Gof of War no PC requer um PC várias vezes superior à PS4 para correr o jogo com o mesmo nível de detalhe.

4.7 3 votes
Avalie o nosso artigo

A Sony Santa Mónica revelou as especificações PC para o jogo God of War, e as mesmas deverão ter surpreendido muitas pessoas.

Nota: Este artigo presume que as especificações fornecidas são reais e não dadas por excesso, fornecendo uma explicação para a disparidade. Independentemente da confirmação das especificações ou não, tudo o que é referido neste artigo é fatual.

Num tweet recente, a Sony Santa Mónica revelou o seguinte:

Estas são as especificações PC para correr o jogo nos diversos modos.



Ora a PS4 com o seu CPU jaguar capaz de 100 Gflops e o seu GPU GCN 1.1 capaz de 1,84 Tflops corre este jogo a 1080p 30 fps. Mas para correr o mesmo jogo no PC, à mesma resolução, com os mesmos FPS e mesmo nível de detalhe as especificações sobem… e bem!

Assim o CPU mínimo passa a ser um i5 6600k ou um Ryzen 5 2400 G. Estamos a falar de CPUs com as seguintes capacidades:

i5 6600k – 297.4 Gflops

E de um GPU com as seguintes capacidades:

Nvidia GTX 1060 – 4.4 Tflops.

Resumidamente, estamos a falar de hardware mais de 2x superior, para correr a mesma coisa.



E se olharmos para o hardware requerido para correr o jogo a 720p vemos algo tambem surpreendente, pois o i5 2500K paresenta 171,2 Gflops e a GTX 960 apresenta 2.4 Tflops. Ou seja para descer a resolução para algo 125% inferior ainda assim precisamos de um CPu 71,2% superior e um GPU 30% superior ao da PS4.

Para irmos para os 4K 60 fps, com grafismo melhorado, estamos a falar de hardware de topo, quer a nível de processador, quer de GPU, o que implica um PC cujo custo atual e de mais de 3000 euros.

Mas e porque tudo isto?

Será que isto implica má optimização do jogo para o PC? Não, na realidade não implica!

O que acontece é que este jogo foi criado de raiz a pensar no hardware da PS4. Ele foi criado e programado para espremer cada gota de performance do hardware específico da PS4, e isso implicou o uso do GNM, o API de baixo nível da Sony, bem com o acesso às alterações proprietárias da Sony no seu hardware e que ainda hoje não existem no PC pelo facto de este contar com GPUs discretos, como o uso do Garlic, do Onion, e das caches partilhadas  entre CPU e GPU.



Isto implica que a alteração deste motor para algo mais genérico, como é o caso do DirectX 12, implica perdas de performance, e mesmo alteração de algum código para uso de situações mais standards, e que oferecem menos performance.

Ora o DX 12 tambem é um API de baixo nível, mas é-o a um nível que não é comparável com o que acontece na Playstation. O DirectX 12 é um API de baixo nível que, como foi explicado por John Hable, ex membro da Naughty Dog, tem mais impacto no uso do CPU, do que verdadeiramente nos ganhos do GPU. Mas a diversidade de hardware do PC não permite que o API desça a um nível como o GNM da Playstation pois para a compatibilidade global torna-se necessário manter muitas das layers de abstração que, pura e simplesmente, não existem num hardware fixo como o da PS4. Aliás não foi à toa que Cerny na PS4 Pro usou basicamente duas consolas PS4… Isso contribuiu não só para a compatibilidade, mas igualmente para que o API pudesse continuar com o mesmo nível de eficiencia.

Don Williamson, da Celtoys, disse uma vez em entrevista à Gaming Bolt que “A PS4 é uma plataforma de hardware fixo, e olhando para trás até à Playstation original vemos que a Sony tem escrito o livro sobre como os PIs mais eficientes para consolas devem ser implementados“.

