O que se passou com o Inside Xbox?

A Microsoft prometia uma apresentação com jogo jogado, e que o que seria apresentado “mudaria o jogo”. Mas o que se viu foi decepcionante em todos os aspectos.

Para uma apresentação que prometia mostrar cenas de jogo jogado, o que se viu foi… basicamente nada! O jogo jogado visualizado reduz-se a um par de minutos, e maioritáriamente do primeiro jogo apresentado.

Esquecendo que as primeiras impressões são tudo, a Microsoft apresentou um conjunto de títulos que fizeram tudo menos impressionar. Eram jogos que, mesmo acompanhados do logotipo de optimizados paraa Xbox série X, deixavam muito, mas mesmo muito a dever à qualidade.

Resumidamente, o Inside Xbox de ontem foi um enorme tiro no pé das expectativas dos fans.

Eis então o que a Microsoft prometia:



You want to see games for the Xbox Series X? We want to show you games for the Xbox Series X.

Check out First Look next-gen gameplay from our global developers partners within #InsideXbox on Thursday, May 7 at 8am PT. pic.twitter.com/xVdgIeRBJX

– Xbox (@Xbox) April 30, 2020

 

Mostra de jogo jogado… este frase estava em quase todas as promoções da Microsoft à apresentação… mas como já referido, o que se viu foi pouco… ou nada!



Ao ponto de até Albert Penello ter comentado do sucedido:

 

Perante as promessas de se mostrar o que uma máquina de 12 Tflops poderia apresentar, as expectativas eram altas, e a Microsoft alimentava-as com frases como a seguinte:



Mas uma vez decorrida a apresentação o que se viu foi tão decepcionante que os fans não deixaram de ridicularizar nos foruns com fotos como as de baixo.

Diga-se até mais! Apesar de a imagem de Tlou 2 ser capturada numa PS4 Pro, o jogo será exactamente igual na PS4 base, apesar de a resolução expectável ser 1080p.

Naturalmente as pessoas esperavam mais… muito mais!

E gráficos como o que se seguem, nem sequer deveriam ter sido apresentados!



Quando se apresenta conteúdo de uma consola que pretende ser o exponente máximo da potência para uma nova geração, apresentar gráficos que rivalizam com os da Playstation 2 em 2004 é certamente um tiro muito grande no pé. A Microsoft falhou e falhou a toda a linha. A apresentação foi claramente vergonhosa.

No meio de tudo o que foi apresentado, a demo de Scorn foi a que mais se destacou. No entanto, o que se viu na série X não se destaca do que já fora apresentado em 2017 para a Xbox One, e que está no vídeo que se segue.

É claramente de lamentar que tal apresentação tenha ocorrido. A Microsoft estava a fazer tudo bem, e os fans estavam motivados. Mas uma consola não vale pelo hardware, vale pelos jogos, e nesta primeira apresentação daquilo que seriam os jogos, e não as cutscenes, o que vimos foi decepcionante. A Microsoft poderia, e deveria ter feito uma selecção do que apresentaria nesta primeira apresentação mundial das capacidades da sua série X, mostrando efectivamente “gameplay”, e numa escolha onde pura e simplesmente estes jogos de conteúdo gráfico de baixa qualidade não deveriam ter sido apresentados.



Mas caso a apresentação fosse esta, a solução teria sido simples, não a promover como algo que vai “mudar o jogo”,como uma mostra do “Gameplay”. ou como uma apresentação das capacidades da série X. E acima de tudo o texto inicial que refere que todos estes jogos estavam optimizados para a série X, face ao conteúdo apresentado, deveria ter sido retirado.

Aaron Greenberg reconhece o erro, e pede desculpas, dizendo que a equipa aprendeu com isto.

Mas o que choca nem é o erro… é o facto de nesta fase a Microsoft ainda cometer erros elementares como este.



Não fosse esta criação de expectativas não cumpridas, e este teria sido um inside Xbox normal, do qual se apreciaria ver os novos jogos.



