São mais 3 os jogos que revelam fracas vendas na Xbox

5 2 votes
Avalie o nosso artigo

Estes somam-se a outros que anteriormente já tinham visto as vendas afetadas. As culpas… são deitadas ao Gamepass.

São vários já os casos de jogos que apresentaram fracas vendas nas consolas Xbox, atribuindo as culpas ao Gamepass. No entanto a maior parte desses jogos possuíam uma característica em comum, o facto que tinham sido disponibilizados no Gamepass.

Essa situação levou a que as pessoas o tivessem jogado inserido no Gamepass, elevando assim o número de jogadores ativos para valores recorde. No entanto, quando chegou a hora de disponibilizar dinheiro pelo jogo, poucos o fizeram. E isto deveu-se não só ao facto de o jogo estar disponível de forma “gratuita”, como igualmente ao facto que, com a variedade e renovação apresentada pelo serviço, as pessoas não sentem necessidade de adquirir os jogos, uma vez que possuem outras coisas para jogar.

Mas eis que temos agora aqui estes três novos casos. Três jogos que nunca apareceram no Gamepass, mas que, ainda assim, viram as suas vendas cair. E a culpa é mais uma vez atribuída à variedade do Gamepass, uma vez que, havendo sempre o que se jogar, e renovação constante, as pessoas não sentem a necessidade de comprar como antes.

Os jogos em causa são Tales of Arise, Life is Strange, e NBA 2K22, cujos valores de vendas na Xbox ficaram bem abaixo do esperado.



Assim, Tales of Arise, vendeu numa proporção de 86% na Playstation, e 13% nas consolas Xbox (o restante 1% foi no PC). Já Life is Strange vendeu 82% na Playstation e 18% na Xbox, e finalmente NBA 2K22 vendeu 73% na Playstation e 23% na Xbox (o restante foi no PC).

A quebra no volume de vendas das versões Xbox é notória, e não tendo estes jogos estado presentes no Gamepass, poderá acontecer que a verão Xbox nem sequer se revele lucrativa, colocando em jogo o futuro desses jogos na consola ou, no mínimo, a dedicação colocada no jogo, e a optimização colocada no mesmo.

Como já referimos, o Gamepass pode revelar-se uma mina de ouro para a Microsoft. A receita gerada, mesmo com apenas 23 milhões de assinantes, se todos pagassem os 15 euros pelo serviço com Internet (que não pagam), seria uma autêntica mina de ouro para a empresa, e que poderia até sustentar os seus exclusivos.

No entanto o que está em causa não é. e nem nunca foi, a Microsoft, mas sim a industria dos videojogos. E o que se vê é que os terceiros estão a sofrer nas vendas, sendo que a adesão ao serviço é a única forma de colmatar as descidas das mesmas. Mas como já referimos, uma coisa é ser a Microsoft a procurar um jogo, ou ser o produtor do jogo a procurar a Microsoft, pois quando chegarmos ao ponto de ser o produtor a procurar a Microsoft, a situação já estará num ponto de tal forma mau que a Microsoft já nem terá interesse em pagar pela oferta disponível. E tal mostrará um mercado em falência… pelo menos do lado da Microsoft!

E o certo é que os membros do Gamepass atualmente incentivam isso. Não compram para que as empresas adiram ao Gamepass, mas uma vez o jogo lá, nem por isso o compram, porque não precisam. E tal está a colocar uma enorme pressão nos criadores de software que fazem mais investimento (a situação até é interessante para indies), que se queixam quando colocam os jogos lá, e se queixam quando não colocam os jogos lá.

E esse é o problema do Gamepass. Ele poderá ser muito bom para encher os bolsos da Microsoft, mas não é bom o suficiente para sustentar a atual industria, e muito menos a industria dos AAA no seu todo.



E quando vemos que, 99% de todos os jogos lançados anualmente, são de produtoras externas (Thirds), a questão sobre o futuro dos videojogos torna-se preocupante.



5 2 votes
Avalie o nosso artigo
94 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Elton
Elton
24 dias atrás

Vendas físicas?

Elton
Elton
Responder a  Mário Armão Ferreira
24 dias atrás

Se for considerar esses números, a Sony está jogando dinheiro fora ao investir no PC

nETTo
nETTo
Responder a  Mário Armão Ferreira
24 dias atrás

Sem contar que tanto Guerrilla quanto a Kojima já revelaram que seus jogos no Steam deram resultados significativos.

Elton
Elton
Responder a  Mário Armão Ferreira
24 dias atrás

O percentual de vendas físicas no PC não encorajaria alguém à investir na plataforma e ainda existe o fator pirataria

Elton
Elton
Responder a  Mário Armão Ferreira
24 dias atrás

Se for considerar esses números de vendas física no PC, acho que não faz sentido um estúdio investir na plataforma. E ainda existe o problema da pirataria.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Elton
24 dias atrás

Se os caras estão fazendo algo, é porque terão lucro de uma forma ou outra. Querer achar que vc entende mais do negócio do que a própria empresa é bizarro.