Cort Straton, ex Naughty Dog referiu tambem em tempos que “para ser justo, o libGCM da PS3 foi provavelmente o primeiro API moderno escrito para ir ao metal, mas todos os que sabem disso não podem dize-lo”, o que mostra que, devido aos NDAs da Sony, pouco ou nada se sabe sobre os APIs da sua consola, exceto que eles são tremendamente eficientes, e que esta é uma área onde a Sony lidera desde a PS original.

Naturalmente que ver especificações mais do que duplas do que o Hardware original não é algo normal nos dias que correm. Mas isso depende tambem, e muito, do nível de otimizações que foram implementados no jogo. Cory Barlog não foi á toa que foi aplaudido de pé pelo seu jogo God of War. Como ele mesmo referiu, foram muitos os membros da sua equipa que o tentaram dissuadir do conceito desejado, e algumas características do jogo, como a presença do Atreides, estiveram mesmo em causa durante muito tempo devido a que se tornava difícil fazer tudo aquilo que o jogo faz com o hardware da PS4. Mas o certo é que o jogo saiu de acordo com a visão de Cory… e isso certamente implicou muita, e muita otimização. Que neste caso, a confirmarem-se estas especificações se tornam aparentes nos requisitos do jogo no PC.



Nota adicional adicionada às 19:30 de 15/12/2021: Convem ter em conta que os programadores ao definirem o hardware mínimo falam de performance, mas igualmente de forma cronológica.

Passo a explicar. A GTX 780 está referida como hardware mínimo. O que podemos concluir daqui?

Podemos concluir que, de acordo com os programadores, uma GeForce GTX 770, o modelo abaixo da 780 não garante que o jogo possa correr dentro das especificações desejadas.

Mas não nos garante duas coisas. Que a 770 não possa correr o jogo com cortes abaixo do definido pelos programadores para a sua visão ideal de jogo.

Também não nos garante que um GPU como a 1050 Ti, bastante inferior em performance teórica à 770 não o corra com os parâmetros até ideias.



A 1050 TI, apesar de inferior em performance teórica, bate a 770 Ti em muitos benchmarks (PUBG, Battlefield 1, WoW, etc), ficando atrás em outros.

Isso quer dizer que, dependendo de caso para caso, a 1050 Ti pode até revelar-se capaz onde a 770 não chega. É afinal um GPU duas gerações mais recente.

A conversa das especificações mínimas é complexa, sendo que o artigo não pretende garantir ou afirmar que aquelas especificações são efectivamente as requeridas, ele acima de tudo serve para explicar como valores teóricos tão altos de performance face à PS4 podem aparecer como valores mínimos, explicando o porquê dessas disparidades.



4.7 3 votes
Avalie o nosso artigo
81 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Eraser
Eraser
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

PC atualmente é assunto para o qual nem olho.
Até poderia rodar a 4k@60fps numa gtx 1050 que mesmo assim ficava mais caro que jogar numa ps5.

José Galvão
José Galvão
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Ainda me lembro dos argumentos trocados com a “Master Race” ainda nos tempos da PSOne, a forma como gozavam com o port de Diablo, quando eu lhes perguntava por um PC com 32mb de ram que conseguisse competir com os visuais de um God of War 2 na PS2 que me dissessem algo…

É por isto que quando saiem as specs das consolas, fica tudo desiludido, pois olham as mesmas com as “palas” do PC, uma consola consegue perfeitamente bater um PC que custa 3 ou 4 vezes mais o seu preço, onde é que no PC conseguem 4k dinâmico a 60fps com RT a 400€?
Boa sorte…

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  José Galvão
1 mês atrás

A maioria que arrota que pc é isso ou aquilo tem uma máquina de merda. Cansado dessa guerrinha de plataforma. Montei pcs durante 20 anos e sei o custo absurdo que era e agora piorou ainda mais. Só quero sentar a bunda no sofá e jogar sem preocupações.

