Sony divulgou mais dados sobre a PS5. E são sumarentos!

Entre outros dados a Sony confirmou a data de lançamento, e especificações de hardware!

Acréscimo de ultima hora: Num comunicado de imprensa a Sony confirmou um CPU Zen 2 com 8 núcleos e 16 threads.
Segue-se a notícia original:

—-

Numa entrevista bastante inesperada à Wired, a Sony revelou mais dados sobre a sua futura consola, a Playstation 5.

Os primeiros dados que surgem na entrevista vieram de Jim Ryan, CEO da Sony Interactive Entertainment, que confirmou que a próxima consola da Sony se chamará oficialmente:… (tchamm tchamm tchamm tchamm)… PS5! 😉



Mas mais relevante que o nome, foi confirmada a data oficial de lançamento da consolas: Acabando com especulações, a consola sairá em finais de 2020!

Mas Jim Ryan não era o único presente. Mark Cerny também lá estava. E entre dados já conhecidos, como o CPU baseado na linha Ryzen, e o GPU Navi, acompanhados de um SSD, Mark Cerny acrescentou um novo dado sobre algo que à muito se especulava, o Ray Tracing!

Como já tinha sido dado a conhecer,a  Playstation 5 terá Ray Tracing, mas ao contrário do que acontece atualmente com os GPUs AMD, está não será uma solução por software! Há aceleração Ray Tracing presente no GPU!

Está situação, apesar de esperada, confirma que a AMD tem GPUs novos na calha, e que estes GPUs ou serão RDNA2 ou pelo menos estaremos perante produtos bastante costumizados.

Cerny deu também mais dados sobre o SSD, onde deixa claro que o mesmo se destacará não só pela sua velocidade, mas igualmente pela sua eficiência. Numa imagem comparativa Cerny fala de uma pesquisa num disco rígido, onde a cabeça tem de andar à procura dos dados. Cada procura demora uns milisegundos, e várias fazem com que esse tempo perdido se vá acumulando, variando de acordo com a distância da cabeça ao local onde os dados estão. Para melhorar isso, é costume os programadores duplicarem alguns dados mais críticos, de forma a colocar os mesmos de forma contigua, aumentando assim a velocidade de leitura.

No caso de Spider Man, Cerny refere que há dados que, por serem cruciais, e para estarem sempre disponíveis o mais depressa possível, se repetem até 400 vezes no disco . O SSD usado irá eliminar a necessidade disso tudo. Daí que os programadores podem optar: Ou poupam espaço no disco, ou  podem criar mundos maiores.

Mas para mundos maiores, é necessário um leitor de BD de alta capacidade. E a PS5 terá um leitor de 100 GB, que duplica como leitor de Blue Ray 4K.

A instalação passará a ser obrigatória, dada a diferença de velocidades do BlueRay face ao SSD, mas ela será diferente da usada na PS4, e isto devido à possibilidade de agora poderem existir dados de jogos simplificados no SSD.  O que isso quer dizer é que o jogo deixará ser tratado como um grande bloco de dados, e o acesso será refinado, podendo-se assim instalar, por exemplo a componente single, sem instalar a multi, ou então instalar tudo e depois apagar uma das partes, ficando apenas a outra.



Isto tudo acontecerá num ambiente apoiado num interface de trabalho redesenhado. Actualmente sem lançar um jogo é impossível saber que missões single ele possui para jogar, ou que jogos multiplayer estão a acontecer no momento. A PS5 irá mudar isso! A ideia não é o jogo arrancar super rápido para permitir uma consulta rápida, mas sim algo bem mais completo onde no interface podemos consultar actividades que se pode fazer, em tempo real e em diversos jogos. E mesmo os jogos single fornecem informação sobre missões dinâmicas que se podem fazer bem  como informar dos bonús por as completar, tudo acessível no interface da consola.

O controlador é parecido com o Dualshock 4, e aparenta possuir um microfone que deverá ser para a Assistente que se falou existir na consola. Mas Cerny recusou-se a falar sobre o seu uso nesta fase.