Elton
Elton
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

Concordo, por isso não digo que o gamepass dá prejuízo

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Elton
24 dias atrás

Mas é claro que dá prejuízo hj. Os caras falaram em 2 bilhões de assinantes pra ser sucesso. O Xbox não conseguiu nem lucrar mais que a compra da bethesda. E o histórico da Microsoft mostra que eles rasgam dinheiro. Mixer dava lucro? Windows fone deu lucro? Tudo faliu e fecharam.

nETTo
nETTo
Responder a  Elton
24 dias atrás

A proporção do digital deve se identica a física

Não adianta, pós Gamepass o Xbox não vende mais jogos como antes

nETTo
nETTo
24 dias atrás

https://www.pushsquare.com/news/2021/09/uk_sales_charts_lost_judgment_the_latest_game_to_sell_best_on_ps5

Tem este aqui também, 90% das vendas nos PS (62% destes no PS5) e o restante no XBox

Fernando Molina
Fernando Molina
24 dias atrás

Sim, as vendas de jogos do Xbox estão a níveis preocupantes, isso não tem nem o que discutir

AlterX
AlterX
24 dias atrás

O ruim de quando isso acontece
é que Big-Techs tem o ego inflado, muito provável que até o fim da geração a Microsoft compre outra publisher de games.. fora os vários estúdios pequenos/médios que ela vai comprar
E ela não sinaliza que vai parar, principalmente agora que o Xbox teve receita recorde

Juca
Juca
Responder a  Mário Armão Ferreira
21 dias atrás

Mário, nesse estágio a MS não está preocupada com lucro, e sim tirar o consumidor da concorrência, fazer o consumidor gastar menos lá.
Quem tem dinheiro, faz como a coca-cola, compra qualquer concorrente que se venda e chame atenção no mercado, e se esse não se vende, coloca a coca por um tempo a preço “promocional” até matar a concorrência ou ela pedir arrego pra ser comprada.

Felipe Horvath
Felipe Horvath
24 dias atrás

É uma pena… Um console tão bom quanto o séries X , em termos de qualidade de construção muito superior ao ps5 , super silencioso e etc nessa situação. O pior é que não vejo um cenário de mudança.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Felipe Horvath
24 dias atrás

Superior ao PS5? Não sei onde, pois ando vendo o ps5 sendo mais equilibrado em qualquer comparativo. Um projeto muito melhor.

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Sparrow81
23 dias atrás

Não tô dizendo em termos de poder , mas o produto físico mesmo.

nETTo
nETTo
Responder a  Felipe Horvath
24 dias atrás

Cara eu tenho ambos, um ao lado do outro e discordo de vc em.

Ambos são consoles muito bem construídos, ambos ficam elegantes, ambos não emitem ruído algum e o XSX solta mais ar quente pela sua saída que o PS5, mas tudo dentro do nível aceitável.

Eu discordo de vc tendo os dois, não sei se vc tem o PS5 pra fazer o comparativo, mas se tiver e ainda sim pensar desta forma talvez seja sua paixão pelo Xbox creio eu.

nETTo
nETTo
Responder a  Mário Armão Ferreira
24 dias atrás

No meu caso o porque a afirmação dele não condiz com a minha realidade. Por este motivo o contra-ponto foi necessário

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  nETTo
23 dias atrás

Entendi! Então ele por pensar diferente de ti, está automaticamente errado e é um fã do Xbox.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Mário Armão Ferreira
23 dias atrás

Uai, não leu o que ele escreveu, Mário?

nETTo
nETTo
Responder a  Edson Nill
23 dias atrás

Ué, o cara externou opinião dele e eu a minha, o espaço aqui é justamente para isso.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  nETTo
24 dias atrás

Mas Netto, o Felipe já disse aqui que tem os dois aparelhos e está com o SX guardado por falta de uso e ele inclusive já disse preferir a Sony.
Esses pré julgamentos sem ao menos conhecer as pessoas são tão ruins quanto as paixões cegas.

nETTo
nETTo
Responder a  Carlos Zidane
23 dias atrás

Não sabia disso, de todo modo o feedback dele é bem diferente do meu como vcs todos puderam ler né.

Mas blz

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  nETTo
23 dias atrás

Eu tenho os dois e prefiro o Playstation , mas eu acho o Xbox um produto mais bem acabado , pois meu ps5 faz um barulho chato no cooler e tem coil whine.