Juca
Juca
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Hoje vou ficar calado! 🤣

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Juca
1 mês atrás

Não me referia a você, de forma alguma, amigo. Hehe

Juca
Juca
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Não, só quis bricar pela discussão de ontem! Tudo na boa! 😄

AlterX
AlterX
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

“Cansado dessa guerrinha de plataforma”

Deu pra perceber…

Eraser
Eraser
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Não querendo entrar em conflitos inúteis, mas penso que deverias advertir de igual modos todos os instigadores. Senão arriscamos que a parte de debate se torne num lamaçal como já aconteceu anteriormente.

AlterX
AlterX
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Mas é ai que tá, eu não fico de hipocrisia
Eu acho divertido a guerra de plataformas, contanto que não haja ofensas

Tem gente que vive reclamando de flame war mas vive fazendo

Deto
Deto
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

também jogava muito em PCs.

lembro quando montei um athlon xp2600+ 512mb de ram e uma Geforce 6800 AGP.

esse PC era top – mid, so tinha a 6800GT mais poderosa de PV.

e era engraçado que cara com 1/10 do meu PC sempre mentia na internet que “meu pc roda liso DOOM3”

Sempre que cara do PC fala eu já duvido que seja verdade

dois anos depois tinha que jogar tudo isso fora, até a fonte, pq todos os padrões tinham mudado…

sobre o preço, em promoção uma 6700XT no BR custa o preço de comprar um PS5, três jogos de 350 reais e um control extra UHAUHAUHAH

Eraser
Eraser
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Os PCs são máquinas de evolução continua, as consolas sao projectos de 6 ou mais anos, que aliás é outra forma de ver as consolas como ainda melhor investimento devido á desvalorização.

Mas é o mundo de evolução continua dos PCs que nos permite ter consolas a preços ainda justos.

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Bom, eu pensava errado então que hoje era mais fácil o upgrade.

No fim, tá igual… Usar até onde der e trocar tudo. A diferença que hoje dependendo o PC dura 5 anos e não 2 como nessa época que eu usava PC para jogar.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Deto
1 mês atrás

É o que falei: basta ler um pouco para entender como as coisas funcionam (inclusive neste ótimo sítio) e nós vivemos na pele. Não conheço UMA pessoa que tem um PC de TOPO falando de vantagens que não existem. Já quem tem PC mequetrefe está todo dia na net fazendo guerrilha contra console. Não tem condição nem de sustentar um console de 5k, imagina um PC de 20k. Vai jogar game de 2018 de um hardware defasado, pior que no ps4 é fica arrotando aí. Ridículo.

Em tempo: Não sei o que alguns desses caras fazem aqui, pois sempre estão contrariando o Mário em qualquer artigo. Você não precisa dizer amém para tudo, mas discordar de tudo é ser um babaca querendo atenção.

AlterX
AlterX
Responder a  José Galvão
1 mês atrás

Comigo foi o oposto

Pra mim hoje sinônimo de videogame é PC

Eraser
Eraser
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Para mim também seria, se fosse herdeiro do João Rendeiro.

José Galvão
José Galvão
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Se estás contente com o PC ótimo, mas para mim ficar-me só pelo PC é sinónimo de perder muito do melhor que esta industria tem para oferecer.

AlterX
AlterX
Responder a  José Galvão
1 mês atrás

Por isso escolhi o PC
Zelda BotW 2 provavelmente vai rodar liso no day one no PC

Juca
Juca
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Amigo, poucos jogos desses melhores do Switch rodam redondo no PC em ambos os emuladores mais conhecidos, que eu tenha conhecimento, a menos que você esteja falando de resoluções baixas e de uma 3080/3090.
O Primeiro zelda, pelo que sei, roda bem porque era emulado do WiiU até onde sei.
Mas sinceramente pra quem gosta de jogos esse tipo de coisa não é algo pela qual se deva incentivar ou contar vantagem na internet.
Não sou nenhum santo ou moralista, e até acho que em algumas situações aqui e acolá essas práticas se justifiquem, mas evitemos esse tipo de coisa, pois não é bom pra produção daquilo que é certamente um dos nossos hobbies preferidos.

