Neo vs Scorpio… Uma comparação

scorpioneo

O artigo que se segue baseia-se nos rumores sobre as especificações de ambas as consolas, e como tal não representa qualquer realidade.

Sobre a Playstation Neo e a Scorpio pouco ou nada se sabe. A Sony confirmou a existência de uma consola mais potente que está em desenvolvimento, e a Microsoft apresentou oficialmente a Scorpio.

Sobre especificações oficiais da Neo não sabemos nada, sobre a Scorpio o único que se sabe é que a consola terá cerca de 6 Tflops devido a esse número ter sido referido na apresentação oficial. Daí que este artigo é meramente especulativo e apenas baseado nos rumores que correram inicialmente sobre aquilo que seriam as especificações das consolas (ou seja, vamos ignorar os rumores sobre os rumores que surgiram depois).

Estas consolas são prometidas como versões premium das consolas anteriores, isto é, farão exatamente e correrão exatamente os mesmos jogos que as atuais PS4 e Xbox One que correm os jogos em resoluções até 1080p, mas em resoluções até 4K. Essa é pelo menos a promessa da Microsoft, que refere inclusive que sem uma TV 4K a Scorpio não serve de nada, e de acordo com os rumores das políticas da Sony, essa será a mesma coisa que a Neo pretende fazer.

Mas será que podemos acreditar nisso? Será que realmente a única diferença que vamos ter se baseia na resolução e numa passagem de 1080p para 4K?

Vamos então tentar perceber isso mesmo analisando as performances das consolas:

Playstation Neo

CPU: Jaguar 8 núcleos a 2.1 Ghz – 134,4 Gflops (alterados para Zen em rumores posteriores)
GPU: Polaris com 36 Compute Units a 911 Mhz – 4,2 Tflops
RAM: 8 GB com 224 GB/s de largura de banda

Scorpio

CPU: Zen a velocidade desconhecida
GPU: Desconhecido. 6 Tflops
RAM: 8 GB com 320 GB/s de largura de banda

Aqui não há que enganar. As especificações em rumor para a Scorpio batem a Neo a toda a linha. E assim sendo, como é que ambas as consolas podem prometer a mesma coisa, especialmente tendo a Neo uma base com maior capacidade de processamento?

Na realidade as promessas de 4K na Neo não convencem pois as suas especificações possuem grandes incongruências que parecem criar grandes desiquilíbrios face à PS4 original. Vejamos:

Playstation 4 vs Neo

CPU: Jaguar 8 núcleos a 1.6 Ghz – 102,4 Gflops
GPU: Sea Islands com 18 Compute Units a 800 Mhz – 1,84 Tflops
RAM: 8 GB com 172 GB/s de largura de banda

Basicamente o que temos de ganhos na Neo é:

CPU: + 31,25%
GPU: + 228%
RAM: + 30% de largura de banda

Perante as especificações em rumor, há aqui um desiquilíbrio enorme. Como podemos ver a Neo é basicamente a mesma consola que a PS4. Não pode aumentar a qualidade das texturas devido a que a largura de banda só sobe 30% e não pode verdadeiramente aumentar as performances em casos onde estamos limitados pelo CPU pelo mesmo motivo.

O que a Neo permite é processar mais pixels, onde temos um aumento de 228% na performance. Isso quer dizer que não tendo limitações de CPU, havendo essa folga no mesmo e na largura de banda, podemos aumentar FPS e/ou resoluções.

Mas será que podemos ir aos 4K?

Para a maior parte das TVs, 4K significam uma resolução de 3840 x 2160, ou 8294400 pixels, o que face ao Full HD ou 1920 x 1080 com 207360 pixels, representa um aumento de 4x mais resolução, ou 400% mais pixels.


Ora, perante estes dados, com ganhos de 228% a Neo não consegue manter as performances de uma PS4 a 1080p e subir para 4K. Isso implicaria 400% mais performance.

Basicamente, com as especificações dos rumores,  a Neo não será verdadeiramente uma PS4 a 4K. E então o que nos restará para muitos jogos? Uma PS4 a 1080p com 60 fps! Que pode correr filmes ou indies a 4K.

Para a Neo atingir os 4K, com as especificações em rumor, a qualidade dos jogos AAA teria de descer bastante face ao que a PS4 atualmente apresenta.

Xbox One vs Scorpio

CPU: Jaguar 8 núcleos a 1750 Mhz – 112 Tflops
GPU: Sea Islands com 12 Compute Units a 853 Mhz – 1,31 Tflops
RAM: Algo hibrido devido à combinação da EDORAM e da eSRAM. A média teórica deve anda muito perto dos valores da PS4.

Os ganhos apresentados pela Scorpio são:

CPU: Desconhecidos. Mas os núcleos Zen são muito mais eficientes que os Jaguar, e a velocidade de relógio deverá igualmente ser revista.
GPU: Ganhos de perto de 460%.
RAM: Ganhos de 86%

Apesar de aqui estarmos perante dados muito pouco concretos, e como tal não podemos obter dados conclusivos, mas o que vemos é que o GPU permite um ganho superior aos 400% necessários para se passar dos 1080p para os 4K, mantendo a qualidade dos jogos Xbox. Aliás os 460% permitiriam mesmo passar de 900p para 4K!

Os ganhos de largura de banda são igualmente inconclusivos. Apesar de uma média semelhante à da PS4, a Xbox One tem picos superiores devido à elevada largura de banda da eSRAM, mas tambem tem limitações devido à baixa largura de banda da EDORAM. E isso quer dizer que os ganhos podem variar de caso para caso. Seja como for não estamos perante uma consola 4K puros, mas algo que apenas conta melhorar o existente na Xbox One. Mas em qualquer situação, os rumores da Scorpio mostram que esta seria uma consola muito melhor pensada para os 4K efectivos do que aquilo que é indicado nos rumores da Neo!

Quer isso dizer que a aplicarem-se políticas de apenas melhorias, perante estas especificações em rumor, a Scorpio será uma Xbox One 4K, e a Neo uma PS4 a 1080p, mas com 60 fps garantidos. E se tal viesse a ser efectivamente assim tal até nem seria desenquadrado de contexto pois estas realidades enquadram-se de certa forma nas necessidades de cada um. A Sony quer 1080p 60 fps para o VR, e a Microsoft quer os 4K para competir com o PC!

Acabariam no fundo por ser ideologias bem diferentes. Aliás, dado o mercado 4K atual a nível de TVs, pelo menos para a altura do lançamento torna-se questionável se a opção da Microsoft, a serem verdadeiras as palavras de Phil Spencer, de ter uma consola que não traz vantagens sem uma TV 4K, foi ou não a melhor. Porque dificilmente as pessoas irão trocar TVs 1080p recentemente trocadas e 100% funcionais apenas por trocar.

Daí que estamos tentados a dizer que caso a Neo se fique pelos 1080p 60fps, cumprindo-se com as especificações em rumor, a promessa/política da Microsoft se vai quebrar! E a Scorpio irá permitir igualmente os 1080p com fps superiores para alcançar mais mercado. Para essa situação, face ao que a anterior geração oferece, ambas as consolas deverão ser mais do que suficientes. A questão é se veremos ou não outras melhorias gráficas a serem aplicadas, e nesse caso a Scorpio encontra-se, mais uma vez, num patamar acima.


Mas isto tudo, claro, baseado nas especulações que são os rumores originais. Dados finais e oficiais… não há nada!

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (88)

  1. Mário, o problema é que esta geração “todinho” quer números, discutir pixels e nisso o Scorpio pelo rumor que circula será melhor, venderá muito, principalmente nos EUA, creio eu!