Juca
Juca
Responder a  Felipe Horvath
21 dias atrás

Não seria no leitor de discos? Só escuto algum barulho no meu quando tem disco inserido.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Felipe Horvath
24 dias atrás

Na minha opinião os dois são muito bons, mas o PS5 está um nível acima por conta de ser um aparelho mais otimizado quanto possível nesse orçamento, num admirável esforço de evolução, e o SX é o que eu diria, mais genérico, mas ainda sim, muito bom. Eu só lamento essa memória dividida do SX, no PS5 não tenho críticas ao hardware em si.

Um plus, Sony veio com uma evolução de controle e uma nova interface, o Xbox nem se deu ao trabalho de renovar nada disso.

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  Carlos Zidane
23 dias atrás

Sim , eu concordo com vc , mas o que eu quero dizer é o console em si , fisicamente. Sei la , ao meu ver , o Xbox parece mais Premium. Ele é inaudível praticamente , menor e o material que é feito parece ser melhor que o do PS5. Sei la , só minha opinião haha.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Felipe Horvath
23 dias atrás

Vc levou azar, pegou um produto que tá com o problema da etiqueta na ventoinha e já acha que o SX é superior? Hahahaah. Tá mto claro que o SX não tem nada de superior, por tudo que os dois consoles oferecem. Toda a estrutura do Ps5 é superior ao SX e em tecnologias nem se fala. Achar que uma caixa preta,.com uma grade pintada de verde porcamente é mais Premium do que algo com leds, cheio de curvas e nuances no design é meio esquisito.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Felipe Horvath
23 dias atrás

Vou falar sobre a minha experiencia com os dois, meu PS5 chegou no começo desse mês, e como ando sem tempo pra usar bem, do pouco que joguei, os dois são bem silenciosos, a Sony melhorou muito em relação ao PS4, o SX trabalha mais quente, achei os 2 consoles bem rápidos, tudo é praticamente instantaneo, o dualsense, sem comparação, só o leitor de disco achei o do PS5 mais barulhento, mas são duas excelentes máquinas, muito bem pensadas e construidas

nETTo
nETTo
Responder a  Fernando Molina
22 dias atrás

Faço de suas impressões as minhas

nETTo
nETTo
Responder a  Felipe Horvath
22 dias atrás

Vc deu azar de comprar a versão em que o ventilador faz mais barulho. O que eu comprei pra mim e o que minha sobrinha ganhou não emitem ruído algum.

Somente quando se põe um disco se escuta alguma coisa assim como no Xbox

Fernando Medeiros
Fernando Medeiros
24 dias atrás

É um fato que com o gamepass as pessoas compram menos jogos no Xbox uma vez que o serviço tem muitos títulos disponíveis, sendo que muitos jogos simplesmente são daqueles que podem tomar 100% do seu tempo com games, tipo Destiny, TES Online, Gears, Halo, Forza Horizon, Fallout 76… Mas os jogos referidos também, estarão no gamepass cedo ou tarde pelo histórico. NBA 2K está sempre entrando no serviço, life is strange também e jogos da Bandai Namco também entram de forma constante. Code Vein já está lá, scarlet nexus deve ir também e tales of arise deverá seguir o fluxo.
Eu acredito que os produtores não estão muito preocupados com isso uma vez que a ida posterior ao gamepass renderá mais dinheiro sobre um game que já passou do “curto prazo útil” das vendas tradicionais. Quando chegar o dia onde as vendas do Playstation e do PC não forem mais significativas para o primeiro mês, jogos desse tipo devem estrear direto nos serviços, uma vez que é uma ação onde todos ganham. No gamepass os produtores ganham da MS sem precisar vender jogos, e a MS ganha mais assinantes pelo hype de ter um lançamento. Após o gamepass, eventualmente alguns jogos até tem vendas aumentadas quando estão para sair do serviço.
Gostem ou não, esse é o destino da indústria.Felizmente nos consoles não tem como ter vários serviços distintos uma vez que as publishers não tem tanto conteúdo assim para sustentar um serviço sozinha. Então não deverão haver mais do que o Gamepass e um futuro PS Now estilo gamepass, que irá acontecer de forma inevitável, a não ser que a Sony deseje terminar como a SEGA, apenas produzindo jogos para PC e outros consoles. Talvez demore, seja lá pra 2026, ou talvez seja com o PS6, mas irá acontecer. O modelo tradicional não se sustenta mais com jogos AAA demorando 6, 7 ou 8 anos para serem produzidos e empregando 2000 pessoas contando estúdios e terceirizações. É muito arriscado confiar em vendas quando um serviço pode recuperar todo o investimento em menos de um ano e continuar arrecadando por muito tempo com receita recorrente das assinaturas. Para a Sony só faltam mais títulos que tragam engajamento, mas com o nome que o Playstation tem, um serviço deles atrairia colossos como GTA, Red Dead e Call of Duty mais fácil do que o Xbox. E aparentemente até a Naughty Dog está mudando seu alvo para jogos online também de acordo com os rumores e declarações do próprio estúdio. Eles não poderão ficar criando jogos com custos de desenvolvimento tão altos quanto o de um RDR2, e sem o mesmo retorno. TLOUS 2 não é um jogo que consegue fidelizar assinantes de PSN+, e nem está entre os 40 mais jogados da plataforma, mesmo tendo recebido uma versão atualizada a pouco tempo.