AlterX
AlterX
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Se for exatamente a versão de PS4 então o Cory Balrog fumou um dos bons pra colocar essas specs, nem o RDR2 pede isso
Mas como o God of War (2018) Remaster vai ser exclusivo do PC, então provavelmente deve ter várias melhorias gráficas que acabam pesando
Mas ainda sim. essas specs quase nunca representam a realidade e sempre é arredondado pra baixo

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Não adianta. Ele pode ver acontecendo que vai continuar discordando e tentando ginástica mental pra colocar o próprio argumento por cima. Ou tá revoltado, que no PC dele vai rodar tudo no low ou nem vai rodar.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  AlterX
1 mês atrás

“Nem RDR2 pede isso”. RDR 2 é um exclusivo otimizado ao máximo para ps4? Creio que essa pergunta já responde muitas dúvidas suas.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Rockstar tem 24 anos de experiência em fazer seus motores gráficos rodarem no PC.

Já a Santa Monica, após 20 anos trabalhando exclusivamente com SDKs do PS2, PS3, PS4, PSP e PSVita, está finalmente ampliando seu mais recente motor gráfico e publicando seu primeiro jogo no PC.

Isso também ajuda a explicar muita coisa. Não é simples como parece.

netto
netto
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Manera aí nos cogumelos amigo kkk

Deto
Deto
1 mês atrás

Essa especificação é muito tapa na cara de fanboy de PC que falava que um PS5 equivale a uma 2070

precisa de uma 2070 para rodar um jogo de PS4 PRO a 60fps 1440p, quando o PS4 PRO roda esse mesmo jogo a “1440p” 45fps.

os pczistas irão dizer que é falta de otimização, como sempre.

Eraser
Eraser
Responder a  Deto
1 mês atrás

Eu acho a situação normal, o jogo foi criado numa engine 100% playstation.
Queriam que fizessem uma engine nova para melhor optimização? Isso seria de loucos e altamente dispendioso.

É um pouco como a emulação, forçar o poder de processamento para colmatar os gaps inerentes ao engine.

Juca
Juca
Responder a  Deto
1 mês atrás

Deto, deixemos a passionalidade e a falta de paciência de lado, eu prefiro um PS5 pra jogar por “n” motivos, e o PC tem muitas desvantagens em relação a consoles, hoje, salvo pra quem já precisa de um possante pra trabalhar, o custo/benefício pra jogar nele já caiu bastante comparado aos atuais consoles e na maioria dos casos, nem vale mais a pena.
Mas é preciso reconhecer que do mesmo jeito que existem jogos melhores otimizados para console, existem coisas melhores otimizadas pra PC. Isso, por si só, não faz um melhor que o outro de um modo geral.

Ontem quando discutíamos o DLSS mostrei objetivamente que há jogos que existem em ambas as plataformas e que rodam melhores numa 2070s, da mesma forma que acho que uma 2070s não rodaria um Rift Apart na mesma qualidade sem ter alguma absurda mudança em como muitas engines trabalham com o PC e sem um placa mãe bem moderna e um SSD NVme de ao menos a metade da velocidado do PS5 já que Ratchet não usa nem de perto a velocidade e bandas máximas do console da Sony para o streaming de dados.
E quando falei da relevância de DLSS falei justamente pela ótica de que Thirdies dificilmente não farão um jogo com PC também em mente.