Sem nome ainda oficial, este controlador possui gatilhos adaptativos, com resistência variável, e feedback háptico , bem superior ao rumble normal, com actuadores programáveis com comandos por voz.

O que isto quer dizer é que este controlador dará ao utilizador uma resposta de acordo com o ambiente. O sistema, baseado em vibração bastante refinada, passa ao jogador sensações bastante realistas e diferentes de acordo com o ambiente. E se os gatilhos possuem pressão variavel que nos pode ajudar a sentir, por exemplo, a tensão de uma corda num arco, esta vibração pode ajudar a uma sensação nos thumbsticks de resposta variável.

Basicamente, poderiamos dizer que as actuais consolas possuem já haptic feedback devido ao seu suporte à tecnologia Rumble. E apesar de o Rumble ser já um tipo de haptic feedback  o que falamos aqui é algo num nível bastante superior. Quem já experimentou o efeito do rumble no controlador Dualshock 4 da PS4, e experimentou o mesmo efeito nos Rumble HD da Switch percebeu já que há uma diferença significativa na qualidade e subtileza. Neste caso, o descrito parece ir a um patamar ainda superior ao da Switch.

Diz o jornalista da Wired que não só o altifalante do controlador é melhor que o da PS4, como o feedback háptico dá um excelente efeito, aos transmitir muito bem as diferentes reacções ao que se passa no ecrã. Num exemplo, nadar transmite uma sensação de alguma resistência ao movimento, que não existe ao andar, e o andar sobre areia e neve passam igualmente sensações de resistência diferentes. Já na neve o uso de uma elevada frequência passa a sensação que a neve é escorregadia.



Na entrevista a Sony mostrou uma versão do Gran Turismo Sport na PS5, e adaptada para mostrar o efeito do comando. As diferentes superfícies tinham reacções completamente diferentes em todo o comando. E, como referido, não é só uma melhoria criada pelos diversos efeitos de vibração, mas sim o conseguir-se todo um feedback em todo o controlador que pura e simplesmente o Dualshock 4 nem sequer possui.

O controlador traz ainda uma bateria melhorada, e uma ligação USB type C, sendo um pouco mais pesado, mas mesmo assim mais leve que o actual comando da Xbox.



newest oldest
Notify of
bruno
Visitante
bruno

Acrescento 3 coisas ao artigo…

Primeiro: que o design do DEV kit foi confirmado como semelhante aquele horrivel da patente (espero mesmo que o final seja muito, mas muito, diferente);

Segundo: que a PS5 permitira seleccionar o que instalar – a campanha ou o multiplayer em jogos que possuem so dois, por exemplo. Isto pode ser um sinal de problemas relativamente ao armazenamento.

Terceiro: que ao contrario do que se esperava, o SSD parece ser para armazenamento interno – o que levanta questoes sobre o tipo de interface do mesmo. Acreditavamos num scratchpad – um SSD local, a atuar como RAM, no qual se carregava uma grande quantidade de informacao do jogo a ser jogado para um acesso mais rapido aos dados. Mas o grosso do armazenamento, esse continuava a ser feito no no HDD de grandes dimensoes. Isto so me preocupa devido ao tamanho do armazenamento. Veremos que solucoes nos sao trazidas.

A funcao haptic gostava de saber como se compara ao que existe no comando da ONE, que possuia algo semelhante a resistancia nos botoes equivalentes ao L2 e R2 do dualshock 4, ou gatilhos. Pelo que sei, excepto talvez Forza, esta caracteristica foi muito parcamente foi usada e mesmo a sua implementacao em alguns casos deixou a desejar.

E um artigo que revela muitas coisas interessantes, mas o mais interessante disto e a sua natureza.

Primeiro – curioso disto tudo e que todas estas revelacoes sao acerca de caracteristicas secundarias. Parece que se esta a tentar criar atraccao pelo produto, sem revelar o principal, o que aponta para um valor de performance em teraflops nao muito atractivo, ou pelo menos assim suspeito.