60 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
bruno
bruno
27 dias atrás

Diria mesmo um inside Xbox que seria bom.

AlexandreR
AlexandreR
27 dias atrás

Quando eu penso que a Microsoft começa a entrar nos eixos para a nova geração, ela demonstra sempre que não.
Desde o anúncio da Xbox one, que vai cometendo erros de principiante. Nesta geração, em vez de começar com o pé direito, começa com o esquerdo. Primeiro, não há exclusivos durante o primeiro ano/ segundo. E depois prometem como sempre e não cumprem…

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

Eles perceberam o recado. A próxima conferência, pelos vistos, será com exclusivos do ecossistema Xbox! E como já sabemos, não haverá exclusivos na Xbox SX….

daniel
daniel
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

Será mesmo que não terão exclusivos nos dois primeiros anos? Na apresentação, tiveram alguns jogos como Scorn e The Medium que, mesmo temporário, chegará no series X e PC somente.
Primeiro: Se esses jogos estão sendo criados na raiz para nova geração, a dificuldade em portá-los deve ser muito grande, pois estamos falando de estúdios menores.
Segundo: Imagine o quão pesado esses jogos chegarão nos PCs. Pode ser que um PC intermediário hoje (ryzen 5 + 16gb + ssd + gtx 1660s) já passe um aperto em configurações medianas.
No mais, a apresentação foi triste mesmo, muito hype para nada. Pior que no final eu ainda fiquei esperando alguma surpresa, como o gameplay de um elden ring ou algum jogo da capcom.

Lucas Diogo
Lucas Diogo
Responder a  daniel
27 dias atrás

Senão me engano eles tinham dito que os seus jogos(first-party) iriam vir para as consolas anteriores durante 1 ou 2 anos, mas eles não conseguem obrigar third-partys a fazer o mesmo.
Mas se eles não fizerem isso e lançarem exclusivos(first-party) de inicio acho que passaria uma má imagem para eles, pois foram eles que disseram que iam dar suporte às consolas anteriores.
Enquanto a Sony disse de inicio(senão me engano) que haveria exclusivos
para a Ps5 então ninguém vai reclamar se eles só lançarem exclusivos(first-party) para a Ps5.
O que eu vejo aqui é que a Microsoft pode dar um tiro no próprio pé se eles voltarem atrás e lançarem exclusivos(first-party) para a Series X, pois ficariam com a imagem de mentirosos.

Rui
Rui
27 dias atrás

Eu julgo que se está a fazer uma tempestade num copo de água, eu vi o inside e achei porreiro e o jogo que mais gostei foi o the médium.

Fico é um bocado estupefato falarem em gráficos ps2, se a ps2 conseguia o que vimos em algum jogos do inside, entao o emotion engine realmente foi o chip do milênio.

Eu gostei do inside, da maneira que foi apresentado, de alguns dos jogos, so concordo com a parte do gameplay que teve pouco, de 1 a 5 dou um 3.5 ao inside.

Rui
Rui
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

Eu acho um exagero total se fosse x360 ou ps3 (e mesmo assim, essas stills dos personagens podem ter escolhas artisticas) agora ps2? Eu nao concordo, senao posso chegar aqui e comparar o knack que foi o primeiro jogo next gen para ps4 apresentado julgo eu e dizer a ps2 tirando a resolução fazia o mesmo e punha stills do ratchet and clank.

Quanto ao artigo eu julgo que ja li esse e gostei. Aquela waves de calor do gt3..

Finalizando eu nao espero nesta geracao em termos gráficos ficar muito surpreendido, o salto da ps1 para ps2 foi brutal, o salto para a x360 foi muito bom, o salto para a xbox one X foi bom, e agora espero um salto agradável mas mais estavel (60fps).