https://www.truetrophies.com/n20122/playstation-gameplay-chart

Deto
Deto
Responder a  Fernando Medeiros
24 dias atrás

O sujeito botando ranking de site que controla platina de jogo… deve ter mesmo muita gente hoje jogando last of us 2 para platinar heim champz?

sabe que cansa? tudo que vcs do xbox postam a gente tem que conferir para ver se não é fake news, se não é desonestidade intelectual ou limitação intelectual mesmo de não entender do que fala.

o futuro chegou, tudo do xbox sempre é o futuro mágico.

nETTo
nETTo
Responder a  Fernando Medeiros
24 dias atrás

Tlou 2 teve uma versão atualizada ou apenas um update?

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  nETTo
24 dias atrás

Apenas update.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Fernando Medeiros
24 dias atrás

Kkkkkkk… TLoU 2 tem mais que um ano, jovem. Halo Infinite que é novidade teve 66 mil de público acompanhando agora, TLoU 2 teve mais de 500 mil pessoas acompanhando diariamente durante 1 mês. Quer comparar? Faça de forma honesta.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Fernando Medeiros
24 dias atrás

Fernando, eu acredito que a MS está focada nos jogos de baixo custo pra serviço e não em nada grandioso tendo em vista o nível baixo de Halo Infinite e eu tenho muitas dúvidas se é isso que as pessoas querem.
Na minha humilde opinião, a MS deveria se tornar uma distribuidora de jogos, pois o Xbox parece não arrancar mais e eu não consigo ver futuro neles. Óbvio que posso estar enganado mas, acho difícil.
E se a Sony sem GP já é a lider isolada, o que acha que pode acontecer se ela adotar também o que uma parcela não tão expressiva que compra Xbox (pelo Gamepass) visse alí grandes jogos e serviço de aluguel barato também?!

Eu realmente acredito que o Xbox sofre agora de uma morte lenta e inevitável, a não ser que eles saibam alguma coisa que eu não sei, mas que certamente não será boa pras pessoas.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
23 dias atrás

Inclusive saiu hoje uma notícia que o Xcloud já esta sendo liberado para usar nos consoles, acho que você tem que fazer parte do programa Xbox Insiders ai eu pergunto para que eu vou comprar um SX ou até um SS? A Microsoft está matando o console dela cada vez mais rápido. É uma pena, pois a Sony sem concorrência tende a fazer besteira.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Daniel Torres
23 dias atrás

Então Daniel, eu não sei dizer se a Microsoft vai matar ou não o console, se eu tivesse que dar uma opinião eu diria que sim, mas a diferença de qualidade em jogar na xcloud e jogar no console é absurda, então acho meio exagerado voce dizer pra que comprar um console

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Fernando Molina
23 dias atrás

Fernando peço desculpa se por algum motivo te ofendi, sim eu concordo com você, jogar localmente não é a mesma coisa que no console por diversos motivos, quando referi para que comprar um console eu posso ter me expressado mal, o que eu quis dizer foi que para mim o foco da Microsoft esta em Pc, gamepass, xcloud e só depois os consoles dela, devido a isso eu fiz essa afirmação. Pois eu não comprarei um console em que a própria empresa não o trata com o devido respeito.

E claro isso é apenas minha opinião.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  Daniel Torres
23 dias atrás

Daniel, não entendi pq vc pediu desculpa, não me ofendeu não Kkk só quis te responder pra trocar uma ideia, nada demais

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Fernando Molina
22 dias atrás

kkkkkk Tranquilo é que como os ânimos estão um pouco exaltados eu tinha pensado isso, eu sempre gosto de ouvir a opinião de outros principalmente a respeito do xbox que um console que não possuo mais.

Finn
Finn
Responder a  Daniel Torres
22 dias atrás

Basicamente porque actualmente o Xcloud é a pior experiência em termos de ecossistema do Xbox, porque: tem o pior catálogo dos 3 GP, não está 100% funcional e porque não roda jogo algum fora do catálogo por enquanto. Pode ser que mude no futuro, mas não é o caso do momento. Pra mim também parece óbvio que a melhor experiência dentro do ecossistema Xbox é no console, porque além do custo benefício superior ao PC, também tem um GP mais robusto e com melhor catálogo, quick resume, melhor retro, multiplayer online praticamente livre de cheaters, tem jogos “grátis” na gold e fim de semana com jogos grátis para experimentar. Creio que isso responda tua pergunta do porque comprar um console Xbox em vez de usar o Xcloud.

