O melhor exemplo de como um SSD rápido pode mudar a face dos jogos de forma radical

A standarização de um disco SSD numa máquina como a Playstation 5 é a maior revolução dos últimos 20 anos. E este artigo vai, de forma clara mostrar efectivamente o porquê.

Este não é o primeiro artigo que escrevo com formas de um SSD poder revolucionar o mundo dos videojogos. Mas claro, há sempre coisas que não nos ocorrem logo uma vez que não estamos ligados ao desenvolvimento dos jogos.

A determinada altura, ia eu escrever um comentário sobre exactamente isso, quando de repente me começa a ocorrer algo que os SSDs podem tornar possível. E conforme começo a desenvolver a ideia penso para mim “Meu Deus, isso sim seria realmente revolucionário. Isto, mais do que tudo, explica porque há tanto criador de jogos extasiado com as potencialidades da PS5”.

Daí que resolvi não escrever o comentário e passar a coisa para um artigo.

Vamos lá então:



Apesar de ser claro que a Xbox série X é a consola mais potente desta geração, o mérito não pode deixar de ser dado à PS5 pelo seu SSD e a forma como ele pode revolucionar os jogos.

A revolução não surgirá da forma clássica, com mais do mesmo. Aqui não falamos de mais grafismo, de mais resolução ou de mais fps. E nem sequer falamos de tempos de carga ou de podermos viajar mais depressa, ou de podermos voar sem perdas de detalhe com a distância no mapa. Falamos de algo bem diferente. Falamos de uma revolução no conceito de jogo, com situações diferentes e nunca vistas até hoje.

Mas a percepção de como isso pode acontecer não é fácil (o que é normal dado que um disco super rápido é uma novidade absoluta), daí que muitos comentários sobre o SSD da PS5 referem que o mesmo não é nada mais do que um gadget que apenas lê uns segundos mais rápido. Algo sem grande interesse, pois, como já ouvi, ele nem sequer processa.

Mas na realidade é que um disco assim pode revolucionar o mundo dos videojogos. Ser mesmo a maior revolução dos últimos 20 anos. E o exemplo que vou dar de seguida será claro nisso.

Acima de tudo convêm re-explicar o motivo pelo qual não consideramos que, neste caso a série X, mesmo que possa igualmente fazer algo do género, esteja neste campo no mesmo patamar. E os motivos prendem-se com 3 situações:

  • Jogos nos primeiros tempos comuns à atual e nova geração.
  • Suporte dos jogos First Party a um universo PC onde o SSD não é sequer um standard.
  • Uma solução SSD que fica bastante atrás da da Sony e onde a transferência bruta de dados não comprimidos se revela 2,29 vezes mais rápida na consola da Sony (5.5 GB/s contra 2.4 GB/s), sendo que a nível de compressão máxima possível em estruturas devidamente optimizadas para compressão a coisa ainda é mais dispar, com a Microsoft a anunciar máximos de 6 GB, e a Sony a referir 22 GB/s.
    Acrescente-se ainda os dados sobre a introdução de “cache scrubbers” na PS5, que permitem que o SSD ao ler dados directamente para a cache do GPU não lhe prejudique a sua performance, uma tecnologia que se desconhece existir na Xbox.



Mas eis então o exemplo que eu referia poder mostrar como o SSD pode revolucionar o mundo.

Imaginem que pegam na vossa consola actual e arrancam um jogo estilo GTA (não forçosamente o GTA pois algumas das coisas aqui descritas não são lá possíveis). Começam o jogo, e destroem uma das poucas casas que o jogo deixa destruir. Agora vão para o outro lado do mapa e partem uma série de vidros com tiros. Depois roubam um carro qualquer e abandonam-no numa zona do mapa. Depois vão a outra zona e desenham o vosso nome numa parede com tiros de metralhadora. Depois vão para o meio do mato, destroem tudo à volta (o que der para destruir), e matam um NPC numa zona remota enchendo a zona de sangue. E depois fazem mais mil e uma coisas que vos deem na gana e que tenham interacção com o mundo.

No fim… regressam ao ponto de partida.

O que aconteceu? Bem, tudo o que vocês fizeram… foi como  se não tivesse acontecido!

Ao voltarem aos locais, a casa está reparada, os vidros estão intactos, o carro que largaram lá no canto desapareceu, as balas na parede que escreviam o vosso nome não estão lá e a parede está como nova, e as árvores que destruíram já cresceram, o sangue foi limpo e tipo desapareceu. Ou seja, nada se passou!



