Como será a física dos jogos que aí vem?

0 0 votes
Avalie o nosso artigo

A próxima geração apostará numa tremenda melhoria no poder de de computação presente no CPU. O resultado serão físicas inéditas e a um nível nunca antes visto.

Se um aumento na capacidade do GPU resulta em grafismo mais cuidado e com mais fotorealismo, o aumento na capacidade do CPU resulta em uma física interactiva muito mais capaz.

O que poderemos então esperar no futuro a nível de física? Bem, é isso que a GDC 2019 nos tem mostrado com demonstrações como a de baixo.

Vejam e digam o que acham:



A demo é da Epic Games e demonstra a física de próxima geração que estará presente na versão 4.23 do seu Unreal Engine 4. Trata-se do Chaos o novo sistema de destruição e física de alta performance.

A demo é em tempo real e mostra como é possível uma destruição em larga escala com visuais cinemáticos, com um controlo sem precedentes dos artistas sobre a criação do conteúdo.

E diga-se que ao lado disto, o prometido “Poder da Cloud” que a Microsoft tanto prometeu, sem entregar, em Crackdown, revela-se bem humilde.



error: Conteúdo protegido