Playstation 5 pode deixar de ser vendida com prejuizo… já no mês que vem!

5 3 votes
Avalie o nosso artigo

Apesar de o dado ser claro e estar no relatório da Sony, poucos parecem ter notado o gráfico da Sony ali presente.

A PS5 foi lançada com prejuízo por unidade. A PS5 DE com mais prejuízo ainda!

Mas o que poucos parecem ter reparado é que a Sony prevê que a versão standard da PS5 deixe de dar prejuízo já para o mês que vês, com o seu custo de fabrico a igualar o custo de venda.

Esse gráfico foi colocado no seu relatório mas, aparentemente, poucos ou nenhuns o viram uma vez que esta é uma notícia digna de parangonas que, até ao momento, não existiram, e pode ser vista na imagem que ilustra este artigo, e que se repete de seguida:



Naturalmente a situação é uma previsão, e fica dependente das variações dos custos dos componentes, mas o certo é que desta forma a PS5 torna-se menos um peso nas contas da Sony.

 

 



5 3 votes
Avalie o nosso artigo
20 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Hennan
Hennan
22 dias atrás

Gostaria de escutar o conferece call deles, porque não vejo como os custos caíram tão rápido. Minha dúvida é se esse break even não leva em conta o retorno com software também.

Paulo
Paulo
Responder a  Hennan
22 dias atrás

Tenho a mesma dúvida. Dada a situação atual, com a dificuldade de produzir os componentes do PS5, acredito eu que os custos de produção do mesmo permaneceriam os mesmos, provavelmente até aumentariam.

Finn
Finn
Responder a  Mário Armão Ferreira
21 dias atrás

O Average Wholesale Price é o valor que a Sony vende os consoles para os varejistas, sem incluir os custos de logística e margem de lucro do varejo ou o custo final para o consumidor? (500 USD/EUR)?

Deto
Deto
Responder a  Paulo
21 dias atrás

Isso é pq rapidamente eles ajustam linha de produção, fornecedor, etc.

Provável que o custo nos 6 primeiros meses esteja pagando o custo integral da implantação da linha de produção dos componentes, lucro + custo + investimento na implantação, e agora a Sony só pague o custo + lucro.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Hennan
21 dias atrás

Compartilho da mesma dúvida Hennan.

Outro ponto que me chamou a atenção neste slide foi o “Importance of console in business model is reducing”, com a participação em receita de hardware caindo de 48% em 2013 para 20% em 2020. Essa informação pode levar a uma interpretação enganosa, já que a Sony continua vendendo muitos consoles (ainda mais agora com o PS5) e a receita de hardware certamente é alta. O ponto é que a base de consumidores ativos aumentou bastante do PS3 (2013) para o PS4 (2020). No PS3 os jogos de sucesso venderam 5, 6 milhões de unidades. Já no PS4 esse patamar subiu para acima de 10 milhões de unidades. Isso para não falar na quantidade de assinantes. Então a receita com software e serviços “explodiu” de 2013 pra cá.

Então para Sony e Nintendo manterem essa base de consumidores consumindo mensalmente, precisa vender consoles e investir pesado em hardware fornecendo novas experiências para reter a base. A Microsoft claramente está no caminho de transição para o streaming com Xcloud. A Sony até mencionou no seu relatório que quer abrir o mercado com PCs e smartphones, mas creio que a Sony enxerga essa transição em um formato mais duradouro, já que nesse mesmo relatório existe outro slide mostrando que a Sony prevê um crescimento do mercado de consoles de 62 bilhões dólares em 2020 para 88 bilhões dólares em 2025, e que busca alcançar 50% deste mercado com o PS5.

José Galvão
José Galvão
Responder a  Hennan
21 dias atrás

Provavelmente a consola foi pensada para começar a dar lucro por unidade mais cedo que o normal, confesso que fiquei surpreso por acontecer tão cedo, no entanto não acredito que seja à custa de software porque se assim fosse, já dava lucro desde o inicio.

Deto
Deto
21 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Produção até agora:

Lucro
Custo
Investimento na próxima produção (linha de montagem específica por ex)

Mês que vem:

Lucro
Custo

O resto, ex, o custo das linhas de produção específicas já está pago.

||||||||||||||||||

Pelo visto, comparando receita de software com 2013 e 2006, a Sony já mês que vem com lucro fica parecendo que a Sony podia ter subsidiado o PS5 mais ainda…

Podia ser um hardware quase top de linha… 32GB de RAM com uns 900GB/s, GPU 72CUs 2.2ghz, 1.6TB de SSD por 550USD.

