Porque motivo a PS5 consegue ter velocidades de relógio tão altas com a sua metodologia, quando antes velocidades menores eram impossível

Cerny referiu que a PS5 trabalharia a 3.5 Ghz no CPU e 2.23 Ghz no GPU graças ao seu novo método, quando pelo antigo, 3 GHz e 2 Ghz eram já um problema. Esta situação leva a que muitos ainda  acreditem que a PS5 não consegue manter sustentadas as velocidades que possui acima disso, obrigando a descer as mesmas. Ora num post do Beyond 3D, expliquei como a coisa funcionaria, e dado que a explicação saiu muito boa e facilmente compreensível a todos, resolvi trazê-la para aqui:

Na sua ultima entrevista Mark Cerny explicou finalmente como funcionará a PS5, acabando de vez com os rumores dos downclocks ou necessidade de se reduzir a velocidade do CPU para se ter a do GPU e vice versa. E com muito agrado nosso, mesmo reconhecendo que Cerny não tinha sido super claro, verificamos que a nossa interpretação sobre o que ele explicara, estava correcta, e que os nossos antigos artigos sobre como funcionaria a PS5 não precisam de qualquer correcção.

Mas ainda fica no ar uma questão. Mesmo com um sistema baseado em gestão de energias, como é que a consola consegue velocidades de relógio tão altas?

Bem, apesar de nas nossas explicações termos acertado em cheio, sabe-se agora que a situação ainda é mais completa e eficaz do que se julgava. Pelo que uma explicação perfeita obrigaria a mais do que o que se vai seguir.

Seja como for, há uns dias no Beyond 3D dei uma explicação muito simplista de como a PS5 estava a conseguir velocidades de relógio que pela metodologia das velocidades de relógio fixas não era possível. E apesar de ela não abordar com toda a minúcia aquilo que realmente se passa, ela vai certinha à realidade das coisas e explica muito bem um dos factores primordiais disso ser possível. Daí que resolvi publicar aqui essa explicação que dei, devidamente traduzida para português:



Imaginem a vossa rede de distribuição de água!

Vocês sabiam que se, ao mesmo tempo, todas as pessoas da vossa rua abrissem todas as torneiras das casas, pura e simplesmente as torneiras não iriam deitar quase agua nenhuma?

E porque? Porque a tubagem não é calculada  multiplicando o número de torneiras existentes pelo caudal desejado em cada uma!

Até porque se formos a ver, a probabilidade do cenário anterior é basicamente zero!

Basicamente o dimensionamento dos tubos é feito tendo em conta uma média estimada de consumo por pessoa. Isso toma em conta a ocupação de solo prevista nos planos reguladores das câmaras para a determinação da população máxima na área servida pela tubagem. E mesmo ai, do valor final, apenas se usará um percentagem, e o motivo é o anterior. Dificielmente todas as pessoas usarão todas a agua no mesmo exacto momento.



É este principio que está em causa nas estimativas que as consolas fazem do uso de consumo de energia, e consequentemente emissão de calor. Basicamente, numa cenário perfeito, poder-se ia estimar o uso de energia para uma ocupação a 100% de todos os componentes do GPU a 100% uma velocidade de relógio fixa, e desenhar uma solução térmica para isso.

Mas o que se teria? Uma caixa enorme, e um sistema de refrigeração caríssimo. Algo nada compatível com uma consola que pretende trazer a baixo custo performances que só se obtém em sistemas muito mais caros.

E se as consolas fizessem isso, serviria do que? Estamos a falar de um cenário, que tal como o da abertura de todas as torneiras de todas as casas ao mesmo tempo, nunca acontecerá! Nunca nenhum jogo irá usar o sistema dessa forma.

Daí que as cargas sobre o sistema sejam estimadas baseadas em médias. Verifica-se o que os jogos estão a fazer, e usando modelos estatísticos ajusta-se a coisa à realidade prevista, prevendo-se assim o consumo energético que irá existir, e criando-se uma solução de arrefecimento para as temperaturas associadas a esse consumo energético.

E isto acontece em TODAS as consolas.



Torna-se necessário aqui chamar a atenção que os aquecimentos estão associados ao uso de energia. E que o uso de energia é resultado da carga de trabalho. Por sua vez a carga de trabalho depende não só da ocupação dos diversos componentes do chip, mas tambem da velocidade de relógio, uma vez que mais velocidade implica mais cálculos por segundo.

