“Os jogos single player tem uma economia complicada” – Será que tem? Sony tem lucros fabulosos à custa dos jogos Single Player.

0 0 vote
Avalie o nosso artigo

Durante a passada geração de consolas, a aposta da Microsoft focou-se no multi. Uma aposta na Cloud apoiada numa suposta realidade que a Microsoft entendia ser uma realidade, a de que os jogos em causa não eram rentáveis. Mas os resultados agora conhecidos da Sony mostram que tal era, e sempre foi, uma patranha, e daí a sua aposta que lhe valeu vencer a geração, nos jogos de jogador único.

Shannon Loftis da Microsoft explicou em 2017 o motivo pelo qual a Microsoft tinha feito uma aposta tão grande no multi, e não nos jogos Single Player. A culpa, segundo ele, era da economia que rodeia esses jogos, que se revela demasiadamente complicada.

Segundo Loftis, as experiências de alta qualidade requerem elevados custos de produção, e os retornos podem não ser garantidos, o que não acontece com um produto que aposte no multi jogador e no online, onde os potenciais de receitas podem ir acima do obtido com as meras vendas.

Ora aquilo que Loftis refere é uma realidade. Mas uma realidade que aposta numa monetização que está a ser a causa da destruição dos videojogos. Posso referir a titulo de exemplo que, atualmente, basicamente não consigo jogar nenhum jogo de smartphone, estando restringido a um pequeno número de títulos, pois estes ou estão cobertos de publicidade, ou cobertos de microtransações que impedem a evolução no jogo sem pagar. É uma praga, e algo que não é desejável que apareça nos jogos de 70 euros, mas que infelizmente jogos como a saga NBA implementam da pior forma, e que jogos como Fifa implementam de forma algo viciante, levando pessoas a derreter dinheiro e mais dinheiro para poder jogar ou para poder evoluir.

Nesse sentido a aposta da Sony nos jogos clássicos, apoiados numa excelente capacidade de contar histórias, foi um sucesso. E tudo sem obrigar o cliente a entrar por esquemas de Micro transações.



Apesar de não sabermos as receitas de alguns grandes sucessos da Sony, como Spider Man, podemos afirmar que a Sony deu a conhecer de forma oficial que Horizon: Zero Dawn deu uma receita de 400 milhões. O que para um jogo que se refere ter custado 75 milhões a produzir, é algo de fabuloso.

A Sony deu ainda a conhecer que God of War conseguir 500 milhões em receita, e a Naughty Dog afirma que os seus maiores títulos como The last of us ou Uncharted conseguem algo como 1000 milhões de dólares de receita a cada lançamento.

Estas situações só vem provar que o modelo clássico está longe de ser ultrapassado. Mais de 100 milhões de pessoas aderiram a ele e mostraram-se satisfeitas, com os jogos a serem todos sucessos de vendas e a arrecadaram receitas fabulosas. Poderiam alcançar mais com micro transações? Eventualmente sim, mas à custa dos jogos, da jogabilidade.

E nesse aspeto dêmos graças a Deus pelo facto que a Sony não alinha facilmente nesses esquemas, dando-nos produtos de qualidade e que podemos jogar sem restrições.



PS: Apesar de o artigo abordar um mercado mais hardcore, não podemos deixar de referir aqui que a Nintendo, no seu mercado algo diferente, faz o mesmo que a Sony, com igual ou até superior taxa de sucesso. Sony e Nintendo são dois bastiões que mantêm a ideologia clássica o mais intacta possível, e que há largas gerações satisfazem sem grandes polémicas a sua base de clientes, ao manterem um produto que é o que o mercado quer relativamente inalterado.



0 0 vote
Avalie o nosso artigo
40 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Daniel Torres
Daniel Torres
3 meses atrás

Esse é um dos motivos que eu compro playstation, e é só ver que nessa gen a Microsoft não vai mudar sua política é só reperar nos fãs do xbox grande parte deles só pensam em multiplayer (lembrando que não estou julgando ou fazendo desdém de quem gosta desse tipo de jogo, cada um tem seu gosto) outra coisa é a aposta da microsoft que basicamente se resume hoje a gamepass, cloud e como disse anteriormente multiplayer, basta ver que com exceção de um ou dois jogos first, todos tem foco em multi.