E porque? Porque é que isto acontece? Porque é que mais cenários não se mantêm destruídos? Porque é que as nossas acções não são duradouras?

O motivo é simples. É o mesmo pelo qual a cada geração os mundos são mais complexos, maiores, mais completos, mais interactivos, com mais possibilidade de acções, etc. O motivo é que tudo isto precisa de memória, memória essa que tem vindo a crescer, permitindo melhorias. mas não ao ponto de poder ir armazenando tudo o que o jogador faz e as interacções dele com o cenário.

Se teoricamente num mundo aberto da dimensão do GTA pudéssemos destruir tudo o que quiséssemos, e o mundo fosse persistente, poderíamos  chegar a uma situação onde o mundo que temos se alterava radicalmente face ao que era  originalmente.

Armazenar esse tipo de alterações seria algo que poderia necessitar de largos gigabytes.

Isso não quer dizer que não encontremos em jogos como GTA situações em que as nossas acções com o cenário fiquem permanentes, mas quando algo do género acontece isso é algo scriptado, ou anteriormente previsto, mas não algo que aconteça de forma livre e dinâmica.



Pura e simplesmente a RAM revela-se insuficiente para isso e a coisa mais próxima, o disco, não só tem elevadas latências, como não tem velocidade suficiente ler e escrever em simultâneo, despejar essa informação e ao mesmo tempo manter o streaming de toda a geometria e texturas. Diga-se aliás que nos discos actuais só estas duas últimas coisas já ocupam o disco totalmente.

Mas com um SSD isso muda, e como é fácil de se perceber, quanto mais rápido melhor. Quanto mais eficiente foi o seu acesso ao GPU melhor, e quando menor for a latência melhor.
Este tipo de informação, permitiria criar um mundo mais dinâmico, mais vivo e mais realista do que nunca.

Um SSD como este pode guardar esses dados até agora impossíveis de se ter e fornecer tudo o que o jogador alterou. Com um SSD rápido o mundo pode mesmo tornar-se basicamente vivo. As personagens e NPCs podem ter filhos que o jogo não esquece, podem morrer que o jogo não esquece, podem construir casas aleatórias em locais aleatórios, que o jogo não esquece, poder-se-ia destruir cenários e o jogo não os esqueccia, e todas as acções, tanto dos jogadores como dos NPCs podem manter as suas consequências no mundo.

Tudo sem que isso esteja pré previsto e programado.

Mais ainda, já pensaram porque motivo não podem entrar dentro das casas todas de uma cidade num mundo aberto como o GTA? Podem pensar que isso não acontece porque as casas teriam de ser todas modeladas, o que daria muito trabalho. Mas e se o jogo pudesse criar os interiores de forma aleatória, registando o criado no SSD e recuperando os valores quando voltassem a entrar?



Um SSD rápido poderia igualmente acrescentar isso ao acima referido, permitindo entradas e saídas instantâneas das habitações. Alias um SSD super rápido poderá mesmo permitir passagens instantâneas de um lado ao outro do mapa de uma zona com um tipo de cenários e geometria para outro completamente diferentes, e tudo isso sem necessidades de animações intermédias que parassem o jogo para cargas.

Basicamente tudo isto criaria uma situação onde teríamos um mundo realmente vivo e dinâmico. Não haveriam dois jogos iguais, não só para o mesmo jogador que o jogue duas vezes, como de pessoa para pessoa. Associemos a isto um grafismo de qualidade, uma IA avançada que pode ser fornecida pelos novos CPUs e tínhamos um mundo aberto e realista como nunca antes tínhamos visto.

E isto é uma evolução radical. Algo que actualmente não é possível num jogo de mundo aberto estilo GTA… uma revolução nos videojogos tal com os conhecemos.

E tudo graças a um SSD que, quanto mais rápido, não só pode fazer mais e melhor o aqui referido, como poderá eventualmente ainda aplicar alguns dos outros benefícios já abordados anteriormente em outros artigos.

 





newest oldest
Notify of
AlexandreR
Visitante
AlexandreR

Bom dia Mário, mais um excelente artigo a falar das vantagens do SSD!
Eventualmente se sair um jogo third party, como por exemplo o Gta, as consequências do jogador na destruição de casas e afins durante o jogo deverá não ser só na ps5 como também na Xbox SX.
Tenho uma pequena dúvida relativamente a Ps5, a mesma vai ter um HDD a acompanhar a ps5 ? Ou vai ter suporte para um HDD? Se sim, o suporte é interno ou externo?