    • Mas ai é que tá, edson vendas nos EUA pra Microsoft é chover no molhado, o grande problema mesmo vai ser a aceitação na Europa, pois é ai que acontece a grande diferença de vendas.
      Quanto ao artigo, faz todo sentido, pelo menos pelo que se sabe, agora eu acho que estes consoles nem deveriam existir, porque não ir direto pra uma nova geração em 2019 já dando suporte nativo pra VR e 4K?

      • Netto, não é chover no molhado como pensas! Primeiro: O one vende muito bem nos EUA, mas menos que o ps4, algo que não ocorreu na geração passada. Segundo: O xbox nunca vendeu mais que o PlayStation na Europa, mas na geração passada, o xbox 360 tinha o maior mercado da Europa que é o mercado do reino Unido, mas nesta geração é da Sony. Onde quero chegar? Aparentemente, o 360 não vendeu mais que o ps3 em outros mercados europeus não somente pelo poderio da marca PS, mas tb pelo fato do xbox ter menor poder bruto que o ps3. se o Scorpio ser mais potente que o neo, voltar a liderar no mercado dos EUA, somado o do reino Unido, mais o Brasil, México e Austrália, e melhorar as vendas no francês e no Alemão, ele dominará a geração. Parece difícil? Sim, mas com todo respeito, as vendas portuguesas, italianas, espanholas, gregas, e de outros europeus não citados não chega nem perto destes que citei acima, e como disse: ela não precisa dominar na França e Alemanha, somente melhorar. Estou temeroso quanto a isso, mas meu pressentimento não falha, este aparelho venderá demais e creio que a MS será líder!!!

        • Deixa eu me intrometer no papo de voces kkkk então Edson, mas sabe qual é pra mim o maior problema, a Micro recuperar a confiança do seu cliente que está bem abalada, acho que isso é o maior obstáculo dela pra ai sim voltar a liderar nos States, apesar q com um pouco de esforço e menos besteiras ela consegue com o atual One mesmo, mas pro Reino Unido e melhorar em alguns países na Europa acredito eu que não basta uma máquina mais poderosa não.

          • Fernando, o problema é que ela não está melhor, pq colocou um console menos poderoso. Como eu disse antes, esta geração quer console como troféu e não como entretenimento, Diversão. Vejo aqui msm no Brasil, inclusive de amigos meus, po vou comprar o ps4 pq roda os games e 1080p e o one em 900p, ou seja,o cara quer pixels, pois por mais que ele saiba que o one roda tb em 1080p, o fato do ps4 rodar melhor, é a escolha dele! Não creio que o one vende menos por conta das políticas antigas de Matrick, e sim, por conta de uma política em especial: vir com hardware inferior ao ps4, msm que por pouco. Estou pra lhe dizer que o fã da marca xbox é mais preso a processamento do que os da Sony, pois muitos fãs da marca verde saíram dos pcs, migraram para o xbox por conta do alto custo de ter um PC top até nos EUA, somado a infraestrutura estrutura online da Live e dos games de shooter.

          • Interessante molina, e ainda complemento que toda esta história de novos consoles mostra o total desrespeito dessas empresas com os seus consumidores, assim ficando um pouco mais dificil de acreditar nelas, pois vai que ainda esse ano saia o Noe, em 2017 o scorpio, em 2018 Noe 2, em 2019 scorpio 2? já pensou nisso, se isso vira uma briga de especificações.

          • Edson, vc já esqueceu do DRM, 24hr online, sem poder emprestar jogos, kinect e tv?

          • Então Netto, falando da Sony agora, não consigo entender o pq de um Play 4 mais poderoso, o atual modelo vende igual água no deserto, ninguém me tira da cabeça que esse atual Play 4 não é suficiente para o VR, e agora soltaram uma história de que vão lançar a NEO pra não perderem seu público pro PC, conversa fiada.

          • Então, eu como vc também não vejo sintido algum nisso, pra mim a sony independente do que a Microsoft vier a fazer devia manter o console dela até meados de 2019, até lá este mesmo já estaria acima de 100 milhões de unidades vendidas e ai sim colocaria no mercado um console condizente com o periodo que suporte de forma nativa tanto VR quanto tvs 4K, o meu temor é que as duas podem vir a ficar brigando por especificações de hardware, o que o presidente da nintendo declarou a pouco tempo, realmente o que faz um console são seus jogos e não em que resoluição ou taxa de frames os mesmos estão.

          • Se tivesse algo a dizer, lançava a NEO já em 2016 aproveitando o ano de vantagem sobre a Scorpio. E em 2017 anunciava para 2018 uma PS5!

            É chato para os utilizadores, mas foi a isto que a Microsoft forçou o mercado ao apresentar a Scorpio tão cedo.

            Afinal o mercado das consolas nunca mais será o mesmo e não.
            Aliás já estou como o Mário, e pondero voltar para o PC

          • Roberto, ninguém forçou a Sony a coisa nenhuma.
            Aliás, pelas especificações, foi o VR e a sua vontade de agora de querer segurar os jogadores PC que a levaram a fazer isto.

            A Microsoft idem.

            Há conta disto talvez percam uns e outros.

    • Exato, essa atual geração leite com pera não quer saber de jogos, quer saber só de especificações das máquinas, exemplo disso é que foram mais discutido hardware do que propriamente os jogos nessa E3.

    • A empresa que puxou a guerra de números e especificações já jogou a toalha e voltou o foco pro que realmente importa, os jogos.
      Aposto que após o lançamento desses novos consoles, não veremos mais artigos na mídia com enfase em números até que a Sony lance algum outro “Console mais poderoso alguma vez feito”.
      Além disso, a Microsoft será condenada pela mídia como a gananciosa que usou o seu dinheiro para criar um console de 6Tflops quando todo mundo estava feliz com o Playstation de 1.84flops e não sentia que precisava de mais nada.
      O problema dessa indústria não é números, é a hipocrisia e má vontade mesmo.
      Fosse a Sony a ter o Scorpio e a Microsoft a ter o Neo e o que falariam é que a Microsoft volta a cometer o mesmo erro e o por que da Sony ser a referencia em tecnologia…

      • Luciano S. Carvalho 17 de Junho de 2016 @ 19:13

        Fernando, concordo em número, gênero e grau. É muita hipocrisia.

      • Estás a falar da imprensa, da DF, da PC Master Race ou dos jogadores PC que dizem que as consolas não valem nada, mas andam sempre a esmiuçá-las?

  2. Espero que os criadores não sejam obrigados a correrem os jogos a 4k ou perto!
    Prefiro ver jogos a 1080p, 60 fps em super hight(graficos) do que melhor resolução, mas não tão bonito!
    E acredito que iremksos ter outra vez um problema como no inicio da geração!
    Porque se a Sony lançar a neo a 399 euros com melhorias drásticas nas tvs fullhd, e capaz de acertar novamente!

    • Luciano S. Carvalho 17 de Junho de 2016 @ 19:31

      É, mas daí ela novamente cai naquilo de ficar somente na promessa. Como ocorreu com o tal 1080p/60fps, os 4k seriam somente mais um artifício de marketing, nada mais. Eu pessoalmente também prefiro jogos com mais elementos na tela, inteligência artificial mais avançada, gráficos incríveis comparáveis as melhores CG’s já vistas. Tomara que sigam esse caminho, até porque faz tempo que não acredito em mais nada do que dizem.

  3. Netto, se o xbox one fosse mais poderoso creio que drm, tvs, não emprestar o jogo, kinect, e alguma outra imbecilidade imposta por ela não faria ele vender menos, por incrível que pareça.Ah! E acrescento que se bobear o Scorpio virá sem entrada de mídia física e com drm.rsrsrs

    • Então você acha que se o One fosse mais potente porém sem a possibilidade de usar um jogo emprestado ele venderia bem?

      Você não está lembrando do comércio dos jogos usados? Nem todos compram suas mídias físicas e ficam com elas pelo resto de suas vidas, sem o reuso de jogos o comércio de troca e venda/compra de jogos usados iria acabar. Tome como exemplo o Brasil onde a pŕatica de troca/venda de usados é muito difundida.

