Quando na geração passada todos diziam que o single player estava morto e o multi era o futuro, as vendas da Sony provaram o contrário.

4.8 4 votes
Avalie o nosso artigo

Nunca jogos Single Player tinham vendido tão bem… No global os jogos single player da Sony na Era PS4 foram um sucesso, e contribuíram para o sucesso da PS4.

Nos últimos anos o nome Sony tornou-se sinónimo de qualidade nos videojogos. Apesar que nem todos os jogos possuem a mesma qualidade, os jogos Sony são sinónimo de boas histórias, boa narrativa, boa jogabilidade, e no seu global, dos melhores, se não mesmo os melhores jogos atualmente produzidos.

A prova-lo estão as vendas dos seus jogos mais populares. Vamos ver algumas:

Horizon Zero Dawn

Foi um risco tomado pela Sony. Um novo IP e dos seus primeiros jogos de mundo aberto. Apostou num ambiente pós apocalíptico, onde a terra se encontra dominada por robots com a forma de animais, alguns deles pré-históricos.



A última notícia com números de vendas data já do início de 2019, e anunciava que, no espaço de dois anos, o jogo tinha alcançado a marca de 10 milhões de unidades vendidas. Nesta fase o jogo terá vendido muito mais.

Ghost of Tsushima

Mais um novo IP, e um novo risco da Sony. Passado no Japão Feudal, conta-nos a história de um Samurai que luta para restaurar a liberdade da ilha onde habita, ganhando a fama de fantasma.

Segundo dados bem recentes, este jogo, agora com 2 anos, vendeu um total de 8 milhões de cópias.

Uncharted 4

O último episódio do famoso Franchising, lançado em 2016, anunciou em 2019 ter vendido um total de 16 milhões de cópias.



The Last of us

Na nossa opinião, um dos melhores jogos de sempre em todos os formatos, The Last of us foi uma aposta num novo IP que teve um sucesso tremendo. Vendeu até ao momento mais de 20 milhões de cópias. Se incluirmos o remaster,

God of War

Uma re-estruturação completa ao jogo e sua jogabilidade de um dos populares jogos da Sony, tornaram God of War num dos jogos de maior sucesso. Tremendamente bem recebido pela critica onde arrebatou um número record de notas máximas, anunciou-se recentemente que vendeu até ao momento 19,5 milhões de cópias.

Spider Man



Um IP Sony que se tem renovado constantemente, é baseado numa das personagens mais adoradas da Marvelk, o Homem Aranha. Como detentora dos direitos sobre esta personagem, a Sony tem vindo a apostar em vários jogos com a mesma, sendo que o jogo lançado na PS4, e produzido pela Insomniac bateu todos os recordes de aceitação deste jogo até hoje. Vendeu mais de 20 milhões de unidades.

Falando em Franchisings, referimos alguns exemplos com elevadas vendas:

Gran Turismo – 80,4 milhões

Uncharted – 41,7 milhões

Ratchet and Clank – 26 milhões



God of War – 51 milhões

Será de notar que Gran Turismo, desde há alguns anos que se vem tornando cada vez mais um jogo online. No entanto, a componente carreira sempre esteve incluída, pelo que o contabilizamos aqui.

Todos os jogos acima foram criados e desenvolvidos pela Sony.

 



4.8 4 votes
Avalie o nosso artigo
guest
34 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ki Sung
Ki Sung
12 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Vamos ser honestos, o chefe da EA quando falou que single players morreriam alguns anos atrás ele não estava totalmente errado. Na verdade, ele so errou pq os exclusivos da Sony literalmente salvaram os jogos single players. Vou excluir jogos da Nintendo pq é um nicho a parte.

Agora cabe a questão até quando a Sony vai abandonar essa visão e ficar gananciosa e preguiçosa e cair no caminho facil de milkar com micro transação e multi com pacote de skins infinitos como as grandes publishers já fazem.