Segundo – o timing deste artigo. Na segunda, chegou a noticia que a TSMC finalmente tinha as condicoes para iniciar a producao 7 nm EUV em massa. E quase como se a Sony tivesse a espera desta confirmacao para avancar com uma data. E assim sendo, uma pessoa fica a pensar no caso da MS, que se comprometeu com a data, independentemente desta confirmacao. Pode ser algo, pode nao ser nada.

bruno
Visitante
bruno

Esqueci-me de referir outra coisa…

Aparentemente a retrocompatibilidade podera nao ser total, pelo menos no inicio. De acordo com a entrevista a Famistu, onde fica evidente, da parte do japao que estao a trabalhar para tentar garantir isso (o que significa que estao a ter problemas).

O que fica por esclarecer e: retrocompatibilidade com a PS4, ou as consolas anteriores?

Seja como for, e um ponto que precisa de ser resolvido com urgencia, sobretudo porque nao ha desculpa agora: o emulador PC da PS3 penso que esta perto da compatibilidade total com todo o catalogo.

Sera um enorme fail, se isto nao estiver resolvido.

Felipe Leite
Visitante
Felipe Leite

Excelente trabalho Mário. Espero que agora a Sony defina um preço acessível para todos como foi o caso da ps4.
Mesmo com todas essas características, se o preço não for compensador, voltamos aos erros da época do ps3 e do recente erro da Microsoft em relação ao X one.
Espero que tanto uma quanto outra se baseiem no preço da ps4, quanto muito um pouco mais caro.
Vamos ver quais serão as respostas da Microsoft, quero muito que a indústria continue a ser disputada.
A competição neste momento é extremamente benéfica para nós consumidores.

Vitor Calado
Visitante
Vitor Calado

Eu aposto nos 499 euros para a PS5 e para a nova Xbox, espero bem que em termos de potência sejam semelhantes e se houver uma melhor que seja a PS5, pois eu quero comprar uma para jogar alguns exclusivos e se a consola for bem potente fico melhor com a minha consciência pois tenho muitos amigos na LIVE com quem jogo frequentemente além do meu gamescore de 250.000 de gamer pontos e não estou mentalizado para deixar a xbox portanto a PS5 será sempre a minha segunda consola…ao menos que seja bastante potente 😛

bruno
Visitante
bruno

Ultima hora: 8 nucleos e 16 threads confirmados como o CPU da PS5. A arquitetura e Zen 2 (como ja se sabia)

Rui
Visitante
Rui

Nao aprecio estas divulgações as pinguinhas.

Gosto daquelas conferências com o aparato todo e os key players a falar.

Quanto a retro se a ps5 nao for backward com todas ainda que seja parcial e nao total dos jogos na minha opinião é uma falha grave.

Quanto ao hardware tambem ja o disse mas nao aqui se a próxima xbox nao for superior a ps5 em specs e no ” relvado ” para mim é uma desilusão total, a xbox sempre foi superior tirando o hiato de 2013/2017.

Eles tem o know how e principalmente tem o dinheiro e a obrigação de superar a ps5 em specs, senao o fizerem para quem prefere a xbox como eu nao sei bem o que dizer talvez possa optar pela ps5 na próxima geração, para mim é fundamental ter o melhor hardware e na xbox one e one S isso nao aconteceu ainda que se a S fosse a xbox one original nao seria tao cáustico com o matrick como fui. Ja a X é aquilo que eu aprecio tecnologia de topo dentro dos parâmetros e preço de uma consola claro.

Sr mario na sua opinião e ja sei dos rumores etc etc na sua opiniao e se tivesse de apostar quem vai ter a edge nos specs?

bruno
Visitante
bruno

A Xbox sempre superior e algo que nao e verdade.

A unica consola Xbox claramente superior (ou melhor, as unicas) foram a original e a ONE X, que foram tambem aquelas que chegaram mais tarde ao mercado.