      • Creio que sim, Livio! Quem força esta troca de jogos é a gamestop mas a partir do momento que vc vem somente com mídia digital, perde-se muito esta idéia de emprestar jogos. E Sinceramente, creio que a Sony tinha a msm idéia de vir com o drm, mas a Microsoft serviu de bode expiatório. Ninguém é santo nesta indústria Ou vc acreditou naquela piada na E3 de emprestar games que a Sony fez.rsrs Nunca acreditei naquilo, me desculpe!

        • E no Brasil quem força? Você sabe que no Brasil o comércio e trocas é um meio de pegar um jogo lançamento um pouco mais barato.

          Imagino o exemplo de uns amigos meus que compraram o the Division no lançamento e acabaram trocando devido os bugs que existem no jogo. Agora se não existisse o comércio de troca qual seria o nível de humor deles ao ver um disco que não podem se desfazer(que não seja pelo meio de quebrá-los)?

          Você se sentiria feliz?

          • Não falo que é certo, somente disse que a ms poderá fazer… Vc esqueceu que eles quase vieram com o one sem mídia física? E Phil estava por lá nesta época, msm não sendo o “cara” como é hj. Quer uma desgraça maior do que estes novos consoles que colocarão no mercado, e msm assim venderão.

          • Acho que ninguém esqueceu. E dado que tentaram retirar a possibilidade de se jogarem jogos usados, e a ONE continua a pagar por isso hoje…

        • Rumores, são rumores até prova em contrário. A Microsoft tentou implementar isso, a Sony não.

          Se o queria fazer, mas não fez, nem tentou, não é crime em país nenhum.

  4. Vai ser particularmente interessante ver como se desenrolam as velhas novelas de como as consolas são fracas e mais não sei quê, anda tudo a pensar que vai jogar a 4k/60fps, com muita sorte ainda se conseguem 30fps e na maioria das vezes sub-4k.

    • Ahah! Sim, o mais engraçado disto tudo é se estas consolas saíram e se portarem para o 4k como estas se portaram para os 1080p.

      daqui 3/4 anos temos a PS4k-2. Os jogadores consolas chamar-lhe-ão PS5, os jogadores PC PS4, e a Sony vai inventar qualquer coisa.

  5. Mas concordo com o Mario!
    Num lado podemos ter jogos a fullhd hd, 60 fps e gráficos no máximo e outro jogos a 4k…
    Mas não verdadeiramente 4k…
    Porque vamos analisar as coisas!
    A ps4 normal, para correr a maioria dos jogos a fullhd hd, os gráficos ficam a médio( em relação ao pc)
    A ps4 tem 1.84 tflops, logo para correr o mesmo a 4k com as testuras a médio é necessário 4x mais de performance!
    (O que supera os 6 tflops)
    (1,84*4=7,36)
    Eu só espero que em ambas o foco seja a qualidade gráfica e o gameplay, e depois a resolução!

    • Eu espero que não. Que o foco na qualidade gráfica seja na PS4, que a resolução seja na Neo.

      Mas tudo caminha para o teu cenário, por isso estamos a reclamar.

  6. Quem começou com a guerra de resolução foi a sony e a mídia

    http://adrenaline.uol.com.br/2013/11/13/18141/-resolucao-1080p-nativa-permite-que-voce-seja-melhor-jogador-diz-presidente-da-sony/

    http://www.supergameplay.com.br/confira-20-minutos-incriveis-de-far-cry-4-em-gloriosos-1080p-ps4/

    Passaram mais de 3 anos martelando a Microsoft com 1080p e os mentirosos 505 a mais de poder do PS4.

    Pediram poder e agora TOMA…
    Vivemos em uma geração em que poder vende console e não jogos.
    Jogos ficam em segundo plano e mais vale ter o console mais poderoso para jogar na cara dos amigos…

    Exclusivo já não vende consoles tanto é que muitos saíram do 360 para ps4 por que ele era teoricamente 50% mais potente.

    • Deixa-me adivinhar…
      Antes os 40% a mais da PS4 eram falsos. Mas agora os 40% a mais da Scorpio já são verdadeiros! Porque antes eram 40% da Sony e agora são da Microsoft.
      Não aceito parcialidade destas nos comentários… Tem mais cuidado nas palavras!

      De resto vou deixar aqui um alerta para os leitores (e isso nada tem a ver com o comentário do marcos onde estou a responder). Há treta demais nos comentários! Coisas que nada tem a ver com as notícias.
      Não só vou apagar essa treta toda, como vou começar a punir conversas offtopic. Porque depois o que temos são comentários a repetir outros comentários porque ninguem encontra nada no meio de tanta salsada!
      Foi criado um forum para as conversas… mudem para lá!

    • E quem mais sofreu com isso foram aqueles utilizadores Xbox, que apesar de dizerem que não se importam e que a resolução não é importante, se fartam de relembrar que aquilo que não era importante afinal até os incomoda.

      Vais adorar a Scorpio.

  7. Só uma correcção a Scorpio não terá 8 Gb mas sim 12 GB de Gddr5??, e não é rumor basta ver a imagem que eles divulgaram na E3, têm espaço para 12 GB que até se compreende com tanto poder a mais em relação á ONE

  8. E mais
    As vendas de TVs 4k no Brasil aumentaram quase 200% e custam equivalente a uma full HD.
    Eu mesmo já estou vendendo minha full HD de 55 e pegando uma 4k.
    E já foi dito pela Microsoft que o desenvolvedor pode lançar o game em 1080p e usar o poder adicional para melhorar os gráficos do game.

    • E se essa última frase for realidade… ficas feliz?
      Isso implicaria uma nova geração anunciada ao fim de 3 anos!
      Curiosamente… ouve duas pessoas da Microsoft que disseram isso! Uma foi desmentida… A outra desmentiu-se, pois num dia disse uma coisa, e no outro disse outra! Mas o mais curioso de tudo é que essa última pessoa deveria saber ao certo o que se passava. Não fosse ela o responsável máximo da Xbox, o Phil Spencer!
      Agora eu pergunto… porque andas a jogar jogos a 720p e 900p e não tens um PC de jeito? Certamente não será por falta de dinheiro, pois se pensas em fazer algo que acaba por ser completamente supérfluo como trocar a TV, então já podias ter o PC.

      • Tenho PS4, XBOX ONE E um CORE I74970 com 32gb e uma gtx 980.
        Tinha WII U tb (melhor plataforma) mais vendi e estou aguardando o NX.

        Sempre que posso pego topdas as plataformas o problema é que vejo sempre todos desmerecendo o console que não gosta ou não tem.
        Já estou vendo a mídia querendo desmerecer o SCORPION mais se fosse da sony seria o mundo….

        A sony pode ser o que for mais não tem a grana da Microsoft e aposto que se a mesma tivesse Windows se teria Playstation.

        • Fico feliz que esteja bem da vida! Pena que tenha vendido a Wii…

          • Vendi o WII U por causa do NX que pretendo comprar.
            Na verdade eu junto dinheiro sempre para não ficar desprevenido.
            Por exemplo.
            Já vou juntando um pouco agora e quanto sair o scorpion ou NEo já tenho mais da metade do valor.
            Ai vendo os outros e atualizo.
            Mais vai da prioridade de cada.
            Tem gente que gasta mais que o valor de um console em 2 meses com baladas e bebidas.

