado somos nós consumidores, e apesar de ter uma leve preferencia pelo Xbox por algumas razões que não vem ao caso, tenho praticamente todos os exclusivos PS4, pois são experiencias fantasticas que todo gamer de verdade deve jogar, e ainda bem que outras produtoras estão voltando atrás, inclusive Microsoft, a campanha de Gears 5 é fantastica, e a EA com esse Star Wars que é realmente muito bom

David Martins
David Martins
22 dias atrás

Com uma história pouco empolgante, mesmo apresentando sérios problemas de gameplay e desempenho (o único momento que vibrei foi na chegada em Kashyyk, com os andadores imperiais, aquilo sim é Star Wars! e devia ter sido mais explorado, se tivesse ocorrido uma batalha com o chefe final…). Olha que este jogo só tem 06 planetas, tratado com o devido valor, tem potencial incrível para a sequencia, imagina num formato de mundo aberto com muito mais planetas a explorar, novos personagens e segredos a descobrir, rodando na unreal 5?

bruno
bruno
Responder a  David Martins
21 dias atrás

Quem sabe? Star Citizen já demonstrou o tipo de navegaçoes que podes ter.