Optimiza a velocidade de ligação da tua consola à internet

velocidade

Quantos de vocês já testaram a velocidade de ligação da vossa consola e verificaram que ela é bastante inferior às velocidades que deveriam ter? Este artigo ensina como optimizar a ligação das vossas consolas!

Introdução

Antes do mais comecemos por esclarecer que os testes embutidos nas consolas são apenas indicativos de velocidades de ligação e não indicam a velocidade da vossa internet, motivo pelo qual não devem ser tomados como exatos.
Depois estes testes não medem a tua velocidade de internet na consola, mas a velocidade de ligação para o servidor definido pelo fabricante da consola para este teste, e isso quer dizer que há factores relacionados com o percurso e performance que não são controláveis. Daí que mais uma vez se refere que estes são valores meramente indicativos.

Note-se que para o tutorial que se segue a existência de um PC é obrigatória. Sem ele é impossível efetuar-se certos passos!

Melhorias passíveis de serem feitas

Passo 1 – Usar cabo em vez de Wi-Fi

Um cabo oferece as melhores condições de ligação ao router possíveis. Para além de menores latências face ao wi-fi, a velocidade de ligação é maior e sem interferências, ao passo que a ligação wi-fi, não só sendo mais lenta é de qualidade variável.

Independentemente do tipo de ligação (cabo ou wi-fi), os passos que se seguem podem e devem ser usados para se optimizar as ligações, mas para valores ideais, o cabo é essencial.

Passo 2 – Uso de IPs fixos

Como já referimos por várias vezes aqui na PCManias, o uso de IPs fixos em vez de IPs obtidos automaticamente é um fator que pode ajudar a melhorar as performances da ligação. Daí que deverão dirigir-se à vossa consolas para introduzir os dados da ligação manualmente.

Para esta configuração vamos necessitar de saber a gama de IPs em que a rede está a operar, sendo que há várias maneiras de se saber isso.

Uma das formas é conhecer o IP do router. Sabendo o mesmo, normalmente o 192.168.1.1, sabemos a gama da rede que é constituída pelos 3 primeiros números, e que será usada por todos os aparelhos da rede local. O último número é único para cada aparelho e pode variar entre 1 e 254. No caso de o router possuir o IP indicado a gama será o 192.168.1.x, e poderão atribuir à consola um número à vossa escolha dentro dos valores referidos. Neste caso iremos usar o 150, ou seja, 0 192.168.1.150!

Mas caso desconheçam o IP do router, a melhor maneira de saberem qual a gama da vossa rede é acederem a um PC ligado à rede.

Ali, executando a linha de comandos (podem escrever na caixa de pesquisa do Windows o comando CMD para a obterem mais rápidamente), teclem na mesma o comando IPCONFIG.

Vejam a imagem que se segue, e que criamos aqui na PCManias para vos mostrar onde obterem os dados para a vossa rede.

IP config

Agora na configuração manual da vossa consola, introduzam um IP com a gama que verificam ter, mas terminado em 150.

No Netmask irão meter o valor que podem igualmente ver em cima, e que normalmente é 255.255.255.0.

No gateway, irão meter o IP do router (neste caso, o 192.168.1.1).

Nesta fase não vamos ainda meter os DNS, pelo que ou deixem os mesmos em automático, ou não avancem!

Passo 3 – Determinação do melhor DNS para a ligação e zona.

Se normalmente a maior parte das pessoas usa os DNS do fornecedor de serviços de internet, e como tal apenas preencheria o campo do primeiro DNS, deixando o segundo em branco, com o IP do router, isso não iria garantir que a pessoa tivesse ligada ao DNS mais rápido que pode obter na sua zona.

O DNS acaba por ser bastante relevante pois é ele que converte os pedidos para algo que a internet percebe, e como tal acaba por influenciar bastante a velocidade de ligação, daí que nem sempre a introdução dos DNS fornecidos pelo vosso ISP (ou a introdução do IP do router para fazer o mesmo de forma automática), são o melhor.

