A qualidade das animações faciais nos videojogos

Quantum Break foi o mais recente jogo a nos trazer modelações faciais de sonho. Mas é o único? Não… na realidade a atual geração de consolas está cheia de excelentes exemplos de modelações faciais. E se formos a ver… a antiga também nos surpreende!

Nota: O artigo que se segue é extremamente pesado em imagens, e as mesmas encontram-se por isso alojadas externamente à PCManias. Não nos responsabilizamos assim por tempos de carga ou pela falha de imagens.

Quantum Break (Xbox One)… modelações de uma qualidade extrema. Este é o último jogo a ser lançado que nos surpreende nesse campo pela positiva. Mas a questão é! Será que é o único?

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Na realidade… não! A atual geração de videojogos está cheia de excelentes exemplos de modelações de qualidade. Quase só basta procurar. O artigo que se segue mostra alguns desses casos. E nem todos os jogos que se seguem são AAA ou sequer “Full Price”, mas a realidade é que a modelação facial não ficou em segundo plano nesses jogos.

Começemos pelos mais básicos:

Lara Croft and the Temple of Osiris (PS4/Xbox One) é um jogo vendido a 20 euros. E um jogo onde a única personagem modelada com detalhe é exactamente Lara Croft. Aqui não há sequer capturas faciais, mas apenas muita mestria a recriar uma face de qualidade e atraente que pudesse passar por real.

Já que falamos de Lara, porque não uma imagem de uma cutscene em tempo real do seu último jogo, Rise of The Tomb Raider (Xbox One)

E já agora, do seu jogo anterior, Tomb Raider.

Mas voltando aos jogos não Full Price, eis Until Dawn (PS4)

Passemos agora aos jogos mais conhecidos pelas modelações, como é o caso de Fifa (PS4/Xbox One), mas que neste caso não coloca o mesmo nível de detalhe a nível de shaders que os jogos anteriores:

Ou o rei das modelações a nível de jogos de desporto, o NBA2K (PS4/Xbox One)

Entre outros exemplos excelentes temos Call of Duty (PS4/Xbox One):

E Halo 5 (Xbox One):

Metal Gear Solid 5.

E mesmo Batman Arkham Knight (PS4/Xbox One):

Mas a qualidade da modelação já vem de trás, com Ryse: Son of Rome, um título de lançamento da Xbox One.

Falando agora em jogos por lançar temos exemplos igualmente extraordinários, com shaders fantásticos e detalhes assombrosos de pormenor. É o caso de Uncharted 4 (PS4):

Ou de Detroit (PS4):

Curiosamente o que vamos ver de seguida é Beyond Two Souls, e a imagem que se segue, apesar da modelação extrema e do detalhe gráfico, é da Playstation 3.

Termino com o jogo que, na minha modesta opinião, e igualmente na de muitos mais, é a melhor modelação até hoje feita num jogo em tempo real. Trata-se de Lady Igrane, em The Order 1886 (PS4).

Igrane1 Igrane2

E é esta a qualidade que as “fraquinhas” das consolas nos tem brindado ao longo da geração.

Publicidade

Posts Relacionados