Com a AMD botando pressão no cangote da Nvdia eu imagino que logo logo uma Placa MID com preço de 500 USD entregue o dobro de performance dos consoles na GPU.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Deto
21 dias atrás

Deto isso que você falou era o que o user Bruno falava, mas não entrarei nisto porque desenvolver uma máquina dessas seria uma esforço gigantesco fora o custo.

Agora com isto prova que eles poderiam vender o Ps5 a 400/450 e sem a palhaçada do Ps5 digital.

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Acho q os consoles são o que são exatamente pq foi a Sony q subsídiou menos o console.

Era quem tinha mais faturamento para isso é mais capacidade metal comparado com quem apresentou Halo Infinit e queria o “console mais poderoso da história” e tanto em software como hardware do fez m@#&+

Fico curioso para saber o que renderia a mais 100 dólares extra de subsídio.

Imagine preço de 550 USD com BOM de 650.

Deto
Deto
Responder a  Daniel Torres
20 dias atrás

Eu falo do PS5 pq apesar de ser o menos subsidiado, entre ele e o Xbox, é o console que mais podia ter sido subsidiado.

Ítalo Gabriel
Ítalo Gabriel
21 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Mario sou do Brasil e acompanho seus artigos a anos, mesmo leigo consigo entender muitas das suas explicações, Parabéns 😀

Derhel
Derhel
21 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Já o disse aqui uma vez e vou repetir, não me interessa o que diz a Sony, não me interessa o que diz a Microsoft, mesmo em tribunal sob juramento, as consolas não são vendidas a dar prejuízo.
Vamos olhar para o gráfico, de um suposto prejuízo até finais de março tem uma queda acentuada dos custos de produção que pelos vistos não vai parar tão cedo.
Dizem os pseudo analistas que os componentes vão ficar mais baratos. Só podem está a brincar, já viram aquela queda?

Mas vamos por partes. Em primeiro lugar os custos de produção de uma consola não são só os seus componentes e não começam no momento em que a consola começa a ser produzida. Começam muito antes, mas mesmo muito antes, começam no momento em que a consola começa a ser projectada, ou seja 4 ou 5 anos antes de ser comercializada.

Em segundo lugar os lucros de uma consola não começam quando se tem lucro por cada unidade vendida, mas sim quando os lucros das vendas ultrapassam todos os gastos de produção, desde o projeto á comercialização passando pelo marketing e pela logística de distribuição.

Pensem comigo, eu tenho um produto que tem custos de produção total (produção, marketing, logística, etc..) de 1€, o produto é vendido por 2€ e o custo do projeto foi de 1000€. Ou seja eu só vou ter lucro quando vender mais de mil unidades até lá estou a vender com prejuízo mesmo tendo 100% de lucro em cada unidade.

Podemos olhar também para o cinema, um filme desde o momento em que é lançado começa a gerar receita, que só é considerada lucro quando ultrapassados os custos de produção, até pode dar 50 milhões de lucro mas se custar 60 milhões a ser produzido, é considerado prejuízo.

Ou seja a ps5 a partir do mês de junho vai ultrapassar os custos totais de produção mais os custos do projeto, em mais ou menos 9 meses os custos do projeto foram ultrapassados. A partir de junho ficam os gastos em marketing, logística e produção.
A Sony sabe perfeitamente quantas unidades tem de vender para passar de prejuízo a lucro.
Só desta maneira é que se explica aquela queda acentuada, que pareçe não ter fim. Imaginem o lucro de cada unidade vendida.

O que penso disto tudo é que possivelmente vamos ter uma descida no preço da consola pack normal, acompanhada de packs com um jogo ou com 2 comandos ao mesmo preço do pack normal neste momento.

Derhel
Derhel
Responder a  Mário Armão Ferreira
21 dias atrás

Então lê que vais perceber a razão delas dizerem que estão a vender com prejuízo, elas não estão a mentir apenas não dizem toda a verdade.
Acho que há uma grande confusão entre receita e lucro. As pessoas acreditam em tudo e depois ficam parvas a olhar para um simples gráfico e a dizer como é possível.

Derhel
Derhel
Responder a  Mário Armão Ferreira
21 dias atrás

Exatamente foste mesmo ao ponto, o gráfico é referente ao lucro daí o espanto de muita gente, até agora falava se em receita, receita essa que estava abaixo dos custos de produção total, como tal era considerado prejuízo mesmo havendo lucro na venda da consola.
No que diz respeito a litografia a consola não é apenas o seu gpgpu mesmo podendo ser esse o componente mais caro, quanto á produção em 3 nm ou 1 nm, foram feitos avanços mas faltam ainda alguns anos para se iniciar a produção e 6 ou 5 nm não é para já e mesmo que fosse a diferença não é assim tanta.

error: Conteúdo protegido