Agora o certo é que há milhares de servidores DNS públicos e gratuitos pelo mundo, sendo que os mais usados, e normalmente os melhores, são os da Google. Mas como saber se para o caso concreto eles são ou não os melhores?

Daí que aqui na PCManias não vamos atirar um DNS para o ar e dizer que esse é bom apenas porque alguém disse que era bom. Vamos isso sim, trr de fazer um benchmark aos DNS disponíveis, usando a vossa conexão!

Precisamos assim de ir a este website usando o vosso PC. Agora carreguem sobre a imagem ou o link sob a mesma e saquem o programa que ali está, e executem-no (é bastante pequeno).

Agora vão à tab “Nameservers” e careguem no botão que aparece com o nome de “Run Benchmark. Aguardem até o teste terminar e verifiquem que a opção “Sort Fastest First” está ativa. No final do teste os dois IPs que aparecerem em primeiro lugar são os DNS mais rápidos para a vossa ligação.


DNS Benchmark

Coloquem-nos na vossa consola.

Passo 5 – Abrir todas as portas à consola

A vossa consola não é um PC, e como tal não precisa da proteção do vosso router para nada. Aliás, o facto de o mesmo controlar as portas de acesso pode ser um factor causador de fracas performances.

Nesse sentido acedam ao vosso router e procurem por uma opção chamada DMZ ou Demilitarized Zone (poderá estar dentro das opções de Port Forwarding). Ali insiram o IP que definiram anteriormente para a consola, e terminado em 150 (sem um IP fixo, não é possível fazermos este passo).

Passo 6 – Determinação do melhor MTU

Para acabarmos a configuração vamos ter de voltar às configurações manuais da consola, desta vez para metermos um valor no MTU (por defeito 1500).

Mas qual o valor a meter?

O MTU é o tamanho dos pacotes de dados, o quer dizer que um valor mais pequeno obriga a mais pacotes. No entanto valores mais pequenos são mais estáveis, daí que há que se encontrar o equilíbrio ideal para cada ligação.

Por isso, mais uma vez, aqui na PCManias não vamos indicar um MTU que ouvimos dizer que era bom. MAs vamos mais uma vez pelo método científico e para sabermos qual o MTU ideal para cada ligação temos de voltar ao PC e à linha de comandos.

Escrevam o seguinte comando:

ping website.com -f -l [MTU]

Para poderem acompanhar criamos uma série de imagens que demonstram o processo, e podem ver o mesmo como exemplo em baixo com um Ping usando o comando antes referido a ser feito para o website da Sony (O Microsoft.com não funciona, mas aqui, e independentemente da consola, qualquer website serve pois não estamos a medir tempos de resposta mas sim o tamanho ideal dos pacotes).

Fragmentado1

Note-se que o segundo parâmetro é um L minúsculo.

Como veem há a indicação de que os pacotes requerem fragmentação, o que indicia que o MTU a 1500 é grande demais.

Nesse sentido, por tentativas, vamos descendo o MTU de 10 a 12 bytes de cada vez e tentando até a indicação desaparecer. No nosso caso aqui na PCManias, descendo 12 a 12 obtivemos um valor sem erro aos 1464.

Fragmentado2

Mas o valor que encontram não deverá ser o ideal. Como andaram 10 a 10 ou 12 a 12, poderá haver um valor maior que não dê a indicação da fragmentação. Por isso, mal obtenham o primeiro valor sem a indicação vão subindo o valor 1 a 1 até encontrarem o valor máximo que conseguem, sem erro. E esse será o valor a reter!

No caso da PCManias, 1472 foi o valor máximo sem erro, como podem ver.

Fragmentado3

Agora ao valor encontrado temos de fazer uma alteração, e acrescentar a esse valor 28 bytes (20 para conter o cabeçalho e 8 para o ICMP Echo Request header).

Ora no caso PCManias 1472+28=1500, o que indica que os 1500 são, para a nossa ligação, o valor ideal a usar!


