Nvidia tem um concorrente ao AMD FidelityFX super resolution. É o Nvidia Image Scale.

5 3 votes
Avalie o nosso artigo

A tecnologia surge como alternativa ao DLSS, e tem como vantagem face ao DLSS e ao FSR o facto que não requer o suporte dos videojogos.

O DLSS e o FSR são duas tecnologias destinadas a melhorar as performances dos videojogos. Ambas as tecnologias baseia-se no re-escalamento de imagem, trabalhando com resoluções inferiores, e re-escalando-as para a resolução usada, poupando performance, permitindo aumentar os fps.

O problema destas duas tecnologias é que tanto uma como a outra, necessitam de ser suportadas pelo jogo. Ou seja, se o jogo, nos seus menus não suportar alguma das tecnologias… ela não pode ser usada.

E devido a tal, a Nvidia surge agora com uma nova tecnologia. o Nvidia Image Scale, ou NIS, que altera radicalmente a forma de tudo isto funcionar, ao não requerer suporte por parte dos jogos.

Que  performance podem esperar ganhar? Bem, menos que com o DLSS, mas mais do que com o FSR, mas acima de tudo, a ideia nem é essa, é mesmo poder ter ganhos em jogos que não suportam nem o FSR, nem o DLSS.



Mas funciona em todos os jogos? Quase! Há alguns jogos em que não funciona, e há requisitos para ele funcionar (que abordaremos de seguida), mas podemos dizer que funciona… e na maior parte dos jogos. A Nvidia refere que são mais de 1000.

Como ativar o NIS? Bem, isso seria assunto para um PCMANIAS Direct, mas infelizmente o que acontece é que, apesar que a tecnologia apresentar sempre a resolução nativa no ecrã, ou seja, vocês veem o re-escalamento a acontecer no vosso ecrã, caso faça uma captura de ecrã usando software e não uma placa de captura, o que é capturado é realizado na resolução efetivamente escolhida, ou seja… sem re-escalamento. E isso implicava que caso fizesse um vídeo, dado não usar placa de captura, vocês não conseguiriam ver os efeitos do re-escalamento. E assim sendo, deixa de fazer sentido o Direct.

Vamos então explicar como usar e activar:

Para usar esta tecnologia é necessário um GPU Nvidia (vejam o último parágrafo para uma adenda a esta referência)! Qualquer modelo a partir das GTX 9xx (inclusive) serve. Outros modelos não suportarão a tecnologia!

Depois é preciso atualizar a driver. Uma versão acima das 476.xx é necessária, sendo no entanto recomendado que usem a versão mais recente.

Uma vez a driver instalada há duas formas de usar a tecnologia. A primeira é usando o Geforce Experience, sendo esta a forma mais simples de uso, mas igualmente a mais restritiva uma vez que requer que o Geforce Experience possa optimizar o jogo de forma automática.



A segunda é o método manual, e esse sim, é bastante mais abrangente. Mas vamos por partes.

Usando o NIS pelo Geforce Experience.

Uma vez arrancado o Geforce Experiencia, nas configurações/definições do mesmo, irão encontrar uma opção chamada IMAGE SCALING:

Activem a opção In GAME OVERLAY, e escolham a resolução a que querem que o jogo processe. No exemplo aqui, para um ecrã de resolução 4K, são apresentadas 5 resoluções, 3264 x 1836, 2954 x 1662, 2560 x 1440, 2259 x 1271 e 1920 x 1080. Estas são as resoluções base que serão usadas para o re-escalamento, e naturalmente quanto menor, mais ganho existirá, mas à custa de alterações na qualidade.



Para 1440p as resoluções que serão apresentadas serão diferentes, e o mesmo para 1080p, sendo no entanto que o principio é sempre o mesmo.

Caso esta opção não vos apareça, e a driver usada seja superior à 496.xx, será porque a driver que usam ainda não possui a características como standard. Nesse caso dirijam-se à opção “acerca de”, e liguem a opção aí existente de uso de caraterísticas experimentais, o que deverá ativar a opção.

Basicamente usando o Geforce Experience, desde que o jogo seja suportado por ele, a resolução será mudada de forma automática.

O motivo porque ativamos o IN GAME OVERLAY foi exatamente para percebermos se o NIS está ou não a uso. Com tudo configurado, ao arrancarem um jogo, deverão ver no canto superior esquerdo as letras NIS.