            Não deixo de viver mais gosto de tecnologia e sei economizar.
            Nâo sou bem de vida (Sou brasileiro) e aqui o Governo não lhe dá opção de ter uma vida digna. tenho cidadania portuguesa>
            Meu avô era de tras os montes

          • Toda a gente gasta esse dinheiro com baladas e bebidas?
            Grandes bebados!
            Eu como não bebo alcool não sei. Sei isso sim que tenho uma paixão pelos videojogos, mas que tenho uma familia e que essa paixão não me pode enterrar 400 euros por ano só em consolas novas e isto sem pensar nos jogos.
            Não é uma questão de poder pagar ou não, é de gerir o dinheiro sabendo que há um amanhã e no qual não sei o que me espera. E se um dia eu ou alguem da família precisar de cuidados médicos, o médico não aceita pagamentos em consolas usadas.

  9. Ocorre que com tantas informações desencontradas por alguns artigos de sites de games, fazem a ter milhões de especulações muitas das vezes sem sentido.
    Eurogamer por exemplo cada hora sai uma informação e por todo lado parace que estão fazer que o novo console da MS seja um vilão perante ao mercado d egames.
    Pelos últimos boatos o ps4 neo terá as mesmas configurações já ditas peloas rumores, ai que esta o X da questão? A Sony não iria lancar uma versão agora para durar1 ano e meio ou 2 anos, ela iria lancar o neo para ter uma sobre vida ate a próxima geração de consoles 2018 a2019 porem devo concordar que a MS quis chutar o barraco anunciando não uma up grade e sim uma versão Tubinada.
    Agora recente declarações os ventos estão invertidos pois a plavra e diferente agora “ Vamos fiocar em experiência do que potencia” Serio mesmo isso? Foi levantada esta bandeira d epontencia diversas vezes e foi por isso que este câncer de novos consoles surgiram. Não adianta achar culpados para esta situação entrea sduas empresas, nos consumidores que fizemos isso ao mercado

    • Especular sobre hardware é treta! Aqui na PCManias podemos especular sobre muita coisa, mas não sobre aquilo que poderá ou não estar dentro da caixa. Isso fez um tal de MisterXmedia na geração passada!

      • A única coisa que eu não gostei foi o anúncio de novos consoles na metade da geração, não tenho PS4 e nem Xone, mas com certeza, quem comprou deve estar comendo o braço de tanta raiva, pois investiram dinheiro em uma armadilha e quem sai perdendo são eles, os que compraram os consoles, quanto eu que jogo no pc…

        • Vais perder na mesma.

          Ou pensas que as consolas eram uma coisa à parte e que ninguém ganha nada com isso?

          A optimização e a adaptação da programação dos jogos às arquiteturas das consolas, especialmente na geração passada, levaram ao desenvolvimento do aproveitamento de características especificas do hardware, por exemplo, o multinúcleo nos jogos, o que revolucionou a física e a forma como interagimos com os jogos. Vê o caso de The Last of Us e a série Batman Arkham e o modo como no cenário consegues automaticamente seleccionar de diversos objetos, oaqueles com que interages aleatóriamente.

          Nesta geração, então era quando voçês começariam a ganhar mais. A programação ao metal nas gráficas AMD inverteram logo no início a balança a favor da AMD que é aquela que até vende as placas mais baratas. Com o aproveitamento do GPGPU e o desenvolvimento de novas metodologias adaptadas ao GCN elas ainda iam ganhar mais. Era inevitável, tudo o que estas placas faziam pelo hardware, as nVidia, mais caras, só poderiam fazer por emulação de software. E uma geração de 7/8 anos iria obrigar a isso.

          Como consequencia, os teus updates de 4 em 4 anos ou menos iriam ser cada vez mais desnecessários.

          Sabes que é que não perde com isto? A nVidia. Que deve estar a fazer uma festa….

    • Luciano S. Carvalho 17 de Junho de 2016 @ 20:29

      O maior hipócrita de todos é esse Shaum Layden da Sony, antes eles mesmos diziam que mais pixels faziam de você um gamer melhor, agora que o jogo está para mudar, eles vem com esse papinho de narrativa, e parece que nem se sentem constrangidos com isso. A tal mídia “especializada” é muito tendenciosa mesmo, imagina se isso tivesse sido dito por alguém da Microsoft, como seria, desceriam a lenha com certeza e nem pensariam duas vezes antes de acusá-la de mentirosa. As duas mentem, só estão interessadas em lucrar e se sobressair sobre a outra, é um verdadeiro jogo de interesse em que nós jogadores somente nos tornamos importantes na hora de abrir a carteira, não se iludam; agora, que as mentiras contadas pela Sony parecem ser bem mais toleradas e aceitas, isso parece, pelo menos é o que a midia em sua grande maioria faz passar.

      • Luciano, não vou explicar mais isto, pois já expliquei em outro comentário, mas aqui vai de novo e melhor!
        Para começar nunca a Sony disse que mais pixels fazia alguem um gamer melhor, o que eles disseram foi que 1080 faziam um gamer melhor.
        E fazem. É uma questão matemática e associada ao conceito dos 1080p.
        Imagina um padrão de 4*4 pixels! Tenta ali reproduzir uma casa com fumo a sair da chaminé um homem!
        É impossível. Não tens resolução!
        Ora a questão é mesmo essa? Num ecrã a qualidade do representado depende do número de pixels que podes usar. Quanto maior o ecrã mais desejados são esses pixels pois a sua dimensão aumenta.
        720p é uma resolução estudada e criada para garantir que em TVs até 32 polegadas tens uma densidade de pixels por cm quadrado que permite que consiga ter definição. Daí o nome dado aos 720p – alta resolução. Para os1080p é a mesma coisa, mas para TVs até 55 polegadas. Esta é uma definição estudada e criada para permitir a mesma qualidade de definição por cm quadrado. É a alta definição total ou o Full HD.
        Nesse sentido, ao obedecerem ao parâmetro para que a resolução foi criada, isto é, tendo algo a reproduzir na resolução nativa (os 1080p), tens a capacidade de discernir os pequenos detalhes à distância. E podes por exemplo distinguir um inimigo onde antes não vias nada.
        Efectivamente qualquer pro gamer joga com o detalhe no mínimo e a resolução no máximo por isso mesmo (o detalhe é para não ter coisas supérfluas a atrapalhar a visão).
        Como exemplo joga SW: Battlefront na One e na PS4. E apesar de a PS4 não estar a 1080p mas sim a 900, diz-me que não notas diferença na capacidade de percepção dos inimigos ao longe! Isso é algo que até nas reviews é referido!
        Recordo ainda que as regras da página impedem ataques e ofensas pessoais. Mesmo não sendo a pessoa em causa um leitor da página a ofensa foi feita.
        Fica portanto um aviso para te conteres e ponderares nas palavras quando estiver em causa eventuais ofensas a alguem. Recordo que pode não haver segundo!

