MisterXmedia volta à carga… E espalha mais um rumor de performances da Xbox.

Os rumores falam de consolas com performances aproximadas, mas com um Ray Tracing mais capaz no lado da Microsoft. E esta questão fez mesmo ressuscitar um velho conhecido, o Mister Xmedia. Será que há alguma veracidade nisto?

Ray Tracing… a palavra do momento! Anunciado como acelerado por hardware nas consolas de futura geração, ele te, tomado protagonismo pela novidade, e até pelas possibilidades de novas situações de jogo que ele possa trazer.

Quem tem acompanhado os rumores sobre as próximas consolas (e são apenas rumores), terá consciência que eles tem vindo a referir que PS5 e Xbox Anaconda possuem performances relativamente semelhantes, com a vantagem a estar do lado da Sony. No entanto tem vindo a surgir outras afirmações (que o célebre o MisterXmedia tem estado a dar destaque), que referem que a solução de Ray Tracing da Microsoft é superior.

Sim, o MisterXmedia… o célebre autor de 1001 teorias sobre a Xbox, ressuscitou. E mais uma vez volta a defender a existência de tecnologias secretas na Xbox.

Ora estando o MisterXmedia metido ao barulho, e sabendo da sua reputação, começamos a questionar a situação, pelo que resolvemos debruçar-nos um pouco sobre o assunto, e ver o que sai desta reflexão sobre o que ele refere!

Como sabem, na geração passada falávamos de Teraflops, mas nesta a diferença real entre as consolas poderá não estar verdadeiramente focada nos Tflops, mas sim na sua capacidade de emitir raios, ou noutras palavras, nas suas capacidades de Ray Tracing.

Ora dentro de arquitecturas iguais, Tflops implicam performance, uma vez que ele mede a capacidade de cálculo de um sistema. E sendo a arquitectura igual, com eficiências internas iguais, mais Tflops implicam maior capacidade de processamento.

Isto é um dado factual!

Daí que quando os actuais rumores referem uma ligeira vantagem de performance para a Sony, tal implica, consequentemente, um pouco mais de flops.

Mas e diferenças no Ray Tracing… a existirem que implicações isso tem na performance?

Para que se perceba, o Ray Tracing não é performance. É uma forma diferente de se fazer as coisas, onde o resultado final é mais foto realista. Mas o seu uso é pesado e requer elevado poder de processamento, tendo por norma impacto nas performances gerais.

Basicamente o cálculo do Ray Tracing um conjunto de operações matemáticas, onde um raio é disparado e se calcula as interceptações com os objectos e a refracção que o raio terá, bem na determinação de como ele afecta a superfície que atingiu. São operações intensas, mas matemática apenas! Não há nada no Ray Tracing de especial, pelo que ele pode ser realizado por qualquer sistema com processamento genérico!

O que a futura geração trará é basicamente uma aceleração hardware para o mesmo. Ou seja, processamento dedicado e optimizado com capacidade para realizar essas operações em que elas tragam impacto ao sistema… O que a nível de hardware, e na solução da AMD onde ele é inserido no pipeline gráfico tradicional, implica estarmos a falar de mais ALUS e mais flops!

Por aqui se percebe a incongruência no que refere o MisterXmedia. Não existe algo como Ray Tracing para sombras, Ray Tracing para reflexos ou Ray Tracing para luz. Existe apenas Ray Tracing! E só por esse motivo, a afirmação do MisterXmedia não faz qualquer sentido. É mais uma das suas patranhas destinadas aos seus seguidores.

Como já foi referido à poucas linhas, qualquer sistema pode fazer Ray Tracing. A PS4 tem jogos com Ray Tracing, como Killzone Shadowfall (foto abaixo) e The Tomorrow Children. O que vamos ter na próxima geração é  apenas uma aceleração no processo de cálculo de intercepção dos raios. Daí que a haver capacidades de Ray Tracing aceleradas num GPU, ele pode ser usado para qualquer aplicação que o Ray Tracing pode ter, e não apenas em sombras.