Ki Sung
Ki Sung
Responder a  Mário Armão Ferreira
12 dias atrás

Sr Mário, concordo que os jogadores é o que move o mercado, mas convenhamos, ultimamente uma boa nata dos jogadores não tem um bom discernimento ao longo prazo. O artigo mostra vendas muito boas de singles, mas se for ver a receita gerada por micro transacoes de qualquer tipo, fica visível que os valores são muito maiores e mesmo que seja semelhantes em receita, o esforço para tal é infinitamente menor.

Isso só prova que os jogadores tem um péssimo discernimento sobre a escolha de jogos. Esperta é a empresa que faz isso já que pode gerar mais receita com muito menos esforço praticando serviços até predatórios.

É inegável que jogos single player de qualidade estão ficando cada vez mais escassos, grandes publishers só lançam singles bugados e sem sal com micro ultimamente. Grandes franquias e jogos como Elders Scroll, Fallout, Gta, assassins creed, far cry, FF, call of duty etc estão em queda livre de qualidade e se essa tendência continuar por alguns anos, vai ser uma via consolidada. Por isso eu referi que os jogos da Sony são uma esperança, vamos torcer que não vire uma konami da vida.

Bem, queria eu ser otimista nesse ponto.

AlterX
AlterX
Responder a  Mário Armão Ferreira
12 dias atrás

Você tem esperança demais no povo

Os GaaS já pegaram uma boa parte de fatia do mercado, e agora vem os NFTs

Já foi EA, Ubisoft e T2, daqui a pouco vai a Square e a Konami
Tá afunilando os single-player

eduard08
eduard08
Responder a  Mário Armão Ferreira
12 dias atrás

O problema e que para essas empresas nao importa a maioria, no momento em que a ha burros em minoria a gastar mais que a maioria e a sustantar esse negocio, e como tu dizes que so andam por aqui por ver andar os outros, e sao esses mesmos que estao dispostos a tudo para se mostrarem e se fazerem passar por alguem, neste caso pagando para tentar mostrar que sao bons e que avançam mais rapido que os outros, e agora com os streamers ainda e pior pois tem seguidores que lhes pagam esses “vicios”

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  AlterX
12 dias atrás

O que você não entende é que existe vários tipos de jogadores. O cara que gosta de single de qualidade não quer saber dessas merdas! Se não fosse assim, a Sony não teria vendido quase 145 milhões de jogos first party em 3 anos. Esse público vem crescendo e não diminuindo. Não espere que essa galera que tá acostumada com o filé mignon dos jogos se apaixone por GaaS e outras merdas, abandonando qualidade por vício.

Meu sobrinho joga fortnite, tem 9 anos, mas fica deslumbrado ao ver jogos single de qualidade. Ou seja, essa galerinha aí, que sustenta essas merdas nem sabe o que é jogo de verdade. Quando descobrirem o que são jogos de qualidade, não largam mais.

AlterX
AlterX
Responder a  Sparrow81
11 dias atrás

Se faça essa pergunta

Essas pessoas que estão “indo” para os jogos da Sony
São os jogadores de Free Fire/FIFA/Fortnite
ou
Os ex-jogadores de Assassins Creed, Massa Effect, Metal Gear Solid, Silent Hill, etc…

AlterX
AlterX
Responder a  Mário Armão Ferreira
11 dias atrás

É que o cara falou que os GaaS não estão disputando espaço com os single-player (SG)

Ai eu faço a pergunta, cadê os estúdios/publishers que faziam jogos SG?
Cadê a Konami, Ubisoft, EA, Activision, etc…

pô, se os GaaS não arregaçaram uma parte do mercado de games, então eu to doido

A pessoa quer contra argumentar que os GaaS não são uma ameaça porque as vendas da Sony aumentaram, mas pô, óbivo que os jogos da Sony vão vender mais, cadê os jogos SG das publishers que eu citei?