Finn
Finn
Responder a  Carlos Zidane
22 dias atrás

É impossível a MS se tornar uma distribuidora de jogos a curto prazo, especialmente porque ela está apostando no GP, então, via de regra, se os jogos dela saírem para outras plataformas, será via GP. Também acho muito difícil que ela desista do hardware, pelo menos enquanto existir mercado para isso e ela concorrer com o Playstation, porque não vejo ela sem console no mercado, havendo um novo Playstation e mercado para consoles.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Finn
22 dias atrás

Parafraseando Audrey Hepburn; “Nothing is impossible, the word itself says; “I am Possible” “.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Fernando Medeiros
23 dias atrás

Além do que todos já te responderam, eu vou acrescentar um ponto.

Existe um motivo do porque a Naughty Dog está fazendo multiplayer, da mesma forma existe um motivo da parceria tão forte da Sony com a Firewalk, que já tem mais de 260 desenvolvedores e certamente sairá um shooter dali já que foi fundada por um pessoal que trabalhava em Call of Duty.

Os jogos cinematográficos com forte apelo narrativo não estão perdendo espaço (o hype sobre os novos jogos da Insomniac estão aí para provar isso), mas creio que a Sony tem aprendido sobre ter timing nessa questão de “evitar de fazer mais do mesmo”. A Sony entregou 4 Uncharteds seguindo a mesma fórmula, e preferiu encerrar a IP (ou encerrar essa fórmula). Um Uncharted 5 seguindo essa fórmula certamente iria saturar a IP. Após God of War Ascension, a Sony resolveu fazer um reboot no PS4 porque a IP saturou. Depois de God of War Ragnarok irão reiniciar novamente para evitar uma nova saturação. Horizon Forbidden West segue a fórmula de Horizon Zero Dawn porque o público quer mais disso, é apenas o segundo jogo. Mas no terceiro já saberão que precisarão rever a fórmula para evitar saturar. Mesmo o criticado Gran Turismo Sport veio com um modo online bem refinado para chamar a atenção dos jogadores para a jogatina online, saindo do comodismo.

Então após o grande sucesso com esses jogos narrativos, a Sony vai gradativamente buscando capitalizar em outros meios para evitar a saturação. Alguns jogos ainda tem espaço para repetir a fórmula, outros não. Esse timing é bastante importante para continuar brigando pelo topo.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Carlos Eduardo
23 dias atrás

Bom comentário Carlos Eduardo, concordo contigo, apesar de ter reparado isso eu não saberia colocar tão bem em palavras.
Só a parte do GT online que a Sony não me agradou mas, é o que tem.
Já disse que o Forza Horizon está sofrendo disso e precisava de alguma renovação, passado o impacto inicial, em alguns momentos jogando o FH4 eu me chateava as vezes e ia jogar outra coisa.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Carlos Zidane
22 dias atrás

Obrigado Xará.

Timing é super importante. Sempre que alguém fala “ah, mas em 2013.. “, precisamos recordar que são 8 anos de diferença, e de lá pra cá passou muita água por debaixo da ponte. Kinect foi maravilhoso em 2010, timing perfeito. Um novo dispositivo similar ao Kinect hoje talvez correria mais riscos. PSVR1 parecia um pouco antes do seu tempo, já o PSVR2 pode consolidar esse tipo de proposta e ser um grande sucesso. Ou pode ser algo super nichado que o grande público não vai querer. Quem sabe? Essa questão do timing é complicado.

A música dos Mamonas Assassinas tinham o timing perfeito para a época, talvez não seria aceita nesse tempo atual, ou não seria levada a sério nos anos 80 que era uma época com músicas mais politizadas.

Só sei que vemos estúdios surfando muito bem na onda do timing. Activision surfou na explosão dos FPS com COD, Ubisoft surfou na explosão dos open world com Assassin’s Creed, Sony surfou (e ainda surfa) na explosão dos jogos narrativos cinematográficos. Nintendo com o Wii, revolucionando a interatividade do jogador com os jogos. Hoje os jogos da Quantic Dream parecem mais do mesmo, filminhos e tal, mas em 2010 eu fiquei super intrigado com Heavy Rain, aquilo me pareceu muito interessante mesmo. Timing.

Talvez sucessos recentes como Fall Guys forneçam alguns direcionamentos para onde novos projetos pretendam seguir. God of War de 2018 não é um soulslike, mas recebeu influências desse estilo de jogo (palavras do Rafael Grassetti). Então quem sabe veremos jogos de alto orçamento no futuro sendo bastante influenciados pelos indies de maior sucesso hoje? Será interessante.