Ora numa análise ao que se sabe que a AMD tem, vemos que esta possui uma solução para aceleração Ray Tracing! Uma tecnologia que está disponível para uso de ambas as empresas!

Se ambas as empresas usarem esta implementação que se prevê vir a existir nos GPUs AMD, o que vemos é que, salvo eventuais diferenças que possam advir de modificações proprietárias, uma potência em Tflops equivalente traria uma capacidade de processamento de raios igualmente equivalente.

O motivo é que a solução patenteada pela AMD, e que se prevê venha a estar em uso, traz o cálculo das intersecções dos raios para uma unidade nova e dedicada colocada no pipeline gráfico clássico. E isso quer dizer que é impossível dissociar-se as capacidades de Ray Tracing das capacidades em Tflops globais do GPU. Basicamente, e de uma forma muito redutora da tecnologia, a AMD limita-se a colocar novas ALUs no pipeline para fazer cálculos extra de intercepção, o que vai aumentar os Tflops do GPU e a capacidade de cada CU.

Por outras palavras, se a solução usada por ambas as consolas for a standard da AMD, a capacidade de processamento genérico ser semelhante implica que a de Ray Tracing também será semelhante.

O que isto significa é que se temos uma PS5 com vantagem de performance, mas uma Xbox com capacidades de Ray Tracing superiores, então as duas consolas teriam de ter implementações hardware de Ray Tracing diferentes. E então fugiríamos ao que a AMD tem como standard.

E efectivamente é isto que o MisterXmedia afirma! Que a Microsoft está envolvida com Ray Tracing há anos e que possui uma solução mais avançada dado que trabalha à anos com a AMD.

Mas será?

Basicamente custa muito a crer que aquilo que será lançado por ambas as empresas seja mais do que hardware standard da AMD devidamente afinado e optimizado por ambos os lados. Afinal o Ray Tracing nos produtos AMD poderá vir a ser mais capaz no futuro, mas actualmente a AMD nem sequer tem uma solução no mercado. Mas mais ainda a AMD nem sequer prevê várias gerações do RDNA, ela prevê apenas mais uma que reconhece que será limitada a efeitos selecionados pelos programadores e como tal, incapaz de substituir a 100% a rasterização. Para a AMD isso será conseguido no futuro com o uso de Cloud Computing para o Ray Tracing.



Assim sendo, esta solução da Microsot, supostamente criada a meias com a AMD, encaixaria onde?

Mesmo que acreditássemos que algo mais capaz do que o que vai ser lançado com o RDNA 2 existe, será que faria sentido a Microsoft tê-la? Repare-se que a Microsoft tornou a Xbox numa plataforma, e como tal não faz sentido que a sua consola venha a ter hardware com capacidades que não venham a estar disponíveis no PC. E o Roadmap da AMD não prevê isso!

Daí que mesmo que viesse a existir um RDNA 3, ele só seria lançado daqui a 3 anos. E não é coerente que a AMD basicamente demore ainda três anos apenas para igualar aquilo que a Nvidia já tem há no mercado há um ano.

Seria um suicídio comercial para a AMD no mercado PC!

Digamos apenas que a solução da Cloud da AMD soa a muito mais viável, e competitiva face a tudo o que a Nvidia possa apresentar.

Daí que se a Microsoft tem capacidade para algo mais, dificilmente isso será implementado de uma forma que transforme a arquitectura actual de forma radical. Tal não seria sequer uma costumização, mas um chip feito à medida, e com tecnologias que, de acordo com o roadmap, a AMD nem planeia suportar. Não há memória de tal coisa, e nem nos parece que tal seja algo adequado à filosofia da AMD, que não é uma empresa que constrói chips para terceiros, mas sim que adapta o que possui às necessidades dos clientes.

Daí que se a Microsoft tem algo mais do que o que existirá no RDNA 2, parece-nos que ela terá de o implementar sob a forma de hardware adicional auxiliar e não alterando o pipeline gráfico, para o processamento dos raios, ao estilo do que faz a Nvidia. Com unidades de função fixa externas ao pipeline gráfico!