Daí que qualquer sistema que tente manter os consumos controlados dentro das margens expectáveis necessitam de controlar algumas das variáveis. E a mais usada desde sempre é a velocidade de relógio. Ao a bloquearmos temos mais controlo sobre o que serão os resultados das cargas de trabalho pois o seu resultado final deixará de ser dependente das velocidades de relógio, ficando apenas dependente do uso dos diversos componentes do chip.

Mas aqui as velocidades de relógio tem de ser definidas abaixo do máximo possível. E porque? Devido aos problemas com a térmica!

Apesar do bloqueio das velocidades de relógio, o uso dos componentes do GPU é livre. Um uso dos mesmos acima do estimado implicará um aumento não estimado da carga de trabalho, e consequentemente do consumo energético, e do calor gerado. A consequência será que o chip irá sobreaquecer.

Mas este aquecimento não pode funcionar de forma determinista. Quer dizer, o sistema não pode simplesmente bloquear só porque a temperatura subiu acima do esperado. Daí que os processadores tem de ter uma margem, que é conseguida ao colocar as velocidades de relógio em margens seguras. Dessa forma o sistema pode aquecer acima do esperado, e esse e o motivo pelo qual os sistemas tem ventoinhas que aceleram para tentarem acompanhar essa subida de temperatura.



O problema é que o sistema de arrefecimento perde eficiência quando isso acontece pois a sua optimização é feita para o valor estimado que aqui foi quebrado. Isso quer dizer que se as causas do aumento de temperatura não regularizarem o sistema irá atingir temperaturas elevadas, crashar ou re-iniciar.

Aqui poderá mesmo entrar em cena a salvaguarda dos chips que se desligam quando atingem certas temperaturas.

Ora é aqui que a PS5 é diferente. Porque aborda a coisa de outra forma.

Aqui a PS5 não vai controlar as causas da carga de trabalho. Ela vai ser mais determinista e basicamente vai bloquear o consumo energético máximo que o sistema pode ter num funcionamento normal. Ao fazer isto, ela basicamente está a bloquear a temperatura máxima que o sistema pode emitir, criando uma solução de arrefecimento optimizada para essa temperatura.

Fazendo uma verificação instantânea a cada momento das necessidades do CPU e do GPU, as variações nos consumos também  não permitem um aquecimento tão elevado.



Basicamente esta é uma solução muito mais eficaz. no controlo da térmica.

O que ela significa é que a PS5 pode trabalhar à vontade sem se preocupar com sobre aquecimentos. A consola não passará a temperatura prevista.

O que pode acontecer é o mesmo que no caso das velocidades bloqueadas. O de a térmica máxima estar mal calculada para o cenário pior, e nesse caso a PS5 estará exposta ao mesmo problema. E a temperatura subiria!

Para controlar isso, a PS5 tem uma solução! Caso a situação aconteça ela automáticamente sofrerá um downclock de um  par de pontos percentuais, o que lhe permite ganhar até 10% nos consumos, mantendo a térmica dentro dos parâmetros ideais.

O que isto implica é que a PS5 não sobreaquecerá nunca. E desta forma as margens de segurança que necessitam de existir nos casos normais e que permitem ao chip sobre aquecer sem crashar, aqui não precisam de existir. Daí que é possível esticar-se as velocidades de relógio a valores não possíveis da outra forma, e de acordo com aquilo que o sistema de refrigeração permite, mantendo assim as temperaturas sobre controlo e ambas as velocidades do CPU e GPU no máximo sem problemas. No caso a Sony ate refere que teve de limitar o CPU e o GPU por questões de timming internos e não de térmica, pelo que o sistema de arrefecimento da Sony se mostra claramente mais do que eficaz a manter as velocidades sustentadas no seu máximo sempre que for preciso.





40 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rui
Rui
2 meses atrás

Quando os jogos forem intensivos em gpu e cpu ela vai descer talvez mais la para a frente mas é inevitável.

Nao poderia a sx fazer o mesmo e correr o gpu mais alto? A sx com uns tweaks provalvelmente poderia correr o gpu a 1.9 ou 2.0 mais nao claro e o cpu a 3.8 com smt?

Sr mario viu a entevista do tio phill?

bruno
bruno
Responder a  Rui
2 meses atrás

O problema Rui, e e isto que as pessoas nao conseguem entender, e que nao importa se desce. De que te adianta ter a maxima frequencia, se tens o GPU em uso completo? E isto que o Cerny esta a tentar explicar e pelos vistos ninguem entende.

A frequencia determina a quantidade de ciclos feitas por segundo. Por cada ciclo o processador faz operacoes, e isto inclui dar, ou receber instrucoes e fazer operacoes.