Ja o disse, a ps4 pro e a one X ja conseguem gráficos fantásticos e realistas mas são fixos, nao sao interativos ou correm a 30 fps quando o são.

bruno
bruno
Responder a  Rui
26 dias atrás

Deve-se ir muito mais longe que a atual geracao e se nao formos, entao a minha suspeita de que ainda nao ha hardware para o fazer confirma-se:

https://www.youtube.com/watch?v=2ECocYt70Oc

Para alem do mais, so com fps estas consolas nao vao vender. O hardware que ambas oferecem na atual geracao ja esta entrega uma experiencia muito boa, e se for para jogar os mesmos jogos, duvido que venda.

nETTo
nETTo
Responder a  Rui
27 dias atrás

Usando a sua métrica, quanto ao hype criado pros supostos gameplays nextgen eu daria 0,5

Agora se eu apenas fosse analisar como um Inside normal, sem criação de hype em cima do XSX a nota seria 3

Sephirot
Sephirot
27 dias atrás

Mario,
Acredito que a Microsoft, precisa ser criticada por outros tipos de postura, mas nesse caso especifico do Inside, o único erro da Microsoft foi ter não dosado a expectativa do público, mas criticar a questão gráfica dos jogos, acho que é um pouco injusto, isso já tinha sido falado que esse evento em especial seria de empresas third-party, a Microsoft sede o espaço no evento, e a empresa mostra o seu game, o jogo da Nanco Bandai que vc compara no primeiro game por exemplo, o gráfico dele é esse mesmo, ele vai estar no PS5 também e vai se parecer assim, o segundo jogo da comparação que me parece ser o Bloodlines 2, esse game é feito por um estúdio modesto e vai estar no PS5 também, e obviamente vai ser muito similar a versão de Xbox Series X. Em Julho, segundo a Microsoft, vai acontecer o evento onde jogos Xbox games studios serão mostrados, esses em teoria deveriam fazer o uso do potencial máximo do console, então vamos aguardar, mas criticar a Microsoft, pela qualidade gráfica de um game apresentado por uma empresa third-party, desculpa mas não faz sentido, qual é seu ponto de vista ?

Ewertom
Ewertom
27 dias atrás

ÉÉ,deste jeito tem jogo que vai a 240fps,perdeu uma grande oportunidade de começar muito bem e faz isto.Vai entender o que se passou,não tem desculpas Mic,pisou na bola e feio.🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️

Edson
Edson
27 dias atrás

Aquilo foi vergonhoso! É impressionante que uma empresa como a MS, tenha um marketing tão ruim! Criam expectativas falsas todo ano, usando de falsa propaganda, ai depois vem na maior cara de pau, pedir desculpas. O pior é que farão algo idêntico depois e… Pedirão desculpas! Sempre é assim, e a turminha fanática finge que nada aconteceu, e para piorar, criam uma polarização com o PlayStation, com choros na internet, dizendo: ” Kd a apresentação da Sony? Ps5 não existe! Etc…” É uma turminha que finge que tudo é bom na MS, onde ganham grana da empresa ou ” mimos”. Pior é que esses pseudo líderes da marca, criaram um exército de zumbis que se agrupam em fóruns, sites de games, com intuito de defenderem a MS de todas as formas, onde além de desconhecerem a realidade, xingam, ofendem, atacam de forma mais covarde. Se a MS não mostrar games exclusivos de qualidade, ouso a dizer que a empresa não conseguirá vender nem 45 milhões de xbox. Michael Patcher acredita que a MS cobrará 400 dólares no xbox series X contra 500 dólares do ps5. Creio que é a única chance do xbox ter algum sucesso, pois infelizmente, já chegaram naquele patamar que ninguém confia na empresa, afetando diretamente o produto.

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

Eu acredito que o que poderá salvar a Microsoft poderá ser os exclusivos. Falam que há um fable em desenvolvimento….
Vamos ver, depois de ver a conferência dos exclusivos, falo!

nETTo
nETTo
Responder a  AlexandreR
27 dias atrás

Dizer que Fable é o salvador do XSX é o mesmo que dizer que Rachet&Clank seria o salvador do PS5.