E tal já foi algo em tempos referido como existindo na Xbox Anaconda. RT Cores.

Mas se isso for assim, é preciso perceber-se uma coisa. Que os Tflops que estas unidades dedicadas possam acrescentar não se podem somar aos restantes. E isso porque se os Tflops do GPU são para processamento gráfico genérico e computação, os tflops destas unidades dedicadas, a serem estilo Nvidia, são unidades de função fixa de elevada performance. E como tal, apesar de capazes, inúteis para qualquer outra função que não seja o Ray Tracing.

E então, quando se refere que as consolas possuem performances semelhantes, ou se está a mentir, e a somar o que não se pode somar, ou então está-se a falar apenas da capacidade genérica do GPU, excluindo a parte do Ray Tracing.

E é aqui que a porca torce o rabo…

Poderemos estar a falar apenas da capacidade genérica do GPU?

Na realidade não! Porque se o GPU da Sony tem mais ALUs por usar a solução standard da AMD, e o da Microsoft tem a mesma performance uma de duas coisas teria de acontecer:

1 – O GPU da Microsoft ser mais rápido. E isto vai contra tudo o que tem vindo a ser anunciado, e que refere que as velocidades de relógio do GPU da Sony são superiores.

2 – O GPU da Microsoft teria substancialmente mais CUs. E isto vai contra as áreas referidas e anunciadas onde as diferenças, apesar de poder conter mais CU não são suficientes para comportar CUs adicionais  para compensar ALUs extra, e muito menos para em cima disso meter ainda unidades externas para processamento do Ray Tracing.

E poderemos estar a falar do caso em que a performance do GPU da Sony seria igual à performance do GPU+Auxiliares Ray Tracing da Microsoft?

Sim. Aqui poderíamos. E aqui a Microsoft poderia efectivamente ter vantagens visuais nos casos onde o uso do Ray Tracing fosse mais intenso. Porque onde isso não acontecesse, o seu GPU ficaria a perder!

Naturalmente os ganhos e perdas no RT e GPU, respectivamente, dependeriam das percentagens de ganhos. A solução RT da Microsoft poderia ser apenas marginalmente melhor ou bastante melhor, caso onde os GPUs seriam aproximados ou bastante diferentes.

Resumidamente, o que acabamos de ver é que a situação em que as consolas teriam as mesmas capacidades em Tflops, mas capacidades de Ray Tracing diferentes, à partida não parece ter qualquer cabimento. Segundo aquilo que se conhece actualmente, e os rumores já múltiplas vezes repetidos por várias fontes sobre velocidades de relógio, tal não é possível.

O que poderia explicar um caso desses seria a consola da Microsoft usar uma solução de aceleração Ray tracing externa. Mas isso não só não lhe traria a vantagem em todos os jogos (especialmente os que não usassem Ray Tracing), como nos que o usassem, a vantagem, dependeria do real ganho face à solução da Sony, como seria apenas na melhor clareza de luz, sombras e reflexos. Nada que compense verdadeiramente a perda de capacidade de cálculo gráfico genérico que está directamente ligada a resoluções e fps.



Daí que, por muito que isto possa custar ouvir a alguns, na nossa crença, PS5 e Xbox Anaconda sairão a usar as mesmas tecnologias e com performances muito parecidas. O facto de a Xbox ser uma plataforma que engloba o PC parece afastar qualquer coerência no uso de hardware não standard na consola. Aliás tem mais lógica existir hardware mais exótico do lado da PS5 do que da Xbox.

Mas nada aponta nesse sentido, e a proximidade é o mais coerente. Uma proximidade onde se houver vantagem para algum dos lados, derivada das opções e “molhos secretos”, ela não deverá ser verdadeiramente nada de outro mundo.



newest oldest
Notify of
Felipe Leite
Visitante
Felipe Leite

Chegou a hora dos rumores…
Todos os dias aparecem “novidades” vindas de supostos insiders.
Há que se filtrar muito bem essas informações.
Vamos acompanhar o renascer da guerra entre marcas já já.
Apenas espero que cada uma das empresas pense no consumidor e entregue o melhor produto possível com um preço justo.

