Smartphones com SOCs Mediatek Dimensity podem ser espiados

5 2 votes
Avalie o nosso artigo

Os processadores da gama Dimensity da Mediatek possuem uma falha de segurança que torna extremamente fácil o acesso ao áudio e ao conteúdo.

O aumento da presença no mercado da Mediatek, que possui agora 37% do mercado de Smartphones, está a fazer com que ela seja alvo de maior atenção. E devido a tal uma grave falha de segurança foi detetada nos SOCs deste fabricante.

Basicamente a falha torna o telefone exposto e fácil de ser espiado.

A falha, está localizada no componente de processamento de IA e áudio dos SOCs Mediatek Dimensity, e com uma simples app maliciosa, é possível dar-se comandos adicionais a estes processadores que permitem o acesso externo a informação e ao áudio do utilizador.

Segundo a Mediatek a falha já foi resolvida, e a solução fornecida aos fabricantes que terão agora de fornecer atualizações de segurança que terão de ser instaladas pelos utilizadores.



Assim, se possuis um destes SOCs fica atento a uma atualização de segurança (que poderá até já ter ocorrido), não a dispensando.



5 2 votes
Avalie o nosso artigo
10 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Deto
Deto
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

eu lembro da epoca que só existia falha de segurança em software uhauhahu

isso ai de pipocar falha de hardware deve ser pq o software anda melhorando nesse quesito, ai fica mais facil procurar falha no hardware…

e faz todo o sentido mesmo, software mais seguro compensa procurar falha de segurança no hardware, que ainda tem o bonus de não ter “patch” para arrumar hardware.

Juca
Juca
Responder a  Deto
1 mês atrás

A maior falha de segurança de todas sempre esteve olhando pra tela! Rsrs
Agora, é complicado o sujeito que instala qualquer coisa, e uma loja que não tem o mínimo critério pra deixar apps maliciosos. Daí a coisa já piora bastante!

Daniel Torres
Daniel Torres
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Off: https://www.gamevicio.com/noticias/2021/12/spartacus-sony-servico-de-assinatura/

E se isso é verdade quero ver a cara de quem me chamava de louco por dizer que a Sony estava seguindo os passos da Microsoft, a diferença aqui seria apenas o acervo de jogos do Ps1 ao 5 incluindo PSP.

Juca
Juca
Responder a  Daniel Torres
1 mês atrás

Sendo verdade, é uma pena, o fim de uma era!

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Mário, eu gostaria de abordar os tópicos que mencionou, mas antes eu peço desculpas por ter postado aqui nesta notícia ando muito ocupado e nem olhei uma que fosse sobre consoles, por favor sinta-se livre de mover meu comentário para um artigo mais adequado.

Agora sobre o os tópicos que mencionou é verdade e não os questiono, mas meu ponto foi que quando eu falava aqui na Pcmanias sobre a Sony esta seguindo o caminho da Microsoft, vinha uma leva de fanboys me atacar e o que mais faziam eram pedir provas fora outras coisas e agora nós temos mais do que provas que além disso o Jim Ryan é o Phill Spencer da Sony onde suas palavras não valem de nada e as políticas dão um 180 assim como o Xbox na gen passada. Eu queria dizer que o que vou falar abaixo terei que tomar este rumor como sendo verdadeiro, senão nossa conversa se torna desnecessária.

1- Há pouco tempo atrás o próprio Jim Ryan deu uma entrevista onde falou que jogos por streaming não eram lucrativos e agora o que nós vemos? A Sony entrando neste rumo.

2- Ps Now apesar do acervo nunca foi concorrente do gamepass, onde um é um produto que se reserva a pouquíssimos países e o outro tem todo um suporte global.

3- Não oferece retro com o Ps3 no Ps5, mas para pagarmos um serviço que disponibiliza a retro ok? Pelo menos a Microsoft neste aspecto oferece tanto o serviço quanto a retro no console.

4- Fora o tópico que mais falo aqui no site (que apesar de hoje ter visão um pouco diferente, porém ainda não concordo 100%) o lançamento de jogos no Pc e só para medida de curiosidade a Sony conta com 52 jogos na database, mais jogos do que o Ps4 tem de exclusivo AAA, serão jogos de Ps5 também? Visto que só são lançados no Pc jogos AAA e nenhum jogo menor da Sony

Essa gestão mostra que só esta preocupada com o dinheiro e nada mais nem que para isso tenha que abdicar de tudo que a Sony construiu em outras gens e como o Juca falou sendo verdade esta fadado ao fim de uma era, pois se o serviço se torna popular porque a Sony vai continuar fazendo jogos do mesmo calibre? Já que é mais lucrativo fazer jogos baratos como a Microsoft do que altas produções.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Infelizmente é uma triste verdade, espero que pelo menos no Ps5 ainda se mantenha como é hoje. Já a proxima gen se tudo for focado no streaming e jogos de baixa qualidade, terei de encontrar outro hobby.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Daniel Torres
1 mês atrás

O que me parece interessante dessa proposta é o desmembramento da PSNOW entre não-streaming PS4-PS5 (nível 2) e streaming PS1-PS2-PS3 (nível 3).

Isso significa que caso não consigam escalar o streaming em nível global, ao menos poderão expandir o nível 2, isto é, a parte não-streaming.

Ou seja, é provável que a parte mais relevante da psnow, no caso os jogos de PS4 e PS5, estejam em breve disponíveis no Brasil.

No mais, concordo com o que vocês abordaram nos comentários: existe uma clara influência da Microsoft nesse novo modelo de negócio (aliás, jogos day one na plus como Bugsnax, Destruction Allstars e Oddworld já foram influenciados por este modelo), mas não me parece uma oferta como o gamepass, de jogos first-party day one. Embora é claro, como The Last of Us parte 2 chegou na PSNOW cerca de 1 ano e meio depois do lançamento, quem não estiver com pressa possivelmente vai consumir muito jogo first-party nestes serviços.

error: Conteúdo protegido