Na minha opinião

daniel
daniel
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

Eu achava o jogo fantástico no ps2; saudosismo total. O curioso é que o jogo foi uma série anual no segundo playstation (2002, 2003, 2004 e 2005). A continuação do remake (excelente jogo) poderia ser uma excelente demonstração e implantação de ray tracing no ps5, e inclusive penso que será um jogo de lançamento do mesmo, até porque já saíram rumores tempos atrás que a insomniac estava trabalhando.

nETTo
nETTo
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

E é mesmo, joguei o Remake do primeiro no PS4, já Fable, tentei jogar pelo Gamepass o anniversary, jogo envelheceu muito mal, gameplay sem graça, eu não tive interesse de ir muito além.

Diante disso, acho que fui injusto com Ratchet, talvez a melhor comparação a Fable seja Knack.

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  nETTo
27 dias atrás

Fable a meu ver, seria melhor que outro Gear, Forza Horizon ou Halo

nETTo
nETTo
Responder a  Edson
27 dias atrás

Eu acho que pro Bem do Xbox, pra sua competitividade, ele necessariamente tem de ser mais poderoso E mais barato que o PlayStation.

Pro bem da competição, pois se os dois saem a 500$ ainda demora um pouco a baixar visto que ambos custam o mesmo, agora se um são 100$ mais barato, logo, a empresa do console mais caro se vê pressionada pelo impulso de vendas que se concorrente terá. E este cenário é vantajoso pro consumidor final

Rui
Rui
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

4- A sony perdia senao estou em erro esse valor por cada ps3 e nao vi ninguem queixar se.

3- entao a ps4 e a ps4 pro passaram uma imagem de inferior ao mercado.

2- os jogos vao continuar a vender muito com ou sem gp e se a xbox vender bem isso nem se coloca.

1- a lockhart passaria a custar 200 a 250 euros.

O preço é fundamental principalmente no início depois cria se o efeito bola de neve, a wii custava 200 euros vendeu 100 milhões a wiiu custava no mínimo 325 e vendeu 12 milhões.

Os valores a seguir sao de memória e podem falhar…

Ps1 300 euros, saturn 400, 100 milhoes/20 milhoes.

Ps2 400 euros 155 milhoes, xbox 450 euros 27 milhões, (aqui o dvd fez um bom serviço para a ps2 inicialmente)

Ps3 600 euros 88 milhoes, x360 450 euros 87 milhões.

Ps4 400 euros 110 milhões, xbox one 500 euros 47 milhoes.

Com 12.15 tf ou 10.28 tf ou 10.6 tf stadia, o preço (crise global pandemica) a apresentação (geração streamers youtubers opinion makers) e os jogos vao ditar as vendas iniciais depois ja se sabe é muito dificil dar a volta..

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

Mário, como funciona o Dumping nisso? Estou perguntando, pq não entendo msm, ainda mais quando vc falou que é dumping quando a concorrência não pode fazer, mas a Sony sendo a empresa poderosa que é, ela não poderia concorrer com esse preço? Sinceramente, não entendo como dumping funciona.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
26 dias atrás

Ou seja o Gamepass pode chegar a ser considerado dumping?

Edson
Edson
Responder a  Mário Armão Ferreira
26 dias atrás

Obrigado, Mário!

nETTo
nETTo
Responder a  Rui
27 dias atrás

Rui se tá ligado que tem nem 6 meses a Microsoft lançou o console mais capado do momento (One SAD) por 249,00, quanto todos esperavam por 149,00 kkkk

Esse preços aí do tal Lockhart são assim como o console coisas de sua imaginação, a realidade nos mostra coisas diferentes

bruno
bruno
Responder a  Rui
26 dias atrás

4 – @Rui Por acaso perdia mais. A PS3 chegou a custar mais de 800 euros a produzir, devido ao GPU sobretudo! Tendo em conta que a Sony a vendia minimo por 500 euros, era pelo menos 300 euros que perdia! A PS3 foi um verdadeiro sorvedouro de dinheiro e a determinada altura viram-se aflitos para reduzir o custo por onde podiam (e dai teres perdido retro com a PS2)