        • Luciano S. Carvalho 18 de Junho de 2016 @ 11:25

          Mário, pela parte da ofensa peço desculpas, mas essa sua explicação não colou nem um pouco para tentar explicar o inexplicável, ou seja, a falta de coerência e sinceridade nas palavras desse senhor.
          É claro que uma maior resolução possibilita você a perceber e distinguir melhor as coisas, mas a questão não é essa, é a atitude desses tipos de não manter uma linha lógica de raciocínio, mudam como o vento muda de direção, de acordo com o que convém naquela situação; é como alguém que está com a boca toda lambuzada de chocolate ser questionado pelo dono do doce se sabe quem mexeu e dizer que não sabe de nada que não viu nada, se comportam assim sem nenhum constrangimento, é com este modo de agir que fico perplexo, é sobre isto que foi meu comentário.
          Mas o pior mesmo, é ver que muitos parecem achar isso normal, não veem nada de errado nisso, ou fingem que não veem, a não ser quando acontece do outro lado, aí a tolerância se acaba, toda compreensão antes adotada se esvai como fumaça ao vento.
          Voltando ao assunto resolução, seguindo o raciocínio de que 1080p fazem um gamer melhor pois conseguirá ver mais coisas e detalhes a distâncias maiores, imagina a 4K então, vais ver muito mais coisas e detalhes a distâncias ainda muito maiores, é como você usar um binóculos ou uma luneta, com um você consegue distinguir árvores em uma montanha, já o outro te possibilita distinguir crateras na superfície lunar.
          Agora pergunto: Então porque, ao ser questionado sobre a resolução do concorrente ele desviou do assunto, sendo que quem começou esse estória de 4K foram eles, garanto que se fosse o PS4 NEO a ter as specs do Scorpio eles estariam divulgando isso aos quatro ventos, por toda a mídia “especializada” sem nem pestanejar, nem precisariam estar sendo entrevistados, mas lógico, eles são uma empresa que visa lucros como qualquer outra, nunca, jamais iriam dar esse presente ao concorrente, mesmo eles tendo sido surpreendidos com as calças arriadas e sabendo que o jogo mudou, jamais admitiriam isso ao público, agora o que interessa é outra coisa chamada “narrativa”, mas quem sabe né, com o PS5 eles possam voltar a falar sobre resolução, talvez até sobre o 8K te fazer um gamer melhor, muito melhor, 8x melhor.
          Já disse em outro comentário em outro artigo que estou me lixando para esses tais 4K, que sejam todos 1080/60 com gráficos soberbos realmente de próxima geração, se é que ainda podemos usar este termo, o que não entendo é essa desproporcionalidade e diferença de tratamento dado aos dois lados, uma total dicotomia, como se as coisas não estivessem mais cinzas como jamais estiveram.

          • Luciano… eu não estou a falar do senhor. Estou a falar do motivo porque mais resolução ajuda no gaming. Nem sequer conheço o senhor ou sei o que ele disse, mas reeitero que nada justifica colar um adjectivo ao mesmo. Podes dizer o mesmo por outras palavras.
            Quanto ao 4K ele ajudará sim, mas as vantagens maiores serão acima das tvs de 55. Abaixo disso, apesar do ganho, as vantagens nesse campo são menores pois está garantida a densidade suficiente.

      • Concordo com vc luciano, é hipocrisia mesmo, mas também podemos colocar nesse bolo de “potocas” a tão discutida Cloud da microsoft que poderia fazer o Xbox One até 18x mais poderoso, e hj ninguém mais fala sobre isso, e ainda por cima vai lançar um console que fica abaixo disso, vai entender essa midia né.

        • Luciano S. Carvalho 18 de Junho de 2016 @ 11:46

          Também concordo com você, a tal da Cloud virou fumaça, nunca existiu. O duro é ter gente que ainda acredita e defende tudo o que essas empresas dizem como se fosse verdade, o que quis dizer com o comentário é que não há diferença nenhuma entre as duas, vide as suas novas estratégias para os consoles, são idênticas em termos de negócio, começaram remasterizando jogos para conseguir mais dinheiro com o mesmo produto e agora estão remasterizando os consoles, também estão com isso criando classes de gamers, os que tem menos recursos e aqueles que podem gastar sem nem pensar. Se agora um gamer jogando com controle já leva desvantagem contra aquele que tem um super volante, imagina todos jogando na mesma rede com resoluções e taxa de quadros diferentes; ferraram com tudo, mataram os consoles de vez. Em pensar que há pouco tempo atrás disseram que era o PC que estava morrendo.

    • Eurogamer é uma vergonha, site extremamente tendencioso. Uma prova disso é que Os moderadores estao Agindo contra a liberdade de expresao seus utilizadores. deletando comentarios que demonstram indignaçao contra a PS4 Neo. Mas eles nao agem da mesma forma nas noticias do Scorpio. Ta na cara de todos.

      • Luciano S. Carvalho 18 de Junho de 2016 @ 12:00

        É o que venho dizendo, antes ainda disfarçavam, agora chegou nesse ponto. Qual será o próximo passo? Vão mudar o nome para Sonygamer ou Neogamer! E pensar que gostava desse site e achava que tinham credibilidade.

  10. Quem evitou comprar uma consola nesta geração (Como eu) acertou em cheio. Com o preço destas novas consolas, posso perfeitamente comprar uma GTX 1070, e volto novamente a ter um avanço muito mas muito significativo sobre estas consolas.

    Aproveito para dizer, que tenho pena que o Mário se tenha tornado tão aficionado por consolas. Acho que nesta geração foram um desastre tão grande mas tão grande, que não merecem tal destaque.

  11. Mário , o rumor da ram do scorpio é que provavelmente vai ser 12gb vê o artigo digitalfoundry

    • Não é rumor nenhum. É especulação! Rumores já é algo mau… mas especulação é mau demais.

      • Falando em rumores, o marketing continua forte para o lado da Microsoft. Agora a console mais potente já produzido, vai estar obsoleta em dois anos, isto segundo a própria Microsoft. Kkkkkkkk
        http://www.eurogamer.pt/articles/2016-06-17-xbox-scorpio-podera-estar-obsoleta-dentro-de-2-anos

        • Compraste uma PS4? temos uma melhor chama-se NEO só não temos uma data definida ( como tudo paraos lados da Sony)… Compraste uma Xbox One? Temos uma melhor chama-se Xbox S e já podes comprá-la agora, mas temos uma melhor ainda que esta ano que vem 6 X melhor do que esta Xbox S, mas que estará obsoleta em 2 anos,então espere a próxima…. E o PC gaming é que é caro e que todo ano precisas fazer upgrades?… Ashuashuashu…….

          • E mais um se junta a lista, ainda tendo trabalhado tanto tempo junto a Microsoft e criador de um dos mais importantes franchisings da compania, não tem como discordar,o maior problema de uma console mais potente contra a outras duas menos capazes (és também sobres tu Sony).
            http://www.eurogamer.pt/articles/2016-06-17-xbox-scorpio-nao-agrada-a-cliff-bleszinski

          • Luciano S. Carvalho 18 de Junho de 2016 @ 12:09

            Para ser gamer daqui pra frente, primeiro terá que ser ou ficar rico. Lamentável!!! Desde que começaram a surgir os rumores sobre esses novos consoles fiquei pensando, jamais venderão dezenas de milhões como PS4 e One, principalmente como o PS4, a brincadeira ficou cara demais, ainda mais com ciclos tão curtos de 2 ou três anos.

        • O que esperava? Viste o comentário do Roberto? Diz tudo!
          Ele dizia que a Sony devia lançar a Neo em 2016 e a PS5 em 2018. Naturalmente a Microsoft já pensa nisso e quer uma nova em 2019.
          Com a AMD com a Polaris em 2016 (Neo), a Vega em 2017 (eventualmente na Scorpio) e a Navi em 2018 (que poderia ser a PS5), naturalmente que vão haver saltos grandes e a Microsoft sabe isso.
          Sinceramente eu não vou entrar nestes jogos ou suportar os mesmos e a cada dia que passa mais me convenço que vou voltar para o PC. Mas não para a Windows Store e sim para o Steam!
          Depois das frases desse senhor da Microsoft em que compara as consolas com os telemóveis, achando que esse modelo é muito bom, as consolas ficaram definitivamente arrumadas para mim.
          Digo mesmo que estou a ponderar acabar com os artigos sobre consolas que não sejam a PS4 e a One ou anteriores pois as consolas morreram com elas e nâo as pretendo suportar este novo modelo que nos querem impingir.
          Curioso como com os rumores da Neo a Sony era a má da fita, mas antes desta sequer falar a Microsoft entra de rompante e faz aquilo que se criticava a Sony de ir fazer.
          Ambas lêem da mesma cartilha e eu não vou nessa ou vou suportar isso na minha página.
          Nunca na vida joguei a dinheiro, e apesar de isto não ser esse tipo de jogo começa a ser algo que mexe seriamente com as carteiras e onde o consumidor deixa de tirar o valor pelo dinheiro pago.
          As consolas que conheciamos morreram!