Caso estas estejam a azul, isso quer dizer que o NIS detetou o jogo, mas não está a re-escalar. Para que ele esteja a funcionar em pleno, é necessário que as letras apareçam a verde.



Para melhorarem a imagem pressionem ALT+F3 e podem ajustar a acuidade (sharpening) da imagem. Aqui a coisa fica ao vosso critério, mas para 4K valores entre 20 e 50% são os que me parecem funcionar melhor.

Usando o NIS de forma manual.

O método manual garante-nos mais suporte do que o Geforce Experience. Mas possui requisitos para funcionar e nesse sentido pode impedir alguns jogos de funcionar caso estes funcionem em resoluções esticadas, ou seja, em resoluções que não obedeçam à proporção nos 4K, os 16:9.

E já vão perceber porque!

Para começar temos de arrancar o painel de controlo da NVIDIA.



Aqui, no menu “Adjust Image Settings with Preview“, ativem a opção central (Use the advanced 3d image settings):

Agora torna-se necessário ir à opção “Adjust Desktop Size and Position“, escolhendo a opção “No Scaling“.

Esta opção é a responsável pelo impedir que resoluções esticadas possam funcionar, pelo que todas elas necessitam agora de ter a mesma proporção da resolução nativa.



Finalmente vamos à opção “Manage 3D Settings“, procurando por “Image Scaling“, que vamos passar a “ON (GPU Scaling & Sharpening)“:

Quanto ao valor do Sharpening, fica ao critério de cada um, mas recomendamos 20 a 50% a 4K, 15 a 30% a 1440p e 10 a 20% a 1080p.

Recomenda-se a activação tambem do Overlay indicator, que permitirá obter a indicação de como o NIS está a funcionar.

E tal como referido, caso vos apareça isto:



O jogo foi detetado e o sharpening está ativo, mas o re-escalamento não!

Mas se o resultado for este:

Tudo está a funcionar em pleno!



Apenas como nota, em portáteis estas opções não funcionam, pelo que terão de usar um ecrã externo para poderem usar o NIS, o que tem a vantagem adicional de ao ser ativado desactivar o Nvidia Optimus, o que permite ainda ganhos de performance maiores nos jogos.

Comparativo

Vamos agora ver alguns resultados obtidos com o NIS (carreguem na imagem para ver na resolução total):

Experimentem… não tem nada a perder, e os resultados quer visual, quer de performance, apesar de inferiores ao DLSS, são superiores ao FSR, e com a vantagem de poder ser usado em jogos que não tenham suporte a estas tecnologias.



Eis um vídeo com exemplos da tecnologia a funcionar.

Ah sim… a tecnologia é Open Source, o que quer dizer que na realidade ela tambem funciona com GPUs da AMD e com a Intel. Mas para isso é preciso um software chamado “Lossless Scaling” que pode ser adquirido no Steam. O único problema é que ele não é gratuito, e custa 3.99$. Quanto a fiabilidade e qualidade nestes GPUs não sei ainda dizer nada.

 



5 3 votes
Avalie o nosso artigo
64 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Edson Nill
Edson Nill
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Fantástico isso!

Vitor hugo Reale Pereira
Vitor hugo Reale Pereira
1 mês atrás

Mario, seria possível algo semelhante ao dlss nos consoles mesmo sem um hardware dedicado? Penso que o dlss é um avanço impressionante e gostaria que o FSR fosse parecido.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Vitor hugo Reale Pereira
1 mês atrás

Essa sua pergunta já foi respondida diversas vezes pelo Mario. Não sei qual sua tara com DLSS, sendo que nos consoles tem técnicas de reconstrução que são muito próximas e cada vez melhores.

Eraser
Eraser
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

A tara deve ser a mesma de todos, passar de 30fps para 60 ou mais com uma mínima perda de qualidade.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Eraser
1 mês atrás

Mas isso já acontece nos consoles novos. De forma estável e com coisas que o PC nem sonha em ter.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Por sinal, tem uma imprecisão no meu comentário. Pois é só um dos consoles de nova geração que mostrou jogo que não sabemos como se correria no PC. O Xbox vai ter dificuldades com isso, pois precisa lançar no PC tudo Day one. Ou seja, tanto Sony como Microsoft sabem que não concorrem mais. Sony manda qualidade e MS manda algo abaixo e generalista, pois precisa do PC.