Mas por outro lado, tens tambem que, numa operacao nem todo o processador esta a ser usado. A isso chama-se iddle e ocorre sempre com todos os jogos. E por outro, uma operacao pode demorar varios ciclos de relogio a ser completa ou, dependendo da tua arquitetura, pode demorar varios ciclos ate que consigas fornecer instrucoes a todo o hardware.

A GCN por exemplo, demorava 4 ciclos de relogio a dar instrucoes e a ocupar completamente as suas compute units. Isto significa que havia ciclo em que so 1/4 do hardware estava a ser usado. A GCN, quando surgiu, propos algo novo – usar o que nao esta a ser usado por ciclo para fazer operacoes genericas. Mesmo assim, isso nao evitou que houvesse iddle, mas em vez de so um podias chegar a 3/4 ou 1/2, embora menos dado que o hardware recebia nao uma mas duas instrucoes distintas, e nao evitou que uma operacoes possa demorar mais que um ciclo a ser feita.

Ou seja, o que tens que entender e isto: tu quando processas codigo, depende da velocidade a que o processas e o que usas do hardware para o processar. E o uso do hardware influencia o consumo energetico. Quanto mais hardware usares, mais consomes, quanto mais hardware usares e mais rapidamente, mais consomes.

O que se passa na Pro e que, dado que os jogos da Sony sao os que mais usam GPGPU na consola e tb o que melhor usam checkerboard, e a frequencia e fixa, chegas a alturas em que tens um consumo muito elevado (e temperaturas altas).

O que a PS5 faz e manter o consumo constante ao GPU (ou pelo dentro de limitas) deixando a frequencia variar. Ou seja, se tens operacoes num ciclo que nao ocupam o hardware todo, entao a frequencia esta no maixmo para elas poderem ser processadas mais rapidamente. Por outro lado, se tens operacoes que te ocupam o hardware todo entao reduzes a frequencia de modo a evitar sobreaquecimento.

E o Mark Cerny refere que o sistema esta baseado de modo a que tenhas quedas de 10% na frequencia quando necessario.

O que tem que ser retido e que, com isto, apenas reduzes a velocidade a que a consola recebe instrucoes mas nao a capacidade de processamento, apenas “atrasas” a quantidade de operacoes a ser feita num intervalo de tempo (e nao e um grande atraso) quando tens varias operacoes a serem feitas em todo o GPU.

Voltando ao exemplo da GCN, se houver uma fase dar instrucoes (e para ocupar uma CU completa precisas de 4 ciclos), e uma outra fase de processar as instrucoes (e preciso ter em conta que as intrucoes, ou melhor um pedaco de codigo ou uma operacao completa pode demorar varios ciclos a completar dado que podem incluir varias operacoes interdependentes, isto e que esperam resultados de outras), faz sentido fazer a fase de dar intrucoes mais rapidamente, e a faze de processar instrucoes pode ser feita mais lentamente, mas usares mais hardware.

A PS5 nao deve chegar a este nivel, mas e esta a perspetiva.

bruno
bruno
2 meses atrás

Excelente artigo Mario. Agora esta mais claro.

So acrescento algo a discussao.

Se alguem tiver curiosidade, que va ver uma review de uma placa grafica qualquer. Qualquer uma.

Chegando a seccao dos consumos devem notar uma coisa – os consumos sao variaveis. Isto significa, em termos simples que, ate agora o que ocorria e que os chips e placas tinham um clock fixo, e um consumo variavel dependendo da carga (power consumption) – e nem todos os jogos consumem o mesmo.

Por isso, e pegando no exemplo da Pro e do porque e que em alguns titulos comeca a fazer mais barulho a resposta e simples. E preciso relembrar que esta, foi a geracao do GPGPU, a geracao onde os jogos aproveitaram os tempos idle da pipeline grafica normal, e usaram esses recursos para computacao generica, ou GPGPU. Nunca foi possivel ter o GPU 100% a GPGPU, mas chegamos a uma cenario onde o GPGPU estaria proximo dos 100% de utilizacao entre grafico e computacao, algo que as 8 ACEs certamente ajudaram a atingir.

Ora os sistemas atuais obrigam a que sejam feitas X operacoes por segundo, com base no clock fisico. E o que ocorre, e que em cada ciclo, podemos ter o GPU a ser mais ou menos utilizado conforme a carga de trabalhos, dado que o mesmo e obrigado a trabalhar aquela velocidade.