        • As pessoas olham o título sem ler a matéria e vem falar besteira.

          Leia a matéria e entenda o que ele diz.
          Ele fala que a tecnologia avança tão rápido que a tecnologia do Scorpion pode ficar obsoleta ,algo normal hoje em dia, a tecnologia avança muito rápido

          • Ahhhhh…. É bom saber.
            Porque quando a One foi lançada e os PCs já iam em 8 Tflops a tecnologia andava devagar. Deve ter acelerado nos últimos dias… Alguma reta que apanharam!
            A Microsoft refere isso como mera protecção e não porque a realidade se tenha alterado. Eles sabem que a Scorpio vai levar a uma resposta da Sony com algo mais potente e que como tal eles próprios vão ter de lançar algo. E subitamente os avanços da tecnologia são convenientes.
            Cantam… Mas não me encantam.

    • 12GB de RAM? caraca, não consigo ver esse console com um bom preço O.o

  12. Bem, passado a fase de quem é melhor que quem, fica a pergunta.
    Quanto vai custar essas belezinhas???

    No caso do mais potente, será que vem por menos que 600,00 obamas?

    Pq só estou vendo se preocuparem com poder do console.
    Se eu já acho esses consoles um tiro no pe, imagina se eles vieram por 600,00 obamas?

    Espero que fracasse…

    • Falando em preços, to pesquisando o Playstation VR, me interessei por ele, e o mais “barato” que achei foi por 2.300,00 reais, mas vinha sem um tal de VR WORLDS, voces sabem o que é isso????

    • Andrio se baseando no preço oficial do controle elite no brasil que custa sozinho 1.799,00, acredito que se o scorpio for lançado por 599,00 obamas ele deve sair por aqui lá pelos seus 4K.

      • Esse valor já foi desmentido pela Microsoft e a mesma já falou que se tratava de um erro no site e que ainda não tem o valor do controle

  13. Rapaz, faz um tempinho que não lia um artigo da PC manias e comentava. Vamos lá.

    Acho estranho, a Sony vai mesmo lançar um ps4 neo com um aumento tão básico de hardware em relação ao ps4 normal? Porque além da diferença de specs em relação ao Scorpio ser muito grande, ele ainda não oferece um salto tão grande assim em relação ao ps4 a ponto de justificar uma migração, creio eu, mas posso estar equivocado.

    Mario, queria fazer 3 perguntas, e saber o que tu pensas a respeito.

    1.Caso a Sony resolva lançar o ps4 neo em 2017, teria tempo hábil para uma evolução substancial nas especificações?

    2.Um xbox Scorpio a 6tflops, conseguiria chegar no fim de 2017 a um preço de 400$?

    3. Haveria uma possibilidade, dentro de parâmetros razoáveis, do Xbox Scorpio conseguir ser ainda mais forte do que os 6tflops divulgados pela M$ e ainda encaixar no preço de 400$ de console?

    • Antes do mais, a diferença entre a Neo e a Scorpio é idêntica percentualmente à da One e PS4 (40%).
      Se isso se referir nas resoluções teremos a Neo a 1080p e a Scorpio a 4K, mas os mesmos jogos. É uma vantagem grande para a Scorpio, mas que poderá não ser do interesse de todos porque obriga a nova TV.
      Quanto às perguntas:
      1 – depende do que está contratado e em produção. Daí que a resposta não pode ser dada. Teoricamente? Sim! A alternativa é a antecipação do lançamento para ter uma nova consola em 2018.
      Seja qual for o caso estou fora. Não alinho em consolas a cada 2 anos.
      2 – Depende do prejuízo que a Microsoft quiser ter. Se o suportar… sim!
      3 – Não sei as especificações da Scorpio, só a potência teórica. Se for um Polaris igual aos das RX 480 está já perto do máximo, mas se for um Vega ou um Polaris com mais CUs, pode, especialmente no primeiro caso.

  14. João Magalhães 18 de Junho de 2016 @ 18:42

    A diferença entre os dois não colocam o Scorpion em uma nova categoria ou geração técnica.a diferença é próxima dos que vemos entre o PS4 e Xone…

    O PS4 teve muito mais vantagens porque foram lançados juntos e ele ainda era mais barato.No caso do Scorpion ele vai chegar 1 anos depois do PS4 Neo.então a Sony pode explorar a vantagem da base instalada e ainda baixar o preço do Neo quando o Scorpion for lançado…e se no projeto do Neo for possível, a Sony pode aumentar o Clock de CPU/GPU e tirar uns 9% da vantagem do scorpion ficando na casa dos 30,33% de diferença entre eles.

    Claro que o Scorpion vindo depois ele vai ser o sistema mais poderoso não há dúvidas nisso…

    Se eu fosse a Sony fazia do PS4 a versão master Race dos consoles.focando primeiramente nos 60fps em todos os jogos.imagine um 1080p60fps cravados com todos os efeitos e filtros em High.muito melhor do que o 4k que acredito que não vai rodar nativamente em nenhum e se rodar vai ser a 30fps talvez capengando em alguns casos.

    Eu esperava desses consoles um sistema para competir com o PC,ou seja jogos a 60fps primeiramente melhorando os outros aspectos depois.

    O 4k vai acabar saturando todos os recursos dessas máquinas,se já é complicado até para um PC de ponta.

    A verdadeira geração 4K só se justificava pra mim lá por 2019,2020 mas também acompanhada de geometria,texturas,efeitos,física e tudo mais de nova geração.

    • Não, não é. Nesta geração tens uma diferença de duas Xbox 360, quase.

      Na próxima, tens uma diferença de quase uma PS4. É mais considerável.Muito mais.

      Essa é também a minha opinião. Uma nova geração só se justificaria verdadeiramente lá para 2019/2020.

      • E podia vir. Em 2019 com as Navi da AMD!

        • Depois desta E3, é que não me restam dúvidas. Nós já temos os títulos para 2016/2017 e 2018.

          Até me deu tristeza ver aqueles trailers todos da conferência da Sony, perceber que estamos perante um grande upgrade gráfico nesta segunda fornada de jogos, e um trailer a apontar para um terceiro (o do Homem-Aranha era in-engine) prestes a chegar e perceber que vai ser tudo para nada.

          Depois de Uncharted 4, QB, Ratchet e Clank começámos mesmo a entrar em força nesta geração, na parte em que se começa mostrar aos descrentes do costume, o que é que estas plataformas valem. Tantos bons jogos, tudo a mostrar estas maravilhas, para tudo ter sido estragado no fim.

          Enfim.

  15. PS4 40% mais poderoso do que xbox One.
    Eurogamer e grande mídia “especializada” porque comprar um console inferior, sendo que 1080p faz uma game melhor.

    Scorpio 40% mais potente do que PS4 Neo
    Midia especializada, porque comprar um console,onde “ninguém” tem tv 4k, o que importa é a narrativa não os gráficos.

    • Há uma grande diferença aí. Quando a PS4/Xbox ONE chegaram o que se esperava era o padrão 1080p (que surgiu na era PS3). Estas consolas que estão prestes a chegar, vão suportar um padrão que agora se está a implementar, e ainda assim só se tornará de massa daqui a vários anos. Esta é uma realidade que não se pode negar.

      Mas nem interessa porque essa é uma questão risível face à gravidade de tudo isto.

      Acho curioso, que no meio de todo este desastre, a tua preocupação continue a ser o desmerecimento da Scorpio por parte da imprensa. Que, diga-se de passagem está a fazer muito bem e não é só à Scorpio, é às duas!