Eraser
Eraser
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Como dizes e bem, não se sabe.

Juca
Juca
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

O ganho do DLSS em desempenho chega a ser de 100% como mostrado, a “tara” dele se justificaria de certa forma se pensarmos em games com RT e mesmo na qualidade final do próprio DLSS.
Talvez o próprio Lumem (iluminação que se utiliza de RT por software) da U5 usando hardware dedicado tenha um desempenho significativamente superior, mas estou conjecturando.
Mas sim de certa forma existem técnicas inclusive já usadas pela Sony que entregam resultados maravilhosos, e só o DF pra ficar aumentando 800x e contando pixels pra dizerem que têm diferença.
Entretanto precisamos lembrar que além de RT ser muito pesado, mudando toda a equação de processamento, muitas thirdies fazem um trabalho medíocre apresentando enormes diferenças de qualidade de 1440p para 4k, e lembro fácil do Avengers da Square e o Jedi Fallin Order da EA.
É onde coisas que façam um serviço bem feito, como o DLSS, fazem enorme diferença, e olha que nem RT esses jogos têm no console, fazendo você escolher entre o borrão com boa jogabilidade (60) ou a nitidez coçando o olho como o povo do PC adora dizer dos jogos a 30. 🙂

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Juca
1 mês atrás

Juca a tara não se justifica quando você vê que consoles ganham em desempenho de pcs com mesma specs. Eu gostaria de ver que pc precisaria pra rodar um ratchet & clanck, quando já sabemos que um death stranding Director’s Cut no ps5 (com código legado ps4) roda de forma equivalente num PC com uma 3070. Então isso não tem lógica. O PC tem DLSS, a Sony tem várias reconstruções que estão evoluindo e nem precisa do DLSS.

Juca
Juca
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Ganha em um jogo perdido aqui e acolá, mas falo de jogos thirdies que são a grande maioria.
Death Stranding é ip da Sony e desenvolvido por uma Second Party, obviamente recebe tratamento especial. No geral isso não acontece, tira os exclusivos e basicamente se tem jogos rodando como uma 2060 a 2070 em quase todas as situações. Aqui acolá se tem algo ligeiramente superior, mas que não chega a uma 2080, nem a uma 3060ti, mesmo só usando rasterização, quando se coloca RT piora um bocado.
Editado: O que eu vejo em jogos como resident evil 8 são pessoas comparando o desempenho de series X com imagem reconstruída a 4k com o desempenho de uma 3060ti rodando nativamente os 4k, aí, na minha opinião é pura molecagem.

Deto
Deto
Responder a  Juca
1 mês atrás

esses papos de PC isso e aquilo eu lembro muito bem como era quando tinha PC.

o sujeito com PC 1/10 do meu falando que rodava de boa… sem bem como é “rodar de boa” de fã de PC.

engraçado que faltar otimização nesse caso não importa.

PS5 lançado em 2020

Geforce 20×0 lançada em 2018

mas ai não tem nada de “otimização” né? o cara começou a fazer o jogo quando já tinha acesso a previsão do poder ou acesso no PC dele a uma 2070; ai depois de ultima hora teve que portar para o PS5, mas ai não tem nada de “otimizar”

fã de PC é muito inseguro com “poder”, linus despirocando, Gamer Nexus fazendo teste fake fradulento, tudo desesperado com os consoles.

o Linus chegou a montar um PC com SSD de 24GB/s e CPU de 32 nucleos pq o Cerny disse que o PS5 tinha compressor dedicado que equivalia a 16 nucleos… que coisa mais ridícula.

Garanto para vc, quando aparecer jogos que usem 5.5GB/s constante do SSD ou precisem de 18GB/s compactado, esse PC do Linus vai ir para o lixo e ele vai ter que montar um PC novo.

AlterX
AlterX
Responder a  Deto
1 mês atrás

Toda geração é isso meu

“ESSA GEN OS CONSOLES VÃO MATAR OS PC GAMERS!!!”

Toda vez a mesma balela, ai vem uma RTX 4050 com o desempenho do PS5 e ficam ae no “mas veja bem”

Perder os exclusivos pro PC doeu tanto assim vey? nossa senhora..

