Xbox series e PS5 – Um ano depois

5 10 votes
Avalie o nosso artigo

Quando do lançamento das novas consolas, a maior parte dos websites davam a Xbox série X como capaz de esmagar a PS5. Um dos poucos websites que contrariava essa informação era a nossa humilde PCManias. Um ano depois, quem tinha razão?

Com o lançamento das novas consolas, rapidamente váriso websites vieram dar a geração como definida. A Xbox série X seria de tal forma esmagadoramente superior que a PS5 não teria possibilidades. Eis algumas das coisas que foram ditas:

A teoria do mais potente

Foram várias as teorias da treta que falavam da potência da nova Xbox. Eis algumas:

  • A Xbox série X é 12.15 Tflops, a PS5 é 8 Tflops com overclocks não sustentáveis.

Esta teoria da treta foi repetida por vários websites. Muitos deles de renome que, pelo uso termos como Continuous Boost e frequência variável, comparavam a coisa aos Boost clocks do PC.

Mas curiosamente aqui os aldrabões da PCManias, aqueles que curiosamente não percebem nada disto, diziam o contrário. Diziam que o mercado não estava a compreender como funcionava a consola, e que ela não funcionava de forma minimamente comparável ao PC. Na realidade o Continuous Boost e as frequências variáveis eram uma vantagem, e não desvantagem.



A nossa conclusão era, ao contrário de outros websites que apontavam para uma diferença esmagadora da Xbox, que no global que as consolas acabavam por ser bastante equivalentes, e que a PS5 deveria mesmo ter vantagens em alguns campos, a Xbox em outrosa.

Um ano depois, com vários jogos já lançados, o que vemos é exatamente uma paridade. Basicamente o número de jogos com vantagens numa das consolas face à outra não é muito diferente do número de jogos onde essa mesma consola tem desvantagens face à outra.

Coincidência?

Julguem por vocês mesmos, mas a realidade é que os artigos sobre esse assunto foram vários… e estão todos online. Eis um deles.

Será que a PS5 vai mesmo ter de baixar as velocidades de relógio para manter as performances

  • Os relógios variáveis são uma desvantagem para a PS5, que sobe a desce a performance conforme os casos.

Esta afirmação não deixa de estar intimamente ligada à de cima. Mas decidimos repetir a mesma pois tornou-se claro que mesmo o Jason Ronald, criador da Xbox, parecia não entender as virtudes da tecnologia da PS5. Eis uma frase do mesmo:



Podíamos ter adotado relógios forçados ou frequências variáveis. Mas a realidade é que isso tornaria mais difícil aos programadores otimizar os jogos, mesmo que tal nos permitisse aumentar os Teraflops.

Apesar de reconhecer alguma verdade do que é dito aqui, especialmente se a ideia for espremer a performance até à última gota, a realidade é que nos nossos artigos fizemos ver as vantagens desta tecnologia, e demos a entender que a consola apenas desce a performance… quando não necessita dela.

Um ano depois, com uma livraria de jogos bem grande já lançada, nenhum deles apresenta uma disparidade radical entre consolas e, como já referido, a vantagem no seu geral oscila entre as duas consolas concorrentes de uma forma bastante equilibrada.

As diferenças entre boost clocks e continuous clocks e para que ser o smartshif

  • A largura de banda da Xbox é bastante superior, o que pode criar gargalos à PS5.

Esta afirmação veio de tudo quanto era sítio. Eram 560 GB/s contra 480 na PS5, o que se traduziria em ganhos de performance e gargalos na PS5.

No entanto, nos nossos artigos não fomos nessa conversa. na realidade não só 480 GB/s permitiam uma largura de banda por unidade de computação superior na PS5 do que os 560 GB/s na Xbox, como demos a conhecer mesmo um problema com a largura de banda da consola causada pela forma como a mesma estava montada. Uma situação que criava uma pool de memória rápida~(560 GB/s), e uma de memória lenta (336 GB/s), e que dividia a memória em duas pools, uma com uma fatia de 10 GB a 560 GB/s e outra de 6 GB a 338 GB/s. Mas mais do que isso, o acesso simultâneo a endereços de memória nas duas pools atira a velocidade da pool rápida para os 392 GB/s e o da lenta para 168 GB/s.



Basicamente, se havia consola onde os gargalos de largura de banda poderiam ser problemáticos era a XBox série X.

Mas o que percebiam os aldrabões da PCManias?

Terá a Xbox série X problemas de gargalos com a sua memória

  • A PS5 não tem Ray Tracing. É RDNA 1.5

Mais uma teoria difundida até à exaustão. Espalhada por um conjunto de pessoas que se reuniam num canal de Discord, e onde curiosamente o Alex Bataglia da Digital Foundry participava.
A afirmação, baseada num Leak do Github, confirmada não só a ausência de Ray Tracing, como uma PS5 RDNA 1.1 e não RDNA 2, algo que somente a Xbox seria.