Eu acho que os jogos da Sony, Nintendo e Microsoft vão vender ainda mais, bem mais
Sabe porque? porque a Take-Two, SEGA, a Square, a Remedy, etc.. vão se tornar as “EAs” em alguns anos
Então o Uncharted, o Zelda e o TES 6 vão nadar de braçadas em vendas, já que não vai ter MGS, Mass Efect, RDR3, NieR, Mafia, etc…

É o que eu acho que pode acontecer. Mas eu espero estar errado, e que o povo que gosta de SG aumente cada vez mais, e que os jogos SG sumidos voltem

Carlos Eduardo Santos
Carlos Eduardo Santos
Responder a  AlterX
9 dias atrás

Cadê as empresas que faziam jogos bons e começaram a vender lixo no lugar?
Foram substituídas no coração dos gamers pela CD Project Red, FROMSOFTWARE, Quantic Dream, Insomaniac games, Naught Dog, e etc…
Eu tenho experiência com MMORPGs a mais de 20 anos.
E com certeza os GaaS não são nada de diferentes dos MMORPGs “free to play” de 15 anos atrás.
Aí eu que te pergunto. Por que daquela época pra cá não estamos todos ainda jogando WYD, MU online, FFF, Priston Tale, 9 Dragons e etc?
Porque todos esses jogos como os GaaS tem vida útil limitada, normalmente são frequentados em sua grande maioria por crianças e adolescentes, que com o passar do tempo mudam de interesse.
Outro detalhe muito importante é que um GaaS quando começa a diminuir seus lucros, as empresas fecham os servidores, e quem investiu tempo e dinheiro nesse nicho, perde tudo de uma hora pra outra.
Normalmente quando isso acontece, uma grande parte dos jogadores não voltam mais pra esse tipo de jogo.
Enquanto essas empresas que você citou aí se prestarem a fazer porcarias, sempre vai aparecer uma empresa oferecendo o que o público quer, a FROMSOFTWARE está aí pra provar que eu não estou mentindo.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  AlterX
11 dias atrás

Hã? Me responda o que você acha então. Tô curioso pra descobrir como funciona tua cabeça.

AlterX
AlterX
Responder a  Sparrow81
11 dias atrás

Eu acho que qualquer um que tentar AFIRMAR algo sobre esse tema está cometendo um enorme equivoco

Por isso eu perguntei, porque eu não vou afirmar nada

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  AlterX
11 dias atrás

Uffa. Achei que você já estava a generalizar.

Daniel Cardoso
Daniel Cardoso
Responder a  Mário Armão Ferreira
11 dias atrás

Verdade, más só o jogo de fadinha Genshin Impact, faturou mais só neste primeiro ano 3.5 bi, a pergunta que devíamos fazer, até quando a Sony ainda vai apostar na mesma receita, eu prefiro a receita antiga, más cada vez mais a receita nova anda a dar lucros massivos.

Juca
Juca
Responder a  Ki Sung
12 dias atrás

Jogos da Nintendo são nicho? Amigo, antes de resolverem incluir o público de celulares na contabilização dos gamers, acredito que para diminuir o mercado de consoles, este só cresce. E a Nintendo com seu nicho foi líder por diversas vezes e já salvou esse mercado da falência.

Deto
Deto
Responder a  Ki Sung
12 dias atrás

A Sony inteira esta mudando para uma cultura de “fornecer tecnologia para quem cria” no mercado de Consumo.

PS5 focado em atender necessidade de DEVs.
Cameras
Celulares, os verdadeiros “PRO” são da Sony.

Tudo da Sony no mercado de consumo está focado em fornecer tecnologia para quem cria.

Então se um dia os DEVs de jogos ficarem com vontade de fazer Micro Transação, DLC, Lootbox; ai talvez a Sony embarque nisso ai.

AlterX
AlterX
12 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Bom
Os GaaS já comeram uma boa parte de fatia do mercado de games
Os NFTs estão vindo pra dar mais uma abocanhada

Espero que todos os estúdios/publishers que fazem jogos single-player se mantenham, não dá pra ficar dependendo só dá Sony, Microsoft e Nintendo

Porque, T2, Ubisoft, EA, Square, Konami e Activision dificilmente vão se salvar da onde GaaS/NFTs

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  AlterX
12 dias atrás

Não comeram fatia alguma, apenas pegaram um público que não se interessava por outro tipo de jogo, geralmente o casual do casual que é pescado pelo vício. Isso não é roubar fatia de ninguém, é pegar um público que não estava de lado algum e “dar-lhes” algo.