Com este sistema, em vez de se obrigar a que o clock seja fixo, obriga-se a que o consumo seja dentro de certos limites, e varia-se a velocidade de relogio de modo a atingir esses limites. Ou seja, o sistema pode usar mais hardware a menor clock, dependendo do codigo, ou pode usar menos hardware a maior clock dependendo do codigo. No fim, o que se garante e que o sistema nao e puxado demais, ao mesmo tempo que o codigo corre sem problemas (porque ou usa mais hardware, ou usa menos e e ate pode ser a maior clock.)

Dado que o consumo esta diretamente relacionado com a termica, controla-se a parte termica.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
2 meses atrás

E se precisarmos de provas basta ver RDNA VS GCN e como isso provou a historia de que o Tflops AMD nao eram iguais aos da nVidia. Porque ha os teraflops teoricos e ha a capacidade de usar efectivamente esses teraflops. E neste aspeto a nVidia esmagou a AMD ate a RDNA1 chegar.

Ewertom
Ewertom
Responder a  bruno
2 meses atrás

@Bruno obrigado pela excelente reposta.E fugindo um pouco do assunto sobre o hardware em si,o que você acha da utilização de armazenamento em ssd nvme tanto pela Mic e a super velocidade do armazenamento criado pela Sony,qual dos dois tu achas que terá um impacto negativo no que toca a preços?Pode ser uma pergunta besta,mas sei que assim como eu você evita midias digitais sendo assim o armazenamento interno se enche muito rapidamente.
Minha preocupação é referente a custos adicionais que temos nesta gen com aquisição de Hdd externo e etc,mas com a utilização propietária destes dispositivos de armazenamento ssd nvme principalmente do da Sony o preço subira numa proproção muito maior eliminando assim potêncialmente compradores do produto devido a estes custos adcionais elevados.
Posso estar errado e quero estar,mas e você,o que pensas do assunto?
Obrigado.

bruno
bruno
Responder a  Ewertom
2 meses atrás

O que penso? Concordando com o Fernando (nao o Medeiros, mas o outro), penso que esta geracao cada vez se revela como tendo chegado cedo de mais e que pelo menos ate o Outono de 2021 teria sido melhor ambas terem ficado quietas e observado o mercado antes de anvancarem.

Ha duas opcoes em cima da mesa, as empresas foram por vias distintas e ambas as vias fazem sentido, mas ambas sao pessimas para o consumidor.

Opcao 1 – Microcoft: fabrico e comercializacao de SSD proprios (parceria com a seagate), tal e qual memory cards. Cada SSD tem 1 Tb de memoria… Alem do obvio ” mas alguem quer retornar aos anos 90 e usar memory cards?” e preciso esclarecer que nao ha nada interno, e tudo memory card (ou se ha escapou-me no video revelacao). E obvio que, com o uso do SSD poderemos ter uma reducao do tamanho do jogo (ou nao) e pode ser que no fim nem sejam necessarios mais que 1 memory card por cliente, mas duvido muito. Pelo contrario pode ser que sim, que sejam. E relativamente a questao se isto os permite mais baratos, como assumes… so relembro a PS Vita, que tb teve que usufruir de armazenamento interno desta forma com memory cards proprios (e a razao era extamente a mesma – apesar de a Sony mais uma vez ter optado pelo silencio), e o resultado que isso teve. Tudo vai depender de como a MS conseguira evitar este problema – mas regra geral, se pagas para fazer compoenentes proprios esses componentes proprios tendem a ser mais caros que o ofertado no mercado comum.

Opcao 2 – Sony: A PS5 vira com 825 Gb internos que estao soldados a placa. Fora isso, se o ciliente quiser mais tera que adquirir por fora um m2. Algo que este ano sera tecnologia de ponta. Pior, o formato de SSDs nao e como os do HDD, nao esta standardizado e nao ha nada no mercado. Ou seja ainda precisamos de esperar para ver quais formatos serao suportados e o preco. Mas de uma forma simples, esta opcao tem sem duvida mais possibilidade de se tornar mais barata… se os discos que podem ser usados na consola tb forem usados em PCs. Mas no inicio, sera pessimo para o consumidor, porque os discos sao tecnologia de ponta. Ou a Sony, lanca ela mesma (a Sony tem patentes na ReRam) produtos para o PC e assim acaba por contribuir para a distribuicao ou esta pessimo tb para ela.

Ewertom
Ewertom
Responder a  bruno
2 meses atrás

Obrigado pela resposta @Bruno.