      Eu continuo sem entender o porquê da Sony decidir fazer isto, embora, com base nos specs perceba porque é que ela foi buscar isto: o VR. Acho é lamentável que os cérebros por trás da Sony, em vez de admitirem a verdade, tentem vender a peta que a PS4 atual é completamente capaz de aguentar com todos aqueles títulos VR que vimos, por si só (mas isso é algo que só saberemos quando o PS VR for escrutinado.)

      Teria sido muito melhor não terem feito nada e vendido o GPU externo que agora ninguém me convence que não está mesmo naquela caixa, como parte somente do VR, em vez de terem a brilhante ideia de permitirem, com isso, conquistar mais clientes, através de melhorias de performance.

      A mesma coisa com a Microsoft, que preparou uma consola também com o VR (e o equipamento que ela vai suportar é bastante mais exigente – o Ocullus Rift) e pelas palavras mais recentes de certos responsáveis se está mesmo a preparar para o o modelo Steam.

      Esta aliás, foi indiscutívelmente a pior conferência da Microsoft na E3 que já vi. Está par a par com a E3 de 2013. Primeiro apresenta a fantástica Xbox Slim (mesmo linda), depois anuncia uma data de exlcusivos (ponto engraçado: são exclusivos Xbox e Windows 10 – excepto Halo Wars) e no fim diz que daqui a ano e meio chega a Xbox Scorpio, e portanto a todos os interessados – a Xbox Slim é nosso produto para apenas ano e meio.

      Mensagem da microsoft: joguem no PC.

      • Não percebi a parte do excepto Halo Wars 2. O que querias dizer?

      • A mensagem da Microsoft parece bastante clara pra mim. Já faz um ano mais ou menos que eu digo que o modelo de consoles com hardware fechado e longa duração teria que acabar para produtos mais flexíveis e citei que acho o modelo das steam machines interessante.
        Eu vejo a solução da microsoft da seguinte forma:

        Xbox One/S é o console de entrada por preço bastante acessivel. Nenhum PC do mesmo valor roda jogos com a mesma qualidade. Sempre responderá pela maior parte das vendas.

        Xbox Scorpio sera o produto para os jogadores que não estão satisfeitos com o console de entrada mas não pretendem gastar uma fortuna no super PC e ainda podem contar com VR da Oculus ou da HTC. É um produto mais próximo da filosofia Xbox 360 e PS3 com hardware mais forte e maiores possibilidades.

        PC – pode atender todos os públicos mas não tem o mesmo custo benefício dos outros consoles pois necessita de hardware mais caro para se equiparar. Ficaria mais para os entusiastas que compram GPUs topo de linha em preços abusivos.

        A Sony vai quase pelo mesmo caminho, tirando o PC.

        Essa divisão elimina um enorme peso nas costas dos consoles atuais que estão próximos de ser apanhados pelos chips mobiles e GPUs integradas da Intel.
        Essa história de perder a otimização também depende bastante do software. Gears of War 4 e Forza Horizon 3 estão belíssimos e com desempenho liso e são lançamento simultâneo PC e Xbox One. A Microsoft criou o Directx 12 pensando na fácil conversão e a arquitetura dos velhos consoles é eficiente desde que não tenham um compromisso moral com o 1080p.

        Obs: a Euroganer que acertou tudo até agora tem informações de que o Neo chega ainda esse ano. Então para aqueles que ainda guardam aquela ponta de esperança de que a Sony jogou as especificações no lixo e voltou para desenhar um novo console que bata o Scorpio e mantenha o orgulho da família, é melhor deixar pra lá e ver o que tem pra agora.

        • Interessante ponto de vista, concordo com algumas coisas, mas discordo sobre sua analise quanto ao ecosistema xbox que já existi a partir da ultima E3, vc diz que o xbox s é para aqueles que não querem gastar muito certo, pensa que se eu tivesse só o PS4 neste momento, quais seriam os motivos para comprar o S, a questão estética? não, o hardware, não pois tenho algo melhor, os exclusivos, também não pois esses jogos saem agora em simutaneo para o PC via Windows 10, e o que sairia mais caro, adaptar o meu PC comprando uma placa condizente ao hardware da atual geração, memórias e processador ou gastar mais de r$ 2.000,00 no Xbox S? aqui fica a questão da coisa, os jogos agora saem também pro PC e por este motivo não há motivos para lançar um console mais poderoso, os jogos já vão pra plataforma com mais capacidades que é o PC.
          Mas vamos agora por outra ótica, imagina vc que eu tenho um bom PC, quais são os motivos para comprar o S se os seus principais jogos já saem pra plataforma PC, nenhum.
          Blz, mas eu posso ter um Wii U e querer um outro console, quais minhas opções S ou PS4, ué os dois tem preços parecidos, qual eu escolho, aqui vai depender de várias coisas como gosto pessoal pelas franquias, preço, capacidade hardware, exclusivos entre outros, aqui também vejo um cenário desfavorável pro S pois em termos de hardware e exclusivos o mesmo já fica pra traz, ficaria a questão subjetiva das franquias preferidas.
          Pensemos agora que eu tenho o One e PS4 e não quero saber de PC, quais o motivos pra comprar o S, nenhum.
          Ou seja eu sinceramente não vejo motivos para a microsoft introduzir o scorpio ano que vem, pois como já dito seus principais jogos estarão no PC e com crossplay com One/S, sendo assim na minha visão, deixo isso bem claro axo complicado a situação do console.
          Quanto ao lançamento do Neo, sinceramente eu desejo que esse novo console falhe miseravelmente e mostre a Sony que quem manda e coloca ela onde ela está são seus consumidores, que isso não é mais que uma falta de respeito com os mesmos, já pensaste eu aqui com o PS4 em 30fps e outra pessoa no mesmo jogo mas no Neo a 60fps aqui a uma clara vantagem em quem comprou o hardware mais forte, isso sem falar que é uma puta sacanagem eles acabarem com os periodos geracionais de pelo menos 5 anos, mais uma vez ratifico que não comprarei o Neo, se tiver de comprar outro playstation será o 5 em 2019, e desde já deixo o meu boa sorte aos que concordam com está pratica, pois se o Neo lança agora, o scorpio ano que vem, o PS5 em 2019, o xbox tow em 2019 também, haja investimento por parte dos clientes destas empresas em.
          Olha desde já desejo um bom final de semana a todos.

          PS: Fernando, eu não contrário sua opinião, até concordo com algumas coisas que vc escreveu, mas penso diferente em alguns outros pontos.

        • Sobre o DX12 que vos fala optimização para todas as plataformas, sei não hein…

          O QB foi feito todo em DX12? Pq se foi na pratica a versão pc ficou com um port muito ruim.

          • Sim , o milagre do DX12.

            O que a microsoft quer é uma versão para ambas. Infelizmente o PC possui vários níveis de configurações que esperam melhorias de performance e o jogo sendo só uma…

            POr isso nada melhor que uma consola mais poderosa, assim fazem-se várias versões do mesmo jogo, a piorzinha na ONE a melhorzinha na Scorpio e a super no PC…

            Espera… onde é que eu já vi isto antes?

        • Sabes uma coisa Fernando? Se não fosses tão apegado à vitória da Xbox sobre a PS, poderias ver o quão má é esta situação. Mas enfim, é o costume.

          Sim, a incapacidade da Microsoft em entender o conceito consola sempre foi bastante claro. A sua vontade em aproximar o PC da consola também sempre foi bastante claro. Desde o inicio. Aliás, essa foi uma das razões pelas quais sempre estive de pé atrás quanto às suas consolas.

          Eu não estou surpreendido pelo anúncio da Scorpio. Só pelo facto de ter sido este ano, muito sinceramente. Contava com um anuncio seguido de lançamento, e a MS decidiu anunciar com um ano de antecedência, numa atitude que condenou a ONE a um fim cada vez mais precoce, como já contava desde que todos os exclusivos acabaram por ir parar também ao PC.