Aqui na PCManias sempre desmentimos isso, baseado não só no que era conhecido das consolas e já confirmado por Mark Cerny, mas no simples facto que o leak do Github nunca nos mereceu credibilidade nenhuma pelo simples facto de não acreditarmos que, fosse a AMD ou a Sony, alguma destas duas empresas guardasse dados confidenciais da Sony, num website pertença da Microsoft.



Era a coerência a falar… Mas o que percebemos nós de coerência?

Playstation 5 alvo de contra informação concertada com o intuito de gerar medo, incerteza e dúvida – alterações ao comentários

  • O SSD só serve para loading e não faz pode melhorar grafismo.

Esta foi para nós a cereja no topo do bolo. A Alex Bataglia da Digital Foundry escreveu mesmo sobre este assunto, e onde dava a entender que não era possível o SSD melhorar o grafismo. Uma situação que lhe mereceu mesmo alguma perda de credibilidade quando alguns programadores o corrigiram dizendo que ele estava errado.

E foi aí que escrevemos sobre esse assunto, explicando não só como o SSD poderia melhorar o grafismo, como tambem como poderia poupar na RAM.

Mas claro, o que percebemos nós do assunto? Aliás as perguntas que tínhamos eram do género “Olhe, tenho uma 1080 TI, que SSD tenho de comprar para que ela fique uma RTX 2080?”. E claro, perante questões tão bem colocadas, como poderíamos responder?



Como pode um SSD melhorar grafismos e mesmo fps, e porque a memória da PS5 não é igual à Xbox série X

  • A PS5 não consegue ter o CPU e o GPU ambos com débito máximo.

Com o conhecimento da tecnologia de movimentação de energias presentes na PS5 Smartshift

Ultimo rumor sobre a PS5 é patético e mostra total desconhecimento de como funciona o smartshift

Mas fiquemos por aqui… não  vale a pena estar a batermos no ceguinho. A realidade é que se passou um ano, e a confirmação está aí… as consolas são, tal como sempre afirmamos, basicamente iguais, com as vantagens a irem ora para um lado, ora para o outro. Mas infelizmente ao longo do tempo a nossa credibilidade vai ficando danificada por muitos foruns que tentam passar deste website uma imagem de descredibilidade, pelo simples facto de não dizermos o que eles gostariam de ouvir, pelo que este tipo de lembrança de x em x tempo se torna necessária.

Mas felizmente os nossos leitores mais assíduos sabem com o que contam ao visitar este website. Posso quando muito lamentar escrever a maior parte dos artigos a defender um dos lados, mas infelizmente é a toxicidade e a quantidade de contra informação que o outro gera que, no sentido de repor algum equilíbrio, me leva a isso.





5 10 votes
Avalie o nosso artigo
34 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Carlos Zidane
Carlos Zidane
20 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Bom trabalho Mário. Eu acompanhei e reconheci o que dizia pois era tudo muito lógico depois das ótimas explicações que trouxe sobre os novos consoles. A explicação do Mark Cerny foi bastante informativa, mas me surpreendi vendo gente que lida com isso todo dia em sites e canais, dizendo um monte de bullshit..

Parabéns, a verdade sempre aparece, mas os teus acusadores, esses desaparecem.

Juca
Juca
Responder a  Carlos Zidane
19 dias atrás

As pessoas “preferem” promessas fantasiosas de marketing que informações técnicas, isso é um fato e, talvez, o principal motivo pra área de marketing/publicidade existir, “enganar” clientes no limite da lei o máximo possível, com todo o meu respeito aos publicitários.
Fora que apesar da cara de bom sujeito do Cerny e da sua inteligência bem acima da média, ele não é lá muito carismático, e uma apresentação técnica não é bem um evento para clientes finais de um console e seus jogos.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Juca
19 dias atrás

Sem dúvida o Road to PS5 foi horrível do ponto de vista do público em geral e a forma da apresentação, achei pessimo como foi feito, alí eles tinham um produto excelente e podiam ter feito algo totalmente mitológico.

Deviam pensar em “desenhar” mesmo as informações, de forma bonita, moderna, pro público gamer, geek que curte um show tecnológico. É um desperdício incrível.
Os desenvolveres que tivessem seu vídeo enviado a eles com questões técnicas naquele nível seco a parte.

Mas achei bastante informativo no final das contas.

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
19 dias atrás

Isso aí foi as pessoas pensando o que queriam pensar.

Só deu abertura para quem gosta de falar mal do PlayStation falar mal.