Deto
Deto
Responder a  bruno
2 meses atrás

Se tivessem deixado para 2021 como o CEO da Sony andou falando, teriam além de tudo escapado da crise do corona.

a Sony poderia ter usado o dobro da densidade em cada chip flash, daria 1.7TB com PCI-E 5.0 e memoria com o dobro de velocidade, entregando 18GB/s no SSD, Zen 3, com PCI-E 5.0 e talvez até HBM3.

Andrio
Andrio
2 meses atrás

Bom artigo mario!
Mas vou te contar viu, venho compartilhando artigos do mario para algumas pessoas entenderem melhor o PS5 mas puts… ta difícil. pessoal prefere e acredita em tudo que é rumor.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
2 meses atrás

Mas e verdade: pHil Spencer diz algo, tudo e verdade , nada e discutivel. A Sony diz algo, nao e bem assim, e mentira, etc etc. Basta ver que quando o rumor do GPU a correr a 2000 Ghz surgiu, todos duvidaram porque “baseado em placas de RDNA1 ou placas nos 14 nm” e muito quente (claro, nao deixaram o facto de ninguem saber das eficiencias da RDNA2 e melhorias de nodo tb contarem para alterar a narrativa).

Ha um fenomeno que tenho vindo a ver desde ha muito tempo e que me faz desconfiar imenso de rumores – e que os rumores e insiders surgem muitas vezes apos informacoes reveladas serem oficiais.

Por exemplo, antes da conferencia de revelacao da PS5 da Sony, quantos DEVs havia a queixarem-se da mesma? 0!

Alias, a opiniao era ate contrario: a Sony tinha a consola mais rapida, e na PS5 era tudo imediato. Mais… A Sony tinha as ferramentas mais desenvolvidas e os DEV kits mais prontos.

Ocorre o video da Sony…

E agora tens twitts deste e daquele a informarem que os DEVs estao a ter imensas dificuldades com a consola. Portanto, passaram a ter dificuldades apos o video? Curioso.

Deto
Deto
Responder a  bruno
2 meses atrás

https://pt.wikipedia.org/wiki/Medo,_incerteza_e_d%C3%BAvida

Só não sei se fazem de graça ou são pagos.

bruno
bruno
Responder a  Deto
2 meses atrás

Tendo em conta que tens imensos perfis e todos cirurgicamente a iniciarem discussoes eu apostaria em alguem pago para isso. que mantenha varios perfis e o faca. Alias, ja aqui na PC manias tiveste alguns tipos que vinham e criavam varios perfis para se darem razao a si proprios, Em foruns como o Reset Era e Neogaf nao me espantaria.

Basicamente seria teres um tipo a ser neutro e outro a ser mais agressivo com o “neutro” a vir com moralidades que tentem destruir quem discorde do mais agessivo.

Como por exemplo, “nao sei porque as pessoas insistem nesse disparate do SSD” ou ainda a insistir “nesse disparate?” Enquanto tens outros mais activos a dizerem que isso causa problemas.

Seja como for, no mercado dos videojogos nao lhes serve de muito. A PS5 representa mais de 50% das intencoesde compra para a proxima gen.

Mas o silencio da Sony e preocupante. So ha uma forma de destruir isto: comunicando, demonstrando. Eles estao a fazer o oposto completo do que fizeram com a PS4 e isto esta a prejudica-los.

Rui
Rui
Responder a  bruno
2 meses atrás

Uma empresa confiante no seu produto nao se fecha em copas e deixa duvidas no ar muito menos quando se é lider com destaque face os rivais mas isto, é senso comum.

Muito menos quando todos estamos em casa e a ler e ver noticias e a jogar e a ver televisão mais que nunca, se ha momemto certo para passar a mensagem é agora.

Quanto as performances a dura realidade vai chegar e depois quem tiver razao fica na mesma quem nao tiver razão fica na mesma mas mais “triste”.

O ssd pode vir a fazer diferença em jogos 1party acredito que sim mas isso sao 10% do total ou menos.

No resto dos jogos o ssd vai ser loadings mais curtos e uma experiência mais fluida entre menus.

Depois e segundo o richard da DF muitas coisas falta se saber ok, a ps5 tem rdna 2 mas algumas características dessa arquitectura nao tem uma delas o vrs, isto foi o que ele disse, e o cerny nao falou nisso, no RT praticamente nao falou, completamente o oposto da X.

Voltamos ao início nao estao a ser claros em muitas matérias e nao mostraram nada..

E esta parte nao percebo a sony esta la caladinha e toda a gente acha normal e tem respostas para tudo, na Microsoft estao a ser claros na mensagem e ha duvidas na memoria, no disco, no RT.

