Sega confirma Sonic Prime como série do Netflix

5 3 votes
Avalie o nosso artigo

Os videojogos estão a faturar bastante… e não só no seu mercado!

A industria dos videojogos tem-se expandido, e atualmente é maior que o mercado da Musica e do Cinema juntos, e isso vai continuar pelo menos enquanto a pandemia não for irradicada de vez.

Nesse sentido a adaptação de videojogos ao cinema tem sido algo que tem revelado sucesso, como demonstrou por exemplo o sucesso extraordinário que The Witcher obteve no Netflix, e com planos de novas adaptações.

Uma delas, agora confirmada pela Sega, é que o Sonic vai ter a sua série de TV. Chama-se Sonic Prime, e era algo que já se sabia poder a existir dado que o Netflix o tinha confirmado em Dezembro num Tweet que depois apagou. No entanto um novo Tweet vem agora confirmar a situação:



O Sonic não é a primeira vez que se aventura fora dos videojogos, e ainda recentemente teve um filme, sendo que onde tem sido mais popular é nos desenhos animados.

Mas seja onde for, a personagem é bem conhecida, quase tanto como o Super Mário, pelo que a série poderá, desde que bem feita, ter o seu sucesso.

Aparentemente a série vai pegar em alguns aspetos do último filme… mas mais detalhes não são conhecidos.

 



5 3 votes
Avalie o nosso artigo
28 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
eduard08
eduard08
20 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Para uma serie da netflix podiam ter escolhido outro nome que o da concorrência xD ( amazon prime)

Em falar de series, pelo que li a nintendo anulou algumas que estava a fazer com a netflix por causa de vazamentos dessas mesmas series

Felipe Horvath
Felipe Horvath
Responder a  eduard08
20 dias atrás

Infelizmente , a Nintendo tem um ego enorme , não consigo entender a maioria das decisões que eles tomam.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
20 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

OFF 1

A discussão sobre AVX 256 está a todo vapor no neogaf, até o NXGamer entrou na discussão. Lembrando que o Sr. Mário já havia levantado essa questão aqui no pcmanias: http://www.pcmanias.com/rumor-capacidade-de-processamento-de-instrucoes-avx256-podera-ser-superior-na-xbox-serie-x-do-que-sera-na-ps5/

Segue mensagem do nxgamer no neogaf: https://www.neogaf.com/threads/next-gen-ps5-xsx-ot-speculation-analysis-leaks-thread.1480978/post-262380083

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Exacto, é o que estão discutindo por lá.

Não me aprofundei tanto no assunto, mas pelo que eu entendi, você citou correctamente no seu artigo que as instruções AVX256 poderiam sofrer um impacto de performance no PS5, já que os consumos são altos e poderia reduzir o clock. O raio-x do die-shot mostrou que algumas partes foram removidas, e pelo que li foi exactamente pelo motivo que se referiu, consumo de energia. Acharam melhor remover do que operar em clocks mais baixos.

O que se está discutindo no neogaf são os impactos destas remoções, sendo que até onde entendi, é um impacto ínfimo considerando uma CPU dedicada para jogos.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
20 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

OFF 2

A princípio o suporte a VRS no PS5 pode não ser igual ao do Xbox Series X.

O pessoal da 4A Games, ao serem perguntados sobre por que colocaram PS5 e Xbox Series X juntos no quadro de features DX12U usadas no game (VRS e DXR), responderam:

https://twitter.com/MetroVideoGame/status/1361373728744099860?s=20

Simplificamos, temos nossa própria solução VRS que foi lançada na versão original do PS4 e atualizada para o PS5

Com isso, alguns levantaram a hipótese do PS5 ter VRS direto nas unidades computacionais como é feito no PS4, sem aceleração por hardware. Claro, isso para os estúdios que implementaram VRS nos seus motores.

O LeviathanGamer2 levantou um ponto bastante interessante:

https://twitter.com/LeviathanGamer2/status/1361485906625110016?s=20

Bem, a geração atual usa Compute Shaders para VRS. Primitive Shaders são Compute Shaders que eliminam gargalos de cache, injetando-os no pipeline gráfico. PS5 VRS é tratado via GE / Primitive Shaders … ding … ding … ding …

https://twitter.com/LeviathanGamer2/status/1361488820231880705?s=20

E depois disse que esse processo de VRS no PS5 pode ser diferente do Xbox, que faz VRS no back-end.

Ele lida com isso em seu backend de rasterização. A partir do dado, o PS5 parece usar o backend de rasterização de RDNA1. O XSX usa RDNA2. Não 100% confiante, pois eles poderiam ter retrabalhado no layout do RDNA1, mas eu tenho pensado que era assim há mais de um mês.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Perguntei ao autor do tweet no privado (LeviathanGamer2), ele me respondeu que o backend sofreu algumas alterações para contemplar VRS.

Ou seja, na visão dele o VRS do Xbox Series X|S está no back-end, enquanto que no PS5 está na GE.

Não sei se ele está certo. É só para trazer mesmo o assunto à discussão.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
19 dias atrás

Mário o que representaria em um cenário para nós usuários um back end rdna 1? Teria desempenho pior ou melhor?

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
19 dias atrás

Entendi, obrigado por responder.

Relvas
Relvas
20 dias atrás

O Nexus lançou um video com as Temps da series x. Podias fazer um artigo.

Lucas Diogo
Lucas Diogo
Responder a  Mário Armão Ferreira
20 dias atrás

Se a minha memória não me falha, sim é ele.

Mário Armão Ferreira
Responder a  Lucas Diogo
20 dias atrás

Estive a ver o principio do video e ele desculpa-se que as medições não são precisas por uma quantidade de motivos e que nem sequer são comparáveis às da PS5…
E assim sendo, não me parece que seja algo de interesse!

Relvas
Relvas
Responder a  Mário Armão Ferreira
19 dias atrás

Mal? Porquê? Ele apena não é capaz de medir as T-junction.
Mas o motivo de não fazeres o artigo acho que todos sabemos qual é.

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
19 dias atrás

esse teste dele tem um resultado que não faz sentido, esse é o problema desse pessoal do youtube, eles não são cientistas nem engenheiros para chegarem no resultado e dizer “acho que não faz sentido” “esse resultado deve estar errado”…

vc projeta um console com 16chips e cooler suficiente para 15?

pq vc deixa UM deles ficar muito mais quente?

pela temperatura dos 15 “frios” da para imaginar que daria conta de todos os 16.

isso não faz sentido.

faz sentido o console dele ter defeito de montagem, faz sentido ele ter cagado o console de tanto desmontar e montar, faz sentido ele ter errado na medição.

não faz sentido projetar o cooler para 16 chips e refrigerar somente 15 ou projetar um cooler que da conta de 15 e deixar um deles sem refrigeração….

“vou aqui sacanear, so de sacanagem com quem compra vou deixar um chip sem refrigerar direito”

o que eu queria era comprar o thermal pad “líquido” que a Sony usou no PS5, ou um bem melhor, e reaplicar no meu console… pq eu achei muito pequeno o que vem por padrão… para deixar igual o do xbox sx.

aplicaria para cobrir todo o chip de RAM e já ia aproveitar para entupir de fita isolante líquida ao redor dos capacitores que dão coil whine… coisa que eu pretendo fazer obviamente somente depois da garantia acabar.

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
19 dias atrás

É, tá parecendo a CDPR… Quer vender o jogo ao mesmo tempo que faz estorno pq está estragado HAHAHAHAH

error: Conteúdo protegido