Quanto a Sony e Nintendo para mim elas são as que seguram a indústria como ela é hoje.

hiago
hiago
3 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Antes de tudo, um feliz natal atrasado para todos :D… Agora sobre o artigo, a Sony e Nintendo estão seguindo seus próprios caminhos e isso é muito bom para industria, porém espero que com novas ferramentas avançadas possam haver uma simplificação no processo de criação de grandes jogos, o aumento de preço de triplo A pode levar para um lugar que seja inviavel esse modelo de negócio. Então realmente espero que depois dos reajustes recentes que tivemos junto com uma simplifiação na produção desses jogos façam com que um próximo aumento de preço apareça só daqui 20 anos.

Duarte
Duarte
3 meses atrás

A rockstar é o melhor exemplo, conseguindo grandes lucros na venda dos seus jogos singleplayer e posteriormente aumentar ainda mais estes com a introdução do online e até do remasters de remasters já remasterizados 🙂
O single player teve e terá sempre o seu lugar de destaque, por isso o facto da sony colocar os exclusivos a 79.99 é apenas estúpido e reflete ganância.

Rui
Rui
3 meses atrás

Se os jogos singleplayer são tão lucrativos, porque as companhias não apostam mais neles? Os jogos tem várias vertentes mas na sua essência são competitivos, o pong não era um jogo competitivo? E foi o 1 jogo.

Eu não concordo com esta ideia de que jogos com 12 horas de gameplay, sem qualquer tipo de adrenalina ou competitivo ou vontade de melhorar seja o caminho.

Os jogos na minha opinião singleplayer deveriam custar metade do preço pois oferecem metade da diversão e já nem falo em tempo de jogo sao para casuais.

Um jogo que combina as duas de forma perfeita? GtaV.

Rui
Rui
Responder a  Mário Armão Ferreira
3 meses atrás

Sr. Mário: Ai está, eu adoro cinema e tirando um ou outro jogo single, prefiro assistir uma história do que jogar uma história scriptada.

Mas concordo na parte do COM, jogos single only por muito bem feitos que sejam tem de ter um preço mais baixo.

E porque nao fez a mesma comparação na geração ps3? Ai pelos vistos os single da ps3 e foram tantos ou mais que nesta geração, nao deram os mesmos resultados.

Respeito os casuais, mas os verdadeiros jogos, aonde estão os hardcore não é no god of war, nem no uncharted e muito menos no tlous2.

Deto: o crackdown 3 eu joguei bastante em coop, o be nao joguei e o titanfall o 2 foi para mim a par do r6 o melhor fps desta geração, que ainda por cima tem uma campanha boa pelo que li, nao joguei a campanha, mas o multi joguei e muito.

As pessoas não percebem que a tendência é dificil de mudar, a ps é mais popular ponto, façam eles um novo uncharted ou um novo cod, é mais popular.

A dreamcast foi uma consola bem desenhada inovadora e com bons jogos, que lhe valeu? Nada , a ps2 nao fez absolutamente nada de especial e mesmo assim a dreamcast morreu passados 2 anos. Nao se tratou de preços, jogos, gráficos, políticas, é a popularidade da máquina assim como a Nintendo é nas portáteis.

Porque é que a ps vita falhou? E mesmo a psp?

João Ferreira
João Ferreira
Responder a  Rui
3 meses atrás

A Dreamcast falhou por vários motivos. Desde a falta de apoio das third party’s (EA e Squaresoft), por ter GD-ROM e não DVD e provavelmente ser muito fácil fazer cópias de “segurança” 🙂 , entre outras coisas. Shenmue, Soulcalibur e a primeira vez que liguei uma consola á internet, ficam na memória. Tive 1 e adorei.

Duarte
Duarte
Responder a  João Ferreira
3 meses atrás

Penso que a única culpada do falhanço da dreamcast foi a própria sega com as suas birras entre a sega japão e a sega américa.

Deto
Deto
Responder a  Rui
3 meses atrás

Tá no classico?

Fã da Sega falida que fica de frustração e fazendo pouco caso da empresa que mais vendeu Console de Mesa da história.

E sabe o que é pior? Tá na cultura do Xbox esse recalque vindo da falência da Sega, fundação do Xbox se deu com executivos viuvas da Sega q nunca admitem os erros e apenas “Sony venceu na mentira”.

Essa arrogância de achar q “Playstation sucesso na cagada, não fez nada d+” exemplificado por “não tem como a Sony fazer console mais poderoso, nós Inventamos o DX” em 2013 está na cultura do Xbox e por isso ele sempre vai ser lanterna da geração.