Eu nao mando nada mas gostaria de saber mais so isso, gostava de ver um loading do gtav na ps5 por exemplo..

A sensação que me dá é que a ps5 estava planeada para 2019.

Rui
Rui
Responder a  Mário Armão Ferreira
2 meses atrás

Eu nao estou contra os artigos sr mario, e apesar de concordar muitas vezes nem sempre concordo o que é normal.

A questão dos timings nao estou de acordo de todo, claro que uma empresa nao tem de reagir a outra mas se bem se lembra as falhas da xbox one a sony teve uma reação rapida humorística/sarcástica.
E nesta fase sinto muita falta de argumentos e confusão e pouco ânimo, se eu fosse o ceo e tivesse em mãos um produto revolucionário nao me ficaria por um logo e uma conferência estilo gdc.
A questão de pessoas a morrer achei de mau gosto, não disse o contrário estou me a debruçar apenas sobre o tema e ja abordei a questão do covid19 várias vezes.

Quanto ao ssd eu vou lendo opiniões e tenho a minha que mantenho.

Agora a DF nao é uma fonte credível? Essa surpreendeu me.

As afirmações da Microsoft nao vejo nada de anormal sinceramente, podem nao ser as que o sr mario gostaria de ler mas isso nao invalida o facto que a microsoft queira fazer pontes entre gerações, queira alimentar o GP com jogos de orçamentos mais comedidos tal e qual a netflix e ache se no direito de no futuro as rivais serem outras, o streaming vai chegar quer queiramos quer não, mais claro que isto a microsoft nao pode ser.

Por fim sr mario, eu sou um leitor de longa data e quando falo, nao estou diretamente a referir me a pcmanias estou a falar no geral nao sou um opinion maker, nem participo para mudar ideias apenas dou a minha opinião.
E é verdade que nao houve aqui artigos sobre o ssd e o rt mas ja houve várias considerações en passant sobre o rt e sobre o kraken da ps5 vs o velocity architeture da X.

Se eu nao puder dar a minha opinião por muito rocambolesca que seja ou errada limito me a ler os artigos.

Mas fico triste de achar que a minha ideia é desacreditar os seus fabulosos artigos apenas certas coisas nao concordo e as vezes chateia me um bocado este passar a mao no pelo numa e na outra olhos de Falcão.

Porque de resto estamos de acordo em tudo, a pcmanias em portugal da 10 a 0 a todas as outras, vivemos tempos duros e ambas as consolas prometem muito seja em legacy, em gráficos, em velocidade, em fps eu do que vejo ninguem se pode queixar compre qual comprar, mas nao e por duas mulheres serem muito bonitas que nao se tente encontrar a mais bonita das duas.

Deto
Deto
Responder a  bruno
2 meses atrás

é pura especulação, mas melhor apagar.

era uma boato da epoca

bruno
bruno
Responder a  Deto
2 meses atrás

Sim, depois do que se passou com a Nokia, tudo e possivel. Mesmo algo recambulesco como isto.

Seja como for, normalmente a Sony tem o habito de promover so pessoas com longos anos de experienica e que trabalham ha anos na empresa.. Essa senhora foi contratada para ser assistente do Jim Ryan e ele supervisiona o trabalho dela.

Se ate eu enquanto consumidor vejo que o que se esta a passar e mau, eles internamente, sobretudo executivos de topo cuja principal funcao e acompanhar o mercado deviam ter perfeita consciencia disso, independetemente de cavalos de troia ou nao!

Por isso, Deto, nao ha desculpas, se ha azelhice, essa aszelhice e interna.

Andrio
Andrio
Responder a  Deto
2 meses atrás

No artigo de ontem eu coloquei que o cara o do windows Central compartilhou algo que o ps5 estava aquecendo muito.
Dai o Jason Schreier foi citado na conversa e respondeu isso
https://twitter.com/jasonschreier/status/1245758533511118848
Depois disso a pessoa colocou o perfil dela privado kkkkkkkk

Outra pessoa faz um questionamento na thread e o cara do windows central responde isso

If this were news it’d be on the front page of Windows Central with a glorious headline.
Instead, it was a tweet with me asking if it’s FUD or not, but also mentioning how we have heard similar reports from our sources.
You want to make it more than that that’s on you, not us.