Daniel Torres
Visitante
Daniel Torres

Segundo o Mark Cerny, ele vai suportar HDD, mas apenas para jogos de Ps4 e quanto aos jogos de Ps5 ele falou que vai depender de alguns fabricantes de SSD’s NVME que vão ser autorizados pela Sony por causa que ainda não há drives para lidar com essa velocidade dai que eles precisam autorizar.

bruno
Visitante
bruno

A PS5, ate onde sabemos, so conta com os 825 gb de SSD interno. Ha possibilidade de expandir o armazenamento com um SSD, interno, mas ha bastantes limitacoes no tipo (m.2) e nas dimensoes. Atualmente nao ha discos do genero disponiveis no mercado.

A Xbox teve o mesmo problema mas foi mais pratica: em parceria com a seagate, criaram cartoes de memoria, que nao sao mais que SSDs de 1 Tb ou mais.

Neste momento nao sei qual a melhor opcao. A MS evitou o cliente enganar-se e gastar dinheiro num disco que nao serve. Estou a meses a tentar fazer o upgrade do disco da minha PS4 para algo na ordem dos 3 ou 4 Tb, mas apesar de ja haverem algumas ofertas 2.5″ dessa capacidade, infelizmente, tem uma espessura demasiado grande para caberem na consola. Por outro lado, a Sony ja teve problemas com cartoes de memoria proprietarios. Os da Vita, que tambem sao proprios devido a velocidade e requisitos especificos para manter performances, acabaram demasiado caros. Isto e um risco para a Xbox, que a marca pode evitar mas talvez tenha que perder dinheiro.

Deto
Visitante
Deto

partindo o principio que vc usa um HD externo para jogos de PS4,até vc acumular 2TF de jogos PS5 para realmente precisar de 2TF vai demorar ai 2 anos.

em 2 anos a concorrência entre os fabricantes de SSD vai ter feito o SSD que rodam no PS5 ficarem mais baratos que o cartão proprietário do SX, feito pela seagate?

Compare a solução do x360 e ps3 para troca de HD interno.

Joao
Visitante
Joao

Há sim mas são os com pci 4.0

bruno
Visitante
bruno

Nao ha – a Sony foi bastante clara que ira mais tarde revelar os specs exactos.

nETTo
Visitante
nETTo

Não, apesar de ser compatível com os mesmos para jogos retro e armazenamento geral (incluindo jogos nextgen).

Felipe Leite
Visitante
Felipe Leite

Isso sim será uma revolução gigantesca.
Um jogo como Skyrim ou Fallout pode tirar benefícios absurdos dessas novas possibilidades!

Deto
Visitante
Deto

o Fallout 3 e NV ficam mega bugados, pq tudo vai para o Save.

começo do jogo o save tem 10kb, no final tem 12MB… e ai no PS3 começa a dar stutter de 5s por falta de RAM. No X360 não porque a memória é unificada e eu imagino que o Fallout não use nada de RAM de video com aqueles gráficos de “PS2” e no x360 tá de boa, enquanto no PS3 eles botaram tudo na RAM da CPU.

Alexandre Oliveira
Visitante
Alexandre Oliveira

Isso era extraordinário…lembro-me bem no GTA quando finalmente conseguia aquele carro mais raro, bastava afastar-me um quarteirão e desaparecia e lá vinha a frustração…..kakaka

Neste ultimo quando isso acontecia podia ir ao parque da Policia levantar o carro foi uma forma engenhosa para mitigar o problema…mesmo assim não corria sempre bem.

Nem de propósito existem mais uns rumores de que amanhã vai ser revelado o GTA 6, provavelmente mais um sem fundamento mas nunca fiando…rrsss

Estou a ver isso a ser utilizado num The Witcher ou mesmo Cyberpunk pode ser realmente uma experiência “refrescante” e dar aquela novidade que os jogos começam a precisar, para mim que já ando nisto a um bom tempo rssss.

Alex
Visitante
Alex

E que jogos vão poder ‘espremer’ e usar todo esse potencial sem limitações? Os exclusivos, claro… Pode ser que a PS5 traga exclusivos muito interessantes.

By-mission
Visitante
By-mission

“PS5: Dolby corrige Mark Cerny e diz que o Atmos não está limitado a 32 objectos
O arquitecto da PS5 disse coisas incorrectas.”