Rui
Visitante
Rui

Eu nao sei como ambas consolas vao ser no final, mas uma coisa nao tenho dúvida só se na microsoft viraram todos atrasados mentais para permitir a ps5 ter a vantagem no hardware a nao ser e nao acredito nisto, a nao ser que a xbox seja mais fraca ligeiramente mas tomem uma postura agressiva no preço como a ps4 por exemplo.

E depois ha a questao do tamanho do silício, um chip maior gera mais calor mas aonde é que isto impede a microsoft aumentar as velocidades ainda mais? Se os tais rumores forem verdade de na xbox termos mais cu’s e na ps5 mais velocidade.

Nino
Visitante
Nino

Já sentia saudades do MisterXMedia! Bons tempos com Xbox One com 15 GPUs escondidas na fonte do console!

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Até hoje tô procurando a GPU dupla aqui, o molho secreto, mas tô começando a achar que era rumor mesmo.

Ewertom
Visitante
Ewertom

Não sou desta época @Nino,mas sei que ocorreu uma discussão sobre assuntos envolvendo este user sobre os GPUS do Xbox One e o que tenho a dizer infelizmente é apenas que certas pessoas utilizam o lado fã e tentam passar uma informação totalmente parcial e mentirosa,triste uma pessoa que deva ter pelo menos uns 40 anos agir desta forma.
E o mais grave é que consegue infelizmente levar algumas pessoas a acreditar nestas mentiras.
Quem não se lembra daquele user no Yotube que fazia um furo na parte inferior do Iphone e colocava um plug P2 e saia funcionando.

Nino
Visitante
Nino

Que pena! Foram os melhores tempos, com as discussões rumores mais absurdos! Haha
Mas realmente, eu me pergunto, apesar do dinheiro que essas pessoas recebem do AdSense, elas não tem consciência?

Davi
Visitante
Davi

Deixando de lado o que esse MisterXmedia diz, o que eu acho estranho é porque de uns anos pra cá sempre parece que somente a Sony pode ter vantagem. Tirando a geração atual em que a PS4 leva vantagem, apesar que se formos comparar a Xbox One X com a PS4 Pro isso muda totalmente de figura, a XBOX levou vantagem na maioria das vezes sobre a Playstation. Seria tão difícil assim que isso voltasse a ocorrer?

Fernando
Visitante
Fernando

Historicamente, existe algum tipo de romantismo sobre a Sony ser uma companhia formidavel no desenvolvimento de hardware e a Microsoft não ter competência técnica. Mesmo levando em conta o histórico onde a unica vez que um console playstation foi o mais forte, foi no inicio da atual geração, essa imagem de supremacia do hardware não se perde.
O PS One era tecnicamente inferior ao Nintendo 64 e até o Saturn. Deste ultimo, embora levasse vantagem no 3D ppr causa da arquitetura quase impossivel do Saturn, perdia por muito nos jogos 2D. Em relacao o N64, basta ver as diferenças em jogos como Doom e MK4. O PS2 só superou o hardware Dreamcast, perdia por muito para o Game cube, exemplo, o RE4 que não tinha sombras e varios efeitos de iluminação, e também perdia no hardware para o Xbox Original. O PS3, só mostrou força nos jogos exclusivos, que contavam com uma programação dedicada que o Xbox 360 nunca teve. E atualmente, no comparativo Xbox One X e Ps4 Pro é onde eu acho que tem a maior diferença de todas as gerações que o Playstation teve. Não falo só de potencia. Em todas as gerações que o hardware do PS não foi o mais forte, ele tinha alguma coisa muito boa pra compensar. O PSOne tinha o melhor controle e era um ótimo reprodutor de mídia, e essa era uma vantagem sobre o N64. PS2 foi uma ótima porta de entrada para o DVD e antes da reformulação do controle do primeiro Xbox, ele era o melhor. O PS3 foi pioneiro no Blue Ray. Ja o PS4 Pro não é melhor em nada em relação ao X. É muito grande, não tem a melhor refrigeração, por isso é barulhento, não lê Blue Ray UHD. Em relação ao hardware, o ponto de discussão é se o controle do ps4 é melhor que o do One. Para mim não é. Talvez a questão da bateria, embora um par de pilhas eneloop tenham uma duração muito maior do que a bateria do dualshock.