Mas claro, tudo passa. Sempre olhando para frente, e tentar pegar a próxima onda rsss lol

Abraços.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Carlos Eduardo
22 dias atrás

Ah, sim. Falou muito bem.

Inovações podem ser polêmicas mas se fazem bastante necessárias, a criatividade será importante, pois graficamente chegamos num nível onde as alterações não estão tão distantes do que melhor já se faz e tudo parece até tímido nesse aspecto, ficando em detalhes.
Felizmente temos os SSD (e as tecnologias que os envolvem) a dar um impacto positivo como vimos no Ratchet, se não me engano vc disse que o jogou então sabe bem o que refiro, e claro a curiosidade sobre o que farão usando uma ferramenta tão poderosa, nessas horas lamento muito o fator Crossgen e essa lamentável pandemia, mas logo espero, teremos resultados.

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Carlos Eduardo
22 dias atrás

Carlos, li em algum lugar que a Nauthgy dog está criando um game multiplayer revolucionário, trazendo algo mais cinematográfico. Games multiplayers estão há anos e msm com fórmulas para lá de desgastadas, geram ainda bastante receita e penso que é por isso que a Sony está indo para esse caminho, mas… É a Sony e ela não costuma fazer nada mal feito, então acredito que farão algo, se não revolucionário, pelo menos refinado, coisa que pouco vemos nos games multiplayers nesses anos todos.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Edson Nill
22 dias atrás

Edson, também li isso aí e fiquei animado, é uma proposta que eu colocaria dinheiro como investidor tranquilamente vendo quem a está propondo.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Edson Nill
22 dias atrás

Sim, eu acho que a nova onda que estão buscando o multiplayer é o formato msm.

Interessante que teve uma época onde o multiplayer explodiu, eu joguei muito MP de Assassin’s Creed e achava legal. GOW Ascension tinha MP também, Batman Arkham Origins, etc. Mas do nada ficou “mais do mesmo”, saturou e acabou, prevalecendo só nos estilos tradicionais mesmo com MP. Mas agora com os Fortnite, Fall Guys e toda a nova onda GAAS, está fortalecendo de novo.

Imagina se há 3, 4 anos atrás estivéssemos todos aqui assistindo Olimpíadas do Faustão na globo, e tivéssemos a idéia do Fall Guys. Os ricos seríamos nós lol rs e eu acho super divertido viu, curto pra caramba.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Carlos Eduardo
22 dias atrás

Fall Guys é desses jogos que dão muito certo, eu achei muito legal no começo assim como o Rocket League que eu achava que seria o novo vício, mas em uma semana eu já não tava nem aí kkk
Mas de vez em quando é muito divertido

Edson Nill
Edson Nill
Responder a  Carlos Eduardo
22 dias atrás

Rsrsrs Sim, tenho que assumir que acho divertido tbm!rsrsrsrs

Finn
Finn
Responder a  Carlos Eduardo
22 dias atrás

Eu adoraria concordar inteiramente contigo, mas as ações da Sony não me parecem apontar para um bom proveito desse timing, nem para correr riscos e nem para diversificar os jogos, ao menos quando se trata de jogos first party, porque alguns second party e outros com “exclusividade temporária” estão bem posicionados. Quanto aos first party, após ver os jogos anunciados neste ano, mantenho a minha crítica de alguns meses atrás, a Sony está “jogando seguro” e apostando no “mais do mesmo”, com várias “director’s cut”, remasterizações e jogos com a fórmula que vem dando certo: jogos single player, narrativos, cinematográficos de ação-aventura em terceira pessoa. Não vejo uma entrada nova, de qualquer jogo que seja, como um SM3, Horizon 3, GoW 3 fazendo algo muito diferente disso. O mesmo com novas IPs, como a nova IP em que a ND está trabalhando, mesmo sem saber do que se trata, é fácil chutar que será um jogo desse estilo. Agora o multiplayer do TLoU2 é de certa forma um ponto fora da curva, espero que tenha sucesso.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Finn
22 dias atrás

Quando eu me refiro a timing, não estou falando apenas no agora, mas por tudo o que já temos lido sobre um vislumbre dessa geração. Por exemplo, o vgc noticiou que um novo twisted metal está sendo feito pelo pessoal que fez destruction all stars. Existem diversos rumores sobre parcerias de GAAS e novos shooters (talvez Firewalk ou Haven), Returnal é um dos cases recentes que fogem à fórmula dos first-party da Sony, e embora a housemarque tenha sido adquirida depois do lançamento, o investimento foi feito para que o jogo seja desenvolvido. Da mesma forma, poderia falar sobre outros investimentos que fogem à fórmula do “mais do mesmo”.