3 – Essa Tb nao percebi Mario de uma consola mais barata ser inferior… A PS2 era mais barata… passou imagem de inferior? A PS4 e a Pro sao exemplos de dois hardwares baratos mas que entregam ou tanto ou mais que a concorrencia. A PS3 tinha varios sinais externos que justificavam o preco extra… nomeadamente bluray, hDMI discon interno (coisas que a 360, nos primeiros modelos entregou por partes). Mas fora isso?…

2- @Rui Isso e uma utopia. E ja tens exemplos bem concretos do porque isso nao ser verdade, com Gears 5 que sofreu e imenso nas vendas.

1 – Se a Lockhart existir, e se for o que eu acho que sera, uma maquina de 4Tflops para rodar next gen a 1080p, entao nao a vejo a chegar a esse preco, mas sim a 300$ – 350$. Alias, uma next gen 300 – 500$ seria a coisa mais logica para as empresas que querem governar o mercado.

Sobre os precos, verdade mas a Sony so comecou a dar a volta a situacao quando reduziu o preco da PS3 dos 600 iniciais para 300 euros com o modelo slim. E por isso tiveste o empate, com a MS a vender tb por volta desse preco (e continuo a ser da opiniao que os varios modelos da 360 podem ter magoado a imagem da consola).

De resto e mais ou menos como dizes, mas ha outro fator que ignoras… Os jogos. A PS1 teve imensos titulos que a saturn jamais recebeu (TRII e o resto, Resi 2 e 3), para alem de ter um hardware com muito melhor performance. A Sega ainda tentou dar a volta com a dreamcast, mas nao foi a tempo.

Os acordos da Sony com terceiros, continuaram na era PS2 com esta consola a continuar a receber imensos titulos que a Xbox jamais teve, nomeadamente Metal Gear, Final Fantasy entre outros. Para alem do mais, a Xbox era novidade absoluta e chegou um ano mais tarde, pelo que na altura de comprar as pessoas iam pelo que estavam mais familiarizadas e era recomendado.

PS4 vs Xbox ONE: a diferenca de 100 euros nao e muita e nao pode ser isolada do contexto que rodeou a Xbox, nomeadamente o escandalo com o DRM, o Kinect obrigatorio, diferencas de design das consolas, entre muitos outros… a MS conseguiu antagonizar imensa gente na suas conferencias de revelacao e ja construiu para isso antes quando se descobriu sobre a obrigatoriedade da ligacao online (alias, depois do backlash enorme que a situacao gerou ainda hoje estou parvo com a decisao de continuar com o DRM para a frente).

Se os 500 euros tivessem sido utilizados para uma Xbox ONE com 3.3 TFlops (HD 7970) e uma RAM mais semelhante a PS4 (as placas iniciais da AMD tinham uma bandwith de 250 GB/s) e costasse 500 euros, qual terias escolhido?

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
26 dias atrás

A teimosia ficou cara!! Insistiram com o Kinect a força toda.
“A Kinect faz parte da Xbox, e não se pode vender separado”
E depois de existirem da ideia, a mesma foi descontinuada a meio da geração.

Alex
Alex
27 dias atrás

A Sony ficou a rir e um pouco mais descansada também. Não será muito difícil fazer melhor…

nETTo
nETTo
27 dias atrás

Pra mim já foi a oportunidade da Microsoft de deixar todos de boca aberta com grafismo nextgen. Terá ainda um evento em julho, mas porque tanto tempo assim? Será que não tinha nada Firts party preparado a altura? E porque será que não tinha nada preparado?

São muitas dúvidas que pairam sobre a Microsft neste momento, até o próprio Phill Spencer já veio a público relata que pode haver atrasos no conteúdo first.