A 360 era um sistema mais facil para os programadores, mas nao tinha era a aquela que em termos de potencia bruta era a mais poderosa – essa coroa coube a PS3. Tiveste coisas a serem feitas na PS3 que nao tiveste em mais nenhuma consola dessa geracao.

Mas indiscutivelmente a 360 foi aquela de onde era mais facil extrair performance, e por isso tiveste titulos com maior resolucao nessa.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Melhora na velocidade de memória é uma das coisas mais interessantes que espero pro próximo PS/Xbox, espero que seja realmente surpreendente.

No controle só peço que tirem aquela luz ou dêem opção de a desligar, quanto a vibração nos jogos, eu sempre desligo então não me importo muito com isso.

O peso nesse caso é irrelevante pois será menor que o do One que já é bem tranquilo, sério mesmo que alguém se preocupa com o peso do controle por algumas gramas? Caramba, estão falando que os homens estão mais frouxos hoje em dia mas isso já é demais. Só falta o camarada querer remover partes do controle pra ficar mais leve :p

Não vejo a hora de chegar essa beleza. E uma coisa muito importante que gostaria que a Sony melhorasse é a questão da refrigeração, tô farto de ver o PS4 urrar pra não pegar fogo.

Fernando Molina
Visitante
Fernando Molina

Só sei de uma coisa, a partir de Janeiro começo a guardar uma graninha por mês para comprar o console, segundo minhas contas até Novembro terei mais ou menos 3.500,00 reais, espero que seja o suficiente

daniel
Visitante
daniel

E eu que ainda tenho uma Led 40 da Sony 1080p, vou ter que fazer 2 compras grandes; uma Qled ou Oled 4k e o novo console. Acho que para nós brasileiros, a alternativa será lá pra final de janeiro/ início de fevereiro no mercado cinza, pois me lembro que o ps4 chegou a 3.5k no lançamento. Não quero nem pensar quanto vai chegar essa belezinha no Brasil, ainda mais com rumores de $500 o preço final. Ou arrumar com algum parente/amigo no exterior kkk.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

PS4 foi lançado a 4.000 no Brasil, o que me levou a comprar o Xbox One e só ir pro PS4 bem mais tarde.
Infelizmente dessa vez, com dólar nas alturas e talvez um preço de 499 USD… O céu é o limite.

Fernando Molina
Visitante
Fernando Molina

Ah meu amigo mas aquele preço de 4.000,00 reais foi puro absurdo da Sony, pq a Microsoft com um console 100 dólares mais caro lá fora lançou aqui no Brasil por quase metade do preço do PS4

daniel
Visitante
daniel

Eu fiz a mesma coisa que tu. E pelo visto será o mesmo caminho a ser traçado,com o xbox primeiro e depois o ps5, até porque os consoles da Sony são muito mais valorizados (e nossos vendedores se aproveitam disso também). Eu acho bizarro o PS4 Pro ser na melhor das hipóteses o mesmo preço de um XBOX ONE X custando $100 a mais mundialmente falando. Inclusive no mercado cinza, por curiosidade, vi que um bundle do PS4 slim está quase o preço do One X. Só na bananalândia mesmo.

Fernando Molina
Visitante
Fernando Molina

Ah meu amigo eu to pensando em mercado cinza mesmo, mesmo pq acho dificil ele ser lançado oficialmente aqui já em 2020, meu ps4 pro e one x vieram do mercado cinza, comprar aqui oficialmente é complicado
O meu primeiro PS4 eu paguei 1.600,00 no começo de 2014, o oficial aqui era 4.000,00

Felipe Leite
Visitante
Felipe Leite

Daniel, eu possuo uma Panasonic 65dx900, e digo-te uma coisa que já mencionei anteriormente no pcmanias.com.
De verdade mesmo, o altamente propagandeado 4k não é prioridade em nada!
Não fiques a pensar que a tua TV é obsoleta porque não é verdade! Os 1080p ainda duram-te uns bons anos sem preocupação!
Eu sou brasileiro, imigrante há 16 anos, vivo em Portugal e sei bem o que passamos para ter as coisas no Brasil.
Tenta pegar uma das novas consolas, não te preocupes no imediato com a TV.