Xbox flopa?

A Sony malvada mimimi enganou todo mundo.

Os jogadores são sonystas.

A mídia Sonysta.

Nunca é o Xbox fazendo m…., nunca é a Sony acertando.

Tem que parar de se apegar a Narrativas e prestar atenção nos FATOS.

eduard08
eduard08
Responder a  Rui
3 meses atrás

As companhias nao apostam mais neles pois, de 1 sao mais caros a fazer, pois um bom single player, nao e so programar, tens um verdadeiro jogo de atores por tras, tens um grande trabalho de som, tem que haver um roteiro para a historia, ou seja um enorme trabalho de « bastidores”, como um verdadeiro filme, de 2 diz-me um jogo multi que hoje em dia nao tenha micro transições? Ou seja apos venderem o jogo (que muitas das vezes e caro para o que oferece) ainda vão recuperar mais dinheiro com a loja in-game

Dizer que um jogo nao da adrenalina ou que nao e competitivo so porque e single, so mostra que nao deves ter jogado muitos jogos ou alguem com quem os jogar e nesse caso da a opinião como fosse tua e nao como se fosse general
Eu por exemplo posso-te dizer que da-me mais adrenalina um bom jogo single player, que avançar ao ritmo que quiser, e que muita das vezes fico colado a consola so com a ansiedade de conhecer o que se vai passar a seguir, quanto a competitividade, esse e um mal geral, de se sentir obrigado mostrar que se e melhor que os outros, eu jogo os jogos por que gosto, e nao porque os outros o jogaram ou para o acabar mais rápido que eles, mas ja me aconteceu tentar de acabar um jogo mas rapido que o meu irmao por exemplo, o que de uma maneira ou de outra torna o jogo competitivo

Talvez tenha havido mais jogos singles na ps3 pelo simples facto que vinhamos de uma geração onde a ps2 arrasou toda a concorrência e a sony estava melhor financeiramente e que nao foi a mesma coisa nesta geração, e que foi ao curso da geração ps3/x360 que o on-line explodiu e que as empresas começaram a perceber que ganham mais (o que nao quer dizer que vende mais) ao venderem simples jogos cheio de micro transiçoes, pois tem os ditos hardcore gamers como tu dizes, que gostam de pensar que sao mais que os outros so por terem uma arma dourada que pagou quase o preço do jogo ( este e apenas um exemplo)

Num ponto em que concordo um pouco contigo e onde dizes que a PlayStation vende mais por ser mais popular, isso e certo, mas agora vai ver porque ela o e, não acredito que seja por causa dos multi, vai ver quando uma consola vende mais (a parte do inicio de geração) não acredito que vejas um COD ou um FIFA, mas sim um TLOS, ou um GOW

A ps vita foi um fiasco por causa das decisões da sony, mas qual e a empresa que nao tem fiascos?
Agora dizer que a psp foi um fiasco? Nao sei onde viste isso pois para mim uma consola que vendeu mais de 80 milhoes de consolas (mais que a 3ds) e de longe um fiasco, se me dissesses a psp go ai sim mas a psp em geral esta de longe de ter sido um fiasco

E acredita que o socesso da nintendo nao esta nas portateis por se vires tanto as portateis como as consolas de salao vendem-se aos milhoes, o sucesso da nintendo esta nas suas licenças, estas em maioria single player

Deto
Deto
Responder a  Rui
3 meses atrás

Me lembrou um comentário de um sujeito defendendo Sea of Thieves…
“Achei um cara na praia e a gente começou a tocar gaita, que legal. Jogos da Sony com gameplay precário”

Perguntei se ele não tinha amigos para pegar um carro, encher, e ir para a praia… Até hoje não respondeu… Vc sempre pode competir no MundoReal® e deixar os vídeo games para fazer coisas impossível, algo como caçar dinossauros robôs, se balançar por prédios usando uma teia…

Quer dar tiro nos amigos? Paintball.

Falando em jogar “12h”, tenta jogar 12h de Crackdown, Bleedong Edge, Titanfall… Veja quantos anos vc vai demorar para achar partidas MP q dê 12h de “gameplay”

marcio
marcio
Responder a  Deto
3 meses atrás

Não acho que seja oito ou oitenta Deto, tem gente que curte mais mult jogador, outros nem tanto, acho que a Sony devia investir mais um multi tbm, claro mantendo os single, eu particularmente adoraria ver um novo Killzone ou algum outro fps multiplayer da ps studios…

marcio
marcio
Responder a  Mário Armão Ferreira
3 meses atrás

Sim Mario com certeza, e nem faça o que a capcom fez com RE 3 Remake, que foi praticamente um MP com o single totalmente capado, longe disso…e não gostaria que a Sony produzisse um COD ou algo generico quero ver algo com alma, como seus jogos single..