Carlos
Visitante
Carlos

A Sony sabe fazer marketing, só isso. O PS4 só foi melhor elaborado que o xone pq o foco do Xbox era ser uma central multimídia e digamos com o bônus de rodar jogos.

Markcerny é só um cara carismático que a Sony marketeou como super engenheiro, na Microsoft sem sombra de dúvidas tem caras melhores que ele mas a Microsoft não sabe vender seu peixe, só mostra a caixa pronta e pronto, comprem quem quiser.

Isso faz com que o público ache que a Sony tem mais tecnologia, na verdade a Microsoft pode até mais se quiser.

Livio
Visitante
Livio

Se olhar para a história qual empresa é mais alinhada com o desenvolvimento de hardware? Qual dessas teve mais inovação em hardware?

Xbox só levou vantagem em questão de hardware quando foi lançado após o Playstation, foi assim com o Xbox original(contra PS2), foi assim com o X(contra o Pro). Geração passada foi o inverso, PS3 contava com uma CPU mais poderosa e mais difícil de se programar, porém foi lançado 1 ano depois do 360.

Edson
Visitante
Edson

Ele voltou e isso já mostra algo pra mim… Certamente o ray tracing no ps5 será melhor!rs

Fernando
Visitante
Fernando

Ja li muitos rumores. Um deles dizia que o PS5 tem entre 10 a 15% de vantagem na GPU ppr causa da solução proprietária de hardware RT do Xbox, e que nos jogos com RT habilidado, o o Xbox tem melhor performance por que gasta menos energia nisso.

Ja no Resetera, uma pessoa que diz ter visto um game de nova geração, multiplataforma que coloca RDR2 e TLOUS2 de lado nos gráficos, afirmou que é chocante o quão semelhantes são o Scarlett e o PS5.

Ja outro rumor, um que eu vi mais recente, diz que a Sony resolveu adotar o posicionamento de console premium com o PS5, inclusive priorizando parcerias para desenvolvimento de jogos AAA que estão causando descontentamento entre estúdios menores. O PS5 seria bastante poderoso e mais caro que o convencional. Ciente disso, a Microsoft resolveu cancelar o lockhart e não brigar por potencia, fazendo um console que será mais acessível sem ficar devendo em performances, ja que o PC e futuramente o Xcloud podem suprir o espaço de um hardware premium.

Não sei como será, mas estou vendo se desenhar novamente a época Xbox 360 e PS3. Sony premium, Xbox ficando mais popular no fim da geração e com varios estúdios e títulos em desenvolvimento para a próxima…

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

E as convicções já mudam conforme a maré, anteriormente foi dito aqui que o Scarlett seria mais poderoso e nunca mais a Sony teria um hardware superior ao Xbox… Enfim

Fernando
Visitante
Fernando

Na verdade as coisas mudam conforme as situações se desenham. A Microsoft pode fazer um console mais forte, e no final das contas pode ser, mas a sony também pode atirar pro alto e ousar subir os preços do mercado, igual a Apple faz com os smartphones. A questão verdadeira é, quao inteligente é isso?
O fator que deu certo pra sony e muito errado pra Microsoft foi a filosofia do console alinhado ao preço. O One tinha muitas particularidades contra uma maquina com uma arquitetura mais simples de extrair resultados, e os preços foram um erro grave. A Microsoft não vai mais fazer isso, eles vão lançar um console com a filosofia do Xbox One X, e estão dizendo a muito que eles querem ter frame rates mais alto, existem diversas entrevistas oficiais em que os lideres do Xbox externam isso, muito mais do que falar de ray tracing ou resolução.
Porém, existe um limite do que é viável, ou você acha que faz sentido subir os preços ou ter prejuízos só pra dizer o meu é maior que o seu?
Existe um limite conhecido sobre o que é tecnologicamente possível para ser colocado em um console à um preço acessível. O quanto vale a pena forçar a barra para ter 10 ou 15% a mais. Chegamos no 4K, um jogo 1800p e outro 4K com gráficos iguais tem quase 0 de diferenças a olho nu. 15% de diferença não serve nem para aumentar o frame rate e nem pra subir de 1800p para 4k.
Ai depois vai de cada jogador, após o inicio da proxima geração, eu gostaria de nunca mais ter que presenciar o lançamento de um jogo que rode com menos 60fps, outros jogadores querem continuar assistindo cutscene com gráficos em primeiro lugar, e jogando estagios de caminhada com uma mao no controle e outra no balde de pipocas.