Livio
Visitante
Livio

Eu vou de mercado cinza, comprei o PS4 6 meses após o lançamento por R$1600,00 enquanto o preço oficial era os 4K

daniel
Visitante
daniel

Se a Bemol fizesse o mesmo com a família playstation o que ela faz com o Xbox seria uma maravilha. Não sei se tem a ver por estar situada em Manaus (polo industrial que monta consoles no Brasil, e com isso não tem muito custo de distribuição), mas uma grande magazine que vira e meche se propõe a vender um Xbox one X por 1799,90 é excelente. E o interessante é que o frete é bem aceitável até, sendo o problema maior o prazo de entrega.

Fernando
Visitante
Fernando

A Bemol é cliente de Azure da empresa que eu trabalho. São dois os motivos para eles terem o Xbox oficial com o menor preço do Brasil, primeiro é a zona franca de Manaus que tem bastante incentivo fiscal, e segundo é a quantidade vendida, eles conseguem vender em grande volume. Para o feriado de dia das crianças, a oferta é o Xbox one S com um jogo a R$999,00. O Playstation 4 é caro por que por algum motivo obscuro a Sony cobra mais caro no Brasil, quase o dobro, mesmo em Manaus e com os incentivos fiscais. Mesmo o Xbox One X em Manaus é menos de R$2500,00.

Livio
Visitante
Livio

[off]

“Acreditamos que dentro de um ou dois anos, teremos jogos que correm com melhor resposta e mais rápido na nuvem do que localmente, independente do quão poderosa é a máquina local,”

Google sobre Stadia

O Google Stadia poderá ganhar a capacidade de prever o botão que vais pressionar antes de o pressionar e efectuar esse gestor por ti, para que a experiência se sinta o mais fluída possível.

Não será a assistente do PS5 que jogará pelo gamer??

Brunoab
Visitante
Brunoab

meu deus uhauhauhauha

a maquina joga por vc… UHAUHAUHA

QUE CARNIÇA.

Na patente da sony, assistente vai responder perguntas e marcar lugares.

Ewertom
Visitante
Ewertom

@Livio mesmo que seja possível ser mais rápido em resposta(o que acho dificil devido a melhoramento de tecnologias) e se fosse qual seria a velocidade de banda larga para minimizar este imput lag do controlador.
Este Stadia esta cada dia indo para o buraco sozinho.

Livio
Visitante
Livio

Só coloquei porque achei um absurdo a Google falar isso, como que um streaming vai ser mais rápido que o meu device local? Ou se por acaso eu apertar um botão diferente que o Stadia pensar que eu iria pressionar?

Ewertom
Visitante
Ewertom

Por isso @Livio,para ,mim este Stadia esta cavando sua própria condenação e sou sincero que torço para ser o maior fail que a indústria já viu

Livio
Visitante
Livio

Sei que a Google tem uma IA boa, tipo ver a foto do meu filho recém nascido e já associar a uma imagem dele nos dias atuais, mas prever o que o cara vai apertar? Sei não.

Ewertom
Visitante
Ewertom

Só isso @Livio para mim já tira a imersão do game.