Leadberg e viúva da Sega e fanboy de Xbox desde sempre, basta ver o tanto que ele defendia o Xbox one em 2013 onde ele nunca duvidou do overclock de última hora do xone.

Alex Bukeke é recalcado pq quando ele chega em uma roda de jogadores, ninguém liga para o mustard reiçe dele e fala somente de “spiderman watever”

Os caras procuravam cabelo em ovo para botar defeito no PlayStation.

tiohildo
tiohildo
19 dias atrás

Realmente esse site foi um dos poucos que eu acompanhei que viu todo o panorama com seriedade e questionamento dos fatos.
Até artigo sobre lei de amhdal foi feito.
A comparação de performance de computadores não é simples, não é simplesmente X > Y.
Ano passado no decorrer das discussões recorri ao meu antigo livro de arquitetura de computadores e vi as seguintes frases destacadas:

“Fallacy: peak performance tracks observed performance”
“Fallacy: The relative performance of two processors with the same instruction set architecture can be judge by clock rate or by the performance of a single benchmark suite”.

Além do próprio hardware para comparação, existe também a camada de software, que pode e faz bastante diferença.
A Insomniac Games vem mostrando que suas implementações de RT são muito boas, conseguindo resultados incríveis a 60 FPS.

Parabéns pelos artigos e que venham mais artigos com aprofundamento técnico.

Sparrow81
Sparrow81
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Parabéns, Mario. Principalmente pela humildade. Lembro que seu primeiro artigo pós Road to PS5 foi decepcionado com o console, mas logo foi atrás de entender as coisas e nos passou informações valiosas que ninguém se deu ao trabalho e reconheceu que estava errado. Graças a você muita gente, inclusive eu, saiu da ignorância. Parabéns.

Hennan
Hennan
19 dias atrás

Off topic: estou jogando a versão de ps5 do ghost of tsushima e que espetáculo. Tanto visual quanto artístico. Estou impressionado como esse game recebeu tão pouca atenção ano passado.

Felipe Leite
Felipe Leite
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Mesmo já não participando dos comentários, por razões que já deixei aqui no site, eu acompanho diariamente como sempre fiz.
E mais uma vez venho parabenizar o trabalho da Pcmanias!
Mário, parabéns pela coerência, pela pesquisa e pela informação imparcial que nos traz.
Tenho imensa pena que essa guerra de consolas continue inundando os comentários e que muitos fanáticos coloquem em causa a qualidade dos seus artigos.

Edson Nill
Edson Nill
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Parabéns, Mário! Realmente estava certo enquanto uma boa parte dos pseudo analistas de Hardware erraram feio!

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Parabéns Mário e pcmanias.

Dentre vários bons textos, eu vi o artigo sobre continuous boost ser bastante compartilhado no twitter: http://www.pcmanias.com/as-diferencas-entre-boost-clocks-e-continuous-boost-e-para-que-serve-o-smartshift/

Na época existia uma confusão muito grande sobre o assunto, e esse artigo do pcmanias foi providencial para sanar essa dúvida.

Seria até interessante saber qual foi o assunto mais visualizado.

Fernando Cardoso
Fernando Cardoso
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

É isto que eu adoro no PCManias e nas análises do Mário: Factos!
Parabéns!

Guerras de plataforma sempre houve e vai haver. Estive em várias: spectrum vs commodore 64; Amiga vs Atari; Megadrive vs SNES; PlayStation vs XBox…

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Fernando Cardoso
19 dias atrás

És tu msm?rsrs

Fernando Cardoso
Fernando Cardoso
Responder a  Edson Nill
19 dias atrás

Quem? FHC? 😀

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Fernando Cardoso
19 dias atrás

Acho que ele te confundiu com o Fernando Medeiros.

O site tem vários Fernandos rssss.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Carlos Eduardo
19 dias atrás

Foi msm!rsrs

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Fernando Cardoso
19 dias atrás

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkikkikkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fernando Cardoso
Fernando Cardoso
Responder a  Edson Nill
19 dias atrás

😀 Pensei que tivesse ironizando com o ex-presidente do Brasil FHC, por ser velho

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Fernando Cardoso
19 dias atrás

Não, eu o confundi msm com o Medeiros! Rsrs

marcio
marcio
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Obrigado pelo conhecimento compartilhado Mário, aprendo muito aqui no blog, a 2 semana chegou minha ps5 e sou muito feliz com ela, obrigado por esclarecer tantas coisas, pois se dependesse dos blog aqui do BR estaria ferrado com tanto FUD !