AlterX
AlterX
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

O melhor jogo de Playstation é o Bloodborne de longe, aí vem o GOW e depois o resto

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Me passa sua id. Vamos ver o que você vem jogando no Playstation. Já que fala muito. Bora ver o que jogou pra ter algum poder de opinar.

Eraser
Eraser
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Talvez tenha jogado o mesmo que tu jogas-te xbox.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Eraser
1 mês atrás

E nem quero. Oportunidade não me falta e conheço bem, de longa data, a mediocridade dos jogos de Xbox. Eu vendo consoles. Dificuldade zero em experimentar um game. Não falo qual o melhor ou pior jogo de Xbox. Eu falo da parte técnica quando vejo coisas bizarras como as partículas em Halo infinite. Esse aí já fala como se tivesse jogado os exclusivos e tivesse poder de opinar sobre o que é melhor ou pior. Então lhe pedi a ID, pois pelo comportamento tenho sérias dúvidas que joga algo e tenha poder de opinar sobre qualidade.

Eraser
Eraser
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Venha mas é o 2 que já se faz tarde 🙂
Tenho boa feel quanto ao elden ring, vamos ver.

Edson Romagna
Edson Romagna
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

7 anos, Mário!rs

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Juca
1 mês atrás

No geral não acontece? Agora pode ser que não, mas daqui 2 anos esse console estará engolindo placas com o dobro de desempenho se tiver uma otimização correta. Death stranding é muito bem otimizado para PC e para o console. Devemos comparar isso para sabermos o que vale cada coisa, não empresas com um port porco numa plataforma pra dizer que um tá melhor que o outro.

E errado, o primeiro jogo multi lançado pra ps5 (AC Valhalla) já tem coisas melhores lá que na 2080TI. Basta ver análise da digital foundry.

Como nx gamer citou: nos primeiros anos de uma geração os pcs tendem a ter a vantagem e mais do meio para o fim os consoles tem melhor desempenho. Ps5 tá se equivalendo a uma 3070 num jogo com código legado da geração passada em menos de 1 ano de geração, imagina futuramente.

Deto
Deto
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

lembrando que uma Geforce 20×0 foi lançada em 2018 e o PS5 foi lançado em 2020

esses jogos ai que ele fala são todos jogos feitos para geforce 20×0 no PC e portados para o PS5, sendo que nem foram feitos sabendo as especificações exatas do PS5.

E pode ter certeza, daqui para frente os “testadores de PC” tipo alex bugaga, Gamer Nexus, Linus; vão todos sumir com seus comparativos consoles vs PC.

precisa ver o xilique que deu no beyound 3D por causa dos testes do NX Gamer, que so tem hater de playstation ou fã de xbox e PC, nx gamer virou sonysta malvadão…

o alex bugaga falando groselha que eu mesmo desmentia no forum sobre o PS5, ai ele não é tendencioso.

Juca
Juca
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Amigo, vou só lembrar pra você que a 2070s é uma placa de apenas 9 Tflops e que AC Valhalla é um jogo com iluminação por rasterização, e o fato de ter alguma coisa equivalente em ultra ou não sei o que em determinado setting não quer dizer que a imagem como todo é superior. Até porque nem tudo estava em ultra que eu me lembre.
De qualquer forma, se você for comparar jogos como Control, e WatchDogs Legends, você verá que uma 2070s pode sobretudo com o DLSS uma imagem superior no RT com desempenho superior aos consoles.
Não estou aqui a dizer que os consoles não prestam, não têm um bom custo/benefício ou não poderão mostrar coisas espetaculares pra daqui ao fim da geração (como de fato já mostraram com o Matrix), mas que suas GPUs têm limites e coisas como um Upscale de nível DLSS seria muito bem vindo.
No próprio artigo do Mário mostra o desempenho dobrado, não entendo o porque de você não perceberem isso. DLSS ainda é 100% superior ao que o FSR dá aí no que o Mário estar a mostrar…

Control com tudo no alto, e RT no médio (ainda superior ao RT nos consoles) rodando a uma média maior que a dos consoles.

https://www.youtube.com/watch?v=_8BX1ofjzpM

WDL numa 2060s RT e com tudo topado num DLSS performance fazendo os mesmos 30 dos consoles com settings mais modestos.