“O que foi dito pelo arquitecto acerca do Dolby Atmos não é verdade e a companhia já publicou um esclarecimento no site oficial. O Dolby Atmos também tem suporte para centenas de objectos, a limitação vem da confusão que pode ser criada quando existem demasiados objectos. Aqui está a explicação da Dolby:”

“Os objectos são uma ferramenta fantástica, mas deve haver RESTRIÇÕES no número de objectos activos em qualquer momento. Demasiados objectos podem criar uma paisagem sonora confusa.”

Eles vem no site oficial a corrigir o homem… mas assumindo que restringem em 32 objectos activos!!!

Wtf

Imaginem se fosse do lado da Microsoft kkkkkkk

Mídia Sonysta, estão perseguindo o Xbox, Eurosony kkkkk

https://www.eurogamer.pt/articles/2020-03-24-ps5-dolby-corrige-mark-cerny-e-diz-que-o-atmos-nao-esta-limitado-a-32-objectos

nETTo
Visitante
nETTo

“https://www.eurogamer.pt/articles/2020-03-24-ps5-programador-indie-diz-que-prefere-um-ssd-mais-rapido-a-poder-de-gpu”

“A disco da Xbox parece rápido! Mas não estou seguro de que é rápido o suficiente para começar a sonhar descontroladamente? Mas o disco da PS5 (e a framework / infraestrutura em redor dele) parece tão rápido que posso começar a sonhar com zero obstáculos na drive,” explicou o programador.

“Pessoalmente adoro quando o novo hardware me faz pensar em grande e em novas fronteiras. Pessoalmente, não estou entusiasmado com resoluções estupidamente altas e GPUs 15% mais poderosos de momento (apesar de me ter divertido muito a trabalhar com shaders e desafios duros em renderização).”

e temos mais um inergumeno satisfeito com o PS5, dev sonysta

LOL

Andrio
Visitante
Andrio

Netto, posta o link sem aspa. nao consigo copiar e colar o link.

Deto
Visitante
Deto

e o Rumor de que o proximo GTA via ser exclusivo temporário? rumor que o SSD do PS5 já esta entre os desenvolvedores desde 2016.

Como a Rockstar é parceira forte da Sony, não duvido.

No PS3 a parceria foi enfraquecida, depois do sucesso no PS2, mas recupera no PS4… Eu não acho que a Sony gastaria tudo isso, criando um SSD que talvez demore 4 anos para ser igualado nos PCs para usar apenas em exclusivos.

Lembrando que a Sony sabe muito bem que a fatia dos exclusivos dela dentro do playstation é bem menor que to third, acho q 15%, e ela quer manter o equilibrio e conta isso como ponto forte e ideal.

Nada melhor que um GTA em 2021 usando bem o SSD do PS5 e mostrando a diferença que faz.

Só palpite, mas eu acho que INDIE vai ficar feliz com novas possibilidades de gameplay e third AAA com corte de custos e limitações.

Se tem um third que tem acesso ao SSD da Sony a mais tempo, eu apostaria na rockstar.

Leo
Visitante
Leo

Bom Dia, saiu essa reportagem sobre que pode ser que o xbox series X seja melhor no ssd que o ps5, poderia ver e comentar a respeito ?

https://gamingbolt.com/xbox-series-xs-bcpack-texture-compression-technique-reportedly-better-than-the-ps5s-kraken

a materia traduzida:

https://www.gamevicio.com/noticias/2020/03/tecnica-de-compactacao-de-textura-do-xbox-sx-pode-ser-melhor-que-a-do-ps5/

Abraços, acompanho o site a bastante tempo.

Felipe Leite
Visitante
Felipe Leite

Leo, o Mário comentou e explicou no artigo anterior.
Dá uma vista de olhos que consegues achar.

Shin
Visitante
Shin

BCpack é compactação por bloco, não é que seja melhor o SSD, não tem nada haver com a compactação de hardware usado no Kraken.
https://docs.microsoft.com/en-us/windows/win32/direct2d/block-compression

O BC permite que uma unidade 4×4 seja comprimido como uma unidade 2×2 ganhando até 66% de tamanho de alocação sem grandes perdas, isso seria como dizer que devido a Compressão o sistema poderia alcançar a eficiência de 8GB/s mas não é o caso. A RDNA suporta suporta formatos ASTC que são dinâmicos e pode variar conforme a largura.