Deto
Deto
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

o mais curioso desses rumores foi o comportamento do alex bukete.

passou o 2020 inteiro falando bosta do PS5 em fóruns pela internet, chegamos no meio de 2021 e ele desapareceu dos fóruns…

ultima participação dele foi dando palpite que não era vantagem do PS5 o tamanho menor dos jogos e sim era assim no playstation 4 também, e assim validar a narrativa lunática dos fanboys do xbox que “não é vantagem do PS5”, pq os jogos era maiores no xbox por algum motivo oculto, tipo ter ativos da versão xone junto da SX.

quando não deu mais para falar mal do PS5 o desprezível sumiu.

se somar a DF inteira, leadberg + alex kukete, mais da metade dessas fake news ai foi tratada como um fato ou grande possibilidade por eles.

Juca
Juca
Responder a  Mário Armão Ferreira
19 dias atrás

Mário, sem considerarmos o VR que usará técnicas de renderização inteligentes do FOV no rasteamento do globo ocular, o quanto você acredita que os jogos ainda podem apresentar de melhoria com esses consoles atuais?
Vocẽ acha que vamos ter visuais melhores que os já apresentados e com qualidade ainda maior nessa geração? Não vejo muito como melhorarem além do que é o Ratchet e me surpreenderia muito se já conseguissem entregar um 4k@60 daquele nível até o fim dessa geração ou do surgimento de consoles mid-gen (2024?).
O que você ainda acha possível com o seu conhecimento e baseado em realismo, o que você acredita que ainda podemos esperar? Qualidade de animação de cinema já temos a 4k@30, o que poderá superar isso agora com gpus que a princípio são no máximo algo como uma 2070 s, apesar da ajuda dos ssds em fazerem as GPUs poderem trabalhar mais focadas no FOV e menos no que não interessa?

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Mário Armão Ferreira
19 dias atrás

Tenho certeza que nos exclusivos o PS5 vai fazer misérias.
Olhe o que o PS4 fez e é um Fusca, o PS5 é um Lamborghini, não tem como dar errado.
Questão é quando vai ser isso! 😅

Será ótimo quando gente como você ou o Carlos Eduardo por exemplo tiverem mais informações disso pra explanar mais do assunto.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Carlos Zidane
19 dias atrás

Primeiro jogo que vai realmente mostrar o que é nova geração é o Spider 2.

HENNAN SANTOS CARVALHO
HENNAN SANTOS CARVALHO
Responder a  Sparrow81
19 dias atrás

Espero que não, Spider deve ser final de 23. Ainda faltam 2 anos. Deve sair algo surpreendente no final de 22, inicio de 23. Ao menos torço por isso.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  HENNAN SANTOS CARVALHO
19 dias atrás

Podem pintar coisas legais que não vimos antes, como fez Ratchet and Clank. Mas nextgen raiz mesmo não acredito que saia algo em 2022. O fator wow virá com spider 2, pois já vimos no trailer que ali é ingame. Se o game tiver 70% daquele grafismo, já será algo muito acima do que estamos acostumados.

E não acredito que saia final de 2023, creio que saia até o terceiro trimestre, pois a Sony não costuma lançar jogos no fim do ano.

Derhel
Derhel
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Boa noite.
Serei só eu que vejo semelhanças entre Mark Cerny e Steve Jobs, visionários e incompreendidos.
Serei só eu que vejo semelhanças entre o Road to PS5 e a apresentação do primeiro iPhone, que foi muito criticado por não ter teclado físico, e ser só o ecrã, também foram ditas muitas coisas estúpidas e olha no que deu, todos temos uma coisa parecida no bolso, não fazemos nada sem essa coisa e a apresentação do primeiro iPhone passou a ser “A Apresentação” , passou a ser um marco, o exemplo a seguir, sendo até mostrada em cursos de técnicos de vendas.
Será que daqui a algum tempo esses entendidos que criticaram a PS5 e o Road to PS5, vão olhar para trás e vão perceber o quão errados estavam, acho que alguns deles no último ano já tiveram que engolir alguns sapos, temos pena.

Ewertom
Ewertom
19 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Muito cedo declarar um vencedor,metodologias ou tecnologias nao fazem uma caixa campeã,o que faz são os softwares que se beneficiam dela.
Eu mesmo sempre digo que a Sony no final do Ps2 mostrou um amadurecimento muito grande em desenvolvimento de jogos através de seus estúdios onde se reflete ate os dias atuais,mas vejo tambem um Mic mais preparada para o confronto como nunca antes visto.Declarar um vencedor neste momento é dificil.Mas acho que será uma geração forte em conteudo em ambos os lados.Um fator que pode mudar tudo se chama acessibilade e se vier com qualidade dificil bater nisso.

Irene
Irene
19 dias atrás

Olá administrador, como posso obter suas informações de contato? endereço de e-mail ou outra coisa? não consigo encontrá-lo em nenhum lugar do site. Obrigado 🙂

error: Conteúdo protegido