Novidades da AMD dão a entender pano para mangas para uma nova geração de consolas.

A Xbox One Scorpio está anunciada para finais de 2016. 6 Tflops e 320 GB/s de largura de banda são os valores com que a Microsoft tem vindo a entusiasmar os Gamers. Mas perante as novidades da AMD previstas para finais de 2017, a confirmarem-se os rumores de uma PS5 em 2018, a Sony poderá anunciar algo já em 2017 que arrasará completamente com as especificações da Scorpio.

A evolução do hardware AMD não pára. A sua RX 480 baseada na arquitectura Polaris pasmou o mundo pela relação qualidade/preço, sendo que a Sony já a usou na sua nova consola, a PS4 Pro.

Já para 2017 a Microsoft tem anunciada uma consola nova, a Scorpio, com uns anunciados 6 Tflops e 320 GB/s de largura de banda. Mas será que nessa data esses valores ainda pasmam tanto como agora?

Na realidade 6 Tflops e 320 GB/s são valores que podem ser obtidos com o hardware atualmente no mercado. A RX 480 pode neste momento, com os valores de relógio standard, atingir os 5.8 Tflops, e 320 GB/s já eram valores conseguidos na memória da RX 290 da AMD.

Daí que surge a questão? Será que a Scorpio virá equipada de um GPU Vega, ou optará por um Polaris devidamente alterado? Os rumores apontam para esta segunda opção.



Naturalmente é muito cedo para se saber ao certo qual foi a opção da Microsoft, mas podemos adiantar desde já que caso haja algum fundamento nos rumores indicados, a Microsoft terá cometido um grande erro ao ficar limitada aos 6 Tflops, sem margens para melhoria. Mas no entanto, vamos, para efeitos deste artigo, aceitar que a solução da Microsoft terá passado por outra escolha dada a diversidade de oferta que a AMD tem para 2017. Vamos ver!

VEGA 10

Previstos para o primeiro quarto de 2017, estes serão os GPUs que, não se confirmando os rumores, acreditamos equiparão a nova Scorpio. Serão fabricados no processo de 14 nm, equipados com 64 compute Units, o que implica 4096 shader engines, e serão capazes de 24 Tflops de performance em meia precisão (16-bits), ou 12 Tflops em precisão simples (32 bits e a métrica normalmente usada). A memória prevista para acompanhar este GPU nos PCs é 16 GB HBM2, com uma largura de banda de 512 GB/s, e com um consumo energético de 225 W.

Como vemos, com apenas 225 Watts este gpu permite o acesso a 12 Tflops. E com um consumo de apenas 112.5 Watts, a Microsoft poderia usar este GPU a metade da velocidade de relógio, obtendo os seus 6 Tflops. Mas mais ainda, ficaria com uma margem para brincar a nível de velocidades de relógio, melhorando as performances até ao lançamento, o seu GPU.

Mas a questão é que a AMD não se vai ficar por aqui.

Mais para o final de 2017 a AMD vai apresentar um novo Vega.

DUAL VEGA 10

Lançado no segundo quarto de 2017, este é um GPU com duplo VEGA 10. Apesar de as especificações do GPU serem duplas, o consumo só aumenta 75W, subindo para os 300 Watts.

Basicamente temos aqui uma oferta que não será utilizada pela Microsoft e que deverá oferecer 48 Tflops a 16 bits e 24 Tflops a 32 Bits, ficando disponível ainda em 2017 e que com uma redução da velocidade de relógio para metade, mais adequada às consolas, oferece um consumo de apenas 150 watts, mais adequada às consolas, com uma potência de 12 Gflops. É o dobro da oferecida pela Scorpio, e mantendo as mesmas margens de manobra a nível de velocidades de relógio para igualar qualquer alteração feita pela Microsoft.



Resumidamente, esta novidade pode dar, ainda em 2017, à Sony, a capacidade de resposta à Scorpio, basicamente duplicando as performances da consola da Microsoft.

No entanto dado que os rumores para a Playstation 5 apontam para um lançamento em finais de 2018, esta não é a única opção que a Sony terá.

VEGA 20

A Vega 20 está prevista para 2018, ainda a tempo de ser usada numa PS5, e apareceu um pouco de surpresa. As suas especificações não são ainda verdadeiramente conhecidas, mas sabe-se que com ela a AMD inovará de forma inédita ao ponto de justificar, caso necessário, um atraso na PS5.

Para começar o processo de fabrico irá ser em… 7nm… A placa terá nos PCs 32 GB de memória HBM2 com 1 TB/s de largura de banda. O mais impressionante é que tudo isto trará apenas um consumo de 150 Watts. Terá 64 Compute Units e suporte PCI-E 4.0

Esta placa deverá basicamente ser capaz de fazer o mesmo, ou até mais do que a Dual Vega 10 mas, graças à redução para 7 nm, com apenas 150 Watts. Estamos a falar de algo estimado em 24 Tflops a 32 bits por uns parcos 150 Watts, podendo assim oferecer a sua performance máxima numa consola… Impressionante!

E aqui, com este VEGA 20, tudo aparenta no sentido de termos pano para mangas para um GPU fantástico e que se conheçe já em 2016, e que poderá desde já ser estudado para uso em uma consola.

Conclusões

Basicamente o que nos quer parecer é que o timming do lançamento da Scorpio acabou por ser um pouco mau para a Microsoft perante as ofertas já conhecidas e futuras da AMD. Caso a Sony venha a anunciar perto do lançamento da Scorpio e já para 2018, uma consola PS5, seja com 12 ou até 24 Tflops, a Scorpio poderá ficar condicionada da mesma forma que a PS4 Pro está agora condicionada para muitos perante a expectativa da Scorpio.

12 Tflops ou mais (24 seria um sonho) já representam uma verdadeira nova geração, totalmente sem compromissos! Algo que não é conseguido com a PRO (que não é uma consola de nova geração, mas apenas uma versão melhorada da PS4), incapaz de 4K reais, e mesmo com a Scorpio, que com 6 Tflops se revela incapaz de 4K 60 fps nativos.

Quanto às NAVI… só para 2019!

Seja como for, para 2018 ou 2019, a próxima consola que a Sony lançar deverá ser verdadeiramente impressionante.

Fonte: Videocardz



Posts Relacionados