Por fim, a jogada agora está com a Sony, em Junho e segundo sua própria revista ela vai fazer um evento exclusivo do PS5. Se será no início ou fim deste mês ninguém sabe ao certo dizer. Mas assim como todos esperamos da Microsoft, a Sony necessariamente precisa vir com algo impressionante, ela precisa mostrar do que o console dela é capaz, precisa fazer o que fez em 2013 quando mostrou Killzone Shadow Fall em gameplay, aquilo ali pra quem estava no PS360 era absurdo, era nítido que a nextgen havia chegado, depois vimos Infamous e Driveclub, e todos novamente falamos, será que isso é ingame? No Fim era, e era em tudo impressionante.

Outro dia vi novamente o gameplay de revelação de Killzone SF, e hj, depois de tudo que pude jogar no PS4 e Xbox One ainda me impressiono com o grafismo dele, tudo ali é belo, não tem serrilhado, modelagem extrema, rodando liso, imagem cristalina uma apresentação impecável.

Deto
Deto
27 dias atrás

Para mim esse inside representa o que a MS tem para oferecer, já que:

– tem que rodar no xone caixão
– são jogos para gamepass

Vai ser tudo assim, jogos de xbox one rodando em 4k 60~120fps no SX e acabou

A MS não mostrou porque ela não tem, já mostrou aquela CG do Halo que perdia para jogos de PS4 na E3.

bastava UM jogo com gráficos impressionantes para dizer “olha, tem esse monte de jogo com gráfico de PS2, mas são baixo orçamento para o gamepass e tem que rodar no xone caixão também… olha ESSE jogo aqui com grande orçamento para SX.”

Pronto.

Se a MS, que adora falar e usar hiperboles, não mostrou é pq não tem.

Em junho~julho:

– Forza 8
– Halo Infinite
E mais um monte de jogo de baixo orçamento para dar volume no gamepass.

acho impressionante alguém acreditar que “mas em junho vai ter os grandes EXclusivos do xbox”

e não é todo ano com “essa E3 vai ser a maior de todas” ?

Acho que até a MS tem o mesmo pensamento bizarro dos fanboys do xbox com “sony não lança nada, só faz Hype” “hurrr durrr anuncia jogos sem data” pq ela apresentava jogos 2 ou 3 anos antes de sair e o Phill já deu entrevista dizendo que viu que “Hype é importante”

claro que é, mas com apresentação de GAMEPLAY IMPRESSIONANTE.

Não ficar igual um retardado falando no twitter “maior E3 de todos os tempos” todo ano ou “inside xbox vai definir o que são jogos”

E esta ai um argumento que desapareceu das discussões

“lixo, anuncia jogo sem data”
“MS respeita o consumidor, só anuncia jogos 1 ano antes de lançar”

Sobre o SX, tudo que a MS fez certo até agora foi adiantar apresentação que tanto ela como a Sony só fizeram no meio do ano, junho~julho, na geração passada.

Não vejo nada de impressionante nisso.

A Sony liberou a palestra da GDC pq aquilo é para atrair desenvolvedores que ainda não tem acesso ao devkit do PS5, desenvolvedores independentes que ainda não pensaram no PS5 pq não tinham nenhuma informação dele.

Luiz Barreto
Luiz Barreto
27 dias atrás

A Microsoft faz isso desde o lançamento do One X. Divulgam um console como o mais poderoso, porém utilizam-se de jogos fracos graficamente para mostrar o poderio do console. Muitos dos jogos first party da Microsoft não são jogos capazes de demonstrar o poder do One X, como State of Decay 2, Crackdown 3, Sea of Thieves, etc. Do que adianta ter o console mais poderoso se os seus jogos não correspondem? Enquanto isso a Sony com um console de menos de 2TF entregou jogos como Horizon Zero Dawn, Uncharted e God of War, jogos que são referências.

O evento dos first party vai ser a grande tacada da Microsoft, se não acertarem nisso, fodeu.