Pra realmente haver um discussão saudável, que imagino ser o que pretendemos aqui, as pessoas precisam separar gostos e preferências e procurar entender o que os outros falam sem levar isso pro lado pessoal.
Da minha parte você não terá ironias, nem defesas absolutas de qualquer marca, mas entendo a falta de paciência diante de tanta alienação e guerrinhas nas discussões de internet no geral.
Precisamos é perceber que boa parte disso vem da necessidade de qualquer um de ser aceito e fazer parte de um grupo que embase e até apoie suas escolhas, e que de modo algum o que digo aqui sirva pra justificar a alienação e o fanboysmo.
Lembro que continua imprescindível sempre estarmos atento pra não virarmos o que condenamos.
E vou dizer outra obviedade: opiniões e gostos todos temos e nem sempre são iguais (talvez até raramente)!
Que tenhamos paciência pra ouvir as coisas das quais discordamos e pra responder ou ignorar da mesma forma, pois a depender de como se responde, só parecemos não ter razão, e a busca da razão (racionalidade) é o verdadeiro motivo que deveria nos levar a discutir.

HENNAN SANTOS CARVALHO
HENNAN SANTOS CARVALHO
1 mês atrás

Algo me diz que esse artigo vai envelhecer muito mal.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  HENNAN SANTOS CARVALHO
1 mês atrás

Se a pessoa se atentar para o que está escrito, creio que não envelhecerá mal. As premissas e restrições estão bem delimitados.

O problema dessa discussão é que apesar das consolas serem caixas fechadas com diversas customizações específicas, falar sobre hardware no geral é algo mais simples, e ao mesmo tempo mais exato. Mas hardware se torna um monte de silício inútil sem o software. E a discussão complexa está justamente no software.

Se todos os estúdios usassem Unreal Engine ou Unity, poderíamos ter algumas generalizações específicas sobre software. Mas os grandes estúdios constróem seus próprios motores gráficos, alguns conseguindo optimizações espetaculares sobre as APIs e SDKs. E isso acaba jogando o hardware para uma discussão de segundo plano.

Claro que o hardware é muito importante, não estou defendendo que o Macgyver faria Uncharted 3 rodar perfeitamente no hardware do PS2. Mas software optimizado e bem escrito faz um grande diferencial. E também é extremamente importante ter arquitetura simplificada para que até os menos capacitados consigam bons resultados. Não adianta muito a Naughty Dog saber tirar leite de pedra do PS3, e outras dezenas de estúdios não terem se aprofundado o bastante, já que vendem em diversas plataformas.

É por isso que a discussão de “o PS5 é equivalente a 2060 super, ou 2070, ou 2080?”, a resposta mais exata seria: “depende, de qual motor gráfico estamos falando?”. Porque essa equivalência entre caixa fechada e um padrão aberto vai variar do quanto um estúdio irá dedicar sobre certa caixa fechada para optimizar seu motor gráfico. E essa optimização ainda vai sendo aprimorada ao longo dos anos, pois com a competitividade, quanto mais diferenciado um jogo estiver, maior será o seu potencial de venda. Se compararmos Uncharted 1 de 2007 com The Last of Us em 2013, ambos para PS3, vemos que a Naughty Dog deu um salto gráfico quase que geracional dentro do mesmo console.

Um bom exemplo disso é RDR2 no Xbox One X. Um dos jogos mais espetaculares visualmente rodando em 4k nativo nessa consola. Vários outros jogos não possuem o mesmo capricho técnico e rodam em 1800p ou 1620p no Xbox One X. Então a expertise do estúdio em optimizar o motor gráfico em cada caixa fechada faz toda a diferença.

Hennan
Hennan
Responder a  Carlos Eduardo
1 mês atrás

Eu reconheço a importância da otimização. Mas esse não é o ponto. A questão é que independente da qualidade da tese, se ela surge de uma hipótese errada, perde seu valor. E nesse caso, claramente as especificações exigidas são irreais. Por isso acho que vai envelhecer mal.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Hennan
1 mês atrás

Entendi, mas isso o Mário deixou claro como eventuais restrições.

Eu concordo contigo que me parecem requisitos exagerados, mas por outro lado, em 20 anos a Santa Monica nunca portou nada para PC. Então possivelmente também podem ter algumas dificuldades iniciais com optimização no DirectX.