https://www.youtube.com/watch?v=FK1yuVggHkc

Editado: Doom Eternal com RT a 4K DLSS numa 2070s

https://www.youtube.com/watch?v=oqNd_JLVf9k

E lembrando, a 2070s é uma placa de 9 TFlops, e a 2060s 7.2 Tflops

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Juca
1 mês atrás

Você está comparando coisas que não são comparáveis. Jogos que obviamente o console não estaria sendo otimizado de forma real e eu te dei exemplos de que mesmo assim ainda o console está se saindo melhor em alguns casos. Aguarde os jogos feitos 100% pra esses consoles e vai ver que o PC que falavam ter desempenho equivalente ficará pra trás. Isso é óbvio.

Hennan
Hennan
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Vai existir esses jogos em número significativo? Pergunto porque o passado pode não refletir o futuro. Essa geração começou de forma totalmente diferente das outras. Do lado da Microsoft o console é claramente irrelevante. Pelo lado da Sony vimos a empresa mentir em relação a importância de gerações e a duração do suporte ao ps4. E agora a mesma vem colocando suas franquias no PC. Se esse movimento crescer, será que vão otimizar um game de tal forma que sua transferência para o pc tenha público limitado? Acho muito cedo para cravar o futuro dessa geração.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Hennan
1 mês atrás

Vai existir em maior volume. Você vai ver o ps5 afrente de pcs mais poderosos mais que o ps4. Sabe porque? O PS4, nas próprias palavras de Mark Cerny, é um PC otimizado enquanto o Ps5 é um console clássico.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Veremos, Mario. Eu já discordo. Creio que o ps5 ser um console clássico vai ajudar a deixar o PC com 2x poder bruto pra trás. Mas isso veremos só a partir de 2023.

Ah, o que vejo aí tb é uam desvantagem da Microsoft, pois precisa lançar no PC Day one e isso precisa que se venda né. Agora depende da Sony. Se vermos uma Sony otimizando totalmente pro console, demorará anos pra um port pra PC. Isso não se mostrou em Ratchet, mas deve se mostrar num Spider 2, wolverine, algo da ND e santa Mônica. Esse novo trailer do hellblade não me engana e vou dizer porque: ambiente escuro, limitando campo de visão extremamente e totalmente scriptado. De gameplay ali se tinha uma fuga e só.

Juca
Juca
Responder a  Vitor hugo Reale Pereira
1 mês atrás

O uso de tecnologias com AI(inteligência artificial) e RT(traçado de raios) é “possível” em qualquer máquina, a diferença básica é que os cálculos com IA na Nvídia têm aceleração por processamento dedicado.
DLSS utiliza AI para fazer o upscale dos jogos.
A AMD foi por outra linha de conduta em que fez algo mais híbrido, permitindo que parte dos seus núcleos possam acelerar essas operações, porém não tão eficazmente quanto a Nvidia que criou hardware mais dedicado à parte com núcleos totalmente voltados a isso.
Portanto, sim é possível que as RDNA2 (GPUs dos consoles) trabalhem com um upscale por AI, porém, nunca (ou dificilmente) atingirão o mesmo nível de uma Nvidia de processamento geral equivalente (da série 20 pra cima), pois, pela lógica, essas têm hardware dedicado só pra AI.

Editado: Exemplificano, não se espera que uma 2070/2070s da Nvidia (que tem um desempenho mais ou menos equivalente em termos de rasterização a GPU desse consoles) tenha desempenho inferior em IA que as placas gráficas dos consoles, mas tudo também depende da otimização do software para cada GPU.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Juca
1 mês atrás

Hã? Não entendi. Você tá acha do que uma 2070 vai fazer frente aos consoles durante a geração? Você realmente acompanhou consoles vs pcs ao longo da história?

Juca
Juca
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Eu não disse isso. Mas hoje, salvo raríssimas excessões, uma 2070s está de igual pra melhor em jogos de rasterização, e sobretudo se usam RT e DLSS.
Editado: Falei de processamento básico para jogos atuais, não estou considerando a capacidade da memória ou novas técnicas de jogo que por ventura não possam ser se valendo do SSD. De qualquer forma, no pau a pau o Series da MS é limitado pelos 8GB de memória também. Mas é esperar pra ver, em processamento bruto, são equivalentes, e em cálculos pra RT e IA sem dúvidas a 2070s é superior a qualquer um dos dois novos consoles.
Eu não disse isso. Mas hoje, salvo raríssimas excessões, uma 2070s está de igual pra melhor em jogos de rasterização, e sobretudo se usam RT e DLSS.