Felipe Leite
Felipe Leite
Responder a  Rui
3 meses atrás

São opiniões.
A minha é bem contrária…
Antes de mais, digo que aprecio bastante Call of Duty, gosto muito de simplesmente ligar e jogar o multiplayer.
Dito isto, eu havia abandonado a franquia após o COD ww2. Devido ao descaso ao modo single player. Voltei a comprar o COD modern warfare exactamente por que vi vários amigos a dizer que o single player estava muito bom.
E digo, realmente está. Uma campanha bem feita com muitos pontos positivos.
Comprei o Black ops cold war no lançamento, porque vi que estavam a apostar novamente em uma boa campanha single player, coisa que fizeram!
Será que uma companhia como a Activision, voltou a investir milhões (actores, roteirista, modelação…) devido a ser uma parte irrelevante do jogo?
Ou será que viram que a comunidade que aprecia o single player (como eu) não é assim tão pequena?

Eu prefiro jogos que me deixem imerso em um mundo de jogo, durante horas, mesmo que sejam 12 horas ou 100 horas.
Jogos como Allan Wake, Halo 2… Que me fizeram amar a minha x360.
A Microsoft não desaprendeu, apenas mudou o foco.
Como tudo na vida, há quem goste e há quem não goste.
Eu deixei de comprar xbox. Passei essa geração só com a ps4 e fiz o upgrade para a ps4 pro.
E nessa nova geração, assim que houver jogos que eu goste, vou de ps5 apenas ( com alguma esperança que a Microsoft reaja e me faça mudar de ideias).

Duarte
Duarte
Responder a  Felipe Leite
3 meses atrás

COD é brutal, o warzone é vicio garantido.
Até quem odeia passa lá horas 🙂

Há mercado para tudo, mas a verdade é que quando se compara os lucros dos melhores multiplayer com os dos melhores singleplayer a diferença é enorme.

José Galvão
José Galvão
Responder a  Rui
3 meses atrás

Rui desculpa que te diga mas o teu comentário é do mais ignorante que eu já vi, dizer que um jogo single player dá a metade da adrenalina, metade da diversão, sem vontade de progredir, que são para casuais, e que por tudo isso deviam custar a metade do preço, é de facto das coisas mais absurdas e ignorantes que já li neste meio.

Tenho a certeza que caso o foco da Microsoft fosse outro que não os jogos como serviço, que nunca ia ler tanto disparate, tu és o exemplo do fã leal, o que não só compra tudo de uma determinada marca, como pensa como essa marca quer que se pense.

Cada vez sou mais da opinião de que pessoas como tu são absolutamente merecedoras da Microsoft que têm hoje, uma companhia sem bom gosto e que está-se nas tintas para a arte, e como ela, muitos dos seus clientes, como é o teu caso.

Livio
Livio
Responder a  Rui
3 meses atrás

Deixa eu ver se entendi, Jogos como The last of Us, Uncharted, God of War deveriam custar a metade do preço, então Fortnite, Fall Guys, Rocket League e quem saiba Crackdown 3 e Sea of thieves deveriam custar quanto?? Metade de um single player??? Porque full price é que não deveria ser.

Esse mundo está as avesas mesmo.

marcio
marcio
3 meses atrás

O segredo da Sony esta na qualidade dos seus jogos e studios, que fazem jogos com carinho e atenção aos detalhes, sinto falta de jogos multiplayer exclusivos e ate um FPS da playstation studios , espero que agora com a crescente das equipes eles consigo manter o singles e invistam em multiplayer com a mesma qualidade, qto mais diversificado e opções para todos os gostos melhor…

marcio
marcio
Responder a  Mário Armão Ferreira
3 meses atrás

Sim, tem os boatos da ND com o multi de the last of us part 2, os mult do primeiro eu jogo ate é hoje… a guerrilla tbm esta com um segundo time trabalhando com um jogo com forte componente no MP…veremos como sera essa geração…

Deto
Deto
Responder a  marcio
3 meses atrás

Talvez tenhamos variação… Um jogo MP e outro SP.