E mesmo que seja um estúdio terceirizado portando o jogo, envolve pegar um jogo com um motor absolutamente enraizado na GNM do PS4 e fazê-lo funcionar bem com DirectX. Pode ser que os resultados iniciais sem a devida maturação não sejam lá tão optimizados como poderia.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Obrigado Mário

AlterX
AlterX
1 mês atrás

OFF: Saiu os testes do Final Fantasy 7 Remake de PC
E a GTX 1050ti botou o PS4 Base pra mamar

Eraser
Eraser
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Mais recente e mais poderosa que a ps4, e o pior é que com o preço delas usadas compra-se quase uma series s.

Já agora, joguem que é um excelente jogo.

Mas sim, as consolas mostram o que valem em engines exclusivas, nas outras nem por isso.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

O cara viu o The Last of us part 2 rodando em um ps4 base, viu o Horizon Forbiden west rodando em um ps4 e ainda não entendeu? Sinceramente, penso que ele não quer entender, Mário, ou seja, está gastando todo seu latim com uma porta.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Parece que está rodando bem mesmo.

FF7 Remake roda na Unreal Engine 4. Assim como Days Gone e Gears 5, estão performando bem no PC.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Parece que a realidade não é bem essa. A DF encontrou incontáveis problemas na versão PC e recomenda a versão de PS5.

Na verdade, quem mamou aí foi o PC.

https://twitter.com/dark1x/status/1471796810817626113?t=JUEwnzSeO9CUddFhSilCTA&s=19

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Ih rapaz, parece que o frame-rate está instável e cheio de “frames falsos” igual o The Medium. E o Alex testou em uma RTX 3090.

Engraçado que o “El Analista de Bits” em sua análise não apontou nenhuma dessas instabilidades: https://www.youtube.com/watch?v=gLbfAjaeF-Q

Acho que aqui entendemos porque baniram as análises desse canal lá no neogaf. Parece que não existe expertise técnica suficiente para tal.

BTW – RTSS não parece pegar os problemas de taxa de quadros em FFVIIR, tanto quanto eu posso dizer. Ele está dizendo que o jogo está rodando a 60, quando com certeza não está. PresentMon não está refletindo o que está na tela. Eu vi isso antes no The Medium no lançamento, e no No Man’s Sky OGL

https://twitter.com/Dachsjaeger/status/1471789001405313027?s=20

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Carlos Eduardo
1 mês atrás

Se numa 3090 tá assim, imagina no resto.

Deto
Deto
Responder a  Carlos Eduardo
1 mês atrás

FF7 deve ter sido um jogo inteiramente desenvolvido para Playstation principalmente, fácilmente portado para PS5 por ter tudo que o PS4 tem e ainda mais recursos.

Chegou no PC e ferrou… Eu acho que foi isso.

Meu palpite é que esses jogos exclusivos de console ficam ruins no PC pq o PC é “pouco integrado” enquanto o console é altamente integrado.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Deto
1 mês atrás

Mas tem ports muito bem feitos pro PC. Obviamente quando se programa pensando o hardware único do console, se precisa de mais no PC para se conseguir equiparar. E é disso que estamos falando a dias pro moleque aí.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Sinceramente André, não consigo entender como alguém ainda defende jogar no PC frente aos consoles em 2021. Os jogos hj do PC são absurdamente caros, as peças são caríssimas, não tem a msm comodidade, sempre costuma ter algum problema de performance nos jogos por conta de péssimos ports, etc… PC é para ninguém, penso eu a não ser que o cara já o utilize para trabalho e quer unir o útil ao agradável, mas quando digo utilizar para o trabalho, é viver de PC msm.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson Nill
1 mês atrás

É que geralmente quem defende PCs para se jogar a qualquer custo são pessoas que não estão nunca nos top de linha. Então a realidade é que pouco conhecem dos consoles e se contentam em jogar em resoluções de 1080p e até abaixo. O cara que tem bagagem no PC e cu pra comprar uma máquina decente sabe dos benefícios, das dificuldades e geralmente também tem consoles e os valoriza.
Já o moleque aí de cima, fica o dia inteiro militando na gamevicio querendo falar de placas que sonha em ter daqui uns 5 anos e olhe lá. Rsrs Conheço bem esse tipo.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Cara, no pc eu só uso para o Xcloud até a MS colocar o app na TV!rs

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Entendo perfeitamente, Mário! O PC hj ao meu ver, é uma abominação para jogos!