AlexandreR
Visitante
AlexandreR

Relativamente ao preço e ao que os consumidores acham, segunda muitas sondagens , a maioria está à espera de um valor de 499€ na próxima geração.
Nesta geração foi o que todos sabem!
Sony lançou uma consola espetacular pelo preço e qualidade 1,84 Tflops, 8Gddr5 RAM a 399€
E a MS lançou das piores maneiras, fazendo lembrar o lançamento da ps3.
Não só a consola era mais cara (499€) também devido a obrigação de levar o Kinect, como também era menos potente em GPU(1,4 Tflops) e na solução do Esram.
O que levavam a maior parte dos jogos a serem lançadas a 720P.
Que conclusões podemos tirar desta geração?
1- A MS aprendeu da pior maneira e quer fazer melhor está geração, que até verificamos a aquisição de vários estúdios
2- A Sony chegou aos 100M de vendas da ps4 chegando ha números nunca antes imaginados. Até se falava que que as consolas iam ser um fiasco total e que ia ser a última geração o que não será o caso. Devido ao grande sucesso da ps4 os consumidores vão estar atentos a ps5 e vão ter preferência pela mesma (A Xbox irá tentar contrariar)
3- Na altura que as consolas foram lançadas, ambas foram críticasdas devido à sua performance, que ficava muito aquém dos computadores da altura e que iam ser rapidamente ultrupassadas

Concluindo:
Devido aos pressupostos anteriores mencionados, sabemos que a Xbox na altura de lançar a nova geração, não irá cometer muitos dos erros cometidos. E iremos ter uma plataforma igualmente poderosa dedicada aos jogos!
Partindo do pressuposto que ambas as consolas iram ser vendidas a 499€ e devido às tecnologias já mencionados, as consolas quando forem lançadas estaram de igual forma ou melhor em certos aspectos que no PC

AlexandreR
Visitante
AlexandreR

Com o que já se sabe, o que podemos esperar por 499€? (No caso da ps5)

– leitor de blue ray 4K
– CPU Zen 2 com 8 núcleos e 16 threads
– Dualshock 5
– Ray tracing no hardware
– SSD (100 a 200 gb ?)
– 24 Gddr6 RAM (?)
– GPU AMD (12Tf?)

bruno
Visitante
bruno

A aposta no SSD num sistema tao fechado promete trazer para as consolas algo que nem o PC podera imitar. Basicamente o rendimento do sistema tb depende da velocidade de acesso aos dados. E num sistema fechado e possivel optimizar isto de uma forma nunca antes vista num PC. Por isso, acredito mesmo que na altura em que as consolas forem lancadas elas irao ser capazes de deixar os PCs de topo atras.

Livio
Visitante
Livio

@Mario O que achas das movimentações de última semana? De Layden fora da Sony e Ybarra fora da MS?

Há gente que aposta que Layden vai para MS e Ybarra para o Stadia(devido o envolvimento dele com serviços e streaming)

bruno
Visitante
bruno

O Ybarra, se trocou para o Stadia, fez mau negocio. Seja como for, foi uma decisao pessoal.

O Layden na Sony… nao foi a unica perda. Tiveste restruturacao nos escritorios dos Estados Unidos e na Europa, com muita gente de PR e marketing a ser mandada embora. Ha rumores de lutas internas por posicoes e a ver vamos como termina tudo.

Seja como for e curioso, porque o Layden era o apologista de exclusivos no PC. E agora temos o apologista do streaming e servicos online.

João Magalhães
Visitante
João Magalhães

As principais informações e especificações a Sony ainda não revelou por uma questão de estratégia então estão guardadas a sete chaves.Informações como: clock da CPU/GPU,Tflops da GPU,tipo e quantidade de Ram…..Essas são informações adicionais que definem o quanto o console é poderoso em relação ao concorrente,então não dá pra entregar de bandeja.

Apostaria que a Sony tem coisas em segredo como foi com o aumento de 4GB para 8GB GDDR5 na última hora e poucos estúdios sabiam.Eu faria isso! Iria ainda atualizar o Dev Kit no último minuto com algumas adições.

Livio
Visitante
Livio

A última que escutei por parte dos fanboys é que a MS está a ditar a próxima geração por não falar muito sobre o Scarlett.

Aí penso: “Como?”. A sony soltou as primeiras spec do PS5 e a MS dias depois faz o copia e cola na E3, sony solta uma outra coisa e a MS, se não diz o mesmo, deixa na dúvida.