Veja que quem fez isso, a GG, com Killzone e depois HZD, o presidente do estúdio virou presidente do WWS.

É um indicativo que o modo de trabalhar da GG vai ser mais o norte da Sony.

marcio
marcio
Responder a  Deto
3 meses atrás

Sim sim a insooniac tbm estao com duas equipes, acho que a sony esta no caminho certo em expandir seus studios inves de sair comprar studios a rodo como a MS.

Bruno
Bruno
3 meses atrás

Você fez a conta dos single player da Sony, agora, quanto Fortnite fez? Quanto COD faz todos os anos? Quanto GTA Online gerou a Rockstar? Quanto Fifa gera? Não adianta você criar espantalhos aqui, um multiplayer bem feito, vai dar mais dinheiro que qualquer single player. Lógico, assim como temos multiplayers ruins, temos single player ruins, tirando a esses mega jogos, Uncharted e Tlou, qual grande jogo single player, foi lançado e fez tanto dinheiro como por exemplo, Fortnite, que era uma franquia nova e só foi fazer sucesso, após implementar o multiplayer?

Duarte
Duarte
Responder a  Bruno
3 meses atrás

Em termos de vendas, o da sony com maior sucesso penso que foi TLOU ps3 e ps4. Está em 45º lugar.

Deto
Deto
Responder a  Duarte
3 meses atrás

Tirou esse número de onde?

João Ferreira
João Ferreira
Responder a  Mário Armão Ferreira
3 meses atrás

Então o Astro’s Playroom que vem incluído com a PS5 também irá “vender” muitas unidades.

Duarte
Duarte
Responder a  Mário Armão Ferreira
3 meses atrás

É verdade, mas tirando esses, basta ver a enorme vantagem que levam os jogos multiplayer.
Um estúdio independente não quer saber se é exclusivo ou não, apenas quer vendas brutas que é isso que enche a carteira.

Acima de TLOU tens exclusivos nintendo switch e wii, lembrando que TLOU é multiplataforma.

Duarte
Duarte
Responder a  Mário Armão Ferreira
3 meses atrás

Entao assim podemos considerar exclusivos nintendo alguns jogos que sairam para duas consolas, o que torna alguns jogos imbativeis em vendas.

marcio
marcio
Responder a  Bruno
3 meses atrás

Ninguém aqui é contra jogos MP amigo, o que foi relatado que jogos SP tbm geram bastante lucro tambem, e tem espaço para os 2 no mercado, unico problema que eu vejo é com a monetização de alguns jogos MP.

Na verdade fico feliz uma noticias dessas, meu medo é que um dia tudo se torne jogos freetoplay cheio de monetização e de qualidade duvidosa, como FreeFire, dentre uma infinidade de titulos assim que dão rios de dinheiro, mas não são jogos do meu gosto, fico feliz que tenha espaço para todos.

Julio Santos
Julio Santos
3 meses atrás

Eu tive um ps1 e ps2 no passado. Estava extremamente satisfeito com eles. Quando veio o ps3, tanto pelo preço, quanto pela falta de mídia paralela no Brasil (naquela época era moleque sem dinheiro, foi uma realidade) e por esta estar presente no Xbox 360 acabei optando por esse. Franquias como Gears of War e Halo me arrebataram naquela época. E isso me distanciou do Playstation. Montei um PC e bem no finalzinho dessa geração peguei um PS3 slim o qual não fiz muito uso já que jogos como Battlefield 3 e 4 eram minha rotina naquela altura. Quando decidi pegar um console da geração passada eu iria de Xbox One, foi meu irmão quem fez a minha cabeça para pegar um PS4 já que ele já tinha um e achava os jogos muito superiores. Fui na dele e digo hoje: não me arrependo em nada! Eu voltei a me sentir emocionado ao jogar os jogos da Sony. Coisa que eu havia esquecido em certa altura. Jogos como: the last of us 1 e 2, god of war, days gone, horizon… meu Deus Sony! É isso que eu procuro hoje de uma produtora de jogos. Que eles me emocionem. Do lado da Microsoft ouso dizer que somente Ori consegue me trazer esses sentimentos. Já estou com o PS5 e Demons Souls já foi terminado por aqui. Vamos lá Sony, vamos manter essa parceria ainda por muitos anos enquanto eu me encantar com seus jogos.

error: Conteúdo protegido