          O que a mim me surpreendeu foi a Sony ir atrás. O Mário tinha razão – a partir do momento em que o centro de decisão se mudou para os EUA, está o caldo entornado. E foi verdade.

          Veremos agora o futuro e como as duas encararão isso. E sobretudo em qual das consolas os jogos começarão a sair piores, mais cedo.

          Só te enganas num ponto… Não há necessidade nenhuma para o modelo de hardware fechado acabar. Nem que estas consolas acabem tão pequenas como a PS2, mas ainda assim tinham um futuro. E aqueles trailers que teimavas que corriam na Neo, corriam no modelo atual (a acreditar nas palavras dos responsáveis, tal como acreditamos nas palavras dos responsáveis da Microsoft quando disseram que Gears corria no modelo original), o que só prova aquilo que sempre defendemos aqui: a chave do futuro das consolas é o conhecimento detalhado do hardware e a optimização. Isso pode originar milagres e já vemos e vimos este ano isso, com os grandes exclusivos que já estão no mercado. Sobre essa história dos chips já me fartei de ouvir isso, e a verdade é que mesmo para conseguirem ultrapassar a geração passada foi o que foi. Mas quando forem lançados, veremos se conseguem o que estas consolas já conseguiram.

          Essa necessidade que referes está a ser criada agora por causa desta teima em segurar os consumidores PC, e sobretudo, pelo VR. Tanto Sony como Microsoft vão destruir esta geração por causa disso e pela febre passageira (kinect 2) do VR.

          Mas a Microsoft é quem tem mais a ganhar. Ao tornar as consolas inviáveis, o PC torna-se atrativo. Se não perde de um lado, ganha do outro – a não ser que os consumidores prefiram o Steam, como têm sempre preferido. Se assim for, espeta-se e foi apenas mais um enorme tiro no pé, como os que tem vindo a acumular desde o inicio de tudo isto.

          Por último, compreendes que a consequencia direta disto será – analisando as muitas contradições dos responsáveis da Xbpx – que o desenvolvimento dos jogos será cada vez menos centrado nas consolas,e mais generalizado, não compreendes? Desde o anuncio da compatibilidade absoluta PC-Xbox e da partilha da API que o Mário suspeitou disso. Eu ainda tentei contradizer, ao pensar que o jogo seria programado de raíz para o hardware da consola, a baixo nível, ao metal, e depois portado para o PC, mas ele sempre suspeitou de um versão somente adaptada a correr na consola, mas sem muito esforço de ir para o PC. E voilá, Quantum Break.

          O que terás agora será a Microsoft a querer fazer os jogos aptos a correr nas consolas e PC, sem muito esforço. Mas não contes com jogos pensados para a ONE. Isso acabou. Mas, tudo bem desde que não se atingam os 1080p, certo? Malditos moralistas a pensarem em qualidade.

    • Eu concordo… e não concordo!
      4K é melhor… mas há que se perceber que cada resolução estabelece uma barreira visual.
      Basicamente os 720p foram uma grande evolução face ao SD, mas convenhamos que para as TVs de grandes dimensões que usamos, 720p é pouco!
      Até 32 polegadas 720p é aceitável, e a alguma distância, confunde-se com os 1080p. Mas acima disso os 1080p são a qualidade que se precisa. Até 55 polegadas, 1080p é a resolução a se ter em detrimento dos 720p.
      Isto tudo devido ao que já expliquei em outros comentários, à densidade de pixels por cm^2 que se cair abaixo de um determinado valor, cria imperfeições visuais.
      Da mesma forma, de 55 polegadas para cima, os 4K são essenciais!
      MAs agora perguntas: Uma TV de 32 polegadas, ou até menos não ganha nada com os 1080p. Claro que ganha. Qualquer TV ganha! A densidade sobe de bom, para muito bom, e desde que devidamente perto da TV, nota-se esse ganho.. E com os 4K é a mesma coisa. Face aos 1080p ganha mais desde que a distância devidamente perto da TV.
      Não vamos negar aquilo que é uma realidade. 4K é melhor que 1080p. Muito melhor! É 4x mais. E apesar de os 1080p poderem garantir a qualidade desejada, os 4K superam-na!
      Mas não vamos desmerecer uma coisa em detrimento da outra. Porque o que cria a grande lacuna nas TVs atuais, pela sua dimensão, é o estar abaixo dos 1080p

      Agora que o mercado 4K é ainda muito pequeno… é uma realidade! Conheço muitas pessoas com TVs sub-HD, aliás ainda conheço casas com TVs CRT.
      Vê esta tabela com uma análise de crescimento de mercado dos 4K
      http://electroiq.com/wp-content/uploads/2013/10/703962.png
      Os 4K devem representar 8% do mercado de TVs em 2017… 8%… é pouco!
      No entanto, a mesma previsão mostra que a nível de receitas, a quota será bem maior, chegando aos 20%, o que significa que em 2017 as TVs 4K ainda serão em média bastante mais caras que as 1080p.
      Claro que há sempre modelos baratos… mas a qualidade não é a mesma de uma TV 1080p ao mesmo preço. Ninguem faz omoletes sem ovos!

  16. É, estamos condenados se aceitarmos esse tipo de coisa.
    Console de 2 em 2 anos? puts….

    http://www.eurogamer.pt/articles/2016-06-17-xbox-scorpio-podera-estar-obsoleta-dentro-de-2-anos

    • É o que eu disse acima, totalmente desnecessário isso. Sony e Microsoft acabaram com o conceito, agora resta a nós que não concordamos com isso boicotar esta prática.

  17. Caramba, tô vendo tanta discussão aqui e em outros fóruns sobre resolução, FPS, e performances em geral dos consoles e até comparações com PC, que não é difícil de concluir que quem está exigindo consoles de meia geração são os próprios consumidores.

    De um lado temos a tecnologia avançando rapidamente no campo das APU´s e do outro temos consumidores se preocupando com diferenças de 900P pra 1080P que chega a ser ridículo postarem fotos do mesmo jogo em diferentes consoles e PC´s e depois ficar “caçando” as diferenças que pouco se percebe quando se está jogando.

    Sony e Microsoft estão aproveitando essa “necessidade” e fazendo grana com isso. Desde que foram anunciadas as especificações de PS4 e XBOXONE vejo o pessoal dizendo que o console já nasceu defasado e criticando, e mesmo sabendo que as vendas vão muito bem, as fabricantes enxergam que podem ir além.

    Uma coisa acho que é certo, não tem como manter ciclos longos atualmente com este mesmo modelo de negócios, pois a tecnologia avança muito rápido. Também é certo que estes consoles NEO e SCORPIO não rodarão jogos em 4k (com exceção aos indies). PC´s top de linha sofrem pra manter a jogabilidade em 4k, o que dirá de um console com especificações e preços reduzidos, por isso ainda teremos por um bom tempo o full hd como padrão. Os novos consoles podem ser lançados para reduzir a distância entre os PC´s e entregar os “famosos 60FPS com filtros de textura avançados” e com isso então adiar um pouco o lançamento de uma nova geração.

    O que eu como consumidor pretendo fazer é continuar tendo meu PC e comprar console de meia geração, já que não justifica comprar um lançamento de geração se os jogos exclusivos e jogos que realmente utilizam melhor o poder dos consoles são lançados após 2 ou 3 anos de existência.
    O consumidor terá opção de escolher entre o console básico e o turbinado, isso caso realmente Sony e Microsoft mantenham a politica que estão falando de não priorizar o console turbinado.
    Agora, se o consumidor comprar o console de lançamento de geração e trocar quando o turbinado for lançado, assim como fazemos quando compramos cada FIFA, NBA2K e tantos outros jogos ou smartphones que são lançados anualmente… aí sim estaremos dando licença para Sony e Microsoft fazerem o que quiser do mercado….

Os comentarios estao fechados.