Editado: Falei de processamento básico para jogos atuais, não estou considerando a capacidade da memória ou novas técnicas de jogo que por ventura possam se valendo do SSD.
De qualquer forma, no pau a pau o Series da MS é limitado pelos 8GB de memória também pra manter o rendimento ou muita otimização pra usar os 16GB de forma futurista, e um SSD de 2,4GB/s já é algo que facilmente pode existir num PC por preço razoável. Mas é esperar pra ver.
Em processamento bruto, são equivalentes, e em cálculos pra RT e IA sem dúvidas a 2070s é superior a qualquer um dos dois novos consoles.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Juca
1 mês atrás

Simplesmente porque os jogos atuais aí não estão usando o que os consoles novos podem dar de forma decente. 2070s já está ficando pelo caminho, imagina quando as engines tirarem partido do hardware dos consoles. É isso que tô dizendo e você não está percebendo.

No mais, você já viu algum jogo da qualidade de ratchet and clanck correr em uma 2070S em 4k com ray tracing em 4k e 40fps? Não e nem vai ver.

Juca
Juca
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Não, mas aí também você está falando de outro nível de desenvolvedor.
O que falei aqui é que os thirdies com a programação tradicional conseguem melhor resultado com RT e IA com hardware dedicado e que as GPUs Nvidia apresentam maior potencial bruto pra isso.
No mais, não tenho como prever o futuro, mas hoje DLSS que usa IA, é a técnica de upscale ou reconstrução de imagem se você preferir chamar assim que entrega maior qualidade com performance, se comparado a todas as outras técnicas, objetivamente falando. Existem casos em que o DLSS entrega imagens em 4k superiores ao 4k nativos, sem exagero da minha parte.
Agora, se isso é algo relevante pra cada um é outra coisa, se faz diferença ou não, se é só com aumento ou não…
O que sei é que em alguns jogos thirdies, a diferença visual ente um modo 4k@30 e o 1440p@60 é bem significativa, e uma boa técnica de upscale como DLSS faria enorme diferença.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Juca
1 mês atrás

Mas disso eu sei Juca. Só que as técnicas estão evoluindo e mesmo os consoles não tendonum DLSS conseguem chegar com qualidade equivalente, pois de precisa de menos na plataforma fechada. Em um ano e um jogo que nem otimizado totalmente pra ps5 está já vemos uma equivalência com uma placa com o dobro de poder bruto. Imagina quando se utilizarem de features que nem usaram ainda é engines adaptadas? Sei que a maioria é cético, mas eu tô bem otimista do que vai ser essa geração geração vai deixar muito Pcista de boca aberta com consoles.

Juca
Juca
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Mas o tempo todo eu falei da importância de um DLSS justamente pra ajudar as Thirdies que dificilmente desenvolverão jogos sem cogitar facilitar sua vida no PC. Eu não duvido de que os consoles podem surpreender ou estão loge de mostrar seu ápice, disse que em termos de upscale é praticamente uma unanimidade que está acima das outras técnicas em entregar qualidade com ganho de performance, e também falo que as Nvidias da 20 em diante superam em capacidade de processamento voltado a IA e e RT por terem hardware dedicado mais capaz para placas equivalentes, e estou só a repetir isso o tempo todo e fica parecendo que discordo de você quanto aos consoles serem bons, e nunca foi nada disso que falei. 🤣
Se os consoles tivessem upscale eu IA que fossem superior ao FSR ou os AAs temporais da Sony economizando ainda mais processamento para ser usado em outras coisas como isso poderia ser ruim? Os consoles seriam ainda melhores.

AlterX
AlterX
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

A GTX 770 tem o mesmo nível do PS4 Base btw

Edit: Tava vendo uns vídeos de teste da 770 no youtube, e sim 1080p/médio a 30-40fps em todos os jogos em 2018 a 2021, exatamente igual ao PS4 Base

AlterX
AlterX
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Então quem tem uma 3070 pode ficar da cabeça fria
Vai rodar tudo, pagando mais barato nos jogos, sem pagar o online e ainda vai ter jogos dos dois consoles
Tá bom demais

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  AlterX
1 mês atrás

3.2 teraflops vs 1.84 do console. O que vc ta tentando provar aqui? Que o PC não chega com muito mais poder bruto? Conseguiu!