Como eu disse no comentário anterior, isso não significa sair do mundo narrativo em terceira pessoa, mas sim distribuir os ovos em mais cestas. Existe sim “mais do mesmo” onde a Sony deve ver potencial de se ter retorno, mas eu não estou vendo mais as IPs serem saturadas, caso contrário teríamos um Uncharted 5 anunciado usando a mesma fórmula de sempre, ou continuariam repetindo a fórmula de GOW 2018 após o ragnarok (embora eles possam mudar de idéia e isso vir a acontecer no futuro, eu não tomo decisões pela Sony para afirmar que sim ou não rsss). Aliás, esse tipo de situação temos visto em vários outros jogos que no passado foram super bem avaliados, mas que não conseguem mais receber avaliações tão positivas pois insistem em se repetir desde os tempos do Xbox 360.

Juca
Juca
Responder a  Finn
21 dias atrás

A sony sempre arrisca geração após geração, mas não é tola e estúpida de mudar tudo, isso é óbvio… vimos ela tentar um brawler (all star), vimos ela tentar um gears(the order), vimos ela inovar no online com little big planet e criações da comunidade, vimos ela arriscar nos joguinhos de kart (lbp kart e mod nation racers), arriscou em fps e jogos mmo (dc universo online, mag… )…
A sony tem sempre se arriscado,a questão é que só olham pros grandes sucessos dela… nessa geração mesmo a guerrilha mudou de FPS pra um adventure que é Horizon Zero Down. Insomniac veio com Spiderman, trouxe um TPS (the order), largou o Motor Storm por Drive Club, trouxe o Knack um plataforma 3D… Tem muito risco da Sony em toda a sua história, e continuam tendo.

Juca
Juca
Responder a  Fernando Medeiros
21 dias atrás

Eu discordo da sua lógica, a Sony não precisa de um serviço de jogos como o gamepass. Lucro pelo lucro, melhor seria ela fazer todos os seus próximos jogos f2p por num catálogo junto a jogos clássicos e afamados e deixar as pessoas viciadas sem cobrar mensalidade alguma. Epic só precisou de um jogo desse tipo… Ou seja, o futuro não será um serviço de jogos, mas jogos como serviço, se vc quiser dar um nome ao conjunto deles como um serviço, isso nem faz diferença…

AlexandreR
AlexandreR
24 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Em termos de vendas é preocupante, mas isso é a companhia que decide. Mas a Microsoft para disponibilizar o jogo no Gamepass deverá ter pago uma quantia avultada. Pois não iam introduzir o jogo assim do nada, se não levavam um processo em cima.
Por isso é normal que em termos de vendas, haja disparidade. Mas não significa que a receita do jogo em questão seja má, por parte da MS.

Deto
Deto
24 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Quem assina GP não compra jogos, simples, estando ou não no GP.

do mesmo jeito que quem assina Netflix, HBO Max, etc; não aluga e compra jogos na Play Store (VOD)

Luiz Siqueira
Luiz Siqueira
Responder a  Deto
24 dias atrás

Acredito que você quis dizer que a maioria que assina o GamePass não tem intenção de comprar jogos. Pois eu tenho GamePass Ultimate e compro jogos, devo ser exceção. Kkkkkkkkkk… Pra mim GamePass é só um atratativo para experimentar alguns jogos nada a mais, só aguardando sair o XCloud oficialmente.

Deto
Deto
24 dias atrás

off:

eu que reclamava do suporte a HZD na retro do PS5.

saiu o patch 60fps.

e hoje já saiu um novo patch para corrigir outros bugs na retro.

nETTo
nETTo
Responder a  Deto
24 dias atrás

Tens fonte sobre isso?

O Patch de Horizon já saiu a algum tempo atrás

Deto
Deto
Responder a  nETTo
23 dias atrás

horizon zero dawn 1.54 no google.

segundo patch para a retro no PS5.

José Galvão
José Galvão
23 dias atrás

A Microsoft está a habituar a sua user base a não comprar jogos, se sair no gamepass é para esquecer, se não sair no gamepass então é certo que vai sair, este é o mindset da maioria dos utilizadores da Xbox, e o resultado está à vista, uns brutais 90% de vendas na PS, e ainda por cima um jogo que nem sequer está no gamepass.
Com numeros tão reduzidos de vendas, a Microsoft arrisca-se a entregar de mão beijada, uma data de improváveis exclusivos para a PS, sem a Sony gastar um cêntimo.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  José Galvão
23 dias atrás

O maior estúdio da Square já largou mão de lançar pro Xbox, a Capcom já tá largando mão, a Take two ja tá falando mal publicamente… Não sei como alguém pode achar que isso é um sucesso.