Daniel Cardoso
Visitante
Daniel Cardoso

É Mário, a PS5 esta a ser bombardeada por todos os lados, más é aquilo que já previa, mas o pior de tudo foi mesmo o Marketing desastroso que ela fez, deixou foi ainda mais dúvidas no ar. Só sei uma coisa, isto vai ser mau para a Sony. É muito rage em volta, é devs a defender a ps5 outros a elogiar a xsx, mas esta a ser mais os que estam a elogiar a XsX do que praticamente a Ps5, mas la está, a única coisa boa da ps5 é só o SSD e só, a nivel global a XsX está superior em tudo, menos ainda nos exclusivos, que ainda é muita reciclagem dos mesmos títulos, mas se ela acerta nisso, espero estar enganado mas a SONY vai ficar mesmo em maus lençóis.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Ótimas considerações Mário, o novo SSD do PS5 realmente promete grandes avanços para o mundo dos jogos. Um jogo que eu estou jogando no momento: Mass Effect Andrômeda, fico imaginando como ele iria se beneficiar disso. A PS5 promete realmente ser um grande avanço em comparação com a geração anterior. O problema é que até agora, pelo que sabemos, o PS5 só conta com esse SSD interno, ainda não existe nenhum no mercado que pudesse expandir esse armazenamento. Pelo que eu entendi os jogos podem ser armazenados em um SSD ou um HD externo, mas na hora de jogar vão ter que passar para esse SSD interno. A Samsung parece que vai lançar um modelo, mas o preço deve ser exorbitante.

Rui
Visitante
Rui

Eu acho esta visao demasiado otimista do ssd, e continuo achar que a velocidade do ssd vai ser mais aproveitado pelos 1party.

E ja agora os ssd da seagate da X ou outros que apareçam no futuro se forem mais rápidos que o standart da consola nao vao mudar o programação para a mesma que vai basear se na velocidade padrão mas para melhorar a fluidez geral e os loadings vai melhorar de certeza, imaginemos um ssd 2tb daqui a 2 anos na X a 5gb/s por exemplo.

Deixo um exemplo pratico no jogo pubg em crossplay, a malta da ps5 vai para o lobby mais rápido mas tem de esperar la pela malta da X, mas ingame a malta da X vai ver bem melhor a distância a malta da ps5.

Pequeno exemplo prático, sei que nao e so isto, mas para quem joga jogos competitivos de certeza que isto faz toda a diferença.

Daniel Cardoso
Visitante
Daniel Cardoso

Mário aqui um pequeno aparte antes de me atacarem que sou fanboy, e só para você ver na minha visão, mas que fique já claro que é só a minha opinião como a Sony esta a ser burra nestas novas políticas, mas como isto não é a pura verdade fica só mesmo a minha opinião.

Primeiro: A apresentação da Sony foi um desastre a nivel de Marketing que pode deitar tudo a perder com o trabalho que foi feito na Ps4!?

Segundo: Vou voltar a ser chato e falar outra vez de HZD para PC, porque em vez de andar a mostar as novas potêncialidades que o jogo vai ter no PC e ainda por cima em monitores Utrawide, eu se fose a Sony pegava nesse mesmo jogo em vez de quebrar o selo de exclusivo, porque quer se queria ou não, a sony aqui perdeu o respeito pela grande maioria da fan base, ou seja eu pegava no jogo para demostrar as novas tecnologias que a ps5 ia conseguir com esse jogo, sendo retrocompativel e tudo mais e já tendo as melhoras day one e tudo com o ps5, era um fatality praticamente para se mudar de consola, e se ainda tivesse suporte a monitor utrawide era a cereja no topo do bolo, ate o ssd ela podia demostar menhor a tecnologia com esse jogo, mas em vez disso, ela só da mancada atrás de mancada.

Terceiro: A apresentação em si do ps5 deixou mais dúvidas no ar do que ela é capaz de respoder, que agora é preciso andar aos poucos à corrigir o que foi dito pela tal apresentação desastrosa, se isso não são umas políticas de bosta então eu é que sou lunático, e o resto é que é inteligente. A unica coisa que fica é as incerteza que a cada dia mais fica sobre a ps5, em contra partida a Microsoft está a ser muito clara em tudo, e nesse sentido ultimamente a sony esta a contar com o ovo no cu da galinha, ou seja, que esta a contar com os seus 100 milhões de user que vao cair logo de cabeça na ps5, a Microsoft também pesou isso na xone e depois foi o que foi.