O cara sem fundamentos gerou algo e depois tira o corpo fora kkkkk

Deto
Deto
Responder a  Andrio
2 meses atrás

passivo agressivo

“isso é FUD ou é real?”

e promove o FUD, exatamente como um FUD deve ser promovido, como boato.

ai aparece os colegas dele respondendo “ouvi dizer que é verdade”

Mas se botarem ele contra a parede, responde “só tô perguntando, não disse que é verdade”

vou botar os links do print desse sujeito que criou o FUD, já que ele trancou o twitter, são os prints que o Jason linkou inclusive.

comment image?1

comment image?1

comment image?1

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
2 meses atrás

esses prints fui eu mesmo que tirei.

Estava lendo de boa e um monte de gente começou a falar “Jeffrey trancou o twitter dele” e eu “wtf? eu estou vendo tudo aqui” e por via das duvidas tirei esses três prints.

Não lembro bem, mas acho que passou 1h e aqui sim eu vi o twitter dele fechado, mas já tinha esses três prints.

Sobre o SSD, não sei se foi baseado nisso ou não, mas começou a aparecer nos foruns gente falando que “essa é a performance de pico? pq SSD esquenta e baixa a velocidade”.

depois começaram a falar que era velocidade fake, pq a performance era de Pico.

Esse deve ser mais um FUD, mas depois que a galera do Neogaf começou a postar os prints do grupo deles, a credibilidade foi pelo esgoto.

Com esses prints eu fiz um topico no neogaff ser fechado, o que espalhava o FUD, e uns dois usuários que espalhavam esse fake em outros topicos tomarem advertência.

Deto
Deto
Responder a  By-mission
2 meses atrás

a gente não sabe quantas buscas tiveram.

é como se o 100% fosse sempre o maior valor… Não da para ter ideia se o “100” sao 50 pesquisas, 500 ou 5 milhões.

podem ser 10 fanboys caixistas, 10 sonystas e 20 jornalistas de outros sites querendo descobrir a confiabilidade para ver se replicam ou não.

Depois da revelação do discord, duvido que esses FUDs ai voltem a ter relevância, a verdade que até no gamevicio o pessoal já tá de saco cheio de noticia de rumor falando que o PS5 é uma bomba.

Vou deixar o print, que deve ter sido um FUD dos mesmos caras, que se prestaram a comprar um PS4 PRO para estragar o console com uma fonte de calor do lado de fora.

comment image

Shin
Shin
2 meses atrás

Provavelmente o PS5 foi adiado, porém como nunca teve uma data eles não precisam divulgar um adiamento, apenas revelarão uma data mais adiante.

O PS5 usa uma Navi Lite, Lite = Mobility, não sei a GPU do XSX mas ela me parece uma versão Desktop. Como Lite o controle termal é mais fino, geralmente ela tenta eliminar o ruído térmico, que é quando oscilações multiplas acabam por gerar desperdício de energia. A Nvidia já tinha feito grandes mudanças desde Pascal e a AMD havia respondido em Vega, o Renoir representa o domínio disso. Mas RDNA é um pouco beberrão devido a seus WGPs muito mais complexos. Eu começo apostando em um processo de fabricação melhor que os 7nm, aposto no nó N6 nm, possibilitando explorar os 2300MHz, coisa que não pode acontecer no N7.

bruno
bruno
Responder a  Shin
2 meses atrás

Nao, Lite nao significa mobility (apesar de perceber o porque do teu pensamento e ser quase isso que se passa realmente).

Mas lite, significa, de acordo com o Komachi, que nao e descreto e sim inserido numa APU. A navi 21 tera versao lite.

Shin
Shin
Responder a  bruno
2 meses atrás

E tem razão, isso porquê já não existe Mobility na AMD. Todas foram substituídas por APUs.

APUs
Vega 3
Vega 6
Vega 8
RX Vega 10
RX Vega 11

GPUs
RX Vega 56
RX Vega 64
RX Vega 64
Radeon VII Liquid
RX 5500
RX 5500 XT
RX 5600 XT
RX 5700
RX 5700 XT

Radeon Embedded e SemiCustom também são APUs, a AMD integrou todos os seus nichos na sua oferta de APUs e a tendência é que em breve o Hexascale chegue para acabar com as GPUs no cenário HPC.comment image