Deto
Deto
12 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Primeiro eles começaram a Sabotar o mercado SP para depois dizer que isso não funciona e não dá dinheiro.

ex mais antigo que eu lembro:

Dead Space

Estragaram o terceiro jogo por causa disso, que vendeu menos que o segundo por causa disso.

A Sony aumento a qualidade dos seus jogos SP e abocanhou todo o mercado… Tanto abocanhou que a Ubisoft foi lá lançar serviço no xbox “exclusivo” para ganhar grana da MS.

A EA abandonou os SPs.

Daqui a pouco a modinha acaba e essa galera ai que apostou em MP infinito vai toda flopar.

Daniel Torres
Daniel Torres
12 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Acho que esse assunto por si só renderia um ótimo direct, apesar de eu gostar do modelo da Sony, hoje eu tenho severas críticas a ele só não esponho aqui nos comentários, pois é muito delicado para os fanboys e complicado de digitar.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
11 dias atrás

Exato, e por isso eu continuo apiando a Sony e minha opinião sobre a Sony nada tem haver com o lançamento de jogos no Pc, seria mais o que acho da fórmula Marvel nos cinemas e como isso de certa forma pode acabar prejudicando ela.

HENNAN SANTOS CARVALHO
HENNAN SANTOS CARVALHO
12 dias atrás

Na geração passada falavam que seria a última. Quando alguém faz previsão de algo, devemos antes de qualquer coisa entender quais os seus interesses. Para o presidente da EA, faz todo sentido acabar com games single player.

Rui
Rui
11 dias atrás

Agora comparemos essas vendas com os supra sumos do multiplayer. Pois.
Só o Fifa anualmente vende tanto ou mais que alguns desses juntos e sim já sei que é um multiplataforma, mas a realidade é que os multi vendem mais, ha espaço para todos mas o dinheiro não está nos single players isto olhando do ponto de vista das empresas.

Deto
Deto
Responder a  Rui
11 dias atrás

No playstation é bem dificil um Fifa ter vendido mais que uncharted.

agora se vc quer comparar vender multiplataforma, ai já começou errado.

vou botar que 1% das vendas de PS4 são por causa de Uncharted… a Sony já faturou mais que o todas as vendas de Fifa.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
11 dias atrás

OFF

https://twitter.com/SebAaltonen/status/1480886483649191939?s=20

Mário, essa discussão é bem interessante, juntou o Seb com um pessoal da Epic, Ubisoft, Nvidia respondendo.

O Seb iniciou discutindo limitações dos pixel shaders + vertex shaders na Unreal Engine 5, e algumas alternativas que ele está usando. Nas respostas desse tweet é que apareceu esse pessoal discutindo potenciais vantagens que os mesh shaders irão proporcionar. Por ex, esse cara aqui da Ubisoft https://twitter.com/LionelBerengui1/status/1480912624598634503?s=20

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Mário Armão Ferreira
11 dias atrás

E pelo visto, para irmos até o “full mesh shaders”, precisaremos ter VGAs RTX/RDNA como requisito mínimo, já que dificilmente teremos dois pipelines gráficos distintos, um para VGA de última geração com mesh shaders, e outro para VGAs mais antigas com compute shaders.

Ou seja, por enquanto apenas os estúdios que desenvolvem exclusivamente para PS5 possuem essa liberdade criativa, já que no lado do Xbox existe a paridade com o PC, e como o Seb disse: “Coverage isn’t enough yet.”.

VRS tier 2 por exemplo já está sendo empregado em alguns jogos porque é “apenas” uma etapa adicional no pipeline, e não uma mudança na gestão dos shaders, que provavelmente é algo bem mais impactante (e bem mais “caminho sem volta”) do ponto de vista de desenvolvimento.

Deto
Deto
Responder a  Carlos Eduardo
11 dias atrás

Da para supor que se na geração passado os exclusivos do PS4 eram o que de melhor tínhamos de gráficos, nessa geração a diferença vai ser maior ainda.

error: Conteúdo protegido