E pronto é esta a minha visão, a sony podia estar neste momento numa mare muito boa, mas por políticas de bosta esta a atravessar uma mare de puro rage, e que fique claro na minha parte que é muito bem feito, tem aquele velho ditado e é bem verdade “Mais vale um pássaro na mão do que dois a voar”

Vitor calado
Visitante
Vitor calado

Espero bem que o SSD não possa fazer isso tudo que tu dizes ,pois 825 gb na próxima geração não vai ser nada e depois para armazenar todas essas alterações onde é que vão ser guardadas??? se meteres um disco externo lá se vai o ganho, ou seja para a Sony aproveitar a velocidade de 5,5 GB/s do disco interno, não pode deixar instalar discos externos senão depois um jogo que esteja no disco externo vai parecer que está em camara lenta, além de que 5,5 Gb/s é bastante para um dispositivo de armazenamento, a Gddr6 da xbox vai funcionar a 550 gb/s o que é 100x mais rápida que o SSD da Sony…vamos lá ver não queira o chinelo ir além do sapato

https://wccftech.com/sony-ps5-vs-xbox-series-x-analysis/

Rui
Visitante
Rui

Essa situação das frequências falada nesse artigo tambem tenho essa ideia e nao é como o mark cerny deu entender eu pelo menos acho que nao mas ele é o arquitecto e eu nao, depois ha a questao do RT que ninguem fala, se as soluções sao idênticas a X tem uma vantagem enorme face a ps5.

E ja agora acho piada a este pormenor, a ps5 é vulgarmente conhecida como uma maquina de 10.3 tf quando na realidade sao 10.28, arredonda para cima, mas a X é conhecida por ser 12.1tf quando na realidade é 12.16 ou seja arredonda para baixo.

Deto
Visitante
Deto

jogo vai ocupar 11GB no disco, sendo que 1GB vai ser reservado para essas alterações.

O SSD vai carregar isso, compactado, em ~1/8s.

Isso é mais do que suficiente para vc carregar as alterações a cada porta que vc abre.

Imagine como esse “1GB” sendo o save do jogo.

Só vai ser problemático o backup do Save… mas isso se da jeito auhuhahuauhu

Shin
Visitante
Shin

Não necessariamente, uma parte do SSD fica reservado para CPU e GPU, então os dados de depositórios de outras mídias a medida que vão para a memória são acumulados nesse depositórios reservado que a GPU vai identificar e ler de forma rápida. Então o jogo no HDD deve ser bem mais rápido que um sistema convencional e na memória principal ainda mais rápido.

By-mission
Visitante
By-mission

O STREAMING É O FUTURO… Lolllll

“Youtube limita a qualidade dos vídeos para lidar com o aumento de tráfego.

Notícias por Bruno Galvão, RedatorAtualizado em 24 Março 2020

A Google anunciou que reduzirá a qualidade dos vídeos vistos no Youtube, a partir de hoje, para lidar com o maior número de pessoas que estão em casa, em isolamento social.

Numa altura em que o mundo lida com a pandemia COVID-19, a Sony já tinha anunciado que baixou a velocidade dos downloads na PS4 e agora temos o Youtube a comunicar uma medida que pretende suavizar o esperado impacto sobre a internet.

O Youtube já tinha tomado esta decisão em relação à Europa, mas agora decidiu aplicá-la a todo o mundo e isto significa que os teus vídeos vão começar com uma qualidade inferior.

Se quiseres, terás de ir às definições da qualidade do vídeo e optar por ver em alta definição, mas o streaming poderá não ser tão fluído.”

Daniel Cardoso
Visitante
Daniel Cardoso

Esta ai um estudo que se pode tirar para o streaming, ou seja muita gente que não joga vai andar a pagar pagotes caros para ter net limitada a nivel de tráfego por causa das pessoas que jogam vídeo jogos, é que este fim de semana passado tive muitos problemas técnicos com a minha cobertura da nós, e deve de ter sido por causa disso, anda uma pessoa a pagar pacotes altos pra quando chega nesta altura ficar com um tráfego de baixa qualidade.

luciano penido
Visitante
luciano penido

Boa tarde a todos!

Já há algum tempo sem acompanhar o site, retornei para interagir com o senhores, amantes da tecnologia e jogos.