No vosso caso, caso obtenham um valor abaixo de 1500, deverão alterar na consola o MTU para esse valor.

Tens agora as melhores condições teoricamente possíveis a nível de ligação.

E escusam de agradecer 😉

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (8)

  1. Eu tenho isso configurado tal como o esquema, mas por exemplo na ps4 quando faço um teste de conexão, a consola so me da 40-50Mb Up e 3 ou 4MB Down. Enquanto k por exemplo na xbox da-me 205MB e 10MB. Porque será isso, devo ligar para a operadora e relatar esse problema ou é normal isso na ps4? a maioria dos meus amigos acontece o mesmo.

    • Qual a velocidade que tens? Download e Upload.

    • Podem ser limites do SO do console. Não sabemos se por exemplo ele aplica alguma funcionalidade de inspeção de pacotes ou outro tipo de segurança. Esses recursos reduzem em uma porcentagem a velocidade de sua conexão. É só uma suposição, por que não faz sentido algum o resultado de testes pelo PlayStation apresentar resultados tão inferiores. Independente do que for, a solução está no console e não com a operadora. Como você pode ver pelo teste num PC, eles entregam o que é prometido. O equipamento onde você liga a internet precisa suportar determinada velocidade de conexão.
      O que eu acho estranho, é voce e o Mário terem resultados semelhantes no PS4 com velocidade de internet diferente.
      Minha internet tem 100mn Down e aproximadamente 35mb UP, e meus resultados de teste são idênticos ao do Mário, inclusive no upload.
      De qualquer forma, para jogar online, 10mb estáveis ou 200mb, da no mesmo. O download de contudo também tem a mesma velocidade dependendo da conexão pois todo o data center implementa o controle de banda para que ninguém seja capaz de saturar a saída dos links com downloads.
      Esse QOS inclusive foi o que fez o CDN da Microsoft vir abaixo quando lançou o Windows 10, pois ela fez os cálculos de conexões baseado no agendamento de atualizações dos clientes, mas não contava com os trapaceiros que burlaram o agendamento da atualização.

  2. Muito bom Mário.
    DNS benchmark ė muito útil, uso a alguns anos para o trabalho. O DNS do google costumava ser o mais rápido por aqui também, até o escândalo de espionagem na internet estourar e o google ter sido obrigado a cortar a versao brasileira. Os IPs de DNS do google respondem para um cluster de servidores espalhados pelo mundo e você sempre tem acesso ao que possui a menor latência. Entao, aqui no Brasil, so tem melhor latência no dNS do google as conexões que utilizam gateways internacionais. E comum então ter ping de 8ms em determinada conexão e 150ms em outras conexões para o 8.8.8.8. E esse é um ponto que o usuário não pode controlar, o gateway do seu ISP. O DNS traduz o nome do servidor em endereço IP, mas a partir do momento em quando ele faz isso uma única vez, o IP fica armazenado na memória cache do sistema e todo o resto do processo fica dependente da sua conexão. As vezes é comum que determinados ISPs utilizem uma rota com maior custo administrativo.

  3. Tudo bem Mário, eu ia responder lá no fórum, eu fiz tudo isso que você recomendou e no final das contas continuou a mesma coisa, porém ontem eu pesquisando em um fórum americano um rapaz recomendo que eu fosse na psn na parte em que compramos filmes e quando apertasse em comprar fizesse o teste de velocidade deles e para a minha surpresa estava constando que minha conexão tinha 35mb de download ele só não mostra o upload. Em comparação no teste do ps mostra que eu tenho 8mb de download e 1mb de upload

    Mas para constar ainda esta tudo devidamente configurado como você mostrou acima.

    • Como eu refiro, o que a consola mostra é apenas indicativo.
      Olha o meu caso!
      Ligação 120-8 (reais e medidos no PC)
      PS4 34-2.5
      XBox One 99.55-1.92
      Os testes da XBox One são mais fiáveis.
      Mas os tempos de download são em tudo semelhantes em ambas as redes.

Os comentarios estao fechados.