daniel
Visitante
daniel

Uma dúvida Mário: Qual o impacto desses consoles no mercado de PCs? Pois eu vejo que a regra de hoje é que para resoluções maiores, o mais importante é GPU em face as CPUS. Só que os novos consoles usarão cpus de 8/16 para 4k. Eu fico imaginando a carga de CPU em resoluções menores como o full HD e 2.5k que os jogos de próxima geração vão gerar nos PCs. As vezes eu observo em fóruns brasileiros, recomendando-se como custo benefício um i5 9400F frente ao Ryzen 5 3600 ou Ryzen 7 2700 (este em promoção), e chega me doer a alma. Achas que esse pessoal que está comprando i5 e Ryzen 5 HOJE pensando principalmente em games estão fazendo mau negócio, ou essa guinada/ aumento do uso de processador nos jogos ocorrerá de maneira mais lenta e gradual? Pois geralmente são os consoles que ditam a geração, e sair de um jaguar que nunca foi grande coisa para um zen 2 de 8/16 é quase que sair de um fusca para uma ferrari.

Vitor PG
Visitante
Vitor PG

Esse xmidia parece que tomou aulas com o xbanha mil grau, dois idiotas alienando quem não quer ver a verdade

Livio
Visitante
Livio

Na verdade foi o inverso.

Jefferson
Visitante
Jefferson

Excelente como sempre Mário. Gostaria de saber sua opinião sobre se os efeitos de Ray tracing são realmente o futuro dos games ou se existem ou existiram formas melhores e mais eficientes pra se conseguir fotorealismo na iluminação.

Livio
Visitante
Livio

Revivendo 2013 onde numa época cheia de rumores acabei achando o PCManias com análises realistas.

Agora em 2019 o @Mário terá trabalho em dobro pois em 2013 os consoles seriam lançados teoricamente em 6 meses, para a próxima geração ainda tem 14 meses pela frente. Haverão muitos artigos contrapondo o dono do molho secreto MisterXMedia.

PS: GT Sport também implementa RT.

Misterxmedia
Visitante

Hello, Thank you for your article. Hance you have all the knowledge in CPU and GPU. But MS hide something they don’t want to talk about yet. OG Xbox have 1.2TF CPU based on G P U CUs on the second stacked die. BS is bossible because of that. Gears 5 RT shadows are possible because of that and it runs 1080p/30 on 1.3TF GPU. miracle.

Xbox One X also have it more advanced. Xbox One Scarlet will have it more advanced. A whole ‘CPU’ based on GPU CUs on a second stacked die what will calc full RT and many other things removing a lot of work from GPU. DX12 papers many times have clues about it. RDNA2 2020 GPUs will have it as their RT solution. and AMD/MS/IBM work on this supercomputer tech since 360 days. “Scarlett will eat Scoprions for breakfest” (c) by MS.

So Xbox Scarlet will have same games as PS5 but with much more FPS because GPU will be not calc RT as in Sony case. Thats coCPU is MS/AMD IP could not be included to PS5 because that an ACE in MS hands.

Edson
Visitante
Edson

Alguém de bom coração poderia traduzir o que o Mixter media disse?rs

bruno
Visitante
bruno

Novo artigo!!

Livio
Visitante
Livio

Só sei que em um ponto ele diz que o Mário é PS fan(boy)