Bom artigo, Mário, porém vai na contra mão da opinião da wccfthech. Qual dos dois está errado?

https://wccftech.com/playstation-5-ssd-open-world/

AlexandreR
Visitante
AlexandreR

Mário, um off topic, relativamente aos first party da Sony:
Será que podemos esperar uma mudança em termos estratégicos da Polyphony Digital?
Digo isto, porque só lançaram gran turismo. E sincera não sei até que ponto as vendas compensam….
Claramente que vão fazer outro gran turismo para a nova geração, mas e depois disso?
Eu gostava de ver um jogo do género Twisted Metal, mas mais real, mas não estou a ver a Polyphony Digital a fazê-lo.
Tipo aqueles filmes que tem corridas com carros modificados numa prisão.
Quem poderia eventualmente fazer um jogo desses era a evolution studios, mas já não existe ! Acho que se enquadrava melhor que a Polyphony digital

Shin
Visitante
Shin

Comparado com PS2, 3 e 4, o PS5 será o console que dará menos trabalho ao pessoal de GT, na verdade posso dizer que a Sony configurou o console para ser uma estação de GTsports, pois seu setting condiz com as necessidades do game.

João Magalhães
Visitante
João Magalhães

Parece que estou lá ouvindo as reuniões do Mark Cerny com as equipes Firsty Party como:

“Bem pessoal!Esse é o nosso orçamento nesse estágio de produção do PS5…Vamos seguir o mesmo caminho do PS4 e investir na melhor GPU possível?nesse estágio podemos puxar ainda uns 30%(Rs) a mais de força bruta…”

Aí alguém da Guerrilha,Santa Mônica e Naughty Dog grita lá:

“Pois é,ainda não parece impressionante e maior GPU ainda será o mais do mesmo.Que tal vcs criarem um SSD além da imaginação?que talvez nós dê uma capacidade de streaming de dados de 130%(Rs) além de tudo no mercado….que tal investirmos mais no maior gargalo das últimas 2 gerações? e ainda vamos ter uma boa GPU e Ram equilibradas ,mas a velocidade de Streaming vai ser tão alta que vamos poder entregar duas vezes mais dados para a GPU…e imagine as novas técnicas e possibilidades que podem sair daí? não só para design de mundos e mapas ,mas também para a densidade de detalhes por cena,cômodos e etc.

Certo!vamos remover esse gargalo de uma vez e a GPU e Ram já vão estar de bom tamanho para o que se propõe ,mesmo perdendo um pouco de resolução em comparações de jogos mult…mas os nossos jogos vão estar em uma categoria “somente deles” e vão chamar a atenção dos jogadores e outros estudios para o sistema.Nos dará um avanço estrondoso em valores de produção e possibilidades”

obs:A narrativa não foi das mais perfeitas mas imagino que no fim parece uma escolha melhor!e investir mais em algo que vai quebrar paradigmas e está sendo o maior galgalo das últimas 2 gerações, mais até que as CPUs que já estavam estagnadas.

Deto
Visitante
Deto

Não tenho duvida que os first da sony usando todo o SSD vão botar pressão nos third.

Daniel Cardoso
Visitante
Daniel Cardoso

Mário afinal eu tinha razão, para que PlayStation,e muitos mais virão https://www.gamevicio.com/noticias/2020/03/rumor-god-of-war-pode-ser-anunciado-para-pc/

Eu não sei o que se passa na sony atualmente, mas depois daquelas declarações do cory já se previa ISTO, é um fim de uma era na marca PlayStation.

Edson
Visitante
Edson

(Off topic) parece que o GOW perdeu o selo only on PlayStation!

Daniel Torres
Visitante
Daniel Torres

Eu ia postar isso agora kkkkkk https://www.gamevicio.com/noticias/2020/03/rumor-god-of-war-pode-ser-lancado-para-pc/ pois é se vai 1 vai todos é só questão de tempo.

Mesmo que seja fake isso já cria uma pressão das pessoas na Sony para ela lançar para pc assim como o user @Bruno cansou de repetir.

AlexandreR
Visitante
AlexandreR

Eu tinha falado recentemente que o GOW seria o próximo a sair no PC. Isto devido a sequela ser mais do que certa para a ps5! Com a nova estratégia a Sony está a tentar explorar da melhor maneira possível novos mercados e atrair o maior número de consumidores para a ps5. Mas não deverá sair tão cedo, pois a sequela só deve chegar para 2021.
Agora é esperar que resulta!
Sinceramente, acho que serão os únicos no PC!