Luiz Barreto
Luiz Barreto
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

Ah sim, perdão.

AlexandreR
AlexandreR
27 dias atrás

Offtopic: a Insomniac games, pelos vistos está a fazer um remaster do resistance. (Ou talvez um remake para a ps5)
Ha muitos post relativos ao resistance, ultimamente. (No Twitter)
O que achariam do retorno da série?

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

Eu nunca joguei, mas também não me diz nada! Mas pelos tweets relativos ao Resistance, há aqui qualquer coisa.
Preferia o lançamento de sunset overdrive na ps4, mas agora não faz sentido.

nETTo
nETTo
Responder a  AlexandreR
27 dias atrás

Eu achei Resistance 2/3 superiores a Killzone 2/3 apesar da ótima qualidade deste último

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

apenas o Terceiro jogo é bom

o resto é aquele negocio de soldadinho sr yes sr que é moda no EUA, com os idiotas acéfalos que morrem pela “democracia” no iraque para na verdade encher o bolso da industria do petróleo.

nETTo
nETTo
Responder a  AlexandreR
27 dias atrás

Tomara mesmo, e que lance pro PS4 em FHD/60fps Ps4 Pro 4K/60fps

Amo a franquia, inclusive gosto mais dela que de Killzone.

Tomara que a Sony reviva a mesma.

Assim a Insomniac teria em suas mãos
Ratchet&Clank
Resistance
SPIDER
Sunset Overdrive

Alexandre Oliveira
Alexandre Oliveira
Responder a  AlexandreR
26 dias atrás

Gostei mt do terceiro.
Não me importava se volta se

Rodrigo Barbosa
Rodrigo Barbosa
27 dias atrás

Concordo, a Microsoft criou muita expectativa com essa apresentação, afirmando que iria apresentar novos jogos rodando no Xbox Series X, mas decepcionou. Pelo menos teve um jogo que pareceu ser do novo Xbox, o Bright Memory Infinite, esse promete ser um bom representante dessa nova geração. Esse gameplay da GDC 2020 ficou bacana.

https://www.youtube.com/watch?v=0u2XtbPG5I8

nETTo
nETTo
Responder a  Mário Armão Ferreira
27 dias atrás

Me lembrou muito um jogo da People Can Fly, BulletStorm, a movimentação, animações são muito parecidas

nETTo
nETTo
Responder a  Rodrigo Barbosa
27 dias atrás

Esse Bright Memory já existe na Steam mas sem efeitos de nova geração, sem Ray-Tracing e tals.

O jogo tem pouco mais de 1h de duração, desenvolvido por apenas um Dev que o lançou agora em março passado e esta “Remasterizado” pra nova geração.

daniel
daniel
Responder a  Mário Armão Ferreira
26 dias atrás

Falar em Nvidia, parece que a linha Ampere será apresentada nessa semana. Caso aconteça, já vai reservando (em tom de brincadeira) um espaço para um artigo essa semana ein Mário kkkk. Dizem que virão bem parrudas.

Andrio
Andrio
25 dias atrás

Esse Inside poderia ter sido legal se a microsoft n tivesse criado maior hype. Pra quem acompanha o pessoal no xbox no twitter viu que eles passaram a semana toda enchendo o saco levando o hype > 8 mil. Outra coisa que eu achei engraçado aqui no brasil foi o seguinte. Vários jornalistas sairam em defesa do inside, curiosamente no final do ano passado na the game awards no canal da voxel quando foi mostrado o Godfall meteram o pau no jogo. Dizendo que aquilo não era jogo de PS5. hauhauahuaa
Passado o inside…. a criatura cria um video com nome “NOVA GERAÇÃO NÃO É SÓ GRÁFICOS!” kkkkkkk
Para completar um conhecido meu questiona ela sobre GodFall e ela responde:

“Não tem só a ver com gráfico, o jogo é que é genérico pra porra. Personalidade zero”

A pessoa não jogou nada e sai com uma dessa kkkkkkkk