Finn
Finn
Responder a  Sparrow81
22 dias atrás

O maior estúdio da Square Enix é o Crystal Dynamics, não? Mas de qualquer forma, todos os grandes jogos recentes da SE acabaram indo para o Xbox, fora um ou outro FF, que deve ter contrato de exclusividade, temporária ou não. O mesmo com os jogos recentes anunciados, que têm exclusividade temporária (forespoken e outro FF). A SE me parece concordar com o GP, vide os jogos dela recentes que lá entraram. A Capcom irá deixar de lançar um único jogo de nicho para o Xbox, mas me pareceu mais drama que outra coisa, já que os jogos dela vendem mais no Xbox que no PC. E a Take Two disse que não quer lançar seus grandes jogos triple A day one no Game Pass, o que é no mínimo óbvio, mas considerando uma entrevista recente do CEO da Take Two, acho que é seguro dizer que ele acredita no game pass e serviços de assinatura em geral.

Finn
Finn
Responder a  José Galvão
22 dias atrás

O curioso é que parece que é o contrário que está acontecendo, vi esses dias que um jornalista da IGN apontou que em 2021 existem mais títulos exclusivos do Xbox que do Playstation, mas claro que a Sony tem mais first party e a maioria da lista do Xbox é indie.

Vitor Calado
Vitor Calado
Responder a  José Galvão
22 dias atrás

He spoke about Xbox Game Pass, saying, “We think about it as bringing more games to more people, but not as a replacement for retail. In fact, we had our biggest year in retail ever last year while our subscriptions were growing.”

https://www.gamespot.com/articles/xbox-game-pass-subscriptions-reach-30-million-take-two-ceo-says/1100-6496678/#nnn

Na verdade o ano passado a xbox teve o maior volume de vendas de jogos de sempre, apesar do GP.

Na verdade este artigo é bastante, enfim, como é que posso dizer sem ferir sentimentos, é ligeiramente incorrecto, pois refere-se ás vendas fisicas no reino Unido e não é nada representativo da realidade, aliás nem sei como é que viu a luz do dia.

So para que conste, as vendas no PC do tales é apenas 1% porque no PC apenas saiu uma versão especial limitada em fisico, o grosso das vendas é digital e posso dizer que nesta altura o jogo já passou os 2 Milhões e a maioria foi vendida no PC.

Depois, o Life is strange, saiu para Stadia, como é evidente que quando se utilizam as vendas fisicas do reino unido o jogo vendeu zero, vendeu zero no PC pois também não saiu versão fisica e vendeu zero na xbox one…enfim…

No NBA também não saiu em versão fisica no PC e a percentagem das vendas que faltam pertencem á switch…o gamepass pode ser odiado pelos fans da SONY por muitos motivos, mas não é pelo decréscimo das vendas de jogos…

José Galvão
José Galvão
Responder a  Vitor Calado
21 dias atrás

Não se conhece as vendas do digital, mas a Capcom entre outros têm esses sados, e queixam-se publicamente, mas como sempre preferes tapar o Sol com a peneira.

Finn
Finn
22 dias atrás

Eu penso que é muito difícil tirar conclusões com dados parciais de uma semana de vendas de cópias físicas em apenas um país, considerando que mais de 50% dos jogos vendidos actualmente são cópias digitais, e talvez essa porcentagem seja maior ainda para o Xbox, pelo menos eu tenho a impressão que donos de Xbox compram mais mídia digital que os de outras plataformas. Adicionalmente, o mercado de jogos do Reino Unido é predominantemente digital.
Fonte: https://www.gamesindustry.biz/articles/2019-01-02-uk-video-games-market-is-now-80-percent-digital
https://www.polygon.com/2020/8/11/21363951/video-game-sales-digital-online-xbox-one-ps4-publisher-figures-ea-activision-2k-games
Portanto, sim, as vendas físicas do Xbox para esses jogos foram baixas no Reino Unido, mas daí a concluir que com base em 3 jogos, os jogos de Xbox no geral vendem muito menos que deveriam (considerando que tem metade da base instalada do Playstation) e que a culpa disto é do Game Pass, é um passo maior que a perna.

Livio
Livio
22 dias atrás

[off-relacionado] Desse modo quem é que não vai preferir o GamePass para comprar uma mídia física?? Existe lojista sem noção que coloca um preço absurdo, chegando a ficar no valor da edição especial do Horizon Forbidden West para PS5 na própria Amazon:
https://www.amazon.com.br/Microsoft-E3PlaceholderSoftware75_XB1-Forza-7/dp/B072MKR1P5/

Elton
Elton
21 dias atrás

https://www.gamevicio.com/noticias/2021/09/capcom-quer-pc-como-principal-plataforma-para-seus-softwares-de-jogos/ Essa movimentação da capcom induz que as vendas físicas não estão importando muito.

Elton
Elton
Responder a  Mário Armão Ferreira
21 dias atrás

Lembro que os dados mostravam o PC abaixo do xbox.
E com o programa play anywhere da microsoft acho que nao seria problema ter o game no PC e no Xbox

error: Conteúdo protegido