Elton
Elton
1 mês atrás

Então ainda vale ter um Xbox mesmo os jogos saindo para PC no primeiro dia

Elton
Elton
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Isso não é para ti.
É que tem muita gente que por um ódio incompreensível diz que não vale a pena ter um Xbox já que tudo sai no PC, mas aqui nas conversas todos concordam que console tem menor custo e é mais cômodo.

Juca
Juca
Responder a  Elton
1 mês atrás

Tudo depende do que se quer e o do que se aceita, hoje, se pode jogar os jogos do xbox sem console, já que existe a xcloud, mas é de se pensar que a xCloud não tem todos os games de xbox possíveis a disponibilidade do Series S. Outro ponto é quem já tenha um console de xbox se vale o investimento pra jogar os mesmos games ao qual já tem acesso com seu modelo anterior.
Acredito que o maior paradigma do Series S especificamente é que apesar de barato ele pareça um tanto limitado para ser considerado de nova geração. Um ssd pequeno, uma gpu que parece trazer limitações (alguns jogos se susyental melhor no One X da geração anterior), e para alguns até a falta de drive de disco. Muitas vezes a percepção é um Series X depenado se salvando apenas a CPU.
Pessoas não passionais se perguntariam se é necessário um console “lite” se o futuro é cloud. E se faz sentido comprar um console com certas limitações claramente percepitíveis para a nova geração.
Outro ponto é quem tenha PCGamer, mesmo modesto, que suporte minimamente rodar os games do Xbox, se alguém já joga em PC, presume-se que não tem preconceito ou motivação para gastar dinheiro em um console da MS. No PC, além de quase todos os benefícios do próprio Xbox, como Gamepass, xCloud, Marketplace da MS… Tem tantas outras que o permitem jogar um catálogo infinitamente maior, ter maior concorrência de preços (apesar de sabermos que a maioria bota defeitos noutras lojas que não sejam a Steam – fanboys), têm online de graça e até mesmo maneiras pouco éticas de acessar conteúdos não oficiais emulando ou criando versões alternativas.
No fim é a percepção individual de cada um, escolhendo o que é mais benéfico ou gratificante para si, e ninguém tem nada a ver com isso.
Mas todos temos nossas preferências.
Pessoalmente, em console xbox eu não invisto mais por motivos pessoais. Achei que a empresa abandonou o motivo de eu investir num console xbox, tendo um PC modesto mais competente pra jogos e portanto acesso gamepass, e tendo acesso a jogos da MS por cloud, não vejo porque eu investiria num xbox.

netto
netto
Responder a  Elton
1 mês atrás

Prefiro PlayStation, não curto jogar em PC e sempre que posso adquiro Xbox.

Atualmente já tenho XSX, curto tudo que ele tem de bom.

Ao lado do meu PS5 são os consoles de eleição de momento

Hennan
Hennan
Responder a  Elton
1 mês atrás

Vou continuar com a opinião de que não vale. Simplesmente porque a economia no console é facilmente paga pelo preço dos games. Epic está hoje com sua promoção de Natal e não tem como competir. Acabei de comprar um lançamento na steam por 58 reais que custa 180 na PSN. Ou seja, videogame só faz sentido se tiver jogos que aproveitem seu hardware ao máximo ou que sejam exclusivos. Nada disso existe no Xbox.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Hennan
1 mês atrás

Nesse exato momento, Mortal Kombat 11 está 40 reais na Ps store e 159 na Steam

HENNAN SANTOS CARVALHO
HENNAN SANTOS CARVALHO
Responder a  Edson Nill
1 mês atrás

O que está no gamepass? Melhor tentar novamente, uma hora acerta. Mas exceção não muda regra.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  HENNAN SANTOS CARVALHO
1 mês atrás

Sim, mas não é seu! Porém quantos games estão no ps now, quantos foram dados na plus? É melhor tentar outra, irmão!