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
2 meses atrás

Tudo que eu sei do Playstation 5 com certeza é que eles não revelaram nada sobre o desempenho da linha de base, utilizaram números de frequência variável para não parecerem muito mais fracos e absolutamente nenhum jogo foi mostrado rodando na máquina, nem para uma versão melhorada de algum jogo recente de sucesso. Nessa altura do campeonato em 2013, a primeira coisa que a Sony fez foi mostrar o Killzone shadow fall.
Todo o resto é especulação pois o Mark Cerny foi extremamente vago sobre a arquitetura para falar apenas de SSD, ou seja, se concentrou só no que é melhor que a concorrência.
Se a Sony tivesse alguma certeza que seu produto é tão bom quanto o concorrente, ou quanto vocês acreditam que é, já teriam falado e mostrado muito mais sobre ele, ainda mais quando eles já não iriam participar de nenhum evento no ano. E os jogos que estão por vir não é desculpa para falta de informações, bastava fazer igual a MS, mostrasse God of War versão PS5 com melhorias gráficas, 4K e 60fps.
Ignorando os boatos estranhos sobre problemas de fabricação e superaquecimento, que eu não acredito e nem desacredito, qualquer um que olha o panorama atual consegue ver que tem alguma coisa errada acontecendo dentro da Sony. Pessoas de muitos anos deixaram a empresa, desenvolvedores de estúdios principais como Naughty Dog e Santa Monica saindo, jogos que já tiveram data para lançamento em fevereiro agora adiado sem data prévia. Eles erraram em algum ponto no planejamento deles.

By-mission
By-mission
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Snif.. Algo vai muito mal com Sony!
Snif.. Pessoas de muitos anos saindo!
Snif.. Jogos sendo adiados!

O meu amigo, pense um pouco por si mesmo:
A Microsoft tem o console mais poderoso…
A Microsoft tem o console mais poderoso…
A Microsoft tem o console mais PODEROSO…

Ninguém está aqui a dizer que o céu é vermelho. A Xbox Series X é a console mais poderoso. Ponto final.

Querias o que? Toda a gente trabalhando e ficando em casa e Sony tem que cumprir o prazo de entrega, mesmo que custe a vida dos seus funcionários.

Querias o que? Mark Cerny ficar uma hora a falar do GPU mais fraca, ele tem que vender o seu console. Se nem o SSD fosse mais rápido, ele ia ficar na mesma a falar do sistema de som porque é algo em que a PS5 está melhor que a Series X.

Querias o que? Que toda gente que trabalha na Sony, trabalhe lá até morrer. Muita gente também saiu da Microsoft e que também trabalharam lá por muitos anos, deve estar ruim também…

Querias o que? Qualquer coisa que a Microsoft fale da Series X, a Sony imediatamente dê uma resposta a altura. Isso agora é Guerra Fria. Ou esqueceste dos 110 milhões de jogadores que ainda aguardam o TLoU ll e o Ghost of Tsushima projetos esses que devem ter custado largos milhões, mas ao invés de vendelos o importante é responder a Microsoft a altura.

Rui
Rui
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

Estou no generalidade de acordo, sei que a covid19 foi algo muito grave que apareceu e baralhou tudo, mas é quase um jogo de espelhos com a postura da mesma sony em 2013, em 2013 foi tudo muito diferente e se o covid19 existe para a sony e nos todos tambem existe para a microsoft.
Mas pronto ja deixei isto claro noutras ocasiões.

By-mission não sao obrigados a nada, e tens razão se o ssd fosse mais fraco iam agarrar se ao áudio ao menos es sincero, quanto aos 110 milhões , muitos deles estavam do outro lado e por erros mudaram para a sony o futuro pode voltar a mudar se erros forem cometidos.

Eu já nem sei é o que pensar desta doenca aproximam se tempos como secalhar nunca se viu tirando as guerras mundiais.

Desejo é saúde e força a todos.

Rui Teixeira
Rui Teixeira
Responder a  Fernando Medeiros
2 meses atrás

“Tudo o que eu sei do Playstation 5 com certeza é que eles não revelaram nada sobre o desempenho da linha base,…”
Entendo que não tenhas entendido a mensagem do Mark Cerny, aquilo foi um linguagem técnica dirigida a quem entende do assunto, mas temos aqui o Mário e outros usuários, que gastam parte do seu tempo a explicar as coisas numa linguagem fácil de entender, e mesmo assim não entendes? Além de não entender, tens a certeza?
É certo que a Sony ainda não mostrou jogos, mas já foram anunciados e até mostraram gameplay de 3 novas IPs que serão lançadas para a PS5. Ao contrário da MS a Sony ainda tem lançamentos para a PS4, ao contrário da MS, aparentemente, a Sony está mais preocupada com o bem estar e a saúde dos seus funcionários. Porquê a insistência de que a Sony tem de mostrar o que quer que seja, porquê a Sony está com problemas ou acabada só porque não mostra isto ou aquilo. Faltam meses, meses para o lançamento da consola, isto se não for adiada, qual é a pressa?

error: Conteúdo protegido