A qualidade das animações faciais nos videojogos

Quantum Break foi o mais recente jogo a nos trazer modelações faciais de sonho. Mas é o único? Não… na realidade a atual geração de consolas está cheia de excelentes exemplos de modelações faciais. E se formos a ver… a antiga também nos surpreende!

Nota: O artigo que se segue é extremamente pesado em imagens, e as mesmas encontram-se por isso alojadas externamente à PCManias. Não nos responsabilizamos assim por tempos de carga ou pela falha de imagens.

Quantum Break (Xbox One)… modelações de uma qualidade extrema. Este é o último jogo a ser lançado que nos surpreende nesse campo pela positiva. Mas a questão é! Será que é o único?

Na realidade… não! A atual geração de videojogos está cheia de excelentes exemplos de modelações de qualidade. Quase só basta procurar. O artigo que se segue mostra alguns desses casos. E nem todos os jogos que se seguem são AAA ou sequer “Full Price”, mas a realidade é que a modelação facial não ficou em segundo plano nesses jogos.

Começemos pelos mais básicos:

Lara Croft and the Temple of Osiris (PS4/Xbox One) é um jogo vendido a 20 euros. E um jogo onde a única personagem modelada com detalhe é exactamente Lara Croft. Aqui não há sequer capturas faciais, mas apenas muita mestria a recriar uma face de qualidade e atraente que pudesse passar por real.

Já que falamos de Lara, porque não uma imagem de uma cutscene em tempo real do seu último jogo, Rise of The Tomb Raider (Xbox One)

E já agora, do seu jogo anterior, Tomb Raider.

Mas voltando aos jogos não Full Price, eis Until Dawn (PS4)

Passemos agora aos jogos mais conhecidos pelas modelações, como é o caso de Fifa (PS4/Xbox One), mas que neste caso não coloca o mesmo nível de detalhe a nível de shaders que os jogos anteriores:

Ou o rei das modelações a nível de jogos de desporto, o NBA2K (PS4/Xbox One)

Entre outros exemplos excelentes temos Call of Duty (PS4/Xbox One):

E Halo 5 (Xbox One):

Metal Gear Solid 5.

E mesmo Batman Arkham Knight (PS4/Xbox One):

Mas a qualidade da modelação já vem de trás, com Ryse: Son of Rome, um título de lançamento da Xbox One.

Falando agora em jogos por lançar temos exemplos igualmente extraordinários, com shaders fantásticos e detalhes assombrosos de pormenor. É o caso de Uncharted 4 (PS4):

Ou de Detroit (PS4):

Curiosamente o que vamos ver de seguida é Beyond Two Souls, e a imagem que se segue, apesar da modelação extrema e do detalhe gráfico, é da Playstation 3.

Termino com o jogo que, na minha modesta opinião, e igualmente na de muitos mais, é a melhor modelação até hoje feita num jogo em tempo real. Trata-se de Lady Igrane, em The Order 1886 (PS4).

Igrane1 Igrane2

E é esta a qualidade que as “fraquinhas” das consolas nos tem brindado ao longo da geração.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (10)

  1. Gustavo Hipolito 15 de Abril de 2016 @ 14:44

    Incrível os detalhes de The Order !!! A sony poderá por as mãos de novo na série e colocar melhorias na jogabilidade !! Tem um ótima temática ! Só faltou um gameplay condizente com o nível gráfico !

    • E ai gustavo blz,
      Entao, eu acho que The Order tem tudo pra ser um jogão caso alguns de seus inumeros defeitos sejam resolvidos, a temática do jogo é íncrivel, os gráficos insanos, a jogabilidade deixou a desejar e o enrredo precisa ser revisto, porém sem duvidas que se tiver uma continuação e a dev solber houvir as criticas do primeiro, o segundo tem tudo pra ser jogão.

      • Gustavo Hipolito 15 de Abril de 2016 @ 18:42

        Blz Netto!!! Eu também creio nisso, o problema é que não acho que a sony queira apostar de novo na série !! As críticas forammistas , mais a grande maioria negativas, obviamente com um olhar mais otimista não custava nada tentar mais uma vez , aproveitando a temática e as tecnologias já criadas para o jogo fazer as coisas melhores e mais épicas , mas nesse mundo atual dos games onde um jogo vende 5 milhões de unidades é considerado um fracasso não vejo um futuro mto além para The Order !!

  2. As cutscenes em jogos atuais estão impressionantes mesmo… O problema é que, quando passamos para o gameplay, a qualidade dos modelos cai bastante… Será que daqui à uma ou duas gerações veremos modelos detalhados assim no “in-game”?

    Independente da potência dos consoles, algo que teve uma evolução imensa foi a tecnologia de capturas de atores e performances.Vendo o making-of de Metal Gear Solid V,Halo 5,Uncharted 4,Quantum Break,Hellblade,etc. percebe-se que estão usando técnicas semelhantes ao que se vê em filmes…

    Devido ao estilo de jogo(cinematográfico movido a QTEs,característico da Quantic Dream), talvez Detroit seja um nome forte vindo por aí no que toca a modelagem/animação facial, tanto na cutscene como gameplay…

  3. Se esses consoles “fraquinhos” continuarem a me oferecer esta qualidade de jogos, estou muito satisfeito.

    Mário eu comprei o Ratchet and Clank e nossa senhora falando sinceramente estou jogando um filme da pixar o jogo tem uma parte gráfica sensacional, fora a diversão desse estilo que infelizmente parece estar morrendo.

    Sinto falta desses jogos mais “família”, com uma boa história, humor e diversão. Para mim às vezes é bom pegar um jogo mais leve, sem história maduras, apenas para relaxar.

    • Cá só a 20 ou 22, nem tenho a certeza. Mas a comparação com um filme da pixar não és o primeiro que a faz.

    • Gustavo Hipolito 16 de Abril de 2016 @ 14:51

      Vi um gameplay ao vivo desse jogo e fiquei maravilhado , adoro animações e ao ver esse jogo não tive palavras , é pura e simplesmente um dos mais belos gráficos q já vi !

  4. Valerio Fernandes 17 de Abril de 2016 @ 19:39

    Excelente Story telling , mas de resto é um jogo banal, varios bugs graficos naquilo que aparentemente “parece” estar brutal (aspecto Grafico) mas tem afins de truques manhosos na qualidade de imagem, a jogabilidade é média, a performance do jogo é um crime para a actualidade e sem tirar o facto de ser um jogo 720p upscaling. Acabei o jogo no PC e so volto a jogar quando sair um update gigante que traga muitas melhorias a nível de visual, etc…

Os comentarios estao fechados.