Eraser
Eraser
Responder a  Edson Nill
1 mês atrás

Comparar o now com o gamepass é irreal. Game pass tem montes de jogos e lançamentos day one.

Deto
Deto
Responder a  Elton
1 mês atrás

olhado só para o contexto da noticia, não vale a pena xbox.

pq os jogos “do xbox” no PC saem bem otimizados, pq são na verdade multiplataforma.

agora sobre outros argumentos, ai já falaram ai em baixo.

Vitor hugo Reale Pereira
Vitor hugo Reale Pereira
1 mês atrás

A tecnologia está evoluindo bastante espero que os novos consoles utilizem diversas ferramentas para melhorar a experiência do jogador. Assim como no pc espero ver o ps5 e xbox series rodando lindamente os novos jogos. Tecnologias como dlss e fsr ajudam nesse sentido. As novas placas de vídeo da Nvidia e AMD devem trazer saltos enormes e deixar os consoles pra traz em poder como sempre foi.

Eraser
Eraser
Responder a  Vitor hugo Reale Pereira
1 mês atrás

Por mim se mantiverem a maioria como o demons souls remake está óptimo.
Para mim uma das melhores optimizações desta geração.

netto
netto
Responder a  Eraser
1 mês atrás

Não joguei ainda.

É bonito para nova geração? Comparando com os anteriores jogos da From?

Tô jogando Ratchet & Clank Rift Apart e achando que este é o Killzone Shadow fall do PS5

Juca
Juca
Responder a  netto
1 mês atrás

Em que sentido representaria o Killzone? Bonito mas só bonzinho? Pois essa foi minha percepção sobre Killzone de PS4.

Eraser
Eraser
Responder a  netto
1 mês atrás

É excelente, mas sou suspeito.
Visuais do melhor, muito fluído e a opção 30fps vs 60fps não perde quase nada em termos visuais.

Um jogo que deveria servir (a para de RE2) como exemplo de remakes de excelência.

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
1 mês atrás

Tem que fazer a comparação posteriormente, mas é muito provável que essas especificações descritas como mínimas serão o suficiente pra rodar o game em 1080p 60fps com configurações gráficas já superiores ao PS4, numa mistura de médio com alto. No Horizon Zero Dawn com um Ryzen 2200g e uma GTX 1650 Super tenho a maioria dos settings em high para jogar em 60fps bem estáveis. Com tudo no ultra posso jogar em 1080p 30fps sem problemas. Os presets de console para jogos portados tanto tempo depois geralmente se equivalem a uma mistura de Medium com Low. Pelo menos RDR2 nos consoles é quase 100% o Low do PC.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Fernando Medeiros
1 mês atrás

Seu kit CPU + GPU é muito superior às especificações dos consoles de 2013. Então é o esperado.

Sobre os presets de console, depende do jogo. De fato muitos realmente tem vários presets no low, mas dependendo do jogo, pode até estar rodando com alguns bons presets nos consoles.

Um case mais recente que tive foi Dirt Rally 2.0 quando saiu na plus. Antes do jogo sair na plus, eu jogava no PC em 1080p 60fps no high, e o PS4 fat roda nos mesmos 1080p 60fps. Só que a diferença visual é bastante notória, o PS4 certamente tem alguns (ou vários) presets no low. Eu infelizmente não coloquei o jogo no low no PC para comparar, e já não tenho mais a VGA.

error: Conteúdo protegido