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Sem contar que o Tflops da Nvidia sempre foram mais eficientes que os da AMD. GCN ainda…

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Carlos Zidane
1 mês atrás

Não mais. A AMD tem mais desempenho por teraflop hoje.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Estava falando do GCN do PS4 vs as GPUs Nvidia.
Mas como não tenho acompanhado a um bom tempo não sei dizer se as Navi estão melhores, mas não acredito muito, ainda mais pelos RT cores, Tensor cores, DLSS, creio que a AMD está atrás em tecnologia no geral, IMAGINO EU que acaba dando um desempenho geral mais interessante pra Nvidia, mas como disse, não estou acompanhando a algum tempo.

AlterX
AlterX
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

É que quem tem uma 3070, pode ficar tranquilo
8 anos e rodando tudo, e pagando mais barato nos jogos beeem mais barato

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Pagando mais barato nos jogos, claro. Mas pagando várias vezes o valor do console pra se ter o mesmo. Grande vantagem. Burrice tem limite, cara. Ou vc mete uma 3070 numa TV qualquer e estar a rodar qualquer jogo? Pcista chega a ser mais burro que caishit. Impressionante.

“Vou aqui montar uma máquina para jogos que custa mais de 5x o valor do console pra dizer que tô no lucro, pois os jogos são mais baratos e não saber nunca quando vou tocar nos melhores games da indústria.” Tenho até que pedir desculpas ao Mario depois dessa, pois quando a burrice extrapola o nível do racional eu tenho que dar essas espanadas pra ver se o sujeito acorda pra realidade.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Kkkkk Essa foi engraçada, pior que eu concordo, PC ultimamente é o pior CxB de todos os tempos

Edson Romagna
Edson Romagna
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

fora ainda que não terá a mídia física dos games ou ainda há mídia física no PC?

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson Romagna
1 mês atrás

Sim. Como se no console você não comprasse mídia física a preço de banana e não pudesse revender. Duvido muito que uma pessoa dessas tenha algo pra jogar pra ficar tão na pira de discordar de tudo e falar essas coisas sem medo de passar vergonha.

Edson Romagna
Edson Romagna
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Hoje não há custo benefício no PC! os games na Steam estão muito caros, além que para montar um bom PC, gasta-se uma fortuna. PC hoje é bom apenas para rodar emulador, com todo respeito para quem gosta de pc!

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Edson Romagna
1 mês atrás

Então, o problema aí é que o rapaz parece desconhecer totalmente da realidade. Por isso recorri a id, pois fala mto e deve se valer de pouco ou nada.
Quando você vê alguém falando que pc é isso ou aquilo é bla bla bla, pode saber que entende pouco ou quase nada. Como já disse, montei pc durante 20 anos e sei que nunca foi fácil manter e quem arrota picanha geralmente tá comendo pé de frango.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Teremos opção de mídia física no PC ou terá que casar com o jogo, como sempre?

Juca
Juca
1 mês atrás

Pena que não seja uma tecnologia aberta como é o FSR da AMD e só sirva às Nvidias mais recentes (>= série 900), ou seja, em nada contribui aos consoles, salvo talvez num futuro próximo ao Switch.

Juca
Juca
Responder a  Juca
1 mês atrás

Ahhh Só agora vi que é open source e consegue ser usado em AMD. Peço desculpas e não sei pq não vi isso antes… 😄

Edson Romagna
Edson Romagna
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Isso no Switch Next gen será maravilhoso!rsrs

Juca
Juca
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Mário, havia entendido que só funcionava nas Nvidias! Está funcionando nas AMDs?
PS:. Só vi agora numa relida do artigo! Vai desculpando aí…

AlterX
AlterX
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

A Nvidia que não quer matar a GTX 1050ti mesmo kkkkkkkkk

Juca
Juca
Responder a  AlterX
1 mês atrás

Ela até que queria, mas como a AMD esculhambou com o FSR foi o jeito lançar algo pra não parecerem tão incapazes